Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2011

Doenças causadas por deficiências Imunológicas

Imunodeficiências Primárias (IDP): doenças causadas por defeitos no sistema imunológico.

- A pessoa nasce com este problema? Na maioria das vezes, sim. A criança nasce com defeito do sistema imunológico e tem infecções graves nos primeiros anos de vida. Mas são várias doenças e algumas podem iniciar na vida adulta.
- Essas doenças são contagiosas? Não. Não há risco de se contrair por meio de contato. As doenças são transmitidas de pais para filhos.
- Pessoas que têm muitos resfriados podem ter imunodeficiência (ID)? Os resfriados são freqüentes na população e não há necessidade de se investigar o sistema imunológico quando a pessoa tem apenas resfriados, mesmo que sejam freqüentes. È mais provável que esta pessoa seja alérgica e esteja sofrendo de rinite alérgica.
- O meu filho contrai viroses com muita freqüência, particularmente todos os meses, será que ele tem baixa imunidade? Ele é um imunodeficiente? Não é provável. A criança pequena tem um sistema imunológico imaturo o que facilita a a…

Hoje é dia de São João

Santo Antonio, São João e São Pedro fazem as festas no mês de Junho. Não pode faltar pé de moleque, cocada, pamonha, quentão, quermesse, música, sanfona e fogueira. Roupas coloridas, bigode, cavanhaque e dentes pintados com lápis preto para os meninos, batons e bolinhas no rosto para as caipirinhas: está formada a quadrilha com muita alegria!

Mas... também é inverno, com noites frias, mudanças de tempo, ambientes fechados e pouco ventilados. E se somar com os fogos, fogueiras, pólvora, fumaça e fuligem, a festa poderá desafinar para algumas pessoas que são alérgicas.

É sabido que a fumaça pode irritar a mucosa respiratória, desde o nariz até os brônquios e se tornar um fator com poder de provocar ou de agravar crises de alergia, rinite, conjuntivite, asma, trazendo espirros, coriza, lacrimejamento, tosse e cansaço.

Os alimentos típicos, deliciosos para muitos, podem causar reações alérgicas nas pessoas sensíveis.
É muito bom brincar e se divertir. Para isso, valem algumas dicas:
- Visite…

Alergia à mandioca

Amendoim, frutos do mar, ovos... O número de alimentos alergênicos não para de crescer. Agora, um novo estudo realizado por médicos da Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia (ASBAI) identificou que a mandioca (aipim) também faz parte desse grupo.
O primeiro caso de alergia ao alimento descrito pelos médicos aconteceu em 2001 e o paciente teve uma reação anafilática à mandioca. Em 2003, estudos feitos por médicos portugueses relataram a alergia cruzada da mandioca com o látex, extraído da seringueira. Nesse caso, o paciente tem alergia a uma substância chamada MAN-E5, que é encontrada tanto no látex quanto na mandioca. A reação ao látex - geralmente por contato com luvas cirúrgicas ou outros materiais à base de borracha - costuma ser descoberta antes. Em 2004, os especialistas identificaram dois novos casos em duas semanas e, atualmente, acompanham 12 pessoas com esse tipo de alergia. Como os registros são recentes, ainda não se sabe qual porcentagem da população no Brasil t…

21 de Junho: Dia Nacional de Combate à Asma

Esqueci de tomar meu remédio ...

O médico prescreve, explica a medicação, quantas vezes deve ser tomada, o tempo de uso e espera que o paciente cumpra corretamente suas determinações. Mas, nem sempre é fácil manter a rotina dos medicamentos. 
Uma grande dificuldade no tratamento das doenças crônicas é esquecer de tomar o remédio, seja um idoso com dificuldade na memória, seja um adulto jovem porém envolvido com multiplas tarefas diárias.É certo que o uso irregular e a dificuldade na aderência ao uso da medicação reduz a eficácia do tratamento, podendo agravar o quadro, ocasionar sofrimento ao paciente e altos custos de saúde.
Como lembrar da medicação? 
As sugestões são muitas: colocar um aviso na porta da geladeira, anotar na agenda, carregar um aviso na carteira, etc. etc. Vale até amarrar um barbante no dedo. Mas, imagine um frasco "inteligente", que emite um som e até "fala" lembrando que está na hora de tomar seu remédio. Pois é... esta engenhoca já existe nos Estados Unidos, chama-se Glowcap, …

Asma e esportes

1- O asmático pode praticar esportes?
Sim, desde que o paciente esteja bem controlado clinicamente e queira praticar este esporte.


2- Porquê?
A prática de esportes acarreta:
* Melhor condicionamento físico
* Fortalecimento dos músculos da caixa torácica
* Melhora do padrão respiratório


3- Qual o esporte ideal?
É aquele adequado à idade e à vontade do paciente (não impor). De preferência, estão indicados os exercícios aeróbicos: vôlei, natação, futebol, dança, ciclismo, entre outros.


4. Quais as vantagens da natação?
A natação fortalece músculos da caixa torácica e melhora o padrão respiratório. Mas, é importante observar se a concentração de cloro é adequada para que não ocorra irritação das vias aéreas


4- É preciso tomar algum cuidado?
A atividade esportiva deve ser adequada à idade, levando em conta a capacidade física do paciente e orientado por profissional habilitado para tal função. Recomenda-se:
* É necessário fazer aquecimento prévio
* Não se deve parar o exercício bruscamente


5- É necessári…

Os ácaros e o inverno

Ácaros são invisíveis a olho nu, mas podem provocar grandes danos à saúde como asma, sinusite, rinite, conjutivite alérgica, entre outros. O risco aumenta ainda mais no outono e no inverno, quando se proliferam com maior facilidade.


Chamados de ácaros, os aracnídeos são primos distantes das aranhas e parentes mais próximos de outros artrópodes como carrapatos e parasitas da pele que causam a sarna.


Mas exterminar esse ser não é uma tarefa fácil. Segundo o médico Raul Emrich Melo, especialista em alergia-imunologia, palestrante e pesquisador da UNFESP (Universidade Federal de São Paulo), é impossível eliminar os "inimigos" totalmente.


Para se ter uma ideia, mais de 2 milhões de ácaros podem ser encontrados em um colchão com algum tempo de uso.


Curiosidades sobre os ácaros:


1. Se quatro ou cinco ácaros estiverem colados um ao outro é possível sua visualização a olho nu, ou seja, eles estão no limite de nossa capacidade de visão para coisas pequenas;


2. Um ácaro da altura de um ser …

Eu não posso tomar leite

No dia 01 de junho comemora-se o dia internacional do leite – Word Milk Day – uma iniciativa da FAO e das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura com o objetivo de divulgar a importância e os benefícios do consumo do leite.

Por isso, nesse mês de junho, A ABAPAA Associação Baiana de Pais e Amigos de Crianças com Alergia Alimentar – aproveitará para chamar atenção para a situação inversa, onde não se pode consumir este alimento, o que vem se tornando um problema cada dia mais comum: a alergia ao leite de vaca.

Em virtude disso, no dia 19 de junho, acontecerá uma caminhada pacífica, com o objetivo de divulgar a alergia alimentar e chamar a atenção da sociedade para a problemática da dispensação das fórmulas alimentares especiais que as crianças com esta condição necessitam.


Leia mais no site da ABAPAA

Vida saudável para os alérgicos: escolha ou acaso?

Se tivesse que apontar o bem mais precioso para o ser humano, eu certamente diria: a saúde. É possível viver bem com pouco dinheiro ou em condições ambientais adversas. Mas sem saúde...
A definição de saúde pela Organização Mundial de Saúde, não é apenas a ausência da doença, mas sim uma visão ampla, incluindo o bem estar físico, mental e social. A presença de uma doença altera diretamente a qualidade de vida de uma pessoa. E, no caso de uma doença crônica, ou seja, de duração prolongada, que pode permanecer meses, anos ou até a vida toda; este reflexo se torna muito mais intenso em sua qualidade de vida.
A presença indesejada da doença torna-se então um desafio, que na maioria das vezes envolve dois caminhos a seguir: “resignar-se” à ela, “conformando-se” com a própria “sina” ou então aceitá-la como um desafio a ser vencido, buscando meios reais de enfrentá-lo.
No tratamento das doenças alérgicas, é fundamental que se escolha o caminho certo, ou seja, o caminho do esclarecimento e da a…