Pular para o conteúdo principal

Dentes limpos - Alergia OK, Saúde OK









Não se pode falar em saúde integral sem que se fale de saúde bucal. A prevenção e os cuidados da higiene devem ser estimulados de forma permanente desde a infância.




Por que discutir este tema num blog dedicado à Alergia?


A rinite alérgica é uma doença de alta prevalência na população brasileira, acometendo crianças e adultos e se acompanhando se sintomas nasais como: espirros, coriza e congestão nasal. Portadores de rinite que apresentem obstrução nasal persistente, gradativamente alteram seu padrão respiratório, favorecendo a respiração com a boca aberta ou semi-aberta. Como este é um processo crônico, de duração arrastada, com o passar do tempo, as estruturas bucais sofrerão conseqüências.

Respirar pelo nariz é um processo reflexo, natural e necessário para a manutenção do padrão respiratório fisiológico. As narinas são estruturas que possuem capacidade de filtração e limpeza, essenciais para o funcionamento normal da respiração.
Ao respirar pela boca, este padrão se altera. A cavidade bucal não é preparada para limpar e filtrar o ar e progressivamente sofrerá o impacto das impurezas trazidas através do ar inspirado. As conseqüências deste desequilíbrio são variadas, surgindo com o tempo. Leia mais no texto:
http://blogdalergia.blogspot.com/2007/08/em-boca-fechadano-entra-mosca.html.

Quando se fala em respiração bucal, pensa-se logo em crianças, mas muitos adultos padecem deste mal. Alguns dormem habitualmente com a boca aberta, sem ao menos perceberem do problema.

A boca sendo mantida semi-aberta por tempo prolongado dificulta que a saliva circule de forma homogênea e harmoniosa na cavidade bucal, prejudicando sua função protetora contra cáries e contra bactérias. As conseqüências mais comuns são: -maior tendência para aparecimento de cáries; -inflamação das gengivas (gengivite); - inflamação do tecido ósseo subjacente (periodontite).

Embora não seja uma imagem agradável, é importante lembrar que a boca humana normalmente é colonizada por inúmeros microorganismos. Apenas na língua foram encontradas 92 espécies. Leia sobre os micróbios da boca em: http://drauziovarella.ig.com.br/artigos/microbiosboca.asp

Assim, portadores de doenças gengivais crônicas terão uma carga aumentada de microorganismos, estando mais sujeitos a outras doenças. Alguns estudos apontam também para a possibilidade de que, em virtude da proximidade, possa ocorrer contaminação da mucosa do nariz , agravando a rinite e a sinusite.

Recomenda-se portanto aos portadores de obstrução nasal crônica e de respiração bucal o acompanhamento com o alergista para controle da doença e consultas periódicas ao dentista. Dentes e gengivas saudáveis constituem base para alcançar uma vida saudável.

Como prevenir?
1. Escovar diariamente os dentes, pela manhã, ao deitar e após refeições.
2. Usar escova macia de cabeça pequena com cerdas da mesma altura.
3. Escovar dente a dente, usando a técnica: inclinar a escova (cerca de 45º em direção à gengiva) encaixando as cerdas no espaço entre esta e o dente, fazendo movimentos como se estivesse “varrendo” em direção à ponta do dente. Repetir o movimento escovando a parte externa, interna e a área de mastigação de cada dente.
4.Use o fio dental todos os dias, em especial antes de dormir.
5. Lembre-se de escovar a língua de modo a "varrer" para fora bactérias e restos de alimentos que nela ficam alojados.



Agradecemos a colaboração: 
Dra Cristina Mendes Marques
Dra Branca Esch Vieira

Comentários

  1. Puxa, nunca tinha pensado nisso, mas o que observo é que os meus filhos que tem problemas com a respiração, também tem problemas vez ou outra com gengivite.
    Foi um excelente alerta.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  2. olá Aninha: essa foi a intenção, chamar a atenção para situações onde raramente se suspeita que sejam relacionadas. Obrigada pela visita e volte sempre.

    ResponderExcluir
  3. Muito bom...."a saúde começando pela boca"
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. O corpo humano constitui um todo, onde órgãos e sistemas desempenham um papel harmonioso na conquista da saúde.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

"Os comentários publicados sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste blog reservam-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou sem a devida identificação de seu autor também poderão ser excluídos".

Postagens mais visitadas deste blog

Antialérgicos ou Anti-histamínicos

Histamina é o nome da substância química mais famosa envolvida nas reações alérgicas. Quando a histamina é liberada, provoca dilatação e inchação dos vasos, bem como aumento secretivo e coceira. No caso da rinite, a presença da histamina ocasiona coceira, espirros, coriza e bloqueio nasal. Na urticária provoca placas avermelhadas com muita coceira na pele. Na alergia ocular, resulta em coceira, avermelhamento e irritação da conjuntiva dos olhos. Na dermatite atópica pode ajudar no controle da coceira, que é intensa e prejudica a pele, agravando a doença.
Desde a década de 30 observou-se que era possível aliviar os sintomas da alergia usando remédios que antagonizassem com a histamina. Mas, só na década de 40 foi lançado o 1º remédio anti-histamínico. Desde então, o conhecimento só fez crescer e hoje dispomos de muitos remédios com esta finalidade.
É importante lembrar que a histamina não é exclusiva da alergia pois participa também de outras doenças. Por isso, hoje existem anti-histamín…

Alergias e reações na pele causadas por plantas

A natureza nos presenteia diariamente com plantas e flores proporcionando uma festa não apenas para os olhos mas para todos os sentidos. A sua utilidade prática é indiscutível e múltipla, seja purificando o ar, seja servindo como alimento ou como base para construção de habitações, na manufatura de mobiliário, utensílios, cosméticos, medicamentos, entre tantas outras aplicações. Se apenas tivessem o papel de embelezar, já seriam fundamentais, aliviando a dureza do cotidiano e transmitindo paz numa convivência harmoniosa de longa data com o ser humano.
Mas, em algumas situações, a pele pode desenvolver reações quando entra em contato com plantas e daí pode coçar, se tornar vermelha, apresentar uma erupção cutânea e até inflamar. Estas reações surgem pelo contato com a pele, algumas puramente por irritação direta e outras, por mecanismo alérgico.
Até mesmo árvores podem produzir um eczema de contato alérgico, sendo o exemplo mais conhecido a Aroeira, uma árvore de madeira de alta resist…

Pitiríase rósea

É uma doença conhecida desde 1860, quando foi descrita por Camille M. Gibert, sendo conhecida também como Pitiríase rósea de Gibert.
Não se conhece exatamente a causa, mas parece que a hipótese mais viável é que seja ocasionada por vírus, como por exemplo, o vírus do herpes. Mas, é possível que dependa de uma tendência genética do indivíduo, o que seria um facilitador do aparecimento da doença. Questiona-se também outros mecanismos, envolvendo alguns tipos de medicamentos, autoimune, associação com outras doenças, etc. Fatores psicológicos ou estresse podem facilitar o aparecimento da doença, assim como alterações da imunidade e gravidez. Não é contagiosa.
É mais comum em adultos, acometendo mulheres e homens, sendo rara em crianças pequenas e em idosos, ocorrendo preferencialmente na primavera e no outono. O maior problema é que sua evolução pode ser prolongada e durar de semanas a meses, assustando o doente. Em alguns casos pode recidivar, mas não é comum que aconteça


Quadro clínico.