07 junho 2015

Por que estamos muito mais alérgicos do que antigamente


A alergia é causada por uma resposta exagerada e inadequada do sistema imunitário contra substâncias que são inofensivas para a maioria das pessoas,  A prevalência de doenças alérgicas está aumentando em todo o mundo. Aproximadamente 30 a 40% da população é afetada por um deles. Na Espanha, estima-se que uma em cada quatro pessoas sofre de algum distúrbio alérgico. Doenças alérgicas afetam qualquer idade, do bebê ao idoso.

Mas...
Por que estamos cada vez mais alérgicos? 
É importante lembrar as doenças alérgicas dependem de vários fatores. Por um lado, uma predisposição genética, e assim por múltiplos genes encontrados associados com doenças alérgicas, transmitida de pai para filho. Por outro lado, um mecanismo epigenético, em que diferentes fatores ambientais podem atuar causando alterações ao longo dos anos.

Fatores ambientais que influenciam no aparecimento de doenças alérgicas
* O primeiro ponto é o nosso mundo industrializado. Nesse sentido, é importante lembrar a hipótese de que, graças à vacinação, antibióticos e uma melhor higiene em nossas vidas,houve uma diminuição da morbidade e mortalidade das doenças. O sistema imunológico, por não necessitar de combater infecções progressivamente mudou para uma resposta alergológica, surgindo mais alergias.

* Em grandes cidades, onde é alergia é mais predominante, a influência do efeito estufa, causado pela poluição, temperaturas amenas e mudanças de tempo.  O aumento do número de veículos a diesel faz com que as partículas emitidas por motores polvilhe o pólen e o torna mais alergênico. O ar que respiramos é mais poluído e mais irritante. 

* As casas se tornaram menores, os alimentos estão inadequados, temos menos vida ao ar livre, menos atividades físicas e menos tempo de exposição ao sol. A violência nas grandes cidades, o estresse, o uso de computadores, smartphones, internet e redes sociais estimulam maior permanência em locais fechados. 

* O papel da microbiota intestinal está sendo cada vez mais estudado como influenciador no surgimento de alergias.   
   
* Embora não seja exercida a proteção absoluta contra doenças alérgicas é bem conhecido que o leite materno é o alimento específico e mais adequado para os primeiros meses de vida da criança. No colostro são encontrados fatores moduladores para o desenvolvimento do sistema imunitário da criança que parecem ajudar a induzir tolerância alimentos.


* Assim como a maioria das alergias respiratórias, aumentou também a prevalência da alergia alimentar. Qualquer alimento pode agir como um alérgeno, alguns deles com mais frequência e isto dependerá em grande parte dos hábitos alimentares de cada grupo da população e da idade.  Vale ressaltar que: é mais fácil de se tornar alérgico a um alimento consumido com alta frequência em um meio específico, comparados com outros de menor frequência. 

* A industrialização faz com que cada vez mais os alimentos sejam acompanhados por aditivos, adicionados para modificar as características físicas do alimento, a sua capacidade de conservação são aromatizantes, aromas, antioxidantes e emulsionantes. Muitos desses aditivos, tais como sulfitos, tartrazina, ou glutamato monossódico, podem causar reações semelhantes às reações alérgicas alimentares. 

O tema é vasto e certamente não está esgotado. Um olhar crítico é necessário para que possamos conquistar a saúde e o controle das alergias no futuro.

Leia mais aqui:
Fonte: SLAAI

0 Dê sua opinião:

Postar um comentário

"Os comentários publicados sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste blog reservam-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou sem a devida identificação de seu autor também poderão ser excluídos".

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...