Pular para o conteúdo principal

Dia Mundial de Asma - 03 de Maio 2016


O Dia Mundial de Asma é comemorado na primeira terça feira do mês de maio e tem o objetivo de alertar para a divulgação da doença, formas de prevenção e tratamento.

A asma continua a ser um desafio epidemiológico, e para continuarmos a diminuir o número de internações e, em especial, o número de mortes por asma. 

A GINA no Brasil visa divulgar o conhecimento sobre a asma entre os profissionais de saúde e equipe multidisciplinar que atua no tratamento da doença em nosso país, além de oferecer aos pacientes e seus familiares acesso a importantes informações que lhes auxiliem no controle da doença. A asma pode ser controlada e permitir uma vida normal. Para isso, a principal arma é a divulgação de conhecimentos e a educação do paciente e de seus familiares


Perguntas e respostas sobre asma brônquica


1. O que é Asma Brônquica?
A asma brônquica também chamada de “bronquite alérgica”, é uma doença das vias aéreas pulmonares caracterizada pela obstrução reversível do fluxo aéreo causado pela inflamação crônica dos brônquios e pode ser provocada por diversos fatores. A asma é uma doença que não tem cura, mas pode ser controlada, permitindo a seus portadores que levem uma vida normal.

2. Quais os principais sintomas?
Nos adultos são: falta de ar, inclusive durante o exercício, tosse e chiado no peito. Sendo piores pela manhã a ao deitar. Nas crianças, o diagnóstico de asma é mais difícil, já que há outras causas para o chiado, principalmente nos bebês. Muitas vezes a tosse pode ser o único sintoma.

3. Quem tem asma?
A asma pode se manifestar em qualquer idade desde o nascimento até a idade adulta. Em geral aparece durante a infância melhorando após a adolescência. É uma doença muito comum e está associada a outros casos de alergia (ex. alergia a medicamentos, alimentos, etc.. ).É o que chamamos de “atopia”, mas não se trata de doença contagiosa.

4. Como eu identifico a crise de asma?
As características da crise variam de pessoa para pessoa, podendo iniciar-se com sintomas leves como tosse e aperto no peito e ir se agravando com chiado, falta de ar, tosse com catarro, mal-estar, dificuldade na realização de atividades cotidianas e acordar durante a noite com sintomas respiratórios.

5. Quais são as causas da crise?
Mudanças de temperatura; -Infecção de vias respiratórias, como gripe e sinusite; -Reação alérgica a outras medicações; -Aspectos emocionais; -Exposição ao pó, poluição, fumaça de cigarro, odores fortes, spray, esforço físico exagerado e pêlos de animais.

6. Quais são as características de crise grave de asma?
–Não melhora do quadro apesar do uso do medicamento apropriado;
-Dificuldade para falar, andar ou comer;
-Lábios ou unhas arroxeados;
-Narinas se abrem durante a respiração;
-Pele do pescoço e ao redor das costelas se esticam durante a respiração;
-Batimento cardíaco acelerado;
-Suores frios.

7. Como devo proceder durante uma crise?
O paciente deve identificar as causas e procurar afastá-las e então, iniciar o tratamento para crises que seu médico orientou. A pessoa não deve subestimar a crise, mesmo que os sintomas sejam leves, para evitar a piora do quadro. Quanto maior o número de crises, maior a irritação do pulmão e assim, mesmo estímulos menores desencadearão novas crises. É importante manter a calma nessas ocasiões, uma vez que ficou provado a importância do fator emocional na crise da asma. Deve-se contatar o médico para receber orientação adequada.

8. O que são as “bombinhas” ?
“Bombinha” é maneira popular de chamar os medicamentos para asma brônquica na forma inalatória oral. Há vários tipos de inaladores, a maioria em sprays e alguns em pó seco. É atualmente considerada a forma preferencial do tratamento da asma brônquica, por que quando o medicamento é inalado, vai diretamente para os pulmões e há menor risco de efeitos colaterais no restante do organismo. Esta forma é usada tanto para os medicamentos para crises como para os de uso preventivo, não havendo riscos de “viciar” ou “fazer” mal para o coração.

9. Por que devo me preocupar com o ambiente para o asmático?
Porque é principalmente no ambiente onde habita que ele estará mais exposto aos agentes causadores dos sintomas asmáticos. O quarto é o principal foco de atenção, já que é o local onde o asmático passa a maior parte de seu dia.

10. O que são ácaros?
São organismos microscópicos que se alimentam de descamação da pele humana, de pelos de animais e também do mofo. Habitam locais onde há acúmulo de poeira como: colchões e travesseiros, carpetes, bichos de pelúcia, estantes, papéis e até animais de pelo. Os ácaros e seus excrementos são os maiores agentes causadores de alergias respiratórias.

11. Exercício faz bem?
A prática de esportes é importante no tratamento da asma brônquica, tanto em favorecer uma melhor capacidade respiratória, como também, no aspecto psicológico e social do portador de asma brônquica.

Fonte: Clique no link e conheça o site:
   
http://www.ginanobrasil.org.br/leigospacientes/faqs-asma/  


Comentários

  1. Anônimo6/5/16 11:02

    Bom dia, em determinados períodos do ano... em geral os mais secos. Não consigo usar desodorante aerosol sem sentir que estou sendo asfixiada... Seria o gás ou o desodorante? Seria asma ou rinite? Sem contar que quando acordo de manhã, sinto dores no peito e cansaço.
    Há alguns anos atrás uma médica me disse que eu poderia ter asma, mas leve... não acreditei mas fico me perguntando se agora seria. Ela evolui com o passar dos anos? Obrigada pelos assuntos bem explicados, ajudam muito.

    ResponderExcluir
  2. O seu relato não sugere que seja uma asma. Mas, não é possível fazer diagnóstico pela internet, sem uma avaliação criteriosa e pessoalmente. Recomendo uma consulta com alergista para que este possa avaliar o seu caso, conduzir a investigação diagnóstica e indicar o tratamento adequado para você. Agradecemos sua visita e suas palavras de incentivo ao nosso trabalho voluntátio no Blog da Alergia.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

"Os comentários publicados sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste blog reservam-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou sem a devida identificação de seu autor também poderão ser excluídos".

Postagens mais visitadas deste blog

Antialérgicos ou Anti-histamínicos

Histamina é o nome da substância química mais famosa envolvida nas reações alérgicas. Quando a histamina é liberada, provoca dilatação e inchação dos vasos, bem como aumento secretivo e coceira. No caso da rinite, a presença da histamina ocasiona coceira, espirros, coriza e bloqueio nasal. Na urticária provoca placas avermelhadas com muita coceira na pele. Na alergia ocular, resulta em coceira, avermelhamento e irritação da conjuntiva dos olhos. Na dermatite atópica pode ajudar no controle da coceira, que é intensa e prejudica a pele, agravando a doença.
Desde a década de 30 observou-se que era possível aliviar os sintomas da alergia usando remédios que antagonizassem com a histamina. Mas, só na década de 40 foi lançado o 1º remédio anti-histamínico. Desde então, o conhecimento só fez crescer e hoje dispomos de muitos remédios com esta finalidade.
É importante lembrar que a histamina não é exclusiva da alergia pois participa também de outras doenças. Por isso, hoje existem anti-histamín…

Alergias e reações na pele causadas por plantas

A natureza nos presenteia diariamente com plantas e flores proporcionando uma festa não apenas para os olhos mas para todos os sentidos. A sua utilidade prática é indiscutível e múltipla, seja purificando o ar, seja servindo como alimento ou como base para construção de habitações, na manufatura de mobiliário, utensílios, cosméticos, medicamentos, entre tantas outras aplicações. Se apenas tivessem o papel de embelezar, já seriam fundamentais, aliviando a dureza do cotidiano e transmitindo paz numa convivência harmoniosa de longa data com o ser humano.
Mas, em algumas situações, a pele pode desenvolver reações quando entra em contato com plantas e daí pode coçar, se tornar vermelha, apresentar uma erupção cutânea e até inflamar. Estas reações surgem pelo contato com a pele, algumas puramente por irritação direta e outras, por mecanismo alérgico.
Até mesmo árvores podem produzir um eczema de contato alérgico, sendo o exemplo mais conhecido a Aroeira, uma árvore de madeira de alta resist…

Pitiríase rósea

É uma doença conhecida desde 1860, quando foi descrita por Camille M. Gibert, sendo conhecida também como Pitiríase rósea de Gibert.
Não se conhece exatamente a causa, mas parece que a hipótese mais viável é que seja ocasionada por vírus, como por exemplo, o vírus do herpes. Mas, é possível que dependa de uma tendência genética do indivíduo, o que seria um facilitador do aparecimento da doença. Questiona-se também outros mecanismos, envolvendo alguns tipos de medicamentos, autoimune, associação com outras doenças, etc. Fatores psicológicos ou estresse podem facilitar o aparecimento da doença, assim como alterações da imunidade e gravidez. Não é contagiosa.
É mais comum em adultos, acometendo mulheres e homens, sendo rara em crianças pequenas e em idosos, ocorrendo preferencialmente na primavera e no outono. O maior problema é que sua evolução pode ser prolongada e durar de semanas a meses, assustando o doente. Em alguns casos pode recidivar, mas não é comum que aconteça


Quadro clínico.