04 janeiro 2015

Alergias de verão

É fato que no verão as alergias respiratórias, como a rinite e a asma, tendem a melhorar bastante. Mas em contrapartida, aumenta a ocorrência de outras alergias, sejam relacionadas com o calor, à exposição solar, bem como pelos hábitos relacionados à estação. O calor do verão e as chuvas são favoráveis às condições de reprodução de mosquitos, pernilongos e outros insetos, incomodando às pessoas alérgicas. Por outro lado, várias substâncias usadas na pele, como perfumes, cremes e cosméticos, tornam-se reativas se expostas à luz solar, e podem sensibilizar a pele, resultando em alergia. 

Alergia a picada de insetos 
O que é: é uma das formas de reação que resulta da picada de insetos. Aumenta no verão, sendo mais comum nas crianças. 
Principais sintomas: manifesta-se com “feridinhas” em forma de caroço no local da picada do Inseto, que em alguns casos, podem piorar, surgindo bolhas e infeccionar. 
Como Tratar: O tratamento vai desde medidas simples, como: telas em janelas, dedetização, ventiladores, passando por cuidados em situações especiais (passeios, “picnics”, etc.), repelentes e imunoterapia com vacinas utilizando venenos de insetos. 

Dermatite de contato 
O que é: a pele reage ao contato com determinadas substâncias. Por exemplo: tatuagens de henna, alergia a bijuterias, metais, cosméticos, como protetores solares, produtos para descolorir pelos, depiladores, entre outras. Sandálias de borracha podem provocar dermatite de contato nos pés. Cuidado com uso de bronzeadores caseiros que não passam por controles de qualidade e podem causar reações cutâneas sérias. 
Principais sintomas: coceira, avermelhamento, irritação da pele e eczema. 
Como tratar: a definição e o afastamento da causa são a base do tratamento. Testes de contato podem auxiliar. Medicamentos estão indicados nas crises. 

Fotodermatites 
O que é: são reações na pele que ocorrem com a ingestão de certos remédios seguida da exposição ao sol. Os remédios mais comuns que podem provocar fotodermatites são os derivados da sulfa, alguns antinflamatórios e analgésicos. Protetores solares contendo PABA (paraminobenzóico) podem determinar sensibilizações da pele à luz solar. Além disso, medicamentos antihistamínicos em creme podem causar fotossensibilização cutânea.
Principais sintomas: avermelhamento, coceira e irritação na pele. 
Como tratar: definir e afastar a causa são a base do tratamento. Medicamentos estão indicados nas crises 

Fitofotodermatite 
O que é: é uma reação alérgica que se manifesta quando a pele é respingada pelo sumo da casca de limão, tangerina, laranjas, leite da casca da manga ou pela folha de figo. Em adultos, pode surgir após tomar caipirinha no sol. Em crianças tomando um sorvete de limão na praia. 
Principais sintomas: manchas escuras ou bolhas na pele semelhantes à queimadura 
Como tratar: evitar contato com frutas cítricas antes de se expor ao sol. 

Alergia ao calor, ao suor e exercício físico 
O que são: fazem parte do grupo das chamadas alergias físicas, ou seja, desencadeadas por fatores físicos, como: suor, calor, luz solar, exercícios físicos entre outros. 
Principais sintomas: coceira, manchas na pele, placas avermelhadas. Casos mais graves podem se acompanhar de sintomas de anafilaxia. 
Como tratar: os cuidados variam de acordo com a confirmação do diagnóstico e com a intensidade das manifestações clínicas. 

Dermatite Atópica 
O que é: doença alérgica de origem genética (hereditária). Pode ocorrer em qualquer época do ano, mas tende a piorar com o calor e com o suor excessivo, típicos do verão.
Principais sintomas: coceira, descamação e eczema, principalmente nas dobras do pescoço, braços e pernas. A pele fica ressecada, irritadiça e coça muito. 
Como tratar: cuidados especiais como a hidratação e lubrificação da pele, aplicação de cremes de cortisona, e remédios orais de antihistamínicos (antialérgicos) para reduzir a coceira e a inflamação. 

Dicas especiais


- Tenha cuidado com o que usa na pele antes de se expor ao sol. 

- Se notar coceira ou vermelhidão na pele, tome um banho para remover os resíduos do que pode estar em atrito com a pele. Passar hidratante pode melhorar a irritação. Se tiver muita coceira, tomar um antialérgico ajuda a melhorar. 

- Alimente-se saudavelmente: frutas, legumes. Evite frituras e condimentos. Beba bastante líquido, água e sucos naturais. Evite alimentos artificializados, refrigerantes em excesso. 

- Use roupas leves e de tecidos de algodão. Evite tecidos sintéticos e roupas muito justas. 

- Não tome banhos quentes e muito prolongados pois prejudicam a camada protetora da pele. Não use buchas ou esponjas. 

Para finalizar, vale lembrar que:
O calor do verão pode piorar muitos problemas de pele. 

Nem sempre é alergia!

Por isso, a avaliação pelo alergista é fundamental, 
a fim de fazer o diagnóstico e controlar o problema.

5 Dê sua opinião:

Vi disse...

Procurando sobre alergias parei aqui nesse blog e achei mto interessante! Fui procurar sobre o assunto pq estava com meu colo todo empipocado parecendo espinhas

Vi disse...

Colo e um pouco nas costas, ai melhorou o colo e subiu para o pescoço, agora esta subindo para o rosto. Nao faço ideia do q pode estar causando e pretendo esperar mais uma semana para ver se some sozinho... Nao mudei alimentaçao nem estou passando algo diferente no corpo... Pensei na possibilidade de alguma reação tardia a má alimentação q tive entre diav23/12 a

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Vi: é pouco provável que uma alergia alimentar possa ocasionar as lesões descritas. Contudo, não é possível avaliar ou fazer diagnóstico pela internet, sem examiná-la pessoalmente. Caso more no Rio, a nossa equipe médica está ao seu dispor na Clínica de Alergia da Policlínica Geral do Rio de Janeiro para avaliar seu caso e prestar esclarecimentos. Obrigado por visitar o Blog da Alergia.

Mari disse...

Dr estou tentando achar o que eu tenho e não consigo, dizem que tenho asma, mas com os remédios não melhoro,tenho tosse todos os dias, fiz tomografia e estou com sinusite estou tomando levorfloxacino por 20 dias e tomei Prelone por 15 dias para ver se melhoro... Caso não melhore terei que operar, e na tc de tórax deu opacidades centrolobulares em árvore de brotamento, lobos inferiores.. Já fiz 3 amostras de escarro e deu 100 negativo.. Uso seretide 50/250 avamys, e o antibiótico.. Será que a sinusite pode estar causando a tosse e o chiado no peito que não sai por nada,ou pode ter alguma outra doença que faz com que eu não melhore com o tratamento pra asma por favor me ajude, não aguento mais essa tosse,está atrapalhando minha vida em várias áreas.. Obrigada

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Mari: sinto muito, mas não é possível fazer diagnóstico ou julgar seu tratamento pela internet, baseado apenas nos dados enviados em seu relato. É preciso conhecer seus dados clínicos de forma criteriosa e examiná-la pessoalmente. Avaliar pela internet é perigoso e pode incorrer em erro. Estamos ao seu dispor na Policlínica Geral do Rio de Janeiro, Conto com a sua compreensão e agradeço sua visita ao nosso blog.

Postar um comentário

"Os comentários publicados sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste blog reservam-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou sem a devida identificação de seu autor também poderão ser excluídos".

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...