01 outubro 2014

Dia Mundial da Urticária - 1º Outubro 2014






Esclarecendo dúvidas sobre urticária

Há 5 meses estou com urticária. Todos os dias eu fico com o corpo cheio de placas que coçam muito. Fiz os exames solicitados (sangue, urina e fezes) e nada foi encontrado. . 
A urticária parece uma doença simples, já que suas lesões são características, facilmente reconhecidas e diagnosticadas. No entanto, tudo muda de figura quando se fala nas causas da doença, que podem envolver fatores variados, como: medicamentos, alimentos, agentes físicos (roupas apertadas, frio, calor, luz solar, suor etc), parasitoses, infecções variadas, doenças internas, etc. Além disso, existe uma parcela de casos de urticária que são considerados "idiopáticos", ou seja, onde a causa não é detectada ou não identificável. Pode ser o seu caso. É recomendável manter o tratamento sendo muito importante que se estabeleça um clima de diálogo e confiança entre o médico e o paciente. Mesmo que não se tenha a cura, é possível conquistar melhor qualidade de vida.


Há um mês apresento um quadro com uma coceira irritante, pele avermelhada e grossa em algumas regiões que foi diagnosticado como urticária. Como posso saber o que levou a esse quadro e evitar para me sentir melhor? 
Urticária é uma doença alérgica bastante comum e que se acompanha de lesões na pele em geral coçando bastante. A urticária pode ter duração curta e desaparecer em dias (chamada neste caso de urticária aguda) ou as lesões podem persistir mesmo com tratamento (chamada de urticária crônica quando passa de 6 semanas). O mais importante no tratamento é a busca da causa que originou o problema, baseado na história clínica e em exames complementares. O antialérgico (antihistamínico) serve para alívio dos sintomas. O tratamento da urticária tende a ser prolongado, necessitando persistência e uma relação de confiança com seu médico.


O que é dermografismo? 
Quero saber como é o tratamento desta doença. 
Dermografismo é um tipo de urticária desencadeada quando se pressiona a pele. É uma doença benigna, porém de longa duração e bastante incômoda. O principal sintoma é a coceira na pele e por isso o tratamento inclui o uso de antihistamínicos (antialérgicos), bem como: 1) evitar situações que causem atrito ou pressão na pele 2) hidratação cutânea. 3) detecção e combate aos possíveis fatores agravantes do problema. Frequentemente é necessário o uso prolongado dos medicamentos antialérgicos. 

De um ano pra cá quando faz frio, as partes de meu corpo que não estão cobertas por blusa e estão em contato com o vento frio começam a coçar sem parar e a ficar vermelhas. O que pode estar acontecendo
O seu relato sugere que possa ser uma urticária ao frio, onde o contato com água, vento ou objetos gelados faz surgir na pele vermelhidão e placas que coçam. Enquanto aguarda a consulta evite exposição ao frio como mergulhar em águas geladas, viajar para lugares frios e contato direto com gelo. 


Eu tenho urticária. Não posso me expor ao sol que fico toda empolada
Um dos diagnósticos possíveis no seu caso é a urticária solar, que é uma resposta alérgica da pele a diferentes comprimentos de onda de luz que se acentua no verão. A exposição progressiva por curto intervalo de tempo à luz do sol ou radiação ultra-violeta antes da estação pode ajudar a diminuir ou evitar a reação. Os antihistamínicos costumam controlar bem o problema, e seu uso prolongado não está associado a efeitos colaterais significativos. Os produtos mais antigos podem provocar sonolência e comprometer a atenção nas pessoas que dirigem e/ou trabalham com máquinas. Os compostos mais modernos são melhor tolerados e seguros para a maioria das pessoas. 

Fonte das perguntas: site da ASBAI RJ

5 Dê sua opinião:

luxoadm disse...

Eu tenho urticária, já tive cinco crises em 20 anos...a última durou um ano...tomando medicação, faz dois meses que estou "curada", mas sei que tenho que fazer a dieta para sempre - corantes, conservantes, medicamentos - produtos de limpeza,etc..etc... no meu caso até carne bovina, mas Graças a Deus e uma Alergista maravilhosa, consegui aprender a me cuidar...

luxoadm disse...

meu nome é Isabel sou de Guarulhos

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Isabel: Obrigada pelo envio do seu depoimento ao Blog da Alergia.

Anônimo disse...

Vc é do RJ?
Procuro desesperadamente uma alergista aqui e não encontro uma boa.
Marina

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Marina: a nossa Clínica de Alergia funciona no Rio de Janeiro. Atendemos sem hora marcada, em ordem de chegada. Funcionamos de segunda a sexta feira. Basta chegar pela manhã de 8 às 10:30 e à tarde de 13 às 15 horas. Por favor, ligue para (21) 2517 4206 ou 2210 2810, fale com a nossa secretária e informe-se sobre mais detalhes. Obrigado pela visita e volte sempre ao nosso Blog.

Postar um comentário

"Os comentários publicados sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste blog reservam-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou sem a devida identificação de seu autor também poderão ser excluídos".

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...