Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2015

Alergia à tatuagem de henna

Tatuagens de henna são populares no verão, tanto em adultos como em crianças, pelo fato de serem temporárias e são consideradas sem riscos. Mas, não é verdade, pois podem provocar alergia!

Henna é um corante de cor castanho-avermelhada, extraído da casca e das folhas secas de uma planta (Lawsonia inermis) originária da África e Ìndia, usado como cosmético, para escurecer cabelos ou para tatuar o corpo de forma temporária. A vantagem é ornamentar o corpo e desaparecer após alguns banhos. E a ideia não é nova: múmias egípcias tinham sinais de utilização de henna, com indícios de que seria um símbolo de status da época. 

A alergia à henna pura, sem aditivos químicos, é rara. 
O problema é que podem ser adicionadas substâncias que alteram o produto gerando a possibilidade de reações. Por exemplo, alguns tipos de henna negra recebem a adição de uma substância, denominada parafenilenodiamina ou PPD, que tem objetivo de tornar a secagem mais rápida, dar coloração mais intensa e melhor definiçã…

Estojo inteligente de alta tecnologia ajuda famílias de pacientes com anafilaxia

Conheça o Veta™, o primeiro sistema de suporte no mundo para a anafilaxia e a alergia aos alimentos. Trata-se de um estojo inteligente para o autoinjetor EpiPen® que funciona em conjunto com um aplicativo para conectar diretamente familiares e cuidadores com alérgicos que têm risco de vida, resultando em maior liberdade, segurança e confiança para todos.

O estojo inteligente incorpora a eletrônica e sensores que se integram com a infraestrutura de app móvel habilitada na nuvem para garantir tranquilidade aos usuários do EpiPen®, suas famílias e sua rede de suporte estendido. 

O Veta™ tem capacidade para:
* indicar onde está o EpiPen® 
* notificar sobre data de vencimento de sua validade, 
* alertar quando o usuário está longe de seu EpiPen®, 
* monitorar as mudanças de temperatura que poderiam afetar a integridade da medicação (epinefrina),
* emitir um alerta às pessoas previamente cadastradas notificando a necessidade de emergência imediata.

O aplicativo funciona em smartphones iPhone® e And…

Uma alergia rara

Jantar e depois dançar! Para muitas pessoas, esta seria a forma ideal para se divertir.  Mas para outras, pode se transformar em um pesadelo. 
Existe uma forma rara de alergia alimentar que desencadeada pelo exercício físico. Foi descrita pela primeira vez em 1979 em um atleta corredor de longa distância que sofreu reações alérgicas ao praticar exercícios após ingerir frutos do mar. Desde então, outros casos foram descritos desta forma peculiar de alergia que ocorre apenas se o paciente come a comida que ele é alérgico e faz uma atividade física. 


Contudo, não ocorre apenas em atletas. O exercício não precisa ser particularmente intenso, podendo ser caminhada, corrida, dança, entre outras. Ainda não se sabe quais os fatores envolvidos, mas é provável que a absorção do alimento sofra a ação do exercício, ocorrendo alteração da absorção das proteínas alimentares e surgindo a reação alérgica. 

Os alimentos mais frequentemente envolvidos são de origem vegetal, e entre estes incluem cereais (pr…

Alergias de verão

É fato que no verão as alergias respiratórias, como a rinite e a asma, tendem a melhorar bastante. Mas em contrapartida, aumenta a ocorrência de outras alergias, sejam relacionadas com o calor, à exposição solar, bem como pelos hábitos relacionados à estação. O calor do verão e as chuvas são favoráveis às condições de reprodução de mosquitos, pernilongos e outros insetos, incomodando às pessoas alérgicas. Por outro lado, várias substâncias usadas na pele, como perfumes, cremes e cosméticos, tornam-se reativas se expostas à luz solar, e podem sensibilizar a pele, resultando em alergia. 

Alergia a picada de insetos 
O que é: é uma das formas de reação que resulta da picada de insetos. Aumenta no verão, sendo mais comum nas crianças. 
Principais sintomas: manifesta-se com “feridinhas” em forma de caroço no local da picada do Inseto, que em alguns casos, podem piorar, surgindo bolhas e infeccionar. 
Como Tratar: O tratamento vai desde medidas simples, como: telas em janelas, dedetização, ven…