19 julho 2009

A asma e o fumo




Todo mundo já ouviu falar que fumar é prejudicial à saúde. O fumo é uma das maiores causas de morte em todo o mundo.

A asma é uma doença que afeta os brônquios (tubos por onde o ar entra nos pulmões), reduzindo seu calibre e estrangulando a passagem do ar, causando sintomas como: falta de ar, chiado no peito, tosse e sensação de aperto no peito.


Os brônquios das pessoas que tem asma são muito sensíveis aos estímulos externos (poeira, mudança de temperatura, viroses respiratórias, cheiros fortes, fumaça, etc). Esses estímulos funcionam como “gatilhos”, de uma arma provocando o estreitamento dos brônquios e “disparando” os sintomas da asma.

A asma pode se manifestar com várias nuances: pode ser leve (às vezes o único sintoma é tosse), mas também pode ser grave, com crises intensas e potencialmente fatais. Felizmente, na maior parte dos casos, é uma doença que pode ser controlada, permitindo uma vida normal e produtiva.

A fumaça do cigarro é um “gatilho” importante para provocar crises de asma! E mais: provoca crises em quem fuma e nas pessoas que estão ao seu lado, em função do tabagismo passivo.

Crianças de lares com fumantes tendem a ter mais crises e uma asma mais grave!


Ou seja,

O estreitamento dos brônquios que acontece na asma é em geral variável, passageiro, podendo ser evitado e controlado. Mas... Atenção: o estreitamento dos brônquios causado pelo fumo é fixo e progressivo.

Não fume e não permita que fume em sua casa:

A combinação de asma e fumo leva à lesão permanente dos brônquios!

Não corra este risco!

19 Dê sua opinião:

aninha pontes disse...

O meu pecado, a minha culpa.
Pior, tenho consciência disso. Ainda vou venc er o que me vence.
Um beijo

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

E nós seremos seus maiores incentivadores a vencer esta batalha!

adriana disse...

Tenho asma brônquica grave desde que nasci, sempre socorrida e hospitalizade minha vida era uma loucura. Fazia judô e ballett e os melhores momentos quando tinha apresentação, faltava pelo fato de está internada. Nunca pude fazer educação Fisica, pois os médicos me proibiam. Enfim, convivo com isso até hoje. Ao completar 18 anos engravidei e ai mais um problema, passei quase minha gravidez inteira internada e usando medicações fortissimas, arriscando até a saúde de minha filha. Todos os médicos avisavam que eu poderia ter um parto prematuro pelo uso do corticóide. Enfim, graças a deus minha filha nasceu saúdavel, não nasceu prematura e também não tem asma. Enquanto a mim, amamentei minha filha ate os 3 anos e meio. Outra coisa que queria falar, também sou claustrofóbica e o sintoma surgiu ainda na infância, tratei mas não superei totalmente, ainda sofro no elevador, avião ou qualquer lugar fechado ou com muita gente. Pois bem, continuando, quando minha filha parou de fumar viviamos uma vida normal, rotinas normais, mas eu sempre convivendo com a asma, nunca mais tinha ficado internada desde a gestação, mas uso berotec aerosol diariamente, pois todos os dias tenho asma. E também ando com o berotec aerosol para qualquer lugar que vou, não vivo sem ele. Gente e ainda não acaba por ai, quando deixei de amamentar minha filha um mês depois tive sintomas de ataque cardiaco e casa do nada, minha filha dormindo e eu assistindo a novela. De repente me deu uma falta de ar estranha e um medo de morrer. Parecia que eu iria desmaiar, uma vizinha me socorreu e o médico disse que estava tudo certo, pulmões coração e tudo o mais. Daí o diagnóstico, SÌNDROME DO PÂNICO. Ai achei que minha vida ia acabar, meu marido não entendia minha situação, achava que eu estava louca, que era frescura minha... Comecei a fazer tratamento psiquiátrico e usando, Rivotril e Tourest. Passei um ano com esse tratamento, mas não conseguia pagar as consultas, acabei nõa frequentando mais porque achava que estava boa. Eis a questão não frequento mais o psiquiatra continuo usando a bombinha, para piorar durante o tratamento psiquiatrico comecei a fumar, fumei por exatos 3 anos. Fumava um cigarro e tomava uma bombinha de asma. Todos diziam q eu era maluca, fiquei extremamente viciado no cigarro e o médico falou q o medicamento faz com que eu fique vulneravél a qualquer vicio. Enfim, como havia falado desde a gestação não tive nenhuma crise de asma muito forte para ter que ser hospitalizada. Só que semana passada aconteceu, uma crise muito forte onde fiquei 3 dias internada dormindo sentada e antes de chegar ao hospital o médico disse que mais 1 minuto eu não teria chegado lá com vida. Enfim, tive alta ontem a noite, estou em casa. E preciso parar de fumar urgente, estou aqui desesperada pedindo a ajuda de todos. Para que possam me indicar um tratamento p tudo isso, asma, claustrofobia e panico. E principalmente para o vicio do cigarro para o meu próprio bem.

Agradecida, Adriana Estanislau

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Adriana: a sua asma não está controlada e necessita o acompanhamento periódico de um especialista Este acompanhamento é importante, pois em cada consulta, o alergista repete o exame físico, anota suas queixas e reavalia seu tratamento. O tratamento da asma e da rinite deve ser feito com remédios controladores, para usar todos os dias. Mas, se tiver crise, o esquema de tratamento precisa ser modificado.O ponto básico para se prevenir as crises de asma é entender que embora sua causa seja genética (hereditária), esta doença se acompanha de uma inflamação persistente que torna suas vias respiratórias mais sensíveis a diversos fatores que podem provocar crises. Estes fatores podem ser encontrados:1) em nossa casa: poeira, mofo, pelos, baratas, fumaça cigarro, alimentos, 2) no meio ambiente: mudanças de tempo, poluição, odores ativos, 3) em alguns de nossos hábitos: certos medicamentos, exercício, trabalho, escola,4) até mesmo podem estar ligados ao organismo : infecções respiratórias, fatores hormonais, refluxo, emoções, entre outros.
Você citou em seu relato vários destes fatores e necessita um acompanhamento de orientação para a melhor forma de controlá-los. Caso more no Rio de Janeiro, a nossa equipe médica está ao seu inteiro dispor para orientá-la. Aconselho que entre em contato com a ABRA (Associação Brasileira de Asmáticos: www.asmaticos.org.br) em sua cidade para que possa receber uma orientação educativa sobre as formas de tratamento e prevenção da asma. Infelizmente não é possível indicar um tratamento através de um aconselhamento na internet, baseado apenas no seu relato e sem examiná-la pessoalmente. Agradecemos sua visita ao nosso blog.

Eros Rodrigues disse...

Saudações, recentemente eu começei a fumar á cerca de uns 2 meses, e nesta ultima semana tenho vindo a sentir uma dificuldade desagradável em respirar, sinto apertos no peito, tenho tosse seca e ás vezes quando inspiro chego até a sentir uma ligeira dor no peito. A minha pergunta é, poderá ser asma? Poderá a asma ter sido provocada pelo fumo do tabaco? Nunca antes tive problemas de asma ou bronquite, nunca senti dificuldade em respirar. Estou muito preocupado e temo por minha saúde. Agradecia uma resposta, obrigado.

Eros Rodrigues

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O meu conselho é que pare de fumar e assim estará cuidando de sua saúde. Mas, não posso afirmar se é um caso de asma sem examinar pessoalmente. Aconselho que procure um alergista. Caso more no Rio, estamos ao seu dispor para orientá-lo.

Pryscilla Moraes disse...

tenho 18anos e descobri a asma com 10 anos e ate entao minha vida mudou completamente,ñ posso fazer certos exercicios pois a falta de ar eh intensa...
a 2meses comecei a fumar e poucos dias depois ja vi a consequencia,fui parar na emergencia do hospital com uma parada respiratoria.
sinto dores fortes no peito perto do coração.
ja m disseram q posso ter problema no coraçao por fato do meu avó materno e paterno ter morrido por problemas cardiacos,sera que tbm posso ter??
bjos

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Pryscilla: a asma bem controlada não causa problemas de coração. Os medicamentos inalados, em especial os corticosteróides usados para inalação.Contudo, o cigarro é um grande malefício pois agrava a asma e aumenta a possibilidade de doenças cardiovasculares. Converse com seu alergista e peça que a ajude a parar de fumar e avaliar se sua medicação antiasmática está adequada. Gratos por sua visita.

Raquel disse...

Boa Tarde,tenho asma desde que nasci, já fiz vários tratamentos, mas nunca adiantou muito.
Fumo nos fins de semana, só que de uns tempos pra cá minha asma piorou, tenho fortes dores no peito e não consigo fazer nenhum exercício.
Então não fumo ha dois dias, mas a asma está pior do que antes, uso bombinha (aerodini)e nebulização (com berotec e soro), mas se faço a bombinha meu peito doí, então não sei o que eu faço.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Raquel: infelizmente você não está no caminho certo: fumo e asma não combinam! Aerodini não trata sua asma - apenas alivia os sintomas da crise. Aconselho que procure um alergista para receber a orientação e tratamento adequados. Estamos ao seu dispor na Policlínica. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

Eu tenho 37 anos e alguns anos atras decobrir que tenho asma e as vezes fumo e final de semanas quando bebo chego a fumar uma carteira de cigarro a nao ser as vezes passo dias sem fumar e de uns anos pra ca ja depois que descobrir a asma as mutas vezes oucu um chiado no pei,oque isso pode ser entao!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O parecer que solicita não pode ser emitido através deste aconselhamento na internet: não há como afirmar a causa dos seus sintomas sem examinar pessoalmente. Contudo, lembro que fumar causa um dano progressivo ao pulmão e pode provocar sintomas que se confundem com a asma. Aconselho que procure um especialista para definir se o seu caso é mesmo asma e para que o ajude a abandonar o vício, evitando a piora no futuro. Agradecemos sua visita ao nosso blog.

Unknown disse...

Olá, tenho 26 anos,vivo na espanha e tive uma pneumonia há 2 anos atras, fui para o hospital porque cheguei ao ponto de acordar de madrugada com falta de ar, e abrindo todas as janelas da casa! Nao podia nem andar...dava 10 passos e parava pq nao conseguia respirar, cheguei no hospital ,disseram q tinha pneumonia, me fizeram uma radiografia e disseram que eu tinha 3 manchas no pulmao, fiquei internada 10 dias,ao sair tinha apenas metade de uma!nessa epoca levava fumando menos de 1 ano e quando criança nunca tive problemas respiratorios, notei que outro dia (2 anos depois dessa pneumonia q tive)numa discussao com meu namorado me faltou o ar outra vez, tive uma espécie de "crise" e demorei uns minutos pra voltar ao normal, e com a mudança de clima aqui de onde eu moro geralmente fico de cama uns dias, sempre sou "visitada" pela gripe e se torna sempre um pesadelo porque me derruba totalmente, e quando passa geralmente sinto q me deixa requicios, tenho uma tosse extremamente forte, ao ponto de em alguma ocasiao nao poder dar uma risada porque começo a tossir, e sei que o cigarro nao ajuda nada!
Mas com base nesses dados poderia ser q eu tenha asma?

desde ja muito obrigada!
Roberta

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Roberta: o tabagismo pode provocar sintomas que se confundem com asma. Não há como afirmar sem examinar pessoalmente. Aconselho que procure atendimento médico para fazer o diagnóstico e para auxiliá-la a abandonar o vício do cigarro. Gratos pela visita.

Unknown disse...

ok! muito obrigado pela dica e parabéns pelo blog!!! visitarei sempre...
Roberta

raquel bocaleti do carmo disse...

Faz 14 anos q fumo,e de um mes p ca venho sentindo crises de falta de ar sempre de madrugada,ja tentei larga esse vicio,mas sem sucesso,queria pegar nojo do cigarro.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Raquel:o cigarro pode provocar muitos malefícios ao fumante. Aconselho que procure ajuda médica para parar de fumar. Gratos pela visita ao Blog da Alergia.

Anônimo disse...

nao tenho asma e nao fumo porem minha mae tem. Um dia sai para um lugar onde as pessoas fumavam muito e voltei com cheiro de cigarro na blusa. no dia seguinte minha mae disse q entrou em crise de asma por isso, teria como acontecer isso mesmo?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Sim. A fumaça de cigarro pode ser um agravante e/ou desencadeante de sintomas de asma. Gratos por sua visita.

Postar um comentário

"Os comentários publicados sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste blog reservam-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou sem a devida identificação de seu autor também poderão ser excluídos".

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...