Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2007

Alergia é hereditária?

Existe um fator hereditário na alergia, ou seja, filhos de pais alérgicos têm mais probabilidade de serem alérgicos do que aqueles que não tenham pais com alergia. Na realidade, isto significa apenas que a probabilidade é maior, mas não que pessoas alérgicas sempre terão filhos obrigatoriamente alérgicos. Trabalhos estatísticos demonstram que, quando ambos os pais são alérgicos, cerca de 50% dos filhos sofrem de alergia e quando apenas um é alérgico, esta porcentagem cai para cerca de 30%. No entanto, mesmo quando nenhum dos pais tem alergia, ainda há possibilidade de 10 a 20% de que a criança nasça alérgica.Outro ponto importante é que não se herda o tipo de alergia, mas sim a tendência para as doenças alérgicas. Assim, um pai ou mãe pode ter asma e o filho apresentar rinite. Como surge a doença alérgica?A doença resulta da interação entre a hereditariedade com o ambiente, ou seja, para que a tendência genética se manifeste, é grande a influência dos fatores ambientais. Por isso, a ale…

O que é Alergia?

Alergia é um ramo da medicina que estuda e trata as manifestações de hiperssensibilidade como: urticária, asma, rinite, choque anafilático, reação a medicamentos, entre outros. Pessoas comuns, não alérgicas, aceitam sem anormalidade qualquer comida, remédios, exposição à poeira e mofo, picada de abelhas, etc. As pessoas alérgicas podem apresentar sintomas variados que precisam ser identificados e necessitar de tratamento especializado.O que caracteriza uma pessoa alérgica é sua capacidade de se sensibilizar, isto é, tornar-se alérgica a uma determinada substância. Ninguém nasce alérgico, mas sim com uma tendência herdada a tornar-se alérgica. Por isso, uma pessoa pode comer determinado alimento ou tomar um medicamento durante anos, até que um dia torna-se alérgico àquela substância. Na realidade, ocorreu uma sensibilização durante este tempo, isto é, ela criou anticorpos específicos contra o alimento ou o medicamento, culminando – num contato posterior, com o surgimento da crise alérgi…

Cough Boy

Este filme é só para relaxar (hoje é domingo) e para ver como até uma tosse pode se transformar numa manifestação criativa.

A Rinite Alérgica e os Pólipos Nasais

A rinite alérgica se caracteriza por apresentar episódios de espirros repetidos, coriza líquida, coceira em narinas, olhos, ouvidos, céu da boca, ouvidos, lacrimejamento, além de congestão (obstrução) nasal. No entanto, em algumas pessoas a sensação de nariz obstruído pode se manifestar de maneira intensa e persistente, tornando-se predominante e prejudicando sobremaneira a função respiratória. Nestes casos, é importante pesquisar a presença de pólipos nasais.

O que é um pólipo nasal?

Pólipos nasais correspondem a uma degeneração da mucosa que ocorre nas narinas, causando uma obstrução nasal intensa, agravando a rinite e tornando-se muito incômoda ao paciente. A palavra pólipo pode assustar porque algumas pessoas já a viram relacionada com tumores malignos, mas é importante deixar claro que são em geral formações benignas. A ocorrência de pólipos nasais é mais comum em adultos, sendo mais rara em crianças abaixo dos 10 anos.
É uma doença inflamatória da mucosa nasal (tecido de revestimen…

De bem com a asma ... em qualquer idade!

Um retrato 3X4 da asma
A Organização Mundial de Saúde estima em cerca de 100 a 150 milhões de asmáticos no mundo, sendo no Brasil 18 milhões de pessoas com asma. Apesar dos grandes progressos da medicina, a asma ainda causa muito sofrimento individual, familiar e social. A doença mal controlada gera visitas ao pronto socorro, internações hospitalares, provocando faltas à escola e ao trabalho, prejudicando a vida social do asmático, seja adulto ou criança, podendo até causar mortes. No entanto, está provado que a asma bem controlada não impede uma vida normal.

Por que a asma é tão difícil?
O maior problema é que a asma pode se manifestar de formas variadas, desde crises leves, quase imperceptíveis até crises fortes e graves. É uma doença com várias faces: pode melhorar ou piorar com o passar do tempo, sendo que em alguns casos, pode ficar longo tempo sem se manifestar a ponto dessas pessoas acharem que estão curadas. Em outros, pode desaparecer na adolescência ou até reiniciar no adulto o…

Alergia a camarão

A novela “Pé na Jaca” mostrou em um dos seus capítulos uma situação em que dois personagens que disputam uma vaga de sócio na empresa que trabalham, apelam para golpes baixos para ganhar a posição. Assim, um deles descobre que o outro é alérgico a camarão e mistura à sua comida pedacinhos do camarão. Não demora muito para a história terminar dentro de uma ambulância a caminho do hospital. Na ficção, tudo bem, é até engraçado. Mas na vida real, a brincadeira pode se tornar perigosa.
A alergia ao camarão e aos frutos do mar é mais comum nos adultos e pode se manifestar de formas variadas, desde uma simples coceira até quadros de emergência como o caso retratado na novela.
A reação alérgica ocorre porque o organismo reage ao alimento com produção de um anticorpo, chamado de imunoglobulina E (IgE), que ataca uma proteína contida nele, originando os sintomas da alergia, em minutos ou em algumas horas após a ingestão do alimento.
A maior parte destas reações a camarão tende a ser leve ou mo…

Ser alérgico é...

Disidrose (eczema disidrótico)

A disidrose é um eczema localizado em mãos e pés, ocorrendo em surtos alternados a períodos sem sintomas. A palavra disidrose (dis=defeito e hidrose=produção de água ou suor) foi usada pela primeira vez em 1873, porque na época acreditava-se que a doença era causada por distúrbios sudoríparos. Já em 1876, alguns estudos atribuíram a doença a fatores nervosos e modificaram o nome para Phompholix. Atualmente a disidrose é considerada uma reação eczematizada. Assume características peculiares por atingir mãos e pés, onde a pele tem características especiais, sendo mais espessada. O líquido presente nas lesões resulta de processo inflamatório. A alteração do suor, embora não seja fator causal, é um importante agravante das lesões. Verifica-se também que outros fatores, como alterações climáticas e estresse emocional constituem significativos fenômenos desencadeantes. Por isso, alguns autores preferem utilizar o termo Eczema Disidrótico. Como se manifesta:
Na disidrose, surge primeiro o prur…

Alergia aos contrastes iodados

Contrastes iodados são substâncias injetadas na veia para realização de alguns exames, com o objetivo de melhorar a visualização e auxiliar na investigação de inúmeras doenças. Podem ser usados em diversos tipos de Raios X (como por exemplo na urografia excretora ou numa histerossalpingografia) bem como em tomografias. Estes produtos são muito úteis para detecção precoce de doenças e tem ampla utilização, mas infelizmente podem provocar em algumas pessoas reações indesejáveis e algumas vezes graves. Estas reações são imprevisíveis e dependem das características de cada pessoa. Um exemplo que chegou às páginas dos jornais foi o caso do Pelé, herói do futebol, ex Ministro de Esporte e que durante a realização de exames de rotina para avaliação das coronárias em 2002, teve reação adversa ao iodo usado como contraste na tomografia.

Quais os tipos de contraste?
Existem diversos tipos de contrastes iodados, sendo os mais indicados chamados de baixa osmolaridade ou não iônicos e foram desenvol…