Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2012

Poluição em Londres pode afetar desempenho dos atletas

Alergistas alertam que a poluição poderá afetar o desempenho de atletas olímpicos. Se a qualidade do ar estiver ruim, os atletas podem não alcançar seu desempenho máximo e aqueles que já possuam tendência para a asma serão os mais afetados.


Londres enfrenta o problema da poluição atmosférica mesmo com táticas específicas, como o esquema de rodízio, adotado há oito anos no centro para controlar o tráfego de carros. 


Especialistas apontam que os principais poluentes são partículas minúsculas de fuligem, chamadas PM2,5.  Medindo apenas 0,0025mm, elas resultam da combustão incompleta de combustíveis fósseis utilizados pelos veículos automotores e formam, por exemplo, a fuligem preta em paredes de túneis e latarias de carroceria, na sua maioria emitidos pelo tráfego, mas também de fábricas.


Além disso, a cidade tem as piores concentrações de dióxido de nitrogênio entre todas as capitais na União Europeia. A emissão de NO2, que provém principalmente da queima de combustíveis pelo transporte, p…

Alergia alimentar - entrevista

Há dados epidemiológicos de alergia no Brasil? Somos mais alérgicos que outros povos?  Não há dados epidemiológicos no Brasil. Sabemos por experiência clínica que os alergênicos mais comuns na população são leite, ovos, trigo, soja e frutos do mar. Nos EUA estima-se que 8% das crianças e 2% dos adultos sejam alérgicos a leite. Já a intolerância a lactose afeta 25% da população. 
Qual a diferença entre intolerância e alergia?  A intolerância é uma reação por incapacidade metabólica, sendo o quadro mais clássico o leite. Já a alergia ocorre com desencadeamento de resposta imunológica a uma proteína. Alguns exemplos: A reação a e amarelo tartrazina a sulfito é uma intolerância. O trigo pode desencadear a doença celíaca metabólica pelo componente glúten. Já a alergia ao trigo é pela proteína gliadina. 
Por que tão difícil ter dados epidemiológicos?  Mesmo os estudos internacionais não são totalmente confiáveis por causa da metodologia para diagnosticar a alergia. Na maioria das vezes ning…

Refluxo e sintomas respiratórios

O sistema respiratório tem muito em comum com o sistema digestório, embora este fato nem sempre seja lembrado: ambos são vizinhos anatômicos, têm a mesma origem embrionária, trabalham em mecanismos essenciais ao corpo humano, ambos eliminam produtos de metabolismo e servem de interface com o meio ambiente. Não é de se admirar o fato de que a doença de um possa se refletir no outro. Este é o caso do refluxo, que ocorre no sistema digestório e em algumas pessoas, pode provocar sintomas respiratórios. 

Chama-se de refluxo gastroesofágico ao retorno do conteúdo ácido do estômago para o esôfago em geral acompanhado de desconforto no peito e sensação de gosto amargo na garganta. Vale lembrar que refluxo até certo ponto é normal, em especial após refeições. 

Sintomas clássicos de refluxo: sensação de queimação, regurgitação, azia e má digestão. Sintomas gástricos: azia, regurgitação, enjoo e vômitos. 
Sintomas Pulmonares: tosse, sensação falta de ar, dor no peito, asma, pneumonia. Sintomas oto…

ALERGIAS NA GRAVIDEZ

A gravidez é um motivo de alegria, mas também pode ser uma preocupação quando a mulher é alérgica. Mas, a alergia não impede uma gestação saudável e nem o tratamento. Por isso é necessário entender a doença alérgica e sua relação com a gestação.


ALERGIAS RESPIRATÓRIAS NA GESTANTE   Rinite alérgica   A rinite alérgica é uma doença comum na mulher jovem e por isso é bastante vista em gestantes. Os sintomas principais são: espirros repetidos, coriza líquida, coceira em narinas, olhos, ouvidos, céu da boca, ouvidos, congestão e obstrução nasal. Pode ocorrer também gotejamento de secreção na parte posterior do nariz, provocando pigarro ou tosse. Em alguns casos, podem surgir também olhos avermelhados, irritados, lacrimejando e coçando. Uma mulher pode ter rinite e piorar na gravidez. Mas, existem casos (mais raros) onde a rinite resulta da gestação e desaparece após o parto. A maior queixa da gestante é a obstrução nasal e por conseqüência, a respiração bucal. Ou seja, em função das n…