11 abril 2007

Bombinhas fazem mal ao coração?

A origem deste preconceito vem dos antigos remédios usados para tratar a asma. Na verdade, a palavra “bombinha” significa apenas a embalagem do remédio, em formato de spray, mas muitas pessoas a utilizam de forma pejorativa, sem ao menos entender o efeito dos medicamentos. E já dizem logo: “sou contra as bombinhas” - achando que todas são iguais.

“Bombinhas” não fazem mal ao coração,

não viciam e não causam mortes.

A medicação usada por via inalada é formulada de maneira especial em doses mímimas, medidas em microgramas, de forma que exerça seu efeito direto nas vias respiratórias e com poucos efeitos à distância. É segura, eficaz, atua mais rápido e provoca menores efeitos colaterais do que os xaropes e comprimidos, atingindo diretamente os locais afetados.

Nem toda bombinha é igual.

Existem bombinhas contendo medicamentos aliviadores, apenas para atuar nas crises (como os broncodilatadores) e outras contendo medicamentos controladores, com efeito na inflamação dos brônquios de modo a controlar a doença e prevenir novas crises. Estes medicamentos inalados de efeito controlador devem ser usados de maneira contínua, mesmo que a pessoa esteja bem. O uso regular dos sprays preventivos diminui a longo prazo a inflamação dos brônquios, levando a uma melhora geral da doença.

Na realidade, hoje existem tipos variados de medicamentos inalados, não apenas sob forma de sprays, mas também em inaladores de pó, com formatos e sistemas diversos, como por exemplo, cápsulas para uso inalado, Diskus ou Turbuhaler.


A escolha do medicamento e do tipo de inalador é baseada na história de cada pessoa, seu tipo de asma e procurando achar aquele ao qual se adapta melhor.

É importante que a técnica de uso esteja correta.

Se não entendeu a explicação, converse com seu médico: peça que ele o oriente, tire suas dúvidas.

Não tenha medo de usar seu inalador: é a melhor maneira de usar remédios para a asma.

Bombinhas podem ser usadas em crianças?

Sim, mas neste caso procura-se utilizar espaçadores para facilitar a aplicação e melhorar a eficiência do medicamento. Remédios inalados podem ser usados também em idosos, hipertensos, diabéticos ou mesmo em gestantes, desde que sejam sempre utilizados sob orientação do médico especialista.

88 Dê sua opinião:

deny disse...

vivendo e aprendendo, agora sou uma expert em bombinhas!

adriana disse...

Tenho asma brônquica grave desde que nasci, sempre socorrida e hospitalizade minha vida era uma loucura. Fazia judô e ballett e os melhores momentos quando tinha apresentação, faltava pelo fato de está internada. Nunca pude fazer educação Fisica, pois os médicos me proibiam. Enfim, convivo com isso até hoje. Ao completar 18 anos engravidei e ai mais um problema, passei quase minha gravidez inteira internada e usando medicações fortissimas, arriscando até a saúde de minha filha. Todos os médicos avisavam que eu poderia ter um parto prematuro pelo uso do corticóide. Enfim, graças a deus minha filha nasceu saúdavel, não nasceu prematura e também não tem asma. Enquanto a mim, amamentei minha filha ate os 3 anos e meio. Outra coisa que queria falar, também sou claustrofóbica e o sintoma surgiu ainda na infância, tratei mas não superei totalmente, ainda sofro no elevador, avião ou qualquer lugar fechado ou com muita gente. Pois bem, continuando, quando minha filha parou de fumar viviamos uma vida normal, rotinas normais, mas eu sempre convivendo com a asma, nunca mais tinha ficado internada desde a gestação, mas uso berotec aerosol diariamente, pois todos os dias tenho asma. E também ando com o berotec aerosol para qualquer lugar que vou, não vivo sem ele. Gente e ainda não acaba por ai, quando deixei de amamentar minha filha um mês depois tive sintomas de ataque cardiaco e casa do nada, minha filha dormindo e eu assistindo a novela. De repente me deu uma falta de ar estranha e um medo de morrer. Parecia que eu iria desmaiar, uma vizinha me socorreu e o médico disse que estava tudo certo, pulmões coração e tudo o mais. Daí o diagnóstico, SÌNDROME DO PÂNICO. Ai achei que minha vida ia acabar, meu marido não entendia minha situação, achava que eu estava louca, que era frescura minha... Comecei a fazer tratamento psiquiátrico e usando, Rivotril e Tourest. Passei um ano com esse tratamento, mas não conseguia pagar as consultas, acabei nõa frequentando mais porque achava que estava boa. Eis a questão não frequento mais o psiquiatra continuo usando a bombinha, para piorar durante o tratamento psiquiatrico comecei a fumar, fumei por exatos 3 anos. Fumava um cigarro e tomava uma bombinha de asma. Todos diziam q eu era maluca, fiquei extremamente viciado no cigarro e o médico falou q o medicamento faz com que eu fique vulneravél a qualquer vicio. Enfim, como havia falado desde a gestação não tive nenhuma crise de asma muito forte para ter que ser hospitalizada. Só que semana passada aconteceu, uma crise muito forte onde fiquei 3 dias internada dormindo sentada e antes de chegar ao hospital o médico disse que mais 1 minuto eu não teria chegado lá com vida. Enfim, tive alta ontem a noite, estou em casa. E preciso parar de fumar urgente, estou aqui desesperada pedindo a ajuda de todos. Para que possam me indicar um tratamento p tudo isso, asma, claustrofobia e panico. E principalmente para o vicio do cigarro para o meu próprio bem.

Agradecida, Adriana Estanislau

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Adriana: a sua asma não está controlada e necessita o acompanhamento periódico de um especialista Este acompanhamento é importante, pois em cada consulta, o alergista repete o exame físico, anota suas queixas e reavalia seu tratamento. O tratamento da asma e da rinite deve ser feito com remédios controladores, para usar todos os dias. Mas, se tiver crise, o esquema de tratamento precisa ser modificado.O ponto básico para se prevenir as crises de asma é entender que embora sua causa seja genética (hereditária), esta doença se acompanha de uma inflamação persistente que torna suas vias respiratórias mais sensíveis a diversos fatores que podem provocar crises. Estes fatores podem ser encontrados:1) em nossa casa: poeira, mofo, pelos, baratas, fumaça cigarro, alimentos, 2) no meio ambiente: mudanças de tempo, poluição, odores ativos, 3) em alguns de nossos hábitos: certos medicamentos, exercício, trabalho, escola,4) até mesmo podem estar ligados ao organismo : infecções respiratórias, fatores hormonais, refluxo, emoções, entre outros.
Você citou em seu relato vários destes fatores e necessita um acompanhamento de orientação para a melhor forma de controlá-los. Caso more no Rio de Janeiro, a nossa equipe médica está ao seu inteiro dispor para orientá-la. Aconselho que entre em contato com a ABRA (Associação Brasileira de Asmáticos: www.asmaticos.org.br) em sua cidade para que possa receber uma orientação educativa sobre as formas de tratamento e prevenção da asma. Infelizmente não é possível indicar um tratamento através de um aconselhamento na internet, baseado apenas no seu relato e sem examiná-la pessoalmente. Agradecemos sua visita ao nosso blog.

paula neves disse...

Paula- Minha filha tem bronquite asmatica cronica, aos 2 anos e 4 meses ficou internada da UTI e quase morreu com uma crise.Depois de sair do hospital foi receitado o uso da bombinha com espasador, usei nela 5 meses e nunca deu uma crise, depois fiquei sabendo de um outro tratamento com , singuleire, alegra e nikkho-vac, fiz esse tratamento nela por mais 5 meses e deu 3 crises nela.Eu e meu esposo fiquemos muito preocupados e por conta própria voltamos a usar a bombinha nela, e até agora não deu nenhuma crise nela.Hoje ele tem 3 anos e tenho muita fé de que conforme ele vai crescendo vai ficando melhor.
obrigada, Paula Neves

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Paula: o uso adequado e orientado pelo especialista da medicação inalada é seguro e evita o sofrimento causado pela asma sem controle. Gratos por sua visita.

Evandro disse...

Ola eu faço o uso da Berotec desde 15 anos de idade e tenho 30 anos, nunca usei outro tipo de bombinha, so que vi que tem outras bombinhas que tem um efeito melhor que que dura mais esse efeito, tenho bronquite mto forte e alergica a qualquer coisa besta, so que queria uma bombinha que tivesse um efeito que durasse mais, gostria de saber se vcs podem me recomendar alguma é claro levarei o nome ao meu medico e perguntarei se poderei tomar sem perigo, Grato.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Evandro: Berotec não trata a asma - apenas alivia crises. Por isso, seu uso a longo prazo não resolve o problema e aumentam os efeitos colaterais. O seu relato sugere que sua asma não está bem controlada e que talvez seja o caso de usar um inalador que contenha a terapia combinada de um broncodilatador de ação longa com um corticóide inalado (seu médico escolherá o mais indicado para seu caso). Mas lembro que tratar asma vai além de tomar remédios. É preciso também combater fatores agravantes da doença (que variam em cada pessoa), tratar a alergia quando associada, combater ácaros em sua casa, entre outros cuidados. Convido que leia:
http://blogdalergia.blogspot.com/2011/07/7-passos-para-superar-asma.html Agradecemos sua visita.

Anônimo disse...

bom dia, meu nome é prycila tenho asma desde os meus 5 anos de idade vivia internada hoje tenho 27 anos e desde sempre faço tratamento contínuo com esse mal que é a asma considerada grave.tomo alenia, montelair e budesonida parece um vício infelizmente não passo um dia sem tomar esses medicamentos e se eu não tomá-los fico com falta de ar....seria vício???? não vejo a hora de me livrar desses remédios....gostaria também de saber sobre síndrome de cushing pois meu nível de cortisol está alto e me falaram se eu não cuidar pode me dar essa tal síndrome seria por causa dos medicamentos?..estou muito preocupada com isso....desde já agradeço

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Prycila: os medicamentos citados (Alenia, Montelair e Budesonida) não causam sindrome de Cushing, quando usados nas doses terapêuticas habituais para tratamento da asma. O uso destes medicamentos deve ser diário, mesmo que a pessoa não sinta nada. Isso não significa que esteja viciada. Vamos comparar com uma pessoa que tem pressão alta: ela precisa tomar seus remédios todos os dias, mesmo que a pressão esteja normal. Na asma é a mesma coisa: você precisa manter uso dos remédios mesmo que esteja bem. Caso more no Rio ou em S Paulo, convido que frequente as reuniões da ABRA (Associação Brasileira de Asmáticos) e aprenda sobre seu tratamento. Escreva para nosso e-mail e daremos as informações necessárias. Gratos pela visita

Tamlyn disse...

Bom gente,comecei a fazer o uso do Alenia faz dois dias,mas não mudou nada nem melhorou minha asma,pelo o contrario a chiadeira do pulmão piorou,minhas garganta agora está super inflamada,e tenho tosse 24 horas por dia,meu torax já esta doendo de tanto tossir ,e tive uma taquicardia muito forte coração foi pra 180 bpm isso aconteceu após 2 dias de uso desse Alenia,o que faço? :'( me ajudem!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Tamlyn: é aconselhável que retorne ao seu médico e peça que a oriente. Existem alternativas de tratamento para sua asma, mas não é possível orientar pela internet, sem examiná-la pessoalmente Gratos por sua participação em nosso blog.

Anônimo disse...

meu nome é liana tenho 23 anos e sofro muito com crises de asma alergica faço tratamento com alenia é a minha salvaçao porque nebulizador ja nao faz mais efeito ; tive uma crise forte á 3 semanas e tive taquicardia foi horrivel me deram muitos caumantes e fui diagnosticada com a sindrome do panico e ainda nao consigui me consultar com um psiquiatra fui emcamiada mas ate agora nada,gostaria de saber se eu so tomar alenia na crise se isso prejudica mais a minnha asma?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Liana: o medicamento Alenia deve ser inalado todos os dias, mesmo que você esteja bem, para controlar sua asma e evitar crises. Fique tranquila. É uma medicação segura, mesmo no uso prolongado. Convido que escreva para nós e receba uma cópia em PDF do livro "Alergia, doença do século XXI" Gratos pela visita.

cintia disse...

Ola,estou passando por uma crise de asma,faco o uso do montelair e do alenia ,mas foi a temperatura mudar e eu comprar a mnha cachorrinha que passei a ter crises de falta de ar contantes principalmente a noite .as vezes durmo bem mas acordo na madrugada com o peito chiando e falta de ar.....no inicio do tratamento achei q fosse me livrar desses sintomas,mas percebi que nao!!!!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Cintia: a medicação está indicada para atuar no processo inflamatório dos brônquios. Ao mesmo tempo também é indicado o controle de fatores agravantes e desencadeantes de crises. Sugiro que converse com seu alergista e peça que a oriente nesses cuidados. Gratos pela sua visita.

Anônimo disse...

Meu nome é tamires tenho 18 anos tenho crises de asma as vezes chego a usar a bombinha berotec 6 vezes ao dia , e estou sentindo moleza no corpo as vezes nem aguento ficar de pé , hoje tive uma crise tomei a bombinha e fiquei muito tonta e vi tudo escurecer , acho que não está me fazendo bem mas é a unica que alivia as minhas crises !

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Tamires: o seu relato sugere que sua asma não está controlada e necessita o acompanhamento periódico de um especialista Berotec não trata a doença, apenas alivia sintomas de crises. Por isso, não adianta aumentar o numero de vezes em que inala a medicação pois não resolverá o problema e aumentarão os efeitos colaterais. No tratamento da asma, deve ser priorizado o uso de medicamentos para controle da doença, ou seja, que atuem na inflamação dos brônquios, evitando novas crises. É importante o acompanhamento periódico do (a) médico(a) alergista, onde serão orientados as medidas de apoio, controle ambiental e controle de possíveis fatores agravadores da doença (que variam em cada pessoa). Aconselho que entre em contato com a ABRA (Associação Brasileira de Asmáticos (www.asmaticos.org.br) em sua cidade para que possa receber uma orientação educativa sobre as formas de tratamento e prevenção da asma. Caso more no Rio de Janeiro, a ABRA realiza reuniões nas ultimas segundas feiras de cada mes, gratuitas, na Rua Conde de Bonfim 255 (auditório) Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela visita.
Agradecemos sua visita ao nosso blog.

maria fe lourdes disse...

Tenho 54 tenho asma de criança .e já tenho mais de dez anos que tomo alenia e não tenho muita crise as vezes sinto um pouco de falta de ar msid nunca fiquei internada. Só que agora fiz um exame de coração e deu distúrbios da condução direito.estou muito preocupada porque acho que deve det o alenia.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Maria de Lourdes: a medicação citada é segura e usada no tratamento de controle da asma. Não é possível avaliar a causa do distúrbio que descreve pela internet. Aconselho que peça ao (à) médico(a) que está acompanhando seu caso que a oriente. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela visita.

daniele disse...

Ola boa noite me chamo Daniele sou mãe da Lorena de 2 anos e 6 meses ela usa desde um ano as bombinhas desde então ela tem crises e acompanhamos com a pneumologista ela esta em uso de seretide 125/125 e aerolin ela tem diversas crises de asma ficando internada de três a quatro vezes ao mês mais desde de março ela ja teve cinco broncopneumonia ela vive em ambiente livre de todos os fatores que desencadeiam as crises e ja não sabemos mais oque fazer são varias rebites sinusites bronquites e pneumonias no mes desde o começo do ano ja foram quatro sinusites feias que resultaram em internamento moramos em cascavel no Paraná

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Daniele, boa noite. Pelo seu relato, a asma de sua filha é considerado como não controlada, o que pode ocorrer em função de uma gravidade muito importante, ou pelas causas e desencadeantes não estarem sendo controlados. Alguns fatores podem influenciar nessa faixa etária, como o uso com técnica inadequada das medicações e refluxo gastroesofágico, por exemplo. Portanto, procure um(a) alergologista em sua cidade (sbai.org.br) para que ela possa ser avaliada e que sua doença alcance o controle. Sempre que existirem dúvidas ou vocês não conseguirem boa resposta com o tratamento, entrem em contato com o médico(a) assistente, para chegarem ao melhor para ela. Obrigado pela visita ao Blog da Alergia.

metalplaylist disse...

Oi meu nome é Leandro e uso alenia a 3 anos, até agora a poucos dias fiz errado usando uma cápsula por dia (devido ao valor do medicamento) sendo que meu médico disse pra usar 2 cápsulas por dia (uma pela manhã e outra pela noite) bom tive uma crise de rinite e passou pra pulmão tmb iniciando os sintomas de asma, curei essa crise tomando LORATADINA pois bem após curar a crise meu pulmão ficou pesado (não tenho tanta falta de ar assim) mas o peso no pulmão é bem forte... a + ou - 4 dias atrás comecei a usar o ALENIA corretamente 2x por dia como indicado pelo médico, mas estou notando que não está me tirando o peso do pulmão, só sinto falta de ar se fizer algum exercício ou fazer algum esforço repentino, queria uma opinião de vocês: será que vou ter que trocar o medicamento ou esse peso no pulmão é pq iniciei a poucos dias o tratamento correto? QUERIA DESDE JÁ AGRADECER A ESSE BLOG, VOCÊS SÃO ILUMINADOS POR DEUS, PESSOAS ASSIM SE DISPONDO A AJUDAR O PRÓXIMO É MUITO LINDO DE SE VER Grande abraço a todos obrigado por existirem!!!

metalplaylist disse...

Oi pessoal Leandro outra vez, pro ser diagnosticado com depressão andei uns meses bebendo uns 3 latões de cerveja todas as noites para descontrair, queria saber se isso me atrapalhou no uso do ALENIA??? Desde já muito grato pelo trabalho de vocês EU OS CONSIDERO ANJOS que foram enviados para ajudar o próximo!! Abração!!

metalplaylist disse...

Oi outra vez, Leandro... Moro numa cidade MUITO úmida aqui no SUL, e infelizmente não temos tempo pra controlar minuciosamente o mofo ou poeira, queria saber se esse fato é muito agravante para a ASMA? Fizemos o que sempre na medida do possível pois não é fácil trabalhar e manter tudo sempre MUITO LIMPO, e queria saber também se o ALENIA usado por muitos anos pode trazer algum risco para o saúde ??? Uso ele exatamente a 3 anos mas como citei nos outros comentários fiz o uso só de uma cápsula por dia ( por conta do valor ) e me foi receitado 2 por dia, FAZ UNS 4 DIAS que comecei a usar corretamente mas meu pulmão ainda continua pesado, será que é por conta de eu ter começado a usar a poucos dias corretamente ? Muito obrigado a todos vocês são muito importantes para nós que sofremos com essas doenças QUERO PARABENIZAR ESSE LINDO GESTO E DIZER QUE VOCÊS SÃO INCRÍVEIS POR AJUDAR O PRÓXIMO SEM GANHAR NADA EM TROCA! (ANJOS) Abração a todos!!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Leandro: 1) Mantenha as inalações do Alenia duas vezes ao dia conforme seu médico orientou. Caso não melhore, retorne para nova consulta para avaliar a causa e se haverá necessidade de mais alguma medicação. 2) Fisioterapia respiratória pode ser muito útil na reabilitação do asmático. 3) A ingestão de bebida alcoólica de forma moderada pode ser feita durante o tratamento. Mas, não na grande quantidade de cerveja como descreve. 3) O controle dos ácaros na poeira de sua casa é muito importante no tratamento da asma. Medidas simples na limpeza podem ser muito eficazes no tratamento da asma e da rinite. Agradeço em nome da equipe as palavras carinhosas, que são um grande incentivo ao nosso trabalho voluntário. . Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia .

Caroline Benini disse...

Olá meu nome é Carol tenho 23 anos desses podem ser contados nos dedos os dias sem crises, herdei de meu pai minha asma e venho tentando diminui-la. Fui em três médicos diferentes nos últimos anos, experimentei até hoje esses medicamentos: sulfato de salbutamol, fluir, clenil, berotec, alenia, aproveitando, budesonida. Porém alguns desses remédios ajudaram a piorar minhas crises levando a hospitais. Minhas crises estão mais severas com formigamentos nas extremidades e espasmos nos lábios, minha garganta apresenta inchaço. Minha capacidade respiratória é muito fraca. Porém hoje só uso berotec estou grávida e não quero fazer mal ao meu bebê. Minha dúvida é posso usar a berotec sem medo? O uso de tantos medicamentos podem ter deixado minhas crises mais resistentes e remédios?

Victor disse...

Oi, meu nome é Victor, tenho 19 anos e faço uso de Alenia, ultimamente tenho sentido dores no coração e aumento da frequência cardíaca, fico com mal estar e tremedeira, minha pupila dilata, me sinto muito mal, parece que vou desmaiar, se não faço o uso do medicamento fico com falta de ar, não sei o que faço, preciso de alguma dica, desde já grato.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Carol: a asma pode (e deve) ser tratada na gravidez. Berotec não trata sua asma - apenas alivia sintomas. Por isso, é importante que você seja acompanhada por um(a) médico(a) especialista durante a gestação. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Olá Victor, bom dia. Esses sintomas que você refere são efeitos que podem ocorrer com o uso dessa medicação. Você deve procurar seu médico(a) assistente, para avaliarem outras medicações disponíveis no mercado para substituí-la, para que você mantenha sua asma controlada e não tenha mais esses efeitos. Obrigado pela visita.

Anônimo disse...

Boa noite... minha mãe descobriu asma a dois meses e a pneumologista receitou Alenia, no entanto ela já toma remédio controlado para depressão, mas estava bem e agora está muito agitada e com insônia, mesmo a neurologista tendo duplicado a medicação de dormir...pode ser o uso da bomba a causa?
agradeço e aguardo respostas...

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Alenia (formoterol + budesonida) é uma medicação formulada em doses mínimas (Microgramas) Por isso, atua diretamente nos brônquios com mínimos efeitos sistêmicos no organismo. Está indicada para o tratamento de controle da asma. Não é possível avaliar a causa do distúrbio que descreve pela internet. Aconselho que peça ao (à) médico(a) que está acompanhando sua mãe que a oriente. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela visita.

Unknown disse...

Olá me chamo Ariely, tenho 17 anos, e eu tenho bronquite asmática desde quando nasci, sempre vivia nos hospitais internada, mas nunca me receitaram o uso da bombinha, com o tempo minha asma foi diminuindo, mais por volta dos meus 14 anos ela voltou muito forte e com isso o medico me receitou o uso da bombinha já q era mais pratico do que fazer inalação, faz uns 3 anos que uso Aerolin/ sulfato de salbutamol, porém faz mais ou menos um mês que venho tendo dores do peito, que acredito ser ataques cardíacos, sera que esta me dando isso por que uso muito? qualquer falta de ar eu preciso usar se não me da um desespero e começo a sentir que estou sem ar, porém a crise nem esta tão forte assim.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Ariely: não é possível afirmar a causa da dor que descreve pela internet sem examinar pessoalmente. Mas, a sua conduta não está correta. Existem vários tipos de "bombinhas". Aerolin (salbutamol) só alivia sintomas, mas não trata sua asma. Por isso, não resolve o problema e a longo prazo, pode trazer complicações. Você precisa ser examinada pessoalmente. Caso more no Rio, a nossa equipe médica está ao seu dispor no ambulatório da Clínica de Alergia da Policlínica Geral do Rio de Janeiro para avaliar seu caso e prestar esclarecimentos. Gratos pela visita ao Blog da Alergia

angela disse...

ola meu nome e Angela tenho 58 anos e sinto muita falta de ar meu cardiologista me receitou o alenia mas n melhorei nada sou cardíaca cronica ja tenho uma safena e dois stentes não tenho receio de usar mas minha pressão esta subindo muito pode ser efeito do alenia ?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Angela: é raro que a medicação inalada, como é o caso do Alenia provoque aumento da pressão arterial. Mas, para fazer o diagnóstico, é essencial examinar pessoalmente. Aconselho que entre em contato com seu cardiologista e peça que a oriente. Gratos por sua visita ao nosso blog.

Anônimo disse...

Eu tenho asma desde criança,passei boa parte. Da minha infancia em hospitais mim recuperando de crises terríveis aos 12 anos parei de ter crise achei q eu tinha mim curado então agora ao 23 anos as crises voltaram tem dias q tenho varias crises no dia tem semanas q tenho apenas duas ou três isso mim atrapalha muito estou muito casada pra tarefas diárias como arruma casa cuida da minha filha......uso salbutamol (bombinha) mais mim sinto mal meus batimentos alimentam fico tremendo
Não sei oq faço ária mais 10 anos livre disso !:(

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Infelizmente você não está tratando corretamente. Salbutamol não é uma medicação adequada para sua asma. Não trata, apenas alivia sintomas. Você deve procurar um(a)especialistapara orientar tratamento correto. Peço que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos gratuitamente para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Olá, meu nome é Marina, tenho 20 anos e a 10 uso o alenia. A cerca de 5 anos parei de fazer o acompanhamento correto clm o médico mas continuei usando o medicamento. Gostaria de saber se è comum o uso por tanto tempo do alenia no tratamento e quais efeitos colaterais pode apresentar. Obg

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Marina: é possível fazer uso da medicação inalada por tempo prolongado e de forma segura, mas esta conduta deve ser feita sob acompanhamento médico. Tratar asma não se resume aos remédios. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

Anônimo disse...

Estou tendo crises de asma diariamente e estou fazendo o uso da bombinha. Há riscos?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Qual bombinha? Por favor escreva para nosso e- mail: blogdalergia@gmail.com e informe qual a bombinha está usando. Só assim poderemos responder sua pergunta. Obrigado por sua participação no Blog da Alergia.

Anônimo disse...

Olá Boa noite! Me chamo Mariely, sou asmática desde que nasci e lembro bem de quase todas as internações e crises agudas que inúmeras vezes me fizeram pernoitar nos hospitais. Já fiz tratamento para asma em vários locais aí no Rio, inclusive na Policlínica. Fiz vários testes de alergia, ficava sempre com "o braço furado" ... mas até hoje não conseguiram justificar as crises. Falaram até que era o clima. Atualmente resido no Rio Grande do Sul e continuo com as crises como se estivesse morando no Rio, não piorou devido ao frio intenso do inverno. Meus pais já fizeram de tudo: simpatias, a casa sem tapetes e cortinas, sem animais de estimação ... nada que pudesse ensejar um motivo para minha asma. E mesmo assim, hoje tenho 36 anos e estou aqui com as crises intensas usando medicamentos citados por vários como aerolin, berotec, budesonida ... fico imensamente preocupada pois ao longo dos anos já conheci pessoas que vieram a falecer após ou durante crise de asma. Não tenho esperança para cura ou que melhore, e no auge da crise já pensei que fosse morrer várias vezes. Fico com dores no peito e na altura dos pulmões por dias após as crises. Se alguém puder indicar algum método, um cuidado em especial que tenha amenizado as crises pode divulgar aqui. Abraços e bom inverno à todos e sem crise asmática.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Mariely: modernamente existem medicamentos indicados para casos de asma grave de difícil controle com tratamento. Aconselho que converse com seu alergista e peça que a oriente. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

Anônimo disse...

Fiz o uma expirometria à 3 anos que diagnosticou obstrução pulmonar leve,foi receitado subultamol e alenia,usei por uns dias não me adaptei e parei,nunca tive aquelas crises horríveis, porém recentente fiz um novo exame pois tenho sentido muita dor no peito,tosse com secreção espessa, tontura e dificuldade para respirar,éo resultado do exame foi o mesmo do primeiro.Estou usando apenas subultamol, mas tenho síndrome do pânico e os efeitos dos medicamentos me deixam com medo.Posso ter um problema cardíaco? Essa asma diminui minha expectativa de vida? Posso ter filhos? Posso fazer academia? São muitas duvidas e medo.não sei como lidar com tudo isso

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Existem medicamentos inalados bastante seguros para tratar a asma, em especial para controlar a doença e evitar crises. Salbutamol apenas alivia sintomas mas não trata sua asma. A asma bem controlada não impede sua vida normal nem que você engravide. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

Luiz Eduardo disse...

O pneumologista proibiu minha mãe e meu irmão, de terem animais domesticos, os pelos para quem tem asma causa as crises.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Luiz Eduardo: nem todas as pessoas que têm asma, têm também alergia a animais. É importante confirmar antes de proibir. Recomenda-se que os cães devem ficar fora de casa. Não sendo possível, não devem dormir em camas, subir em sofás Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

luis oliveira disse...

Adriana fui ,fumante por 8 anos da minha vida , e tive muitas crises de asma , já sperei também duas peunomonia e é imprecionante como nosso,organismo se recupera rapido bom para de fumar não é nada facio , mas não e imposivel o mais dicil e daber como e com o que começar
Eu consegui para de fumar trocando por alfo que eu não fazia tipo , comendo uma fruta na hora que dava vontade de onanteevitando o café preto e bebidas com álcool e dócil mas não impossível .

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Luis: parabéns por sua força de vontade. O seu depoimento certamente ajudará muitas pessoas que querem abandonar o vício. Gratos por sua visita ao Blog da Alergia.

Anônimo disse...

Eu tenho 15 anos e me chamo iza sofro de bronquite desde quando eu nasci e essas crises estão aumentando muito eu uso uma bombinha que não é recomendado que é a aerolim uso está poq e mais barata do que eu usava antes que era alenia... A bronquite está atacando mesmo eu usando queria saber si eh normal ? E quando vou usar a bombinha fico zonza

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

IZI: Boa noite. Infelizmente sua escolha esta errada. Aerolin alivia sintomas mas não trata uma asma. Por isso as crises voltam. Alenia é uma medicação indicada para controle da asma e assim evitar novas crises. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

Alessandra Lima disse...

Olá eu fazia uso de fostair e me sentia muito bem,mas por causa de condições financeiras pedi para o meu medico trocar e ele trocou por clenil só que depois que eu comecei a usar esse remédio tenho taquicardia e tremores por dentro no corpo todo e isso ta me deixando assustada, será que esses remédio pode causar problemas no meu coração?

Débora Garcia disse...

Olá boa noite... que pena só encontrei esse blog agora, perdi minha mãe em setembro de 2016... por causa dessa maldita doença... ela fazia acompanhamento com pneumologista, tinha coleçoes de bombinha e vivia no inalador... tanto que morreu com o inalador na mão... teve uma parada cardiorespitoria e caiu no chao de casa... todo seu ar do pulmao foi parar na cabeça... encontrei minha mae irreconhecivel no hospital... enfim o que me preocupa é que tambem tenho essas crises, e em junho agora fui dormir na casa do meu primo em um quarto q estava cheio de coisas estocadas... de madrugada acordei com crise fortissima de falta de ar... lembrava da minha mae o tempo todo e achei que tambem iria, o problema é que depois desse dia todos os dias tenho tido faltar de ar... procurei um alergista relatei essa questao do quarto e ele me perguntou se eu tinha dores no estomago eu disse que as vezes sim, dai ele me respondeu que tenho refluxo e que a falta de ar é por causa disso... fiquei sem entender pq antes desse dia as crises eram esporadicas, ficava meses sem ter e agora é td dia... minha mae morreu com 59 anos super nova e cheia de vontade de viver... isso me preocupa... tenho usado o aerolin e tenho q receio q me de problemas cardiacos... por favor me orientem e gostaria de receber este livro tbem... pois estou desesperada ficar sem respirar é horrivel... é literalmente a morte...

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Alessandra: nenhuma das duas medicações (Fostair e Clenil) fazem mal ao coração. Aconselho que retorne ao seu médico e peça que a oriente. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Débora: a asma pode ter vários fatores que influenciam no controle da doença. Um destes fatores é o refluxo. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI” e poderemos conversar melhor. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

Anônimo disse...

Tenho asma e adotei um Yorkshire que não me dá alergia alguma,pois nao solta pelo.A minha cachorrinha me faz tão feliz que até melhora as minhas crises.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O fato de ter asma não impede de ter um cão. Mas esta orientação deve ser feita caso a caso. Cada pessoa é única. Mas, não deixe que que seu cão suba em cama ou sofás. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

Anônimo disse...

Oi sou jonathas boom eu tenho problema respiratorio e uso a bombinha, mais eu fumo tbm, tem algum problema eu fuma um cigarro e dps usa a bombinha ? Tilo eu fumo e se der ataque respiratorio, eu vo lah é uso a bombinha, faz mal ?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Jonathas Boa noite Fumar faz mal, agrava a asma e interfere no efeito dos medicamentos. Aconselho que procure ajuda médica para parar de fumar. Agradecemos sua visita ao Blog da Alergia.

Anônimo disse...

Clinica de alergia, boa tarde!

Meu nome é Dennis e gostaria de tirar uma dúvida, tenho problemas de alergia, tomo vacina a 3 anos num total de 5 anos, sou alérgico a diversos tipos de remédios. No momento, estou fazendo um acompanhamento junto ao pneumologista, a Dr. Rozana me receitou tomar por 10 dias 2 inalações de ALENIA e um anti-alérgico(cloridrato de fexofedina), estou no 9/10 dia, mas estou sentindo fortes dores no joelho a ponto de não conseguir dormir, fortes dores de cabeça e aumento da tosse com fortes dores no peito a cada tossida.
Gostaria de saber se essas dores tem alguma coisa haver com os medicamentos acima citados?
Desde já agradeço.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Dennis. Boa noite. Os dados enviados em seu relato não sugerem que a dor seja um sintoma de alergia ao medicamento. Gratos por sua visita ao Blog da Alergia.

Netinho Edmundo disse...

Olá! Há pouco mais de 2 meses comecei a fazer o uso do alenia, citerizina (antialérgico) e pantoprazol (a fim de tratar alguns sintomas que correspondem ao RGE) e faço uso da vacina para inalantes. Desde início deste ano venho sentido algumas dores e queimação no peitoral - com maior frequência do lado esquerdo, bem como dispneia, tosse frequente (forçada) e muita secreção. Já fiz 3 exames cardíacos e deram todos normais. Fiz a espirometria e deu variante de asma, além do teste alérgico positivo para inalantes. Tenho tratado corretamente, porém tenho sentido fasciculações e algumas dores esporádicas pelo corpo inteiro. Será que junção desses medicamentos pode ser a causa desses espasmos, ou há outra razão? Vale considerar que larguei os exercícios físicos devido às crises alérgicas, e desde então só tenho ficado em casa, pois não havia condições nem de sair à rua. Grato pela atenção e pelo auxílio prestado, são de grande serventia à população!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Netinho: refluxo gastro esofágico pode sim causar sintomas respiratórios. Os sintomas de dor e queimação no peito podem ser decorrentes de refluxo sem comprometimento cardíaco. Vale ressaltar que, se você tem alergia aos inalantes e passa mais tempo dentro de casa, a tendência é que os sintomas piore, Vida ao ar livre, caminhadas e a exposição ao sol são benéficos para sua saúde. Gratos por sua visita.

Gislaine Oliveira disse...

Bom dia. Tem mais ou menos uns 5 anos que tive meu primeiro ataque de asma, quando era criança sempre tive bronquite e vivia internada . Hoje, em dia estou usando alenia para o
controle , porem vi alguns comentários que o remédio tem que usar diariamente , e não apenas quando minha asma atacar o que faço hoje em dia .Quando me receitaram o medicamento minha asma, estava muito atacada. Hoje quando uso o remédio e questão de segundos já sinto um alivio , porem de um tempo pra cá sinto que toda vez que faço o uso, fico meio tremula. Sabem me dizer o porque dessa sensação e se efeito do próprio remédio ? As vezes acordo de noite com a sensação que nao estou conseguindo respirar, pode ser efeito da asma atacando ? Obrigada !

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Gislaine:Boa noite. Alenia não é uma medicação de alívio, mas sim para tratamento e controle da asma. Por isso deve ser inalada todos os dias, mesmo que esteja bem.
Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

Lidiane Silveira disse...

Boa noite tenho bronquite asmática e dos meus 11aos 18 anos tomei prednisona comecei com o de cinco depois q tive minha filha tive q tomar de vinte enfim este medicamento me deixou deformada inchada e achava eu q era por estar comendo demais enfim comecei a fazer tratamento em um hospital e a pneumologista passou clenil 250 mg hfa quando surpreendentemente comecei a desinchar mais após quatro anos usando reparei q voltei a inchar menos q antes mais voltei estou tentando parar de tomar todos os dias e sim so em caso de necessidade mais estou tendo um pouco de cansaço embora essa doença seja hereditária passada da minha avó para meu pai e tios somente eu estou sofrendo com isso meus primos após um tempo não estão do jeito q estou eles melhoraram e agora está difícil pra conseguir um peneumologista pois o hospital em q fazia tratamento fechou e eu queria muito saber se tem uma outra bombinha de controlever asma q não tenha corticoide vcs poderiam me dar essa informação?.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Lidiane Bom dia. Fique tranquila. Os medicamentos inalados que contém corticóide não causam aumento do peso corporal. Vale ressaltar que tratar asma não é tratar crises. Por isso, recomendo que retorne ao especialista para que receba uma orientação segura e adequada. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

Anônimo disse...

Boa noite, me chamo Antonio, tenho 27 anos e desde sempre sofri com a Asma... Faço acompanhamento a cada 3 meses com meu Pneumologista e faço uso diário do Relvar Ellipita 100/25, antes usava o Seretide, mas já não tinha melhoras, com este novo medicamento a melhora é notória, faço diariamente o uso de uma dose. Além desde uso o Aero Gold 120, para momentos de crises intensas, visto que o Relvar não pode ser usado nestes momentos (orientação medica), o Aero Gold já me salvou varias vezes, pois quando tenho ataques, duas ou três bombadas e já me sinto melhor, existe algum problema ou efeito colateral na utilização desses dois medicamentos que eu deva me preocupar??

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Antonio. Bom dia. O uso dos medicamentos citados é seguro. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

Unknown disse...

Estou usando alenia 12/400 a uns dez anos e sinto que agora não faz mais efeito como antes.devo mudar a medição

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Se você estava bem com a medicação e a doença perdeu o controle, é importante investigar se há algum fator agravante que possa ter provocado esta piora. Se for o caso, o médico julgará a necessidade de modificar sua medicação. Mas, tratar asma não se resume ao uso de remédios. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

oliveira.cristinav disse...

Pode tomar café após usar a bombinha de sabutamol?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Cristina Bom dia. Não há problema em se alimentar após a inalação do salbutamol. Mas recomenda-se cautela na ingestão de cafeína. Gratos por sua participação no Blog da Alergia.

Anônimo disse...

eu uso Clenil todos os dias, e passei no endócrino e ela passou Vazy para emagrecimento... e eu gostaria de saber se tem problema misturar esses dois remédios?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Bom dia. Clenil é um medicamento inalado usado no tratamento de controle da asma. É formulado em doses mínimas (microgramas) e tem efeito direto nos brônquios, com mínimos reflexos no organismo. De qualquer modo, você deve comunicar ao endócrino e a outros médicos que for consultar todos os remédios contínuos que faz uso, inalados ou não. Agradecemos sua participação no Blog da Alergia.

Anônimo disse...

Olá tenho bronquite asmática ela só ataca de vez em quando uso alenia a muito tempo mais só utilizo nas crises o alivio é imediato, gostaria de saber se faz algum mal utilizar alenia só nas crises ou eu deveria utilizar um medicamento mais leve

Vitoria Cassiano disse...

Bom dia meu nome é Vitoria. Eu ando muito preocupada o meu marido sofre de asma deste que nasceu. Ele é dependente da bombinha berotec que é o único que ainda serve pra ele. Ele tomar o berotec em doses disinfreiada e comprimido pra cansasso tudo junto. H9je ele tá com 42 anos e tá si complicando o caso dele mesmo no berotec direto pois o mesmo é fumante

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Boa tarde. O uso inalado de Alenia não causa danos à saúde, mesmo com uso prolongado. Não se trata de uma medicação para uso apenas nas crises, mas sim para controle da doença a longo prazo. Agradecemos sua visita ao Blog da Alergia.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Vitoria Bom dia O hábito de fumar agrava a asma. O seu esposo precisa de um acompanhamento médico regular om especialista para que consiga melhorar sua qualidade de vida. É fundamental parar de fumar para que consiga ter melhora.A nossa equipe está ao dispor caso vocês morem no Rio de Janeiro.

Unknown disse...

Oi meu nome é giovanna e tenho crises de pânico, as vezes quando tenho a crise eu uso a bombinha de asma q ajuda... tem risco?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Giovanna: a sua pergunta chegou incompleta. Por favor, escreva para nosso e-mail: blogdalergia@gmail.com informando o nome da bombinha para que possamos orientá-la de forma adequada. Gratos por sua visita.

Gabi S disse...

Pode ingerir bebida alcoolica usando clenil hfa?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Gabi: a ingestão moderada de bebida alcoólica não interfere de forma significativa no efeito da medicação inalada. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro intitulado: “Alergia, doença do século XXI”. Agradecemos sua visita ao Blog da Alergia.

soraya marins disse...

Oi. Me chamo Soraya, tem 29 anos e a 2 anos comecei a sentir sintomas da asma sem saber o que era. No ano passado numa crise fui parar no hospital sem conseguir respirar, após a consulta com o plantonista ele me passou exame de sangue, e não mandou fazer nenhuma nebulização, após voltar para revisão com o exame de sangue, o plantonista já era outro e logo que eu comecei a falar ele viu pelo chiado que eu estava tendo crise de asma e falou que eu tinha asma. Mandou fazer nebulização e passou medicamentos corticosteróides. Eu perguntei se ele poder me encaminhar para o especialista, pois até o seguinte momento não sabia que tinha asma e ele disse que não precisava. Voltei a ter as crises sem ter tratamento. Mas a frete consegui ir no pneumologista, e ela me passou Aerolin e clenil hta. Mas não me explicou muito bem. Vou ter que usar os dois direto? Qual a função de cada um?
Agradeço desde já a ajuda.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Soraya: Bom dia O tratamento da asma precisa ser amplo, englobando:1) Tratamento de crises 2) Controle da doença para evitar novas crises. Existem remédios para alívio de sintomas da crise e outros que tratam a doença. Aerolin é um broncodilatador, ou seja, relaxa a musculatura que circunda os brônquios, aliviando a falta de ar. Clenil é um corticóide inalado, atuando na inflamação da doença e diminuindo as crises, controlando a doença a longo prazo. No início você precisa dos dois medicamentos. À medida em que melhore, poderá ficar apenas com o tratamento de controle. Mas... tratar asma não é só tomar remédios.
Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

Rose Ane Santos disse...

Olá! Me chamou Rose tenho 30 anos tenho asma e fazia inalação com berotec e atrovent e usava o alenia depois de um tempo ja não fazia mais efeito depois fui ao pneumologista ele mudou a bombinha e passou fostair para tratamento de 4 meses o problema é que fiz mais não consegui mais ficar sem sempre me da falta de ar meu pulmão fica chiando fico com cansaço nunca melhoro e ja se passaram 2 anos e ainda uso o fostair até hoje mesmo sabendo que o medico me passou so pra tratamento me alivia as vezes!só que nunca melhoro de vdd tem dias que me desespero pq tudo que usei não esta adiantando e não faz mais efeito depois de um tempo!hoje mesmo estou muito ruim comprei o prednisona 20mg e estou tomando sem ir no hospital pq toda vez que vou na emergência me passam então ja compro por conta propria melhoro uns dias depois volta tudo denovo estou fazendo inalação mais é a mesma coisa de não fazer marquei consulta pelo sus com clinico que demora uns 3 a 4 meses pra conseguir pra pedir uma guia pra marcar pneumologista pq nao tem como passar direto e o pior que nem sei qdo vão agendar consulta é desesperador

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Rose: se a medicação não está sendo eficaz, é preciso analisar se existe algum fator que esteja interferindo e impedindo sua melhora. O uso da prednisona se restringe às crises e não pode ser repetida sem controle com risco de aumentar os efeitos colaterais. caso você more no Rio, estamos ao seu dispor Gratos por sua visita.

Postar um comentário

"Os comentários publicados sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste blog reservam-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou sem a devida identificação de seu autor também poderão ser excluídos".