Pular para o conteúdo principal

Asma e Rinite

  Muitas pessoas têm asma e também têm rinite. 
E não é raro que estas duas doenças ocorram juntas.
Porque isto acontece? 
 

1: Nariz e pulmões pertencem ao mesmo aparelho respiratório, numa mesma pessoa. 
É errado raciocinar como se fossem estruturas separadas. Na realidade, o aparelho respiratório é único: começa no nariz e termina nos alvéolos pulmonares, em total sincronia: VIAS RESPIRATÓRIAS UNIDAS.


2: O trabalho respiratório é integrado. Ao inspirar, o nariz recebe o ar e imediatamente começa o processo da respiração. Este ar será aquecido, filtrado, umedecido, condicionado e limpo, proporcionando melhores condições para que a respiração pulmonar se realize adequadamente. Ou seja, o nariz é o primeiro passo da respiração. Protege o organismo contra o ingresso de microrganismos presentes no ar que respiramos, retém as impurezas, regula a temperatura e a umidade do ar que passa em direção aos pulmões. 

3: O ar continua seu caminho em direção aos brônquios, por onde entra nos pulmões e daí percorrerá um caminho até os alvéolos onde ocorrerá a troca do oxigênio (O2) pelo gás carbônico (CO2) que será exalado. 

Traduzindo: ninguém respira só com o nariz ou só com os pulmões! Simples assim... 
Mas na prática não é tão simples: somos capazes de permanecer dias, meses e até anos com as narinas entupidas, espirrando e muitas vezes, sem tratamento. Com o passar do tempo, certamente o pulmão também sofrerá. 

Rinite é grave? 
As pessoas têm mais medo da asma do que da rinite, que é considerada uma doença de menor importância. A rinite não é uma doença grave. Porém, como diz o ditado popular, a rinite não mata, mas...maltrata! A inflamação repetida da mucosa nasal na Rinite Alérgica pode resultar em acometimento os olhos, ouvidos, seios da face, amígdalas, faringe e pulmões. E a rinite pode desencadear a “TUDOITE”: sinusite, otite, amigdalite, conjuntivite, piora da asma (ou bronquite), etc...  E forma-se o problema: 
A pessoa, seja criança ou adulto, passa a ficar permanentemente com algum problema, tosse, catarro, mal estar, respiração bucal, entre outros.
Em suma, a rinite não mata, mas pode maltratar muito!

Rinite e asma: doenças interligadas 
Os estudos mostram que cerca de 80% das pessoas que têm asma, têm também a rinite alérgica. O contrário não é tão alto, mas também é expressivo: cerca de 40% das pessoas que têm rinite, têm também a asma. 

E esta associação não é inerte: as duas doenças interagem. A presença dos sintomas nasais, em especial da obstrução do nariz, leva ao agravamento da asma, piora das crises, maior gasto com remédios, maior sofrimento às pessoas. 

A rinite alérgica pode “virar” uma asma? 
De certo modo, sim. Nem todo mundo que tem rinite terá obrigatoriamente asma. Mas, as pessoas portadoras de rinite (crianças ou adultos) têm alto risco de evoluir com surgimento de asma. O inicio da asma pode passar despercebido, surgindo como uma tosse insistente, quando ri, brinca, ao fazer esforços ou durante a noite. Numa pessoa que tenha as duas doenças, tratar a rinite melhora a asma? Sim. É provado que quanto pior estiver a rinite, pior será o comportamento pulmonar. E, o contrário: tratar a rinite leva a uma grande melhora da asma. 

Concluindo: embora o nariz e os brônquios tenham funções diferentes, compõem a mesma via respiratória, ou seja, um caminho único e revestido por um mesmo tipo de mucosa. Por isso, é necessário tratar da rinite para se conseguir sucesso no controle da asma. As vias respiratórias são unidas: do nariz até os pulmões! Não adianta tratar só a asma sem tratar a rinite e vice versa.

PS: vale lembrar que  Asma, Bronquite asmática, Bronquite alérgica ou simplesmente bronquite, são nomes usados popularmente para definir uma mesma doença. 

Comentários

  1. Olá meu otorrino olhou meu ouvido e disse que tem cera e vai ter que fazer a limpeza. Vou ter que usar durante 6 dias o Cerumin nos 2 ouvido, E tambem como atacou uma gripe provavelmente atacou minha rinite. E me recomendou Avamys. Será que posso O cerumin ao mesmo tempo do Avamys spray nasal ou pode dar alguma complicação por que o ouvido e o nariz são o mesmo canais.

    ResponderExcluir
  2. Sim. Você pode utilizar a medicação prescrita por seu médico otorrino. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos por sua visita ao Blog da Alergia..

    ResponderExcluir
  3. olá , bom eu tenho rinite alergica crônica e estou iniciando meu tratamento com imunoterapia, mas gostaria de tirar uma duvida:
    eu tenho acne tbm, e gostaria de tratar os dois, tem algum problema? no caso eu iria começar a imunoterapia e depois de 1 ano +/- de tratamento iria tratar da acne com roacutan e continuar com a imunoterapia, tem algum problema tratar dos dois ao mesmo tempo? Obrigado, amei o blog,graças a vocês to tirando todas as dúvidas de alergia e conheci o tratamento,grato.

    ResponderExcluir
  4. Queria muito receber o livro sobre rinite, muito bom este blog !!!
    Meu e-msil: leandrac_costa@ yahoo.com.br, desde já obrigada!

    ResponderExcluir
  5. Leandra: o slivro solicitado foi enviado para seu e-mail. Gratos por sua visita.

    ResponderExcluir
  6. É possível tratar a acne simultaneamente ao tratamento da alergia, mas o importante que os médicos que acompanham seu tratamento estejam bem informados para que possam atuar em conjunto. Obrigado por visitar o Blog da Alergia.

    ResponderExcluir
  7. Gostaria de saber se o xarope BRONDILAT PEDIATRICO é para tratar ou para tirar a crise?

    Pode o uso contínuo? ??

    ResponderExcluir
  8. Edilene: o xarope brondilat apenas alivia sintomas, mas não trata a asma e não deve ser dado de maneira contínua. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Obrigado por visitar o Blog da Alergia.

    ResponderExcluir
  9. Bom dia! Gostaria de uma ajuda fui no otorrino pq estava cm pus na garganta. Ele passou endoscopia pq poderia ser refluxoe pediu ora tomar o pantoprazol. Mas no exame não deu nada. Ele pediu pra continuar tomando o pantoprazol e pediu pra tomar o Ebastel pra renite. Sera q pode tomar esses dois? Meu pescoço agora esta ardendo sera que piorou minha renite?

    ResponderExcluir
  10. Anne Caroline: Ebastel pode ser usado em conjunto com pantoprazol. Obrigado por visitar o Blog da Alergia.

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. José: o livro foi enviado para seu e-mail. Obrigado pela visita ao Blog da Alergia.

    ResponderExcluir
  14. José: a possibilidade da medicação losartana provocar asma é rara, ao contrário do atenolol, Converse com seu médico e peça que o esclareça sobre este fato, Obrigado pela sua visita ao Blog da Alergia.

    ResponderExcluir
  15. Olá! Me chamo Ricardo!
    Nunca fui alérgico a nada e sempre tive uma resistência anormal a gripes e viroses(ou os sintomas pelo menos...) mas depois que minha esposa pegou uma virose, eu aparentemente peguei assim que ela se recuperou, a ponto de me sentir bem mal e procurar um médico. Na visita médica a profissional disse que eu tinha apenas uma rinite, mas como a mesma não me atendeu muito bem, fui logo em seguida a outro médico, e o mesmo mandou tirar um raio x e constatou que os pulmões estavam limpos mas que eu tinha desenvolvido uma sinusite. Pois bem, me receitou budesonida para as narinas, uma amoxilina das super caras e um outro antialérgico que não lembro o nome. Até que com poucos dias melhorei bastante... Mas meus problemas começaram mesmo depois disso, pois estou criando como um filho uma tosse seca que parece não me abondonar mais... Tomei 2 vidros de uma xarope chamado expec(confesso que o primeiro tomei errado porque dava sono no comeco pois a recomendação era tomar de 4 em 4h) e após o segundo frasco até comecei a melhorar, eliminando aquela secreção amarela de catarro que vinha em pouquíssima quantidade... Mas acho que a tosse não suportou a distância entre nós e voltou com tudo... Sinto como se tivesse um picarro permanente na garganta, o que me faz tossir desgarradamente. Será que tem algum advogado na forma de remédio ou tratamento que faça essa tosse se separar de mim de vez?!?!?! Agradeço desde já!

    ResponderExcluir
  16. Por favor, gostaria muito de receber o livro ou os livros sobre tosse, renite, asma, bronquite, pouscminha filha é muita alérgica e tem crises constantes de tosse.....já tentei de tudo, vários médicos, remédios dos mais variados ....e a tosse a acompanha....ela tem só 8 anos.

    ResponderExcluir
  17. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

    ResponderExcluir
  18. Para tratar a tosse, é preciso definir sua causa. Em geral a tosse persistente em criança, sem uma ausculta pulmonar significativa, tem como causas principais: rinite, secreção pós nasal, sinusite, asma, refluxo, entre outras. Sugiro que leve sua filha a um(a) alergista. Gratos pela visita.

    ResponderExcluir
  19. Ricardo: A tosse não é a doença em si, mas sim o sintoma de um problema. O tratamento da tosse varia em cada pessoa e depende portanto da causa envolvida em cada paciente. Xaropes não resolvem se esta causa não for combatida. Para pesquisar a causa de uma tosse, é necessária uma consulta tradicional onde o médico analisará seus dados clínicos, julgará os fatores envolvidos, examinará o paciente e, se for necessário, solicitará exames. Por isso, não há como orientar seu tratamento ou opinar sobre a causa de sua tosse através de um aconselhamento na internet e sem examiná-lo pessoalmente. Caso more no Rio, a nossa equipe médica está ao seu dispor na Clínica de Alergia da Policlínica Geral do Rio de Janeiro para avaliar seu caso e prestar maiores esclarecimentos. Obrigado por visitar o Blog da Alergia.

    ResponderExcluir
  20. Boa tarde, tenho crises constantes de asma q tratam no hospital só pra sair da crise, tenho rinite e sinusite,por a asma sempre volta.Faço uso de prednisolona e Aerodini,agora o medico me receitou o Alenia, gostaria de saber se é um nedicamento seguro?

    ResponderExcluir
  21. Kelly: Alenia é uma medicação inalada usada no tratamento de controle da asma. Trata-se da chamada “terapia combinada” pois contém num mesmo inalador, dois medicamentos: um broncodilatador (formoterol) e um corticóide inalado (budesonida). Os remédios em terapia combinada têm objetivo de atuar sobra a inflamação dos brônquios, controlando a doença e prevenindo as crises de asma. O uso inalado é seguro e formulado de forma especial em doses mínimas (microgramas). Por isso, atua diretamente nos brônquios, com mínimo de reflexos no resto do seu organismo e não tem os mesmos efeitos colaterais dos corticóides usados sob a forma de comprimidos e xaropes. Mas, tratar não se resume aos remédios. É preciso combater ácaros em sua casa, afastar fatores agravantes da doença, que variam em cada pessoa. Aconselho que procure um alergista para orientá-la de forma adequada e segura. Gratos por sua visita ao Blog da Alergia

    ResponderExcluir
  22. Joelson Rodrigues15/2/16 00:32

    Eu tenho um irmão que se trata a anos de renite e asma mas eu nunca tive histórico de problemas respiratórios e agora depois de adulto(37 anos)comecei a ter falta de ar e meu nariz fica entupido, meu RX não acusou nada nos pulmões o RX da face tambem nao acusou nem renite nem sinusite e o teste alergico aquele de espetar o braço em varios pontos deu negativo, fui ao pneumologista e ele me deu um tratamento de 20 dias com indacaterol capisula inalatória bronquiodilatadora e após retornar ao pneumo, ja faz 10 dias que estou fazendo o tratamento mas nao estou vendo melhora do meu quadro,acho que esse medicamento não esta apropriado para o meu problema, estou muito preocupado e com medo.

    ResponderExcluir
  23. Se você fez a medicação de forma adequada e não obteve melhora, é recomendável que retorne ao seu médico e peça nova avaliação e conduta. Infelizmente não é possível julgar a sua medicação baseado apenas nos dados enviados e seu relato e sem uma avaliação criteriosa e pessoalmente, Obrigado pela visita ao Blog da Alergia.

    ResponderExcluir
  24. Boa noite meu nome é Bruna estava procurando resposta na internet e tive a felicidade de encontrar esse blog! Preciso muito esclarecer uma dúvida, eu tenho rinite asma bronquica , dermatite atopica , e artrite juvenil reumatóide, e parece que estao todas ligadas umas as outras! Eu tenho 20 anos a asma e rinite desde que nasci "eu acho" mas a artrite e a dermatite apareceu á alguns anos (3anos) . Eu ja me auto-indentifiquei alguns fatores que tenho alergia : condimentos,conservantes, corantes e álcool me atacam a dermatite instantaneamente , ja o stress ataca tanto dermatite quanto artrite, asma e rinite . Sofro muito com isso , ja passei em varios medicos , mas acabo adiquirindo alergia a quase tds os antialergicos que me sao receitados , e ja tem uns 5 meses que eu encontrei um farmacêutico que me receitou um xarope de nome "celerg " e devo confesar que estou amando , pois nao tenho mais urticaria e melhora muito minha respiração! Mas mesmo tomando tds os dias na hr de dormir eu ainda sinto muita falta de ar se faço algum tipo de esforço fisico ..e como o xarope é a base de corticoides , eu queria saber se deve continuar se pode me causar danos futuramente ou me engordar ? Ou se vcs podem me dizer qual a melhir solução pra mim , pois as vezes fica difícil pois qualquer tipo de estresse que eu sofra eu fico ridícula devido a urticaria e com muita falta de ar devido as outras alergias .
    Obrigada

    ResponderExcluir
  25. Boa noite meu nome é Bruna estava procurando resposta na internet e tive a felicidade de encontrar esse blog! Preciso muito esclarecer uma dúvida, eu tenho rinite asma bronquica , dermatite atopica , e artrite juvenil reumatóide, e parece que estao todas ligadas umas as outras! Eu tenho 20 anos a asma e rinite desde que nasci "eu acho" mas a artrite e a dermatite apareceu á alguns anos (3anos) . Eu ja me auto-indentifiquei alguns fatores que tenho alergia : condimentos,conservantes, corantes e álcool me atacam a dermatite instantaneamente , ja o stress ataca tanto dermatite quanto artrite, asma e rinite . Sofro muito com isso , ja passei em varios medicos , mas acabo adiquirindo alergia a quase tds os antialergicos que me sao receitados , e ja tem uns 5 meses que eu encontrei um farmacêutico que me receitou um xarope de nome "celerg " e devo confesar que estou amando , pois nao tenho mais urticaria e melhora muito minha respiração! Mas mesmo tomando tds os dias na hr de dormir eu ainda sinto muita falta de ar se faço algum tipo de esforço fisico ..e como o xarope é a base de corticoides , eu queria saber se deve continuar se pode me causar danos futuramente ou me engordar ? Ou se vcs podem me dizer qual a melhir solução pra mim , pois as vezes fica difícil pois qualquer tipo de estresse que eu sofra eu fico ridícula devido a urticaria e com muita falta de ar devido as outras alergias .
    Obrigada

    ResponderExcluir
  26. Bruna: boa tarde. Infelizmente a medicação não é adequada e seu uso sem acompanhamento médico é perigoso. Recomendo uma consulta com alergista para que este possa avaliar o seu caso, conduzir a investigação diagnóstica e indicar o tratamento corretoo. Agradecemos sua visita ao Blog da Alergia.

    ResponderExcluir
  27. Bom dia.
    Eu roncava demais e fiz uma cirurgia de desvio de septo. Desde então ronco raramenete. Mas nos ultimos meses ele voltou. E 1 ano depois, parece que adquiri rinite, pois nao comsigo respirar direito e sempre meu nariz está obstruido. Tem como resolver meu caso? Cirurgia ou medicação?

    ResponderExcluir
  28. Alyson Boa tarde. O tratamento da rinite alérgica não é cirúrgico. Procure um(a) alergista para definir o diagnóstico e indicar o tratamento mais adequado para seu caso. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

    ResponderExcluir
  29. Tenho uma filha de 4 anos que tem rinite alérgica e asma utiliza avamys e seretide 25/125
    Período de seis meses continuo
    Esse procedimento é adequado?

    ResponderExcluir
  30. Célia: a medicação citada pode ser usada em crianças. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

"Os comentários publicados sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste blog reservam-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou sem a devida identificação de seu autor também poderão ser excluídos".

Postagens mais visitadas deste blog

Antialérgicos ou Anti-histamínicos

Histamina é o nome da substância química mais famosa envolvida nas reações alérgicas. Quando a histamina é liberada, provoca dilatação e inchação dos vasos, bem como aumento secretivo e coceira. No caso da rinite, a presença da histamina ocasiona coceira, espirros, coriza e bloqueio nasal. Na urticária provoca placas avermelhadas com muita coceira na pele. Na alergia ocular, resulta em coceira, avermelhamento e irritação da conjuntiva dos olhos. Na dermatite atópica pode ajudar no controle da coceira, que é intensa e prejudica a pele, agravando a doença.
Desde a década de 30 observou-se que era possível aliviar os sintomas da alergia usando remédios que antagonizassem com a histamina. Mas, só na década de 40 foi lançado o 1º remédio anti-histamínico. Desde então, o conhecimento só fez crescer e hoje dispomos de muitos remédios com esta finalidade.
É importante lembrar que a histamina não é exclusiva da alergia pois participa também de outras doenças. Por isso, hoje existem anti-histamín…

Pitiríase rósea

É uma doença conhecida desde 1860, quando foi descrita por Camille M. Gibert, sendo conhecida também como Pitiríase rósea de Gibert.
Não se conhece exatamente a causa, mas parece que a hipótese mais viável é que seja ocasionada por vírus, como por exemplo, o vírus do herpes. Mas, é possível que dependa de uma tendência genética do indivíduo, o que seria um facilitador do aparecimento da doença. Questiona-se também outros mecanismos, envolvendo alguns tipos de medicamentos, autoimune, associação com outras doenças, etc. Fatores psicológicos ou estresse podem facilitar o aparecimento da doença, assim como alterações da imunidade e gravidez. Não é contagiosa.
É mais comum em adultos, acometendo mulheres e homens, sendo rara em crianças pequenas e em idosos, ocorrendo preferencialmente na primavera e no outono. O maior problema é que sua evolução pode ser prolongada e durar de semanas a meses, assustando o doente. Em alguns casos pode recidivar, mas não é comum que aconteça


Quadro clínico.

Alergias e reações na pele causadas por plantas

A natureza nos presenteia diariamente com plantas e flores proporcionando uma festa não apenas para os olhos mas para todos os sentidos. A sua utilidade prática é indiscutível e múltipla, seja purificando o ar, seja servindo como alimento ou como base para construção de habitações, na manufatura de mobiliário, utensílios, cosméticos, medicamentos, entre tantas outras aplicações. Se apenas tivessem o papel de embelezar, já seriam fundamentais, aliviando a dureza do cotidiano e transmitindo paz numa convivência harmoniosa de longa data com o ser humano.
Mas, em algumas situações, a pele pode desenvolver reações quando entra em contato com plantas e daí pode coçar, se tornar vermelha, apresentar uma erupção cutânea e até inflamar. Estas reações surgem pelo contato com a pele, algumas puramente por irritação direta e outras, por mecanismo alérgico.
Até mesmo árvores podem produzir um eczema de contato alérgico, sendo o exemplo mais conhecido a Aroeira, uma árvore de madeira de alta resist…