Pular para o conteúdo principal

Alergia e Odontologia – parte 2

O Blog do Tio Dentista publicou um texto interessante, que me inspirou a dar continuidade ao tema da Alergia e seus pontos em comum com a odontologia, abordando as alterações da saúde bucal na criança e no adolescente com asma


Li recentemente um texto sobre a Asma e cárie dentária onde os autores realizaram uma revisão sobre o tema, concluindo que o risco de cárie foi aproximadamente o dobro em relação à asma ou ao seu tratamento, em especial na dentição permanente.  O Manual de Atenção à saúde das crianças e adolescentes na página 65, dedica um capítulo ao tema. 


Problemas bucais mais comuns em crianças e adolescentes com asma
- Respiração bucal e obstrução nasal persistente ocasionando alterações de mordida, da deglutição, da fonação, etc. 
- Dor de dente 
- Cárie 
- Gengivite 
- Defeitos do esmalte dentário 
- Sensação de boca seca 
- Candidíase (“sapinho”) 
- Alteração do paladar. 


 Causas envolvidas 
 Não há uma causa única. É provável que a maior ocorrência dos problemas bucais poderia estar ligada a uma conjunção de fatores, a saber: 
- Características da pessoa, questionando-se um determinismo genético e/ou fatores ligados ao seu ambiente. 
- Fatores ligados à asma, em especial ao processo inflamatórios crônico que acompanha a doença. 
- Medicamentos antiasmáticos e repercussões bucais: 1) Remédios infantis sob a forma de xaropes são açucarados e pelo uso repetido podem favorecer o aparecimento de cáries. Por isso, é importante fazer a correta higiene bucal após o uso. 2) Os inaladores contendo beta-agonistas e corticóides inalados poderiam ocasionar diminuição do ph da saliva, do fluxo salivar e maior índice de placa dentária. 3) Corticóides inalados podem favorecer o aparecimento de disfonia (rouquidão) e candidíase (sapinho). Usar espaçadores e lavar a boca após o uso são medidas simples de prevenção. 


Dicas e cuidados de higiene bucal 
É possível tratar a asma e manter a saúde bucal em dia, sem complicação:
- É essencial fazer uma avaliação periódica com o dentista. 
- O tratamento da asma deve ser feito integrado ao tratamento da alergia e da Rinite Alérgica. O médico especialista em Alergia avaliará cada caso para orientar de forma personalizada os cuidados necessários em cada paciente.
- Escovação adequada, em especial após refeições, ao deitar e após a ingestão de xaropes açucarados. Usar pastas dentais contendo flúor. 
- Lavar a boca após a aplicação dos medicamentos inalados contendo corticóides. O ideal é gargarejar e cuspir e não apenas beber água após o uso. 
- Retirar chupetas assim que possível. 
- O ideal é abolir a mamada noturna. Higienizar os dentes após as mamadas.
- Estimular uma alimentação saudável, diminuindo guloseimas açucaradas. Beber água durante o dia, de preferência fora de refeições. 


O Blog da Alergia já falou sobre a Alergia e a Odontologia em outras ocasiões. Relembro:
Dentes limpos - Alergia OK, Saúde OK
Saúde bucal e alergia respiratória
Alergia e odontologia - parte 1


Para relaxar, finalizamos com uma cena clássica do desenho animado "Procurando Nemo" e lembrando a importância de ensinar às nossas crianças a perder o medo do dentista.
Gif: Odonto Blog ia

Comentários

  1. Meu pai está com uma alergia ao gesso, mas ele trabalha com isso. O que fazer?

    Há alguma pomada para curar essa alergia?

    Espero que possam me ajudar, obrigada.

    ResponderExcluir
  2. O gesso pode provocar reações na pele, mas nem sempre são causadas por alergia. Não há como medicar sem examinar e sem estabelecer um diagnóstico. Aconselho que leve seu pai a um alergista para que possa receber a orientação apropriada para seu caso. Gratos por sua visita.

    ResponderExcluir
  3. Olá, boa tarde. Estava eu navegando pela net e encontrei seu blog que fala do assunto que eu tava procurando, a conjuntivite alérgica. Eu tenho esse tipo de conjuntivite e queria saber mais algumas coisas e talz. Gostei da sua postagem e queria saber se vc se incomoda se eu publicar algumas coisas, lógico, dando os devidos créditos.
    Beijos!

    http://bycarolinaa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Carol: não há problema na reprodução com o link para o nosso Blog da Alergia. Aliás, visitei seu blog: agradável de ler, simpático e sincero. Abraços! Obrigado pela visita.

    ResponderExcluir
  5. Anônimo4/3/12 00:36

    ola gostaria de saber minha filha etsá usando a bota de gesso e está causando feridas não sei o que fazer agradeço pela atenção!

    ResponderExcluir
  6. A reação causada na pele pelo uso do gesso pode ser irritativa ou pode ser alérgica. Mas, o problema é que pode evoluir e se complicar. Não há como tratar sem examinar. Aconselho que entre em contato com o pediatra de sua filha para que a examine e assim possa indicar o tratamento mais apropriado para seu caso. Gratos por sua visita.

    ResponderExcluir
  7. Como é a relação do asma e o mantenimento da saúde bucal? Os profissionais de estomatologia sabem como é o tratamento para as alergias?

    ResponderExcluir
  8. Mariana: O paciente portador de asma deve ser acompanhado regularmente pelo dentista. Os profissionais da área odontológica estão capacitados para manter este acompanhamento de forma apropriada, de acordo com as necessidades de cada caso. Gratos pela visita.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

"Os comentários publicados sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste blog reservam-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou sem a devida identificação de seu autor também poderão ser excluídos".

Postagens mais visitadas deste blog

Antialérgicos ou Anti-histamínicos

Histamina é o nome da substância química mais famosa envolvida nas reações alérgicas. Quando a histamina é liberada, provoca dilatação e inchação dos vasos, bem como aumento secretivo e coceira. No caso da rinite, a presença da histamina ocasiona coceira, espirros, coriza e bloqueio nasal. Na urticária provoca placas avermelhadas com muita coceira na pele. Na alergia ocular, resulta em coceira, avermelhamento e irritação da conjuntiva dos olhos. Na dermatite atópica pode ajudar no controle da coceira, que é intensa e prejudica a pele, agravando a doença.
Desde a década de 30 observou-se que era possível aliviar os sintomas da alergia usando remédios que antagonizassem com a histamina. Mas, só na década de 40 foi lançado o 1º remédio anti-histamínico. Desde então, o conhecimento só fez crescer e hoje dispomos de muitos remédios com esta finalidade.
É importante lembrar que a histamina não é exclusiva da alergia pois participa também de outras doenças. Por isso, hoje existem anti-histamín…

Alérgicos podem tomar vacina da febre amarela?

O aumento do número de pessoas no Brasil com febre amarela trouxe à tona a necessidade do uso da vacina e com isso, surgiram algumas dúvidas.

A vacina é produzida pela FIOCRUZ com o vírus da febre amarela vivo e atenuado cultivado em ovos embrionados de galinha, obedecendo normas padronizadas da Organização Mundial da Saúde. É disponibilizada gratuitamente em postos de saúde e ocasionalmente em alguns aeroportos, terminais rodoviários e hospitais públicos.

Em 95% das pessoas o efeito protetor (imunidade) ocorre uma semana após a aplicação. Por isso, recomenda-se vacinar dez dias antes da viagem para que haja tempo para proteção efetiva contra a doença. Confere imunidade por 10 anos ou até mais, podendo ser utilizada a partir dos 9 meses de idade. É aplicada por via subcutânea no braço (região deltóidea).

Recomenda-se vacinar todos que residam ou viajem para zonas de risco como florestas e cerrados ou ainda, pessoas profissionalmente expostas ao vírus da febre amarela.
Efeitos colaterais A …

Alergia a analgésicos e anti-inflamatórios

Você sempre usou aquele analgésico e nunca teve nada. Um belo dia toma e... incha tudo! 

É sempre uma surpresa, pois a alergia não surge da primeira vez e sim quando já se tomou aquele remédio por várias vezes.

Quer entender o que se passou? É um pouquinho complicado, mas vamos lá:


Analgésicos servem para aliviar a dor, mas a maioria também tem ação antitérmica e anti-inflamatória. A aspirina (ácido acetil salicílico ou AAS) foi o primeiro analgésico, inventado em 1800. A partir dela, foram sintetizadas outras substâncias como dipirona e os chamados anti-inflamatórios (diclofenaco, ibuprofeno, etc.). Portanto, todos derivam de uma mesma linha de família, sendo “parentes” e com ações semelhantes.
Para que se entenda porque os analgésicos provocam reações alérgicas, é preciso entender como agem: para combater a dor e a febre, estes medicamentos atuam inibindo uma enzima chamada COX 1 e impedindo a ação das substâncias provocadoras de dor, chamadas prostaglandinas.
O problema é que, ao …