09 outubro 2016

Ácaros da poeira domiciliar


A principal causa da alergia respiratória está em sua casa, bem ao seu lado: ácaros,
mofos, baratas e outros componentes da poeira domiciliar. 


Hoje é dia de falar nos ÁCAROS DA POEIRA DOMICILIAR, que são os principais vilões para os alérgicos. 

Você sabia que... 
Uma grama de poeira pode conter milhares de ácaros? 
Uma cama pode conter milhões de bolotas de fezes de ácaros? 

 Há quanto tempo você usa o mesmo travesseiro? 
Antes de responder esta pergunta, saiba que estudos recentes mostram que após 6 anos de uso, um travesseiro pode ter 10% de seu peso em ácaros, além de detritos e fragmentos de pele humana. Colchões com 10 anos de uso abrigam cerca de 1 bilhão de ácaros. 
Desagradável, não é? Ou seja, parte de sua cama está viva! 

Ácaros

Pertencem à sub-classe de aracnídeos, ordem acarina. São diminutos habitantes da poeira das casas, meigos e inofensivos para a maioria das pessoas - só fazem mal aos alérgicos! Sabe-se que existem cerca de 30.000 espécies descritas, no mundo inteiro. 

Medem entre 200 e 500 micrômetros - um micrômetro equivale a milionésimo de metro. Por isso, não é possível enxergar o ácaro sem auxílio de um microscópio.

No Brasil citam-se pelo menos sessenta espécies de ácaros, em especial : dermatophagoides pteronyssinus, dermatophagoides farinae, dermatophagoides microcerus, blomia tropicalis e acaros de estocagem

São aproximadamente 1000 ácaros por grama de poeira de uma casa. É possível conviver em relativa harmonia com os ácaros em quantidade normal no ambiente. No entanto, pessoas alérgicas têm uma maior sensibilidade. 

Os ácaros eliminam nas fezes uma proteína que, quando inalada, provoca a alergia nas pessoas sensíveis. Os excrementos dos ácaros e os ácaros mortos dispersam-se em poeira fina, sendo inalados e podendo provocar alergias. Quanto maior a quantidade de ácaros, maior será a possibilidade de provocar alergia. 

Conhecendo os ácaros

Alimentos prediletos: Escamas de pele humana e de animais. 
Daí deriva o nome da família mais comum de ácaros: Dermatofagoides (dermato significa pele e phagoides, comer), ou seja: são comedores de pele. O ser humano normalmente perde cerca de 1g de pele num dia. Ambientes ideais: lugares escuros, úmidos e com acúmulo de pó. 

Ácaros gostam muito de... colchões, travesseiros, tapetes, mantas de lã, penas, estofados, bichos de pelúcia. A cama é um dos melhores locais para a sua proliferação. Ácaros possuem garras em cada uma de suas 8 pernas e ainda duas pinças. Por isso sua remoção é difícil em materiais têxteis. 

Adoram... o clima tropical do Brasil. Sobrevivem com muita dificuldade e, grandes altitudes. 

Tempo de vida: de 2 a 3 meses, durante os quais acasalam, dando origem a cerca de 20 a 50 novos ácaros no decorrer de sua vida. 

Locais preferidos de acasalamento: cama, colchões (idéia agradável, pensar no fato de que alguns milhares de ácaros estão acasalando à sua volta neste momento, não?) 

Amigos prediletos: fungos (mofos e bolores). Estudos sugerem que algumas espécies de ácaros são incapazes de sobreviver na ausência de fungos. Além de servirem de alimento para os ácaros, os fungos também são responsáveis pela pré-digestão da pele humana ingerida pelos ácaros. 

Hábitos intestinais: Cada ácaro produz 20 a 40 bolotas de fezes por dia, que contém uma enzima do seu sistema digestivo, conhecida como Der p 1, que é altamente alergênica e pode permanecer ativa por longo tempo no ambiente e ao ser inalada atinge o sistema respiratório, provocando sintomas. 

Estratégias para vencer o ácaro: 

- Controle de reservatórios de ácaros: camas, carpetes, móveis e roupas 
- Controle de possíveis fontes de novos ácaros: por ex: animais de estimação 
- Controle direto de poeira e das condições de temperatura e umidade da casa 

Portanto, mãos à obra: 


  •  Abra as janelas e deixe o sol entrar! Àcaros não apreciam ambientes ensolarados e arejados!
  • Retire tapetes e carpetes e substitua por pisos lisos e sem frestas. Prefira sofás e estofados revestidos em vinil ou couro. 
  • Evite brinquedos de pelúcia. Opção: lavagem em água a 60° ou congelamento. 

  • Limpeza diária, com pano úmido, na ausência do alérgico. A boa fórmula da limpeza inclui poucos ingredientes: água e sabão! 
  • Evite produtos com cheiro ativo: desinfetantes, ceras, lustra-móveis, derivados de amoníaco, etc. Para limpar banheiros e cozinhas, use pastas ou sabões em pó. 
  • O álcool é um bom produto para limpeza da casa e dos móveis pois proporciona bom resultado, desinfeta e é volátil, ou seja, seu odor desaparece rapidamente. 
  • Use travesseiros e colchões encapados com plástico tipo napa ou material impermeável. 
  • Exponha colchões, travesseiros, mantas ao sol, sempre que possível. Lave roupas de cama, mantas, capas de almofadas e edredons com água quente a 60%. Redes também devem ser lavadas e colocadas ao sol periodicamente. 
  • Vassouras ou espanadores não adiantam pois levantam o pó, que volta a se depositar logo após. Aspiradores podem ser úteis, em especial os modelos dotados de filtros de alta potência HEPA. Aspire periódicamente também os colchões e estrados. Acaricidas podem ser usados. 
  • Combata focos de mofos e de umidade. 
  • Periodicamente, programe uma faxina mais cuidadosa.Lembre-se de limpar os locais mais escondidos onde o pó se acumula como rodapés de paredes e estrados de cama

4 Dê sua opinião:

Valesca Fillipin Almeida disse...

Adorei!
Meu bebê de um aninho começou a ter varias crises de alergia. A médica orientou que "eliminassemos" ursos, cortinas, tapetes e etc... Mas meu colchão tem 22 anos e um dos meus travesseiros tem 7 anos. Eu sei que acumula bactérias mas ainda sim a gente é carente de informação. Depois desta vou fazer o possível pra juntar dinheiro e tentar trocar de colchão o quanto antes. Não é fácil!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Agradecemos seu depoimento Valesca e estamos ao dispor. Melhoras ao seu bebê. Um abraço.

Bebel Cristina disse...

O médico da minha filha disse que expor o colchão ao sol não dá resultado... Sempre acreditei que ajudasse. Poderia me orientar? E quanto à capa do colchão, onde comprar? Tem como fazer em casa?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Bebel: Bom dia. Capas antiácaros podem ser adquiridas em sites especializados como: Alergohouse (www.alergohouse.com.br) e Alergoshop (www.alergoshop.com.br) ou Alergocenter (www.allergocenter.com.br) Obrigado por sua visita ao Blog da Alergia.

Postar um comentário

"Os comentários publicados sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste blog reservam-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou sem a devida identificação de seu autor também poderão ser excluídos".

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...