Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2017

Alergia ao frio

A urticária ao frio é conhecida popularmente como "alergia ao frio". Trata-se de um subtipo de urticária induzida, ou seja, aparece após um estímulo conhecido que, neste caso, é o contato da pele com o frio, como, por exemplo, água e objetos gelados. Em algumas pessoas, apenas a exposição ao ar frio já é suficiente para provocar sintomas. A urticária ao frio é mais comum do que imaginamos e representa mais de um terço de todos os casos de urticária induzida.Pode ocorrer em qualquer idade, porém, é mais frequente em adultos jovens. Geralmente os sintomas surgem minutos após a exposição ao frio e as lesões ficam restritas às áreas em que houve a exposição. No entanto, em alguns casos pode ser grave, quando uma grande superfície da pele entra em contato com o frio (se o paciente entrar em uma piscina de água gelada). Neste caso, pode ocorrer uma reação generalizada, levar à queda súbita de pressão e até mesmo à perda de consciência, o que chamamos de anafilaxia. Há relatos de casos…

Alergia ao suor? É a urticária colinérgica

A urticária crônica espontânea frequentemente é acompanhada da urticária crônica induzida. Dentre as urticárias crônicas induzidas temos a urticária colinérgica. Ficar com o rosto avermelhado após praticar uma atividade física ou depois de um banho muito quente é normal. Mas, em algumas pessoas, pode ser exagerado e surgir lesões na pele. É a urticária colinérgica, um tipo de urticária induzida que aparece em situações de aumento de temperatura corporal em atividades cotidianas tais como banho quente e exercício físico, quando há sudorese ou ingestão de alimentos quentes e bebidas alcoólicas. Por isso, pode aparecer quando uma pessoa pratica atividade física, fica suada, seguido do aparecimento das lesões na pele. É conhecida popularmente como "alergia ao suor". Na maioria das vezes não é uma doença grave, mas pode comprometer a qualidade de vida das pessoas. É mais frequente em adultos jovens, porém, pode aparecer em qualquer faixa etária e tende a ficar mais leve com a ida…

Alergia em pessoas idosas

Envelhecer é um processo biológico, que faz parte do ciclo vital da humanidade. E, é fato que o mundo caminha para um perfil demográfico envelhecido. Contudo, não basta viver mais. É essencial que se procure viver melhor. 

Ao contrário do que se pensa, a alergia não é uma modernidade. A palavra asma foi cunhada por Hipócrates, o pai da medicina. 

 Maimônides, médico que viveu no Cairo por volta de 1100 DC, em seu “Tratado de Asma”, já descrevia: “O ar da cidade é estagnado, turvo e denso. Ventos levam o ar para dentro das casas e muitos ficam doentes com asma, sem se aperceberem disso. A manutenção do ar limpo é a primeira regra para preservar a saúde do corpo e da alma”. 

O século XXI caminha sob a constatação de que as doenças alérgicas estão em franca ascensão no mundo todo, acometendo todas as idades. É natural que, com as pessoas vivendo mais, tenhamos mais idosos com doenças alérgicas. 

Esta obra, escrita por alergistas experientes, traz dicas práticas e importantes. Atitudes incorr…