08 janeiro 2017

A asma e o verão


É uma crença generalizada entre a população que a asma "não ataca" no verão. Isso faz com que muitos pacientes interrompam o uso da medicação durante os meses mais quentes. Mas, uma recaída pode prejudicar os benefícios alcançados no tratamento de controle da inflamação brônquica e colocar o paciente em risco. 

É verdadeiro que a asma, assim como muitas outras doenças respiratórias, pode ter mais crises e complicações durante o inverno ou frio. Contudo, é uma doença crônica e, portanto, não pode ser tratada apenas em alguns períodos do ano.

O objetivo do tratamento da asma é alcançar o controle dos sintomas e das crises, com a menor dose de medicamentos e o mínimo de efeitos colaterais.

É importante frisar que a inflamação e hiper-responsividade brônquica estão presentes de forma subclínica, mesmo quando a pessoa não sente nada. Por isso, a interrupção do tratamento para o controle preventivo, aumenta os riscos crises de asma, se as condições ambientais mudam de repente ou se o paciente é exposto a um gatilho. 

Não devemos esquecer que há muitos gatilhos que podem provocar crises de asma e que são independentes das condições meteorológicas, como por exemplo, as substâncias que atuam como irritantes respiratórios, tais como gases, fumaça, poluição ambiental, ocupacional, produtos de limpeza, tintas, desodorantes, odores fortes, mudanças bruscas de temperatura, ar condicionado, e assim por diante. 

Outro conceito errado que também conduz à suspensão do tratamento é pensar que o uso contínuo dos medicamentos inalados leva ao vício e perda do efeito. Vale ressaltar que o uso diário de inaladores não só não prejudica como não perde o efeito, mas permite o controle adequado da asma. 

Por tudo isso, é essencial que os asmáticos não tomem decisões sozinhos mas sempre em comum acordo com o(a) médico (a) especialista. E, a resposta ao tratamento varia em cada paciente: há aqueles que podem reduzir a medicação, mas outros devem continuar com o mesmo esquema de tratamento durante todo o ano. 

O clima de verão é mais propício para os asmáticos, mas de modo algum significa que a asma não ataca no verão, nem justifica a suspensão do controle e tratamento. 


DICAS IMPORTANTES PARA CONTROLAR A ASMA NO VERÃO


- Evitar os gatilhos que podem ser mais comuns no verão, por exemplo, mudanças bruscas de temperatura em ambientes refrigerados, cloro de piscinas, etc. 

- Aproveitar o clima de verão para fazer atividades físicas. Como as condições ambientais são mais favoráveis nesta época do ano, o paciente pode realizar e praticar esportes ao ar livre. Se a asma é bem controlada, é pouco provável que o exercício desencadeie broncoespasmo. Caso aconteça, é indicado uso de um broncodilatador prévio. Recomenda-se consultar o (a) médico(a) que acompanha o tratamento.  

- Em viagens de férias, é fundamental levar os medicamentos e seguir a orientação  médicas relacionadas.

- Manter o tratamento, mesmo que esteja bem. A medicação controladora deve ser contínua (corticoides inalados) e o paciente deve consigo os medicamentos para resgate de crises (broncodilatadores). 

 FONTE: adaptado de: SLAAI 

0 Dê sua opinião:

Postar um comentário

"Os comentários publicados sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste blog reservam-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou sem a devida identificação de seu autor também poderão ser excluídos".

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...