30 novembro 2006

Entendendo como os medicamentos controlam e previnem a asma


Atualmente, existem dois principais tipos de medicamentos considerados efetivos para o tratamento da asma: as chamadas medicações de “controle” de uso prolongado e aquelas para o “alívio” rápido dos sintomas .
O tipo de medicação necessária e as suas respectivas doses dependerão de uma avaliação inicial da gravidade de sua doença. O tratamento moderno da asma baseia-se numa estratégia gradual, tipo passo a passo: quando sua asma estiver pior, você poderá aumentar a dose do medicamento ou modificar o tratamento. Quando houver melhora, na maioria das vezes você poderá reduzir a dose ou retornar à medicação anteriormente utilizada. Porém, é importante que você sempre consulte seu médico antes de modificar o medicamento prescrito.
Os medicamentos de controle de uso prolongado são preventivos e devem ser tomados diariamente. Eles auxiliam você a alcançar e manter o controle de seus sintomas de asma. Como exemplos temos:
· Antileucotrienos (Singulair)
· Corticoesteróides inalatórios (Pulmicort, Busonid, Flixotide, Fluticaps, Miflonide, Miflasona, Beclort, Clenil, Beclosol, Beclort, Alvesco)
· Broncodilatadores de longa duração (Serevent, Fluir, Foradil, Formocaps)
· Estes últimos são comumente associados aos corticosteróides inalatórios, sendo esta combinação reconhecida atualmente como o mais efetivo tratamento para asma (Seretide, Symbicort,Alenia, Foraseq )
· Xantinas (Talofilina, Bamifix)
Os medicamentos de alívio são usados para tratar os sintomas de asma quando estes estão presentes. Eles aliviam os sintomas de asma rapidamente, e em geral são utilizados apenas nas crises. Exemplos:
· Broncodilatadores Beta2-agonistas de curta duração (como Aerolin, Aerogold, Berotec, Bricanyl)
· Anticolinérgicos (Atrovent)
· Corticosteróides orais (como a Prednisona, Prednisolona)
A inflamação dos pulmões exerce um papel crítico na asma e por isso as medicações anti-inflamatórias como os corticosteróides inalatórios são as mais efetivas para o controle prolongado da doença. Estes medicamentos são eficazes e seguros, prevenindo o aparecimento dos sintomas da asma, normalizando a função pulmonar, além de possibilitar a prevenção de
problemas irreversíveis dos pulmões.


Quando procurar um especialista
O médico especialista em asma poderá diagnosticar e ensinar mais sobre a sua doença, além de ajudar na elaboração de um plano de tratamento. Você deverá procurar um alergista se houver
dificuldade em alcançar ou manter o controle de sua asma, como nas situações abaixo:
· Se você teve uma crise de asma muito grave que o colocou em risco de vida
. Se você não consegue alcançar o controle da asma após 3 a 6 meses de tratamento, ou seu médico acha que você não está respondendo ao tratamento atual.
· Se você tem sintomas respiratórios incomuns ou de difícil diagnóstico.
· Se você tem outras doenças alérgicas ou respiratórias associadas como rinite alérgica e/ou
sinusite que complicam sua asma ou seu diagnóstico.
· Se você necessita de mais exames diagnósticos para determinar a gravidade de sua asma ou determinar a causa de sua doença.
· Se você quiser maiores informações sobre o seu tratamento e/ou sobre medidas educacionais para um melhor uso dos medicamentos e evitar os fatores desencadeantes das crises de asma.
· Se você for um candidato à imunoterapia (vacinas anti-alérgicas)
· Se você tem asma grave persistente.
· Se você tem que usar corticosteróides orais ou altas doses de corticosteróides inalatórios
continuamente.
. Crianças com asma moderada ou grave, ou que começaram a usar medicamentos de controle de uso prolongado, também deverão ser encaminhadas a um especialista.


Tratando sua asma em parceria com o seu médico
Pessoas que cuidam ativamente de sua própria saúde tendem a ser mais saudáveis. Isto é especialmente verdadeiro para as pessoas com asma. Um relacionamento franco e a comunicação freqüente com o médico permitirá um ajuste do tratamento de acordo com suas necessidades individuais, propiciando um melhor controle da sua asma e do alcance das metas e expectativas traçadas no plano terapêutico inicial. Este plano deverá, quando necessário, envolver sua família, escola ou trabalho.



Lembre-se:


· Procure um diagnóstico preciso para sua doença, assim que for possível.
· Faça em conjunto com seu alergista um plano de ação diário por escrito para o controle dos seus sintomas de asma.
· Controle seu ambiente, evite os fatores desencadeantes conhecidos
· Siga o plano de medicação prescrito pelo seu médico. Comunique seu médico sobre possíveis
problemas relacionados aos medicamentos em uso.
· Monitore sua resposta ao tratamento.
· Comunique-se com seu médico

113 Dê sua opinião:

julio disse...

OI gostaria de saber se existe um horário exato para tomar o remédio prednisona pois meu esposo não consgue fazer que ele diminua suas dores por favor se poder me ajude ass Eliane n de oliveira

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Eliane: gostaria de ajudar, mas a pessoa mais indicada para orientar sobre o horário da medicação é o médico de seu esposo pois conhece o seu caso, tipo de corticóide, dose utilizada, tempo de uso, etc. Obrigado pela visita ao nosso blog.

julio disse...

Muito obrigada pela sua atenção valeu beijos Elane n de olivera

Anônimo disse...

Minha filha tem alérgia e cansa com uma certa frequência, já fez uso de vários medicamentos, como:BEROTEC, ATROVEN, DEXAMETASONA, KOIDE,BUSONID,CLENIL,BRICANIL,FUMARATO DE CITOTIFENO,E SUB-LINGUAL, atualmente faz uso de PREDSIN. GOSTARIA DE SABER QUAIS OS DANOS A SAÚDE DELA, POIS ELA RECLAMA SEMPRE DE DOR NO PEITO, DIZ QUE O CORAÇÃO ESTA DOENDO, QUANDO EU COLOCO A MÃO EM SEU PEITO REALMENTE O CORAÇÃO DELA ESTÁ MUITO ACELERADO,MESMO SEM ELA ESTÁ TOMANDO O MEDICAMENTO.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A maior parte dos medicamentos que cita são aliviadores, ou seja, aliviam sintomas, mas não tratam a asma. É importante que o tratamento englobe também: 1) pesquisa e controle de causas, 2) controle ambiental contra ácaros 3) tratamento controlador, 4) educação familiar sobre a asma 5) imunoterapia (nos casos de alergia) 6) reabilitação respiratória (fisioterapia respiratória). Os remédios são seguros para o tratamento, mas não bastam: é preciso combater os fatores agravadores da asma.Obrigado pela visita.

ANA disse...

MEU FILHO TE 1 ANO E 1 MÊS PESA 9,500KG.a MEDICA DELE ME DEU UM MEDICAÇAO QUE CHAMA SIGMAIV,MAS ESQUECEU DE POR A DOSE DIARIA .QUAL SERIA A DOSE PARA ELE QUANTOS ML?..OBRIGADA

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Ana:a dose da medicação varia de acordo com a necessidade e a gravidade da infecção. Aconselho que entre em contato com a médica do seu filho e peça nova porientação. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

boa tarde,fiz raio-x da face,fui em uma fono e no otorrino,o otorrino me disse que eu tenho um desvio no osso do nariz,e o lado direito é mais difícil p/ respirar,canto em banda e trabalho c/ oficina,quando entro nela o nariz logo entope.quando estou cantando da segunda a terceira música entra um líquido na garganta ou nas cordas vocais e fecha a voz arranha e perde a potência.a 2 dois meses atrás fiquei gripado e rouco e ainda não melhorei,tomei remédio p/ renite alérgica sem prescrição médica melhorei um pouco mas ainda não consigo chegar em notas agudas a voz corta,o que devo fazer?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O seu relato sugere que possa apresentar uma rinite alérgica. A presença da alergia torna as vias respiratórias superiores inflamadas, podendo acometer cordas vocais. Aconselho que procure um alergista para que possa confirmar se é mesmo o seu caso e orientar uma conduta apropriada. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

pode ser usar aerolin spray e fazer nebulização com atrovent e berotec? receitaram essas medicação para o meu pai na u.p.a achei estranho.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

É possível, mas não é aconselhável associar dois broncodilatadores da mesma categoria (salbutamol - aerolin e fenoterol - berotec) pelo risco de aumento de efeitos adversos indesejáveis. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

meu pai sofre de enfisema pulmonar em estado avançado. ele estar usando alenia 12/400 e salbutamol,mais mesmo assim ele tem muita falta de ar. posso fazer nebulização nele com atrovent? ou com qual outra medicação? eu costumava fazer com berotec e atrovent,mais como ele estar usando salbutamol ,fico temerosa. desde já agradeço a grande ajuda e esclarecimento que vcs nos tem dado.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Atrovent (brometo de ipratrópio) não interfere com o uso do salbutamol (aerolin) ou com formoterol( alenia) pois pertence a uma categorias diferente de broncodilatador. Por isso podem ser usados associados. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

tenho asma e quando estou em crise sinto um chiado no peito.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Os principais sintomas da asma são: falta de ar, cansaço, tosse e chiados no peito. O tratamento deve ser feito mesmo quando a pessoa não sente nada, buscando o controle da inflamação brônquica e assim evitando novas crises. Aconselho que procure um alergista para ensinar a controlar sua asma e evitar que tenha no futuro crises mais fortes. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

tenho 35 anos tenho asma de desde condo nasci ja tomei vario remedio e toda semana estava ospital tomando injeçao decadron e inalaçao nada adiantava sai dali bem .depois de uma semana ja estava ali denovo ; achei que esta no fim da linha mas um amigo me endicou uma pneumologia em lavras mg chama andreia salgado ja tem 3 meses que estou fazendo tratamento com ela e nao tive mais crise nao voltei no hospital mais ela me passou foraseq de 12 400 e duas vezes ao dia e cloridrato de fluoxetina uma cap de manha e uma a noite para tirar a ansiedada que ajuda a controlar as crise estou bem graça a deus ando muito subo morro nao tenho falta de ar e minha asma no isame que eu fiz da uma asma grave e hoje estou bem beijo espero te ajudado

Anônimo disse...

bom dia
minha bebe tem 4 meses e meio e apos 3 bronquiolites tratadas com bertoc e Predisim ela ao mudar o tempo ou quando volta da creche com o nariz com coriza volta a ter crise de tosse e o peito começa a chiar.
O pneumopedriatrico receitou Flixotide 50 diarimante e Montelair 4mg na papinha diarimente mas estou com medo pois a bula fala em crianças maiores( Flixotide) e nao bebes.. podem me orientar se esta adequado?
Tambem me orientou a tirar a bebe da creche sera que é tao necessario?
Obrigada!!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Muitas vezes o que se chama de asma grave é na verdade uma asma mal controlada. O tratamento adequado pode permitir uma vida normal à pessoa. Mantenha o uso da medicação mesmo que esteja bem. Gratos pela visita ao nosso blog.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Não posso avaliar a conduta do médico que trata de sua filha sem uma avaliação criteriosa e numa consulta feita pessoalmente. A medicação é necessária porque bebês pequenos após bronquiolite permanecem com as vias respiratórias inflamadas e fazem episódios catarrais repetidamente.Aconselho que exponha a ele suas dúvidas e temores. O diálogo entre o médico e a família é fundamental para o sucesso do tratamento. Gratos pela visita.

Katia Medina disse...

Por favor pode se fazer inalaçao com clenil a fazendo uso do aerolin spray. Meu bb tem 1 ano e 7 meses e acabou de sair de uma crise na qual ficou internado 5 dias. O aerolin veio receitafo fo hospital por 5 dias junto com prelone 3 dias. e a pediatra dele acrescentou clenil a 5 dias + fluimucil ate a secreçao soltar?!?!? tenho muito medo de tantos remedios :,( meu bb tbm ficou internado com 10 meses pelo mesmo morivo respiratorio e baixa oxigenaçao. Obrogada

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Kátia: a pediatra está correta. Aerolin apenas alivia sintomas. Clenil é uma medicação que tem objetivo de controle para evitar outras internações. Aconselho que leve seu filho a um alergista para que inicie um tratamento de prevenção e controle. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

Meu filho de 03 anos iniciou, em 02/08/2012, um tratamento preventivo contra a asma e rinite alérgica à base, respectivamente, de ALVESCO 160mcg (inalado via espaçador com máscara infantil) e NOEX. Menos de 30 dias após (28/08/2012), sem que qualquer outro fator agravante (agente alérgeno) de sua alergia se fizesse presente, ele passou a ter problemas de conjuntivite alérgica, os quais persistem até os dias atuais. Já o levei a diversos oftalmologistas, que receitaram diversos colírios. Perguntei à alergologista que receitou os remédios se a causa da repentina e incessante conjuntivite não seria o ALVESCO e ela disse que não. Pergunto: é possível que o ALVESCO inalado via espaçador cause conjuntivite alérgica?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Alvesco não é causa habitual de conjuntivite. Obrigado pela visita ao nosso blog.

Anônimo disse...

Minha mae tem equisema e toma o alenia inalador a dois anos
Agora ela disse que nao ira tomar mais; enteronpeu o tratameto por conta propria dizendo que o remedio esta lhe fazedo muito mal Ela tem 71 anos e esta num estado muito avançado da doença! Estou muito preocupada pois ela tem tido muita falta de ar meismo assim ela se recusa a comtinuar o tratamento o que eu posso fazer para ajudala

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A sua mãe necessita da medicação e precisa da ajuda familiar para superar esta dificuldade. Aconselho que entre em contato com o médico que trata dela e peça que oriente ou se for possível, que indique uma medicação alternativa para sua mãe. Gratos pela visita.

Anônimo disse...

Parabens a todos com esse blog consegui esclarecer minha duvida.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Obrigado por seu depoimento e aproveito a oportunidade para convidar a assinar nosso blog e passar a receber nossos textos diretamente em seu e-mail.

Tatiana Brito disse...

Olá,gostaria de tirar uma dúvida.Meu filho tem 9 anos e tem Rinite alérgica.O mesmo estar sofrendo com crises frequentes a 5 meses,e eu o levei agora em um otorrino que o receitou um tratamento de 3 meses com singulair 5mg.To vendo aqui no blog que muitas pessoas com asma são medicados com esse mesmo remédio.Procuro outra avaliação médica ou o médico tem razão de passar esse medicamento.Meu filho ja estar tomando budecort aqua tem mais de 3 meses.Obrigada pela atenção e parabéns pelo blog.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Tatiana: o tratamento parece-me adequado, mas não há como afirmar sem conhecer os dados clínicos de seu filho de forma criteriosa e pessoalmente. Gratos pela visita.

Anônimo disse...

Qual a diferença do fluxotide para o seretide? Ambos servem apenas para a prevenção da asma ou também servem para tratar a crianca que esta com broncoespasmo? Minha filha tem 2 anos e teve rinite, broncoespasmo e pneumonia hoje esta melhor, porém a alérgica prescreveu fluxotide com singular e a pediatra singular , seretide e avamys

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Seretide contém 2 medicamentos num mesmo inalador: um broncodilatador(salmeterol) e um corticóide (fluticasona) enquanto o Flixotide contém apenas o corticóide(fluticasona) A escolha dependerá dos sintomas clínicos, do tipo de asma e da gravidade da doença. Gratos pela visita.

Anônimo disse...

Meu bebê de 10 meses sempre tem tosso seca depois de um tempo começa ficar carregado e com peito chiando, fez uso de predsin, berotec, atovent e claritomicina. Agora a alergista passou montelair 1 x ao dia e flixotide 2 x ao dia por 45 dias como prevenção das crises é seguro esse tratamento?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A medicação prescrita pelo alergista do seu filho tem objetivo de controlar a inflamação que provoca os sintomas e evitar crises, sendo segura para o tratamento. Gratos pela visita

Anônimo disse...

eu uso alenia e minha médica me receitou fluoxetina para tomar, fiquei com medo. sera que posso usar esses doi medicamentos juntos.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Não há problema no uso da fluoxetina relacionado ao Alenia Gratos por sua visita ao nosso blog,

Anônimo disse...

Estou atacada da asma, muita tosse. Uso alenia, mas está demorando p melhorar. Na crise posso usar junto com alenia a predinisona comprimido?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Prednisona é um corticóide e não pode ser usado sem uma avaliação médica criteriosa e pessoalmente. Aconselho que entre em contato com o médico alergista que trata de sua asma e peça que a oriente. Gratos pela visita.

Carolina Xavier disse...

Meu filho tem dois anos e agora no inverno ele costuma ter várias crises de bronquite, ja teve duas num período de um mês e meio e uma pneumonia a pediatra dele receitou o Alvesco de 80 uma dose por dia com espaçador mais vejo que ele é indicado para crianças maiores de 4 anos. A minha dúvida: O alvesco é um remédio seguro neste caso ele tendo somente dois anos?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Carolina: não tenho condições para avaliar especificamente o caso do seu filho através de um aconselhamento por e-mail,sem uma consulta médica realizada pessoalmente. Contudo, gostaria de fazer duas considerações: 1) Toda medicação, ao ser aprovada pela Anvisa para uso no Brasil, recebe uma bula. Mas, segundo a própria Anvisa, " Podem ocorrer situações de um médico querer tratar pacientes que tenham uma certa condição que, por analogia com outra semelhante, ou por base fisiopatológica, ele acredite possam vir a se beneficiar de um determinado medicamento não aprovado para ela. 2) Quando o medicamento é empregado nas situações descritas acima está caracterizado o uso off label do medicamento, ou seja, o uso não aprovado, que não consta da bula". Caso queira, pode ler neste link o texto completo da Anvisa: http://www.anvisa.gov.br/medicamentos/registro/registro_offlabel.htm
Ou seja, o médico pode utilizar uma determinada medicação fora das indicações da bula ("off label") se julgar necessário, baseado no exame realizado em seu paciente
Aconselho que exponha sua preocupação à médica que cuida do seu filho pois conhece seus dados clínicos podendo esclarecer de forma adequada. Gratos por sua visita

Carol disse...

Meu filho tem 3 anos, todo inverno ele possui crises de tosse seca frequentes, ele esta sobre tratamento atualmente, com zixen 10gts, singular 1/2compr de 10 mg ao dia e Nasonex 2x ao dia. Mesmo com a medicação de controle, é só o tempo mudar as crises de tosse se iniciam. Qdo ele esta em crise entro tambem com o Clenil A em inalação 2 x ao dia, melhora, mas não passa a crise. Ele não tem falta de ar, somente tosse bastante. Existe alguma outra medicação que eu possa associar?? Grata

adriana disse...

O fixotide com aerolim e predesim tem algum problema os 3 juntos? minha filha usa fixotide diariamenti e o pneumo dela mandou dar predesim com aerolim nas crises fortes os 3 juntos isso mesmo?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Carol: antes de associar outro medicamento, é importante analisar se existem fatores que possam interferir a melhora da asma do seu filho. Por exemplo, se sua rinite está bem controlada, se é um respirador bucal, se tem refluxo, analisar hábitos e condições ambientais em sua casa, etc. Algumas crianças precisam tratar a alergia com as vacinas (imunoterapia específica). Ou seja, tratar asma não se resume a tomar remédios. Estamos ao seu dispor na Policlínica, caso você more no Rio de janeiro.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Adriana: não há problema na associação dos medicamentos citados no tratamento das crises de asma. Agradeço sua visita e aproveito a oportunidade para convidar a assinar nosso blog e passar a receber nossos textos diretamente em seu e-mail.

andreia disse...

meu filho tem 04 anos e tem bronquite,fui orientada que quando ele começar a tossir usar o aerolim. no ano passado ele usou o clenil durante muito tempo, esse ano o pediatra trocou pelo seretide e o piemonte mas não estou vendo muita diferença,pois ele já teve crise e eu tenho que suspender o seretide direto para ele fazer uso do aerolim. Afinal o SERETIDE realmente é melhor do que o CLENIL,não vi diferença. Andreia

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Andreia: os dois medicamentos são bem diferentes: Seretide é uma terapia combinada de broncodilatador de ação longa (salmeterol) e um corticóide inalado (fluticasona) Clenil é um corticóide inalado mas de outro grupo: beclometasona. Por isso, não há como comparar. Além disso, existe uma resposta pessoal que varia em cada pessoa e que depende das características da doença em cada paciente. Aconselho que exponha sua dúvida ao especialista que trata do seu filho pois conhece bem o caso,. Gratos pela visita.

Anônimo disse...

Uso Foraseq 400 á quase 10 anos, e tenho crises 2x ao dia. Sempre q vou ao pneumo, (todos que fui) dizem simplesmente p continuar com o Foraseq, q não ha nada a se fazer. Gostaria de saber se realmente não tem um tratamento para minha asma, pelo menos não atacar todos os dias?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Não tenho condições para opinar específicamente sobre seu caso pela internet, sem examinar pessoalmente. O tratamento da asma envolve o uso de remédios mas também uma série de outras medidas. É possível oferecer outras opções terapêuticas após uma análise criteriosa de sua asma.A nossa equipe médica está ao seu dispor na Clínica de Alergia da Policlínica Geral do Rio de Janeiro para avaliar seu caso e prestar maiores esclarecimentos.

sil feliz disse...

Seretide pode ser usada com predsin?? predsin serve para sinusite com tosse?

Anônimo disse...

Meu filho usa Alvesco com espaçador , faz mal fazer uso prolongado?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Alvesco é uma medicação para controlar a asma e evitar crises.Deve ser usado todos os dias mesmo que esteja bem. É seguro para uso mesmo por tempo prolongado pois é formulado em doses mínimas (microgramas) por isso atua diretamente na mucosa dos brônquios com efeitos colaterais mínimos no resto do organismo. Gratos pela visita

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Sil: Seretide pode ser usado em conjunto com Predsim. Este medicamento é um corticóide e está indicado em crises agudas de diversas doenças alérgicas, mas só deve ser usado sob estrita orientação do médico. Gratos pela visita.

Lorena Rebeca disse...

Uso o foraseq. Mas na crise posso combina- lo com a inalação fo atrovent ou o predsim de 20 ?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Lorena: Foraseq pode ser usado juntamente com o Predsim. Mas, vale lembrar que Foraseq é para tratamento de controle da asma e não para tratar crises. E, mais importante: a conduta na crise de asma deve ser feita caso a caso. Ou seja, conhecendo o tipo e a gravidade da sua asma, o seu médico orientará o passo a passo em caso de piora dos sintomas. Gratos pela visita.

Lorena Rebeca disse...

Boa noite iniciei tratamento com imunoterapia e ja tomei duas doses da primeira serie. Percebi q nessa segunda dose cansei ( tive a crise da asma) verifiquei que sao introduzidos acaros se poeira. O fato de ter cansado pode ter sido alguma reação da vacina.?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Lorena: desconheço a formulação da imunoterapia que está utilizando, mas é pouco provável que provoque uma crise de asma nas primeiras doses. Vale lembrar que se a asma não estiver bem controlada, está sujeita a surgir sintomas mesmo com tratamento adequado. Sugiro que entre em contato com seu alergista e peça que a oriente. Um abraço.

Anônimo disse...

gostaria de saber se o alenia não pode ser usado por pessoas que têm intolerância a lactose?e mais... a muitos anos usei alvesco receitado pelo peneumo,mas a alguns meses o alvesco foi substituido pelo seretide por uma alergista.este mes voltei ao pneumo e o informei da troca e novamente ele substituiu o seretide pelo alenia. estou na duvida, não sei se paro com o seretide pois está me fazendo muito bem . me ajudem

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

1) A quantidade de lactose no medicamento é baixa e não impede o uso em pessoas portadoras de intolerância à lactose. 2) Seretide e Alvesco são bem diferentes: Seretide é uma terapia combinada contendo 2 remédios um broncodilatador (salmeterol) e um corticóideinalado (fluticasona) Tem efeito de alívio mas também controla a asma. Alvesco contém apenas o corticóide inalado (ciclesonida) e não tem efeito aliviador, mas apenas controlador. Gratos pela visita

Day Delphino disse...

Minha filha teve crise de asma. a medica receitou Inalacao com Berotec e Atrovent, inalacao com Clenil A, Brondilat e Predsim. minha duvida é: posso dar Predsim e Clenil sendo que os dois sao Corticosteróides?

Day Delphino disse...

Olá. A medica do PS receitou pra minha filha com crise de asma inalação com Berotec e atrovent,inalaçao com Clenil A, Brondilat e predsim. minha duvida é se eu posso dar Predsim e Clenil sem problemas já que os dois são Corticosteróides?

Anônimo disse...

boa noite, minha filha tem 4 anos e faz tratamento com seretide 25/125, e piemonte 4 mg a 2 meses só que apareceu pelos no rosto e abdomen. será que tenho que mudar o medicamento ou suspeder o tratamento? Fernanda.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Day: não há problema em associar Predsim e Clenil A sob prescrição médica. Aproveito para lembrar que estes medicamentos são para alívio e usados nas croses. Passada a crise, é importante levar sua filha a um alergista para um tratamento contínuo para controle da asma e da rinite, com objetivo de controlar a doença e evitar novas crises. Gratos pela visita.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Fernanda: não tenho condições para avaliar a causa do aparecimento dos pelos pela internet. Mas não sugere que seja um efeito adverso pela medicação. Aconselho que não interrompa o tratamento mas sim que entre em contato com o médico que trata de sua filha e peça que a oriente. Gratos por sua visita ao nosso blog.

Day Delphino disse...

Obrigada pela atençao e pela resposta. Esse blog é demais.

Unknown disse...

Ola tenho comecinho de efsema pulmonar e asma,e uso aerogold e clenil mas ainda nao obtive susseso em aliviar as crises tenho muita falta de ar.como evitar. grata

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Se você está fazendo a medicação de forma adequada e não está ocorrendo melhora, é sinal de que há necessidade de uma nova avaliação médica para modificar seu tratamento. Contudo, não há como orientar pela internet. Para isso, é preciso analisar seu caso e examinar pessoalmente. Caso more no Rio, a nossa equipe médica está ao seu dispor na Clínica de Alergia da Policlínica Geral do Rio de Janeiro para poder prestar mais esclarecimentos. Gratos por sua visita.

leanjimi jimi disse...

gostaria de saber de forma bem clara, se possível, por quê sempre que eu tomo qualquer alimento gelado meus brônquios inflamam-se imediatamente?... tem remédio para prevenir?.. eu tenho bronquite asmática desde criança e jamais conheci outra pessoa que tivesse alergia a alimentos gelados..
---leandro nascimento---- são paulo

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Leandro: infelizmente não posso esclarecer sua dúvida através da internet, baseado apenas em seu breve relato e sem avaliá-lo pessoalmente. É essencial examinar, conhecer o grau de sua asma (ou bronquite asmática) para fazer um diagnóstico, orientar e indicar tratamento. Aconselho que procure um alergista. Para localizar um médico especialista em Alergia em S Paulo, procure no site da ASBAI: www.asbai.org.br. Siga os passos:
1) Clique na aba “Público” e depois em: “Localize seu especialista”.
2) Abrirá uma tela onde você escolherá o Estado (UF) e depois escolherá a cidade.
3) Clique então "enviar" e abrirá uma lista com os nomes de especialistas na localidade desejada.
Agradecemos sua visita.

Anônimo disse...

Olá, tenho 17 anos e fui diagnosticado com asma faz 8 meses, estava usando o Alenia 12/400 e o Aerolin para as crises, o tratamento estava indo tudo bem até o dia 20 do mês passado qnd começei sentir falta de ar novamente, ae fui no meu pneumologista e ele me passou o Budesonida 200 para usar depois de usar o alenia, ou seja, em 12/12 hrs e também me passou a prednisona 20 mg para tomar também em 12/12 horas, eu melhoro das crises mais elas voltam depois, e na maioria das vezes ela vem a noite e isso me atrapalha muito dormir, eu ja estou usando essas medicações faz 8 dias, melhorei um pouco so, quanto tempo demora para que eu nao tenha mais essas crises de falta de ar? E tbm eu estava soltando muito catarro na semana passada, o catarro era as vezes branco e as vezes transparente, ae eu estou usando um xarope de acetilcisteína 7,5 ml 2 vezes ao dia, sera q nao deu tempo dos medicamentos fazerem efeito para que eu nao sinta mais falta de ar? E também gostaria de saber se o que pode estar causando minhas crises sao as paredes do meu quarto que estao cheias de umidade e bolor, aguardo resposta.
Willian.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Willian: Se você está fazendo a medicação de forma adequada e não está ocorrendo melhora, é sinal de que há necessidade de uma nova avaliação médica para modificar seu tratamento. Mas, vale lembrar que tratar asma não se resume a tomar remédios. O tratamento da alergia através das vacinas (imunoterapia) pode diminuir a necessidade do uso de medicamentos. Além disso, é essencial combater os fatores agravantes para poder controlar a doença. No seu caso, é preciso corrigir os focos de umidade, mofo e bolor para conseguir controlar sua asma Converse com seu médico e peça que o oriente. Gratos pela visita ao nosso blog.

kbçãOo disse...

Meu filho tem 1 ano e 2 meses e o pneumologista receitou Alvesco ciclesonida só que na bula diz que o uso dela é para crianças acima de 04 anos...
E agora ???
Juliana

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Juliana: existem situações onde um médico pode prescrever um determinado medicamento não aprovado para a faixa etária do seu paciente. Este é o chamado uso "off label", isto é, o uso que não consta da bula. Convido que leia este texto publicado pela Anvisa: http://www.anvisa.gov.br/medicamentos/registro/registro_offlabel.htm
Em resumo, o médico pode utilizar uma medicação fora das indicações da bula ("off label") se julgar necessário, baseado no exame realizado e nas necessidades do seu paciente Gratos por sua visita.

Franciane Ferreira disse...

Sobre a intolerância a lactose, o medicamento alenia não interfere independente do grau de intolerância? Minha pulmonologista me passou alenia para uso contínuo no período de 3 meses. Ha um ano eu venho descobrindo intolerâncias alimentares diversas e no meu caso a lactose teve um grau altíssimo. Estou usando o medicamento ha apenas 2 dias e hj de repente vi o aviso sobre lactose na caixa. Sinceramente tenho muito medo de que o uso contínuo possa agravar meus sintomas de intolerância que são extremamente fortes.

Franciane Ferreira disse...

Sobre a intolerância a lactose, o medicamento alenia não interfere independente do grau de intolerância? Minha pulmonologista me passou alenia para uso contínuo no período de 3 meses. Ha um ano eu venho descobrindo intolerâncias alimentares diversas e no meu caso a lactose teve um grau altíssimo. Estou usando o medicamento ha apenas 2 dias e hj de repente vi o aviso sobre lactose na caixa. Sinceramente tenho muito medo de que o uso contínuo possa agravar meus sintomas de intolerância que são extremamente fortes.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Franciane: não posso opinar específicamente sobre seu caso pela internet, sem examinar pessoalmente. Contudo, lembro que A quantidade de lactose no medicamento é baixa. Por isso, não há impedimento no seu uso em pessoas portadoras de intolerância à lactose. Gratos por sua visita ao nosso blog.

Anônimo disse...

Boa tarde! O pediatra do meu filho receitou SERETIDE para ele, porém o mesmo tem apenas 2 anos e na bula diz que o medicamento só é indicado para maiores de 4 anos. Posso administrar a medicação mesmo assim?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Algumas crianças têm necessidade de usar o Seretide antes da idade prevista na bula. Vale lembrar que existem situações onde um médico pode prescrever um determinado medicamento não aprovado para a faixa etária do seu paciente. Este é o chamado uso "off label", isto é, o uso que não consta da bula. Convido que leia este texto publicado pela Anvisa: http://www.anvisa.gov.br/medicamentos/registro/registro_offlabel.htm

Em resumo, o médico pode utilizar uma medicação fora das indicações da bula ("off label") se julgar necessário, baseado no exame realizado e nas necessidades do seu paciente Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

Oi uma duvida esqueci de tomar meu alenia q é de 12 em 12 horas o q devo fazer . Faco nebulizacao tambem . E ja tem muito tempo nao tenho tido crise. Eu espero e tomo a outra no horario marcado

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Alenia é uma medicação para tratamento de controle da asma, sendo usado de maneira contínua, mesmo que esteja bem. A cápsula deve ser inalada duas vezes ao dia.Não se esqueça de lavar a boca após o uso. Obrigado pela visita ao nosso blog.

Gabriela Maria disse...

posso usar leucogem com montelair no meu filho de 3 anos?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Gabriela: não é possível opinar sem conhecer os dados clínicos do seu filho. Não recomendo que dê nenhuma medicação para seu filhinho sem a orientação do alergista que trata dele. Gratos pela visita.

hugo disse...

Olá Boa tarde, minha filha é alergica, tem rinite... Vai iniciar um tratamento agora com Budecort Aqua, e allegra. Ela tem 3 anos e assim que cheguei em casa eu vi que a idade recomendada é a partir de 6 anos... mesmo assim devo aplicar esse remedio? É seguro? Fiquei um pouco receosa. Podem me orientar... Muito obrigada

Anônimo disse...

Boa Tarde ! Meu filho tem 3 anos e 7 meses, e esta com rinite alérgica bem atacada neste tempo. O Otorrino receitou Cleniu A, mas tenho medo desses medicamentos, pelo fato de que não sei o que pode causar na saúde dele futuramente, ou até hoje mesmo. Gostaria de informação sobre o medicamento, tbm gostaria de saber qual a diferença entre Clenil A e Aerolin.

Obrigado !

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

1) Clenil A é uma medicação contendo um corticóide para uso inalado (beclometasona) sendo usado com objetivo de atuar controlando a inflamação dos brônquios. 2) O uso inalado é seguro e formulado de forma especial em doses mínimas (microgramas). Por isso, atua diretamente nos brônquios, com mínimo de reflexos no resto do seu organismo e não tem os mesmos efeitos colaterais dos corticóides usados sob a forma de comprimidos e xaropes. 3) Aerolin é um broncodilatador que tem efeito de alívio nos sintomas das crises de asma (ou bronquite). 4) Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro sobre a Rinite alérgica, intitulado: “É mais feliz quem respira pelo nariz”. Gratos por sua visita.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Hugo: os corticóides nasais sãomedicamentos seguros pois são medidos em doses mínimas (microgramas) fazendo com que atuem diretamente na mucosa nasal com mínimas repercussões no organismo. Budecort contém budesonida. A budesonida nasal pode ser usado em crianças pequenas, em casos especiais identificados pelo médico. A segurança da budesonida em crianças é grande. Por exemplo, esta substância é usada no medicamento "Pulmicort" usado para nebulização e autorizada em bula a partir de 6 meses de idade.Gratos por sua visita.

Alessandro Lima disse...

Ola meu filho foi diagnosticado com bronco espasmo, onde o médico receitou instalações com berotec e atrovent, mas apos começou aparecer pequenas manchas nos braços e pernas. Não encontrei informações a respeito podem em orientar.

Mônica Zonta disse...

Boa noite! Meu nome é Mônica e tenho um filho de 7 meses. Ele teve bronquiolite e a pediatra dele receitou Montelair, ele vai tomar por todo o inverno. Gostaria de saber se isto procede, pois li na bula que é para tratamento de asma. Muito obrigada!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Mônica: bronquiolite é uma virose causada pelo vírus sincicial respiratório. Estudos científicos apontam para a associação entre a infecção respiratória pelo VSR, sibilância na infância, com sibilância e maior risco para desenvolver asma. Aconselho que converse com a pediatra que trata do seu filho, exponha suas dúvidas e temores e peça que a oriente. Obrigado por visitar o Blog da Alergia.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Alessandro: o seu relato não sugere que haja relação de causa / efeito entre as manchas na pele e as nebulizações. Mas, não é possível fazer diagnóstico pela internet., Por isso, o caminho mais adequado é entrar em contato com o pediatra do seu filho e pedir que oriente. Obrigado por visitar o Blog da Alergia.

Anônimo disse...

Minha filha iniciou com crises de asma após os 7 anos de idade, as crises eram espaçadas e os médicos tratavam como bronquite. Uma vez por ano ela tinha uma crise mais forte durante a mudança de estação para o inverno, mas essas crises tem piorado e ficam cada vez mais forte, da ultima vez o aerolim não deu conta e ela teve de ficar no hospital tomando solumedrol na veia e soro visto que vomitou o dia todo junto com a crise.Ela tem imunodeficiência de IGA e faz tratamento profilático no HC da USP em São Paulo. Atualmente está fazendo uso de Singulair, budesonida spray nasal e Simbicort. Gostaria de saber se mesmo usando Simbicort ela pode fazer crise e se nesse caso posso usar aerolim associado pois ela já está com muito tosse, coração acelerado esta noite. E queria tb que me informasse se é normal cada crise vir pior que a outra, pois isso vem ocorrendo progressivamente. Obrigado. Aline

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Peço sua compreensão, mas o parecer que solicita não pode ser emitido através da internet, sem analisar seus dados clínicos e sem examinar pessoalmente. A nossa equipe médica está ao seu inteiro dispor na Clínica de Alergia da Policlínica Geral do Rio de Janeiro.



Anônimo disse...

Ola,me chamo andreza e meu marido tem asma ele toma zenhale ou seretide se ele toma clebil hfa 250 mcg spra no lugar do zenhale e do seretide tem algum problema.?pq na cidade q estamos nao vende zenhale e nem seretide.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Andreza: Clenil HFA 250 não substitui nem Zenhale nem Seretide. Aconselho que entre em contato com o médico que trata a asma de seu marido e peça uma orientação correta. Gratos pela sua visita ao blog da Alergia.

Anônimo disse...

Meu filho foi diagnosticado com asma a medica deu aerogold bombinha com espaçador mas esse começou de 4 a 4 horas e durante 3 dias de 8/8 hs e dipropionato de beclometazona uso de 12/12 hs por 1 mês ele estava com esta 96 de porcentagem de ar com bastante dificuldade de respirar e febre oscilando de 37 38 39 graus a minha preocupação são as tosses que do nada começam estou fazendo nebulização 3 vezes no dia com soro fisiológico e esta tomando uma vez por dia prednisolona por 4 dias esse tratamento começou dia 16/05/2014 a minha pergunta é é normal ele tossir dessa forma e por que a febre continua oscilando e a respiração dele esta bem rápida isso é normal eu fico preocupada e ate quando ele vai ficar assim pois as vezes ele fica bem de repente ele fica caído pois sempre foi uma criança bem ativa é normal ficar assim ele tem 4 aninhos spu novata com esse problema do meu filho...Adriana Kyssizanosky

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Adriana: o seu relato sugere que a crise de asma do seu filho não está controlada. Infelizmente não é possível opinar sem examiná-lo pessoalmente. O julgamento pela internet pode resultar em erros de conduta. Aconselho que retorne ao médico alergista que está tratando dele e peça nova avaliação. Obrigado pela visita ao nosso blog

Anônimo disse...

após uma crise muito forte de alma que meu filho foi internado na uti com baixa saturação a médica passou aerolim e predsin tratamento de 4 dias e não disse o que fazer após esse periodo?

Anônimo disse...

meu filho de 4 anos faz uso de seretide desde 1 ano. Alem disso, usa nasonex e sigulair baby para co duontrole de asma. Tenho duvida a respeito do seretide. Pode fazer mal para o coraçao?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

É muito importante para a recuperação de seu filho que o mesmo seja acompanhado neste período após alta hospitalar, para diminuir a possibilidade de nova crise de asma.
Obrigado pela visita.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Seretide é uma medicação segura pois é formulada em doses mínimas (microgramas), o que faz com que seu efeito seja dirigido diretamente aos brõnquios com mínimos efeitos no resto do organismo. Devemos lemnbrar que a asma sem controle adequado é uma doença que pode provocar graves danos ao crescimento e ao organismo infantil. O tempo de uso depende de cada criança e das necessidades de cada caso. Agradecemos sua visita ao nosso blog.

sirley disse...

Ola. Gostaria de saber si o tratamento com piemonte. E aerolin quando tem crises e um bom tratamento. Meu filho tem 7 anos . Obg

sirley disse...

Boa noite. Minha filha tem 1ano e tres meses, ela faz tratamento com montelair, e flixotide. E um bom tratamento. Ela tem bronquite.obg

Anônimo disse...

Boa noite, meu filho tem 5 meses e desde os 2 meses ele tinha um chiado no peito aos 4 meses ele teve várias crises de bronquiolite sendo que agora o chiado piorou, está muito alto a alergista passou clenil 50 de 12 em 12, gostaria de saber se este medicamento faz com que o chiado desapareça. Bianca

nikinha reis disse...

gente meu filho estar tossindo ,quero saber se posso dar Allegra com Fluimucil

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Sirley: O tratamento da asma (ou bronquite) pode variar em cada pessoa, dependendo da idade, da intensidade e do grau de controle da doença. Convido que escreva para nosso e-mail e enviaremos para você a cópia em PDF do livro "Alergia do século XXI" onde abordamos não só a asma como outras doenças alérgicas. Gratos pela visita.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Bianca: Clenil é um corticóide inalado. É uma medicação segura pois é formulado em doses mínimas (microgramas) de modo que atue diretamente nas vias pulmonares, com mínimos efeitos sistêmicos. Atua no tratamento de controle, combatendo a inflamação dos brônquios. Gratos pela visita.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Nikinha: a tosse não é uma doença, mas é sim um sintoma de alguma doença. Antes de dar um remédio, é preciso definir a causa da tosse da criança. Por isso não aconselho que dê qualquer remédio sem a orientação do médico que trata do seu filho. Obrigado pela visita.

Jéssica Jerônimo disse...

Olá, meu filho está com crise de bronquite asmática, fez nebulização com berotec e atroven, mas a conjestão nasal continua impossibilitando-o de dormir, não há presença de catarro mas a tosse e bem frequente, posso fazer uso do Noex budesonida 32 mcg/dose em uma tentativa de descongestionar a narina apos a nebuização.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Jéssica: a congestão nasal em geral resulta da rinite, que é uma alergia nasal que pode acompanhar a asma (ou bronquite asmática) O problema é que a presença da rinite impede o controle adequado da asma. Ressalto que Noex é uma medicação para uso no controle da rinite, mas não é adequado para tratar crises. Escreva para nosso e-mail e encaminharemos para você a cópia em PDF do livro sobre Alergia. Gratos pela visita.

Maria Lígia disse...

Olá, somos três alergicas em casa. Eu e minha duas filhas (3 e 1 ano). As três usamos avamys diariamente.
Além disso as duas usam singulair. E a mais velha, além de singulair faz flixotide diariamente. Esses tratamentos pesam um pouco financeiramente. Há algo similar ao flixotide que tenha um custo menor? E ao avamys? Obrigada!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Maria Lígia: existem formas de substituir as medicações, mas para isso, é preciso conhecer dados clínicos para avaliar o tipo e grau de controle da asma. Por isso, é aconselhável que a troca seja indicada pelo médico que acompanha o caso. Convido que escreva para nós e enviaremos o livro em PDF sobre Alergia. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

Minha filha de 3 anos está usando o Clenil 250 mcg 1 jato de manhã e à noite com prescrição médica ha 3 semanas. Nos últimos dias suas bochechas tem ficado muito avermelhadas. Isso pode ser por causa do remédio?

Anônimo disse...

Minha filha tem um ano e nove meses esta muito cansada já fiz inalação e não melhora o q devo fazer

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Infelizmente não temos como afirmar um diagnóstico sem examinar sua filha. Converse com o médico prescritor.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Se sua filha já está sendo medicada e não melhorou, recomendo que procure um pronto atendimento pediátrico para que seja examinada e receba o tratamento apropriado. Gratos por sua visita.

Postar um comentário

"Os comentários publicados sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste blog reservam-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou sem a devida identificação de seu autor também poderão ser excluídos".

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...