Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2015

Fumar saiu de moda

Há 50 anos, fumar era considerado uma espécie de rito de passagem para a vida adulta. A indústria do fumo criou esse mito por meio de investimentos milionários numa publicidade criminosa, onipresente no rádio, na televisão, nos jornais, nas revistas e nos outdoors espalhados por todas as cidades. 

Dirigidos às crianças e aos adolescentes, os comerciais apresentavam homens bonitos cercados de mulheres maravilhosas, machões que cavalgavam pelas montanhas, surfistas em ondas gigantescas e pilotos de corrida, que no final acendiam um cigarro da marca do fabricante. 

Nos anos 1960, a indústria percebeu que poderia duplicar as dimensões do mercado consumidor caso as mulheres também se tornassem dependentes de nicotina. Lançaram, então, os cigarros de "baixos teores", mais perniciosos até, porém mais palatáveis ao gosto feminino. Vieram apoiados por um bombardeio publicitário que associava o fumo ao charme e à liberdade que as meninas começavam a adquirir, graças ao acesso à universi…

Livro de receitas para crianças alérgicas a alimentos - Instituto Girassol

O que pode causar a alergia?
Vários são os fatores, sendo os mais comuns os relacionados a mudanças de hábitos alimentares e a predisposição genética. Ainda não existe tratamento que garanta a cura.

A alergia é uma resposta atípica do organismo a uma proteína considerada “estranha”. O sistema imunológico reconhece determinada proteína do alimento como um “inimigo”, produzindo anticorpos responsáveis pelos sintomas.

A maioria das reações aparece quando as crianças alérgicas ingerem leite de vaca, ovo, soja, trigo, amendoim, castanhas, peixes e frutos do mar. Na escola ou em casa, é preciso que essa criança possa contar com alimentos que não criem desconfortos e, ao mesmo tempo, garantam os nutrientes necessários, sendo, também, saborosos e atraentes.

Mas como fazer isso?
Uma dica é recorrer ao livro de receitas organizado pelos especialistas do Instituto Girassol, e que pode ser baixado gratuitamente.

A publicação contém diversas opções para substituir alimentos que causam a al…

Dia Nacional de combate à asma - 21 de Junho

Hoje é comemorado o Dia Nacional de Combate à Asma e a ASBAI chama atenção para o número crescente dos casos da doença, que hoje atinge cerca de 10% dos adultos e 20% das crianças e adolescentes brasileiros.

Asma é uma doença que se caracteriza por crises de falta de ar, chiado e sensação de aperto no peito, geralmente acompanhadas de tosse. Bronquite alérgica e bronquite asmática são nomes diferentes utilizados para denominar a doença.

A asma pode manifestar-se de formas diferentes, variando desde sintomas leves e quase imperceptíveis, até crises graves e ameaçadoras.  O objetivo do manejo da asma é a obtenção do controle da doença, em qualquer grau de gravidade. E, quando se fala em controle, refere-se à extensão com a qual as manifestações da asma estão suprimidas, seja espontaneamente ou pelo tratamento. Engloba o controle das crises e das limitações causadas pela doença, bem como a redução dos riscos no futuro.

A asma é uma doença multifatorial, ou seja, pode envolver muitos fator…

Alergia à barata

Causadora de repulsa, gritos e nojo, a barata pode ir além disso. O inseto também pode causar alergias nas pessoas. Isso se deve porque quando a barata morre, ela passa a ser parte constituinte da poeira.

O médico alergista e especialista da Asbai (Associação Brasileira de Alergia e Imunologia) Martti Anton Antila explica que como o Brasil é um país tropical, a quantidade de baratas é grande na poeira. “Os sintomas de quem tem o contato com essa poeira, que tem a presença da barata, são muito próximos aos de alergia a ácaros, como coriza, espirro, coceira nos olhos e asma”.

Dependendo do ambiente em que morrem, o corpo das baratas vai se decompondo, secando e se misturando com a poeira do local. É um processo natural de decomposição, afirma o biólogo e vice-presidente da Aprag (Associação dos Controladores de Pragas Urbanas), Sérgio Bocalini. “A barata possui alguns compostos no organismo que podem provocar processos alérgicos. E isso pode se dar com ela ainda viva, com a liberação…

Depoimento: não é fácil conviver com a alergia

Se não fosse a Wikipédia, a enciclopédia pública no sistema online, não saberia direito a definição de alergia, mas sei das suas consequências e dos incômodos que provoca em si e nas pessoas próximas. Sua resposta à minha indagação, no entanto, é bem sofisticada: 

– A alergia é uma resposta exagerada do sistema imunológico a uma substância estranha ao organismo, ou seja, uma hipersensibilidade imunomediada a um estímulo externo específico. 

Com a sua leitura, apesar da linguagem empolada, fico sabendo que a alergia pode ser na pele, provocando, por exemplo, eczema, prurido, eritema, urticária aguda ou angioedema. De ordem gastrointestinal: inchaço dos lábios, língua, náuseas, cólicas abdominais, diarreia, vômitos. Quanto respiratória, ocorrem prurido nasal, espirros, nariz entupido, tosse, compressão torácica, sibilância, falta de ar. E finalmente sinais ou sintomas de anafilaxia ou outras reações alérgicas sistêmicas. 

Pessoalmente, descobri que passo maus bocados de ordem respiratória …

Por que estamos muito mais alérgicos do que antigamente

A alergia é causada por uma resposta exagerada e inadequada do sistema imunitário contra substâncias que são inofensivas para a maioria das pessoas,  A prevalência de doenças alérgicas está aumentando em todo o mundo. Aproximadamente 30 a 40% da população é afetada por um deles. Na Espanha, estima-se que uma em cada quatro pessoas sofre de algum distúrbio alérgico. Doenças alérgicas afetam qualquer idade, do bebê ao idoso.

Mas...
Por que estamos cada vez mais alérgicos? 
É importante lembrar as doenças alérgicas dependem de vários fatores. Por um lado, uma predisposição genética, e assim por múltiplos genes encontrados associados com doenças alérgicas, transmitida de pai para filho. Por outro lado, um mecanismo epigenético, em que diferentes fatores ambientais podem atuar causando alterações ao longo dos anos.

Fatores ambientais que influenciam no aparecimento de doenças alérgicas
* O primeiro ponto é o nosso mundo industrializado. Nesse sentido, é importante lembrar a hipótese de que, g…