Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2016

Parabéns, o Blog da Alergia completou 10 anos

O Blog da Alergia foi criado em outubro de 2006 pela equipe médica da Clínica de Alergia da Policlínica Geral do Rio de Janeiro (Alergistas Coligados) utilizando de forma pioneira em nosso país a mídia digital como ferramenta na educação voltada às doenças alérgicas. No mesmo ano, o blog foi integrado ao Google FeedBurner. Em Março de 2009, foi adicionado ao Twitter e em Janeiro 2012, ao Facebook, com a criação da página Blog da Alergia

Foram publicados até hoje cerca de 1000 textos e contamos com 3500 assinantes que recebem regularmente nossas publicações em seu e-mail, bem como um total de 650 seguidores cadastrados. Além disso, recebemos 15000 e-mails (respondidos diretamente ao remetente) e tivemos 26.000 comentários publicados (com respostas abertas para leitura de todos os visitantes). 

Publicamos recentemente no Congresso Mundial de Alergia (WAO) analisando os comentários publicados, com objetivo de refletir sobre o tipo de procura que leva o paciente a buscar o Blog da Alergia. …

Rinite Alérgica

A Rinite alérgica pode se confundir com resfriados e gripes, pois seus sintomas são semelhantes: espirros em série, coriza abundante, nariz sempre escorrendo, congestão nasal. Coça o nariz e coçam os olhos, ouvidos, garganta. 
Contudo, são doenças bem diferentes. 



É verdade que quem tem rinite espirra, mas não está gripado ou resfriado. É uma doença herdada, ou seja, tem origem genética. Por isso, outras pessoas têm alergia na família. Mas, para que a doença apareça, a genética interage com o ambiente, resultando na doença. 

Os casos de rinite aumentaram muito nos últimos anos, em função de vários fatores: 
- Maior poluição; 
- Modificação das residências,
- Mudança do estilo de vida, 
- Menor tempo de permanência ao ar livre, entre outros.
Até o aumento da violência urbana contribui, pois o medo faz com que as crianças fiquem mais tempo dentro de casa, aumentando o convívio com os ácaros e outros fatores causadores do problema. 

Crianças e adultos passaram a ter mais rinite: calcula-se que …

Alergia - mito ou verdade?

A alergia é contagiosa? 
 Não. As pessoas alérgicas, principalmente as que têm asma, rinite e dermatite atópica, possuem uma condição genética que determina que reajam de forma exagerada a determinados estímulos, causando os sintomas. 

Doenças alérgicas não têm cura? 
Embora a alergia seja uma condição herdada geneticamente e, na maioria das vezes, definitivamente, existem doenças alérgicas em que pode ocorrer a resolução completa do quadro, como acontece com a alergia ao leite de vaca que se inicia na lactância (bebê) e tende a desaparecer por volta dos 2 a 4 anos de idade. 

Adianta tratar alergia? 
Embora não se possa alterar a herança genética, que os alérgicos apresentam, os tratamentos disponíveis atualmente englobam medicamentos bastante específicos, com efeitos colaterais mínimos e que melhoram muito a qualidade de vida. 

Alergia é doença de rico? 
As doenças alérgicas são condições herdadas geneticamente podendo, portanto, ocorrer em indivíduos de todos os níveis socioeconômicos. 

Ar …

Ácaros da poeira domiciliar

A principal causa da alergia respiratória está em sua casa, bem ao seu lado: ácaros, mofos, baratas e outros componentes da poeira domiciliar. 

Hoje é dia de falar nos ÁCAROS DA POEIRA DOMICILIAR, que são os principais vilões para os alérgicos. 

Você sabia que... 
Uma grama de poeira pode conter milhares de ácaros? 
Uma cama pode conter milhões de bolotas de fezes de ácaros? 

Há quanto tempo você usa o mesmo travesseiro? 
Antes de responder esta pergunta, saiba que estudos recentes mostram que após 6 anos de uso, um travesseiro pode ter 10% de seu peso em ácaros, além de detritos e fragmentos de pele humana. Colchões com 10 anos de uso abrigam cerca de 1 bilhão de ácaros. 
Desagradável, não é? Ou seja, parte de sua cama está viva! 

Ácaros

Pertencem à sub-classe de aracnídeos, ordem acarina. São diminutos habitantes da poeira das casas, meigos e inofensivos para a maioria das pessoas - só fazem mal aos alérgicos! Sabe-se que existem cerca de 30.000 espécies descritas, no mundo inteiro. 

Medem en…

Casa a prova de alergia

Há alguma relação entre sintomas respiratórios e o ambiente de uma casa? 


Os indícios afirmam que sim. Fatores encontrados dentro de uma residência podem afetar a evolução de doenças, como a rinite, a sinusite e a asma. Por isso, são indicados cuidados no ambiente onde o alérgico vive. 

Há dois grupos de “vilões” que podem ser inalados no interior das moradias e, consequentemente, agravar as crises respiratórias. 

- O primeiro deles refere-se às substâncias com ação irritativa no aparelho respiratório, como odores de produtos de limpeza e perfumes, além de poluentes, como a fumaça de cigarro. 
- Já o outro grupo é formado pelos chamados agentes alergênicos, substâncias biológicas derivadas de ácaros da poeira, pelo, pele e secreções de animais domésticos, fungos (mofo) e insetos

Por serem facilmente reconhecidos pelo odor e causarem sintomas imediatos, os itens do primeiro grupo tendem a ser notados mais rapidamente. Já o segundo não é tão facilmente percebido.

Em geral, o alérgico sente …

URTICARIA DAY 2016

No dia primeiro de outubro se comemora o dia internacional de conscientização sobre a urticária e a ASBAI aproveita a data, para lançar o livro "Doutor, eu tenho urticária" .


A urticária é uma doença de alta prevalência e que pode acometer pessoas em diferentes faixas etárias, do bebê ao idoso. 



O reconhecimento da doença é relativamente fácil, uma vez que as lesões são características, mas na realidade é um desafio, sobretudo nas formas de duração prolongada. Apresenta-se de formas clínicas variadas, algumas espontâneas e outras induzidas por diversos fatores. Contudo, a dificuldade é maior para o paciente e seus familiares, que convivem com os episódios repetidos, muitas vezes graves, gerando medo e ansiedade. 

Além disso, dúvidas, perguntas sem resposta, mitos e preconceitos confundem o doente e dificultam o tratamento. As consultas médicas nem sempre oferecem tempo suficiente para esclarecer estas dúvidas. 


Tratar uma urticária não depende apenas de medicamentos. A participa…