07 março 2012

Motivos para coçar


Quem nunca sentiu uma coceirinha? 


Mas, coçar pode se tornar um grande problema... E descobrir a causa de uma coceira não é uma tarefa fácil. O médico precisa atuar como um verdadeiro detetive investigando um crime. É importante conhecer cada paciente, sua história pessoal e familiar, tendências alérgicas, condições de moradia, profissão, hábitos de vida, outras doenças, remédios em uso, etc. Além disso, definir o tipo da coceira, horário de piora, localização no corpo, etc. 


Por exemplo, uma coceira no lóbulo da orelha pode ser alergia ao níquel, um metal muito comum nos brincos e bijouterias. Se for confirmada a suspeita, a opção é deixar de usar brincos ou então substituir pelos de ouro, que são antissépticos e, por serem metais nobres, precisam de muito pouco ou quase nada de níquel para serem moldados. 


A coceira em axilas pode ser uma reação alérgica ao desodorante, o que pode deixar a axila avermelhada e com pequenas bolhas. Um dos fatores que pode provocar a alergia é a presença de fragrâncias nos desodorantes,mas também pode ser por um componente químico contido no produto.


Se você sente coceira nos olhos e pescoço, o problema pode ser causado pela alergia ao esmalte de unha. Isso acontece porque os olhos e o pescoço costumam ser os lugares mais tocados pelas mulheres. A alternativa é usar bases e esmaltes hipoalergênicos. 


Tecidos sintéticos podem irritar a pele e causar coceira. O ideal é usar roupas de algodão, folgadas e confortáveis.


Produtos de limpeza, como o sabão, detergente ou o sabonete usado para lavar as roupas podem causar alergia nas mãos. O uso de luvas apropriadas é uma alternativa na hora de lavar a louça e as roupas. 



A coceira em virilhas, axilas ou logo abaixo das mamas pode apontar para uma micose. O calor, a escuridão e a umidade nesses locais são perfeitos para o surgimento de fungos e leveduras que podem causar micose. 


A pele seca coça com facilidade. Vários fatores podem ressecar a pele: idade, banhos quentes, uso de buchas, calor ou frio em excesso, entre outros.  Por isso, é importantíssimo manter a pele bem hidratada. Vale lembrar que o hidratante deve ser aplicado logo após o banho com a pele ainda umedecida, para obter melhor efeito. 



Uma coceira pode ser localizada em uma área pontual ou pode acometer uma área extensa da pele. Pode ocorrer isoladamente ou se acompanhar de lesões visíveis na pele. A coceira pode fazer parte do cortejo de sintomas de várias doenças, alérgicas ou não. 


Em suma, nem tudo que coça é alergia e nem toda coceira é igual. O uso de medicamentos alivia o incômodo, mas para tratar, o ideal é detectar e controlar a causa da coceira. 


Este texto foi elaborado baseado na matéria publicada no portal G1. Leia na íntegra clicando no link: Bem estar

6 Dê sua opinião:

Luciana Brito disse...

Tenho um problema serio de alergia, olhos pescoço, rosto. O médico diagnosticou como alergia a esmalte, mas estou usando uma medicação a uns 4 dias e a coceira do pescoço e olho não passa. será que tenho outros tipos de alergia além da alergia do esmalte? Não aguento mais.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Luciana: os locais em que descreve a coceira podem ser compatíveis com alergia a esmalte. Não posso julgar seu tratamento sem conhecer seus dados clínicos e sem examinar pessoalmente, mas 4 dias nem sempre são suficientes para obter um resultado completo. Aconselho que retorne ao seu alergista e peça que a oriente. Gratos pela visita.

Anônimo disse...

Eu tnho imensa coceira desde q o meu filho nasceu,nas axilas,palma das maos,virilhas,pescoco,nuca e abaixo das mamas,isso tudo no mesmo tempo. Estou bastante aflita ..

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Uma coceira pode ter causas variadas e nem sempre a alergia está envolvida. A gravidez e o período pós parto podem se acompanhar de sensibilidade aumentada na pele, ressecamento, contribuindo para eclosão de situações clínicas e para prurido. Nesta fase, fatores emocionais também costumam estar comumente envolvidos. Por isso, é essencial que seja feita uma análise criteriosa e pessoalmente dos seus dados clínicos. Agradecemos sua visita e desejamos melhoras.

Anônimo disse...

A uns 3 meses tenho coceiras no pescoço, virilha, umbigo e axilas...no começa forma um grosseirão vermelho e até sangra as vezes...depois forma uma pele enrrugaga, grossa e escura...já mudei o desodorante, perfume sabonete, creme de pele, sabão pó, e amaciante..até parei de usar alguns deles e não resolveu...o que pode ser?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Nem toda coceira é causada por alergia. É preciso examinar pessoalmente para definir a causa da coceira. Remédios podem aliviar o incômodo, mas para tratar, o ideal é detectar e controlar a causa da coceira. Aconsekho que procure um(a) alergista para orientar adequadamente. Gratos pela visita.

Postar um comentário

"Os comentários publicados sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste blog reservam-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou sem a devida identificação de seu autor também poderão ser excluídos".

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...