Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2008

Asma e riso - respondendo ao leitor

Meu namorado não pode rir, porque isso provoca falta de ar, ele está com 34 anos e as crises de asma estão controladas, exceto quando ele ri com vontade. Preciso saber qual o melhor tratamento indicado para este caso. Rir faz bem a saúde, mas para ele é o contrario. É só ele rir e passa mal. Por que?


O riso é inerente ao comportamento humano, surgindo em momentos alegres ou como forma de expressão. Uma boa gargalhada na hora certa é sem sombra de dúvida, um ótimo remédio.
Mas, em algumas pessoas o riso pode provocar uma crise. A asma é uma doença inflamatória que acomete os brônquios, que se tornam muito sensíveis (hiperreativos), reagindo de forma desproporcional a vários estímulos (inócuos para o resto da população), como é o caso do riso.

Ao gargalhar, o aparelho respiratório se altera, surgindo contrações fortes e repetidas dos músculos torácicos, abdome e diafragma, resultando em uma inalação aumentada do ar, ressecando as vias aéreas, em uma expiração aumentada e numa respiração fo…
O Blog da Alergia está na lista de finalistas indicados para o concurso
BEST BLOG BRASIL 2008 - categoria Saúde.


A votação está aberta até o dia 16 de Janeiro.
Divulgue junto aos seus amigos.



Como votar? É simples e rápido:


• Clique em Best Blog Brazil 2008

• Faça o seu cadastro e aguarde a confirmação via email

• Retorne ao site e vote na categoria saúde



Contamos com seu voto!

Obrigado

Ministério Público quer mais informações em rótulos de produtos e medicamentos

Em audiência pública ocorrida recentemente na 2ª Vara da Justiça Federal, especialistas da área de saúde destacaram a importância de os consumidores terem acesso a informações claras sobre alterações nas fórmulas dos produtos que estão comprando. A audiência foi realizada por conta de uma ação civil pública (ACP) movida pelo Ministério Público Federal em Sergipe (MPF/SE), que pede que Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) obrigue as indústrias a informarem nos rótulos dos produtos tais modificações.

O juiz federal Fernando Escrivani Stefaniu ouviu os especialistas Jackeline Motta Franco, representante da Sociedade Brasileira de Alergia; Mário Adriano Santos, da Universidade Federal de Sergipe; e José Carlos Perini, representante da Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia.

De acordo com o procurador da República Bruno Calabrich, autor da ação, que também participou da audiência, todos os especialistas expuseram a necessidade de os consumidores terem acesso a informa…

Asma e Rinite: a "cara"e a "coroa"da mesma moeda

Quantas pessoas você conhece que têm rinite por muito tempo (até anos) e não se tratam? Muitos, nem sabem que é rinite e chamam de “gripes ou resfriados” repetidos. Mas, se a coisa piora e surge algum sintoma pulmonar, aí tudo muda de figura: corre-se para o médico!
Se uma pessoa tem asma e rinite, não é raro que a alergia nasal fique relegada para segundo plano.

Por que isso?

A verdade é que o nariz é pouco valorizado, sendo os pulmões considerados órgãos principais da respiração. Contudo, trata-se de um trabalho integrado, onde cada parte do aparelho respiratório é interligada e essencial para uma respiração saudável.

O nariz é a primeira defesa das vias respiratórias e participa de funções importantes como a olfação, o paladar, a fala (auxilia na ressonância da voz). É nele que começa o trabalho respiratório e o ar, ao passar pelas narinas, é filtrado, limpo, aquecido, umedecido e condicionado de modo a chegar ao tecido pulmonar plenamente preparado para a passagem do oxigênio do ar pa…

Alergia a pomadas: é possível?

Pomadas e cremes são considerados inócuos e largamente receitados não apenas por médicos como também por curiosos, balconistas, amigos, sendo até considerados por alguns como remédios de uso caseiro. A mídia divulga a publicidade destes produtos passando a imagem de que são isentos de efeitos colaterais.

Engano!

Os medicamentos sob forma de pomadas, cremes e loções têm ação farmacológica comprovada, sendo eficazes para tratar doenças. Mas, também podem causar efeitos colaterais variados, incluindo as reações alérgicas. O uso de qualquer produto na pele se acompanha de um contato direto com a substância, mas se há presença de lesões, a penetração é maior, podendo facilitar a sensibilização ao medicamento.

Alergia X efeito colateral

Remédios podem causar efeitos variados, sendo alguns esperados e outros, imprevisíveis. Os efeitos colaterais são aqueles conhecidos pelo médico e esperados para uma determinada substância. Por exemplo, a sonolência causada pelos antialérgicos mais antigos. C…

Urticária: identificando causas

Muitas pessoas escrevem para o e-mail deste blog solicitando tratamento ou indicação de um remédio para tratar sua urticária. Contudo, não é possível tratar sem analisar os dados clínicos de cada paciente de forma criteriosa, já que o tratamento depende das causas envolvidas.
Neste texto, são abordados os principais fatores causadores de urticária, na intenção de mostrar como é vasto este tema e como é fundamental a análise clínica feita pelo médico alergista. Cada pessoa é única e necessita ser vista individualmente, baseado em sua própria história.



Conceito: urticária é uma erupção na pele formada por placas salientes, esbranquiçadas ou avermelhadas, que coçam muito. Estas placas são fugazes, ou seja, desaparecem logo, mas tornam a aparecer em outras áreas do corpo.
Em alguns casos estas placas são pequenas, mas se unem formando grandes lesões, que assustam pelo visual e podendo acometer grandes áreas do corpo, sendo chamada de “urticária gigante”.

Classificação: as urticárias podem se…