08 agosto 2010

Bombinhas e outros afiins

Remédios inalados geram muitos preconceitos. Mas, o pior deles é o seu apelido mais popular: “bombinha”... Já começa que é uma palavrinha bem feia, que nos traz idéias ligadas à destruição, guerra, etc. Mas não merece este estigma: está comprovado que a melhor maneira de tratar a asma é com remédios inalados, pois atuam mais rápido, usam doses bem menores (dosadas em microgramas) e têm menos efeitos colaterais do que comprimidos e xaropes. Já falamos sobre este tema em um texto publicado em 2007. Se ainda não leu, é só clicar neste link.

Recebemos muitas perguntas sobre efeitos colaterais dos remédios usados no tratamento da asma. Que fique claro: nenhum medicamento é totalmente livre de efeitos colaterais. Mas, a verdade é que o tratamento da asma progrediu muito nos últimos anos, permitindo que se controle a doença com um mínimo de efeitos indesejáveis ao paciente. E, acima de tudo, é essencial lembrar que a asma sem tratamento adequado tem o pior de todos os efeitos colaterais: a doença sem controle pode fazer sofrer e até matar. Por isso, é muito importante conhecer os seus remédios, momento de usar, dose, etc. Converse, faça perguntas ao seu médico. Não tenha medo de expor seus medos e preocupações: o diálogo e a educação são a base para ter sucesso no controle de sua asma. 


Hoje nosso objetivo é relembrar a técnica de uso destes remédios. Parece fácil, mas não é bem assim. Para começar, são vários os tipos de inaladores (aerossol - com espaçador, sem espaçador-diskus, turbuhaler, cápsulas inaladas, etc). Além disso, é preciso saber o passo a passo para aproveitar melhor seus efeitos. E, não pense que o problema é só no Brasil. O famoso seriado médico “House” exibiu uma cena que chamou a atenção dos médicos especialistas no tratamento da asma pois mostrava uma senhora aplicando sua “bombinha” de forma totalmente errada, sem perceber seu erro e agravando sua asma. Se ainda não viu, clique aqui (Desculpem, pois o vídeo está em ingles).


Mas, agora é hora de aprender: o INCOR colocou em seu site 
uma excelente apresentação sobre a  
técnica de uso de inaladores na Asma.

Vale a pena assistir e conferir se está fazendo certinho!

4 Dê sua opinião:

Wilma Menezes disse...

Sou asmática de nascença e voltei a ter crise há 6 meses. Quero parabenizar a todos que fazem parte deste blog. Simplesmente é espetacular como os profissionais trastam a asma com tanta clareza, Nota 10 .

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Obrigada, Wilma! Aproveitamos para convidá-la a assinar nosso blog, passando a receber nossos textos diretamente em seu e-mail.

Ministério da saúde disse...

Olá!
Você pode ajudar o Brasil a continuar livre da poliomielite! Ajude a divulgar informações aos papais e mamães, para que eles não se esqueçam de levar seus filhos menores de cinco anos para tomar a segunda dose contra a paralisia infantil, no próximo dia 14. Essa simples atitude faz com que as crianças do nosso país estejam protegidas de uma grave doença.
Caso tenha interesse em ajudar a divulgar a Campanha Nacional de Vacinação Infantil, e para obter mais informações ou materiais da campanha - como o filme e banners -, entre em contato com comunicacao@saude.gov.br
Obrigado por sua colaboração!
Ministério da Saúde

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Amigos: vamos colaborar com a campanha do Ministério da Saúde, levando as crianças para vacinar. Abraços!

Postar um comentário

"Os comentários publicados sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste blog reservam-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou sem a devida identificação de seu autor também poderão ser excluídos".