04 agosto 2013

Asma - mitos e preconceitos



A asma está "na sua cabeça"
(falso) 
A asma é uma condição genética (hereditária) e não é uma doença de origem "nervosa" ou emocional. Fatores emocionais podem atuar como "gatilhos" e provocar ou agravar crises.

Se uma pessoa que tem asma está encatarrada e tossindo ao meu lado, eu posso pegar?
(falso) 
Não. A asma não é contagiosa.

A asma pode ser curada
(falso) 
A asma é uma condição que pode ser controlada mas ainda não tem uma cura. No entanto, com diagnóstico apropriado e uma boa gestão, o asmático pode ter uma vida normal e ativa.

"Bombinhas" de corticóides são perigosas e viciam 
 (falso) 
Não. Corticosteróides inalados são medicamentos preventivos, e são a melhor maneira de manter a asma moderada ou grave sob controle. São medicamentos seguros, eficazes e não causam vício.

A asma cura com a idade, não mata e por isso não é motivo de preocupação
 (falso) 
Algumas crianças podem ter asma na infância e não ter mais na idade adulta. Contudo, a asma não desaparece na maior parte dos casoa. E, mesmo quando os sintomas desaparecem completamente, há uma chance de que possam voltar mais tarde na vida, particularmente em situações especiais como infecções, gravidez, etc. Outra situação é que a asma desapareça, mas mantendo sintomas nasais de rinite alérgica não valorizada e não tratada, sendo um fator para que a asma reinicie na idade adulta. Infelizmente uma crise grave de asma pode resultar em hospitalização e até matar. 

Asma pode melhorar se a pessoa mudar de cidade ou de país
(depende) 
Como a asma é uma doença que varia em cada pessoa, não existe uma regra. Algumas pessoas se dão melhor morando em cidades de praia, outros na serra. Mas infelizmente a maioria dos fatores desencadeantes ou gatilhos, podem ser encontrados onde quer que vá, como por exemplo os ácaros da poeira domiciliar. Por isso não há como afirmar qual o melhor lugar para a pessoa que tem asma morar.

Fumar não afeta a asma 
(falso)
O tabagismo é um grave gatilho da asma. Pessoas com asma não devem fumar e se possível não devem ter fumantes em sua casa. Estudo recente demonstrou que bebês que nascem de mães fumantes têm maior chance de desenvolver asma do que as crianças de mães não-fumantes.

Pessoas com asma não podem fazer atividades físicas
(falso)
A asma bem controlada não impede atividades físicas, natação ou esportes. 

Se você tem asma, não pode ter animais de estimação
(falso) 
Cada pessoa é uma pessoa.  Dependendo do animal, os alérgenos podem ser encontradas na saliva, o suor, o cabelo, a urina ou a pele morta. Algumas pessoas têm animais de estimação, outras podem ter problemas ou até ter alergia a animais como por exemplo gatos e cães. Cada caso é um caso. 

A dieta sem leite e trigo melhora a asma. 
(falso) 
Na maioria dos casos, a dieta tem papel muito pequeno na gestão da asma. Evitar trigo e leite sem critério pode causar problemas de nutrição, particularmente em crianças. Estudos têm demonstrado que o leite não aumenta a produção de muco nem piora a asma. Em resumo, recomenda-se uma alimentação saudável e equilibrada. Dietas são indicadas apenas para as pessoas portadoras de intolerância ou alergia alimentar comprovada.

Corantes, aditivos e preservativos são causas comuns de asma
(falso) 
Corantes não são causas frequentes de asma  Alguns conservantes, como por exemplo metabissulfito de sódio, que está presente no vinho e frutas secas podem piorar os sintomas de asma em algumas pessoas, mas não são a causa da doença. O glutamato monossódico que é usado em temperos não é causa comum de asma. Também não há provas científicas de que o corante amarelo (tartrazina) seja causa de asma. Em resumo, cada pessoa deve ser avaliada individualmente. 

É normal usar "bombinhas" de alívio todos os dias 
(falso) 
Não. Bombinhas de alívio servem apenas para tratar crises e não precisam ser usadas todos os dias. Explicando melhor: Os remédios inalados são os melhores para tratar a asma e podem ser divididos em tres grupos: 
1) Remédios para alívio de crises ou broncodilatadores: têm efeito rápido, provocando relaxamento dos músculos dos brônquios e melhorando a passagem do ar.  Atuam para aliviar crises, mas têm pouco efeito na inflamação crônica da asma e no controle da doença. 
2) Remédios para controle da asma ou corticóides inalados: atuam diminuindo a inflamação e portanto atuando sobre o fator básico da asma. 
3) Terapias combinadas: neste caso, os medicamentos são usados combinados num mesmo inalador - broncodilatadores de ação prolongada com corticóides inalados, para uso diário no controle da asma.  
Se uma pessoa tem necessidade de usar a medicação de alívio com frequência é sinal de que ela não está bem e que sua asma não está controlada. Se for o seu caso, fale com seu médico e peça que indique uma medicação de controle para uso todos os dias, mesmo que esteja se sentindo bem. Assim será possível controlar a asma e evitar crises, atendimentos em pronto socorros e internações hospitalares.
Fonte: Medicinenet.com

37 Dê sua opinião:

Anônimo disse...

Olá, gosto muito desse blog e admiro pessoas como vocês que ajudam ao próximo sem nada em troca, gostaria de saber se asma que surge na adolescência pode sumir com o passar dos anos, tenho 17 anos e tenho asma desde os 15, e estou fazendo uso do Alenia faz 4 meses, gostaria de saber também como faço para evitar as crises de asma, e parabéns pelo trabalho.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A asma não tem cura mas o tratamento permite o controle da doença e uma vida normal para você. O tratamento da asma deve ser feito mesmo que esteja bem, através da medicação controladora(no seu caso, o Alenia). escrevemos um texto sobre a asma e sobre as formas de prevenção. Convido que leia: "De bem com a asma, em qualquer idade" -
http://blogdalergia.blogspot.com.br/2007/03/de-bem-com-asma-em-qualquer-idade_19.html

Anônimo disse...

Olá, tenho um filho asmático desde antes de um ano de idade, hoje ele tem 4 anos, e tive com uma consulta ao pneumologista, onde o mesmo disse que a asma do meu filho seria tratada com uma vacina que seria em quatro doses, uma por mes, porem, meu esposo tem resistencia a essa vacina, por querer algo que tenha resultado imediato, ou seja, que ele nao tenha mais crises, como ja ocorreu por varias vezes.
Minha pergunta é: essa vacina oferecida nas clinicas de pneumologia é realmente importante e eficaz?
Estamos indo comprar a vacina amanha dia 26/08.
Amei esse blog, onde percebo somente comentarios de elogios e muitos agradecimentos pelas ajudas.
PARABÉNS!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Não sei que vacina é essa que refere. Desconheço uma vacina (imunoterapia específica) de curta duração. Gratos pela visita e pelas palavras de incentivo ao nosso trabalho voluntário neste blog.

Maiara de jesus disse...

Meu filho tem 7 meses r tem crise de asma desde os 3 meses moro em peruibe litoral sul de sp a praia realmente e um veneno?pois toda vez que vou com ele para sao paulo ele fica ruim peito carregado falta de ar e quando voltamos sempre acaba entrando com antibiotico praia realmente nao e aconcelhado?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A vida ao ar livre, morar em uma cidade menos poluída, alimentação saudável são fatores positivos no tratamento da asma. Convido que leia:
http://blogdalergia.blogspot.com.br/2009/05/asma-na-crianca-segunda-parte.html
Gratos pela visita ao blog da Alergia.

Lorena Rebeca disse...

Bom dia
Recentemente iniciei tratamento para asma com o foraseq e gostaria de saber se ele causa inchaco e engorda ?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Lorena: Foraseq não incha nem engorda. É uma medicação inalada usada no tratamento de controle da asma, atuando na inflamação dos brônquios, controlando a doença e prevenindo as crises de asma. O uso inalado é seguro e formulado de forma especial em doses mínimas (microgramas). Por isso, atua diretamente nos brônquios, com mínimo de reflexos no resto do seu organismo e não tem os mesmos efeitos colaterais dos corticóides usados sob a forma de comprimidos e xaropes. gratos pela visita.

Lorena Rebeca disse...

Obrigada pelo esclarecimento.

Anônimo disse...

Edimara :Bom dia gostaria de saber se os medicamentos para asma engordam, pois todos os dias sinto falta de ar e uso a bombinha de berotec.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Edimara: os medicamentos inalados usados no tratamento da asma não engordam. Aconselho que procure um especialista para tratar sua asma e evitar crises. Para localizar um médico em sua cidade, sugiro que procure no site da ASBAI (www.sbai.org.br) no setor público: “Localize um especialista” Basta indicar o Estado e a cidade, e surgirão os nomes dos médicos portadores de título de especialista em Alergia e Imunologia na localidade desejada. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

estou fazendo um tratamento com Alenia, POSSO TOMAR VINHO OU CERVEJA USANDO ESSA BOMBINHA?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A ingestão moderada de bebida alcoólica não interfere no efeito de medicações inaladas, como Alenia. Gratos pela visita.

Anônimo disse...

nervosismo e ansiedade podem afetar a asma, ocasionando crises mais frequentes. tratar com um psiquiatra pode ajudar a controlar essas crises?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Ansiedade tem potencial de causar piora da crise de asma. É muito importante porém que você esteja em tratamento correto para evitar que esses e outros estímulos possam desencadear novas crises.

doni disse...

thank's your information,,

Anônimo disse...

Ola. meu filho tem 7 anos e as vezes tem crise de asma. Queria saber se alguns alimentos fazem piorar a asma! Tipo o Leite seja ele em po ou o de caixa .e queriam saber se tem alguns alimentos q melhora ou alivia a asma e quais são? Obg.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Existem poucas evidências científicas de que o alimento seja causa habitual de alergias respiratórias. Em princípio, não se recomenda uma dieta especial, a não ser em casos específicos. O ideal é que se faça uma alimentação saudável e balanceada, para melhora da situação nutricional geral do asmático. Portanto, o fato de ter asma não significa que seja obrigatória a restrição do leite na alimentação do seu filho. Aconselho que entre em contato com o(a) alergista que trata dele e conhece seu filho, sabe seus dados clínicos, sendo a pessoa mais adequada para orientá-lo. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela visita.

Anônimo disse...

Olá meu filho tem 2 anos e tem asma , ele desde de pequeno tinha crise portato sempre, passavam atibioticos até que ele teve uma crise e ai procuramos uma pneu que falou q era asma passou serestides e outros medicamentos mas , dia seguinte ele foi internado com pneumonia muito grave foi para UTI enfim granças a Deus melhorou, agora ele esta bem usa flixotite,serestide e o aerolin a pegunta e como moro no vale do paraiba q as temperaturas mudam muito gostaria de saber se for para uma cidade como Fortaleza no Ceará ,q um tempo mas firme ele podia n ter crises pois passei 35 dias la ele nâo sentiu nada ou teria q ficar mas tempo para saber? desde ja Obrigado

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Não há como afirmar qual seria a condição climática ideal para um alérgico pois certamente esbarraríamos na resposta do organismo que é sempre individual. O fato de ser um local frio não implica que piorará a alergia. Temos muitos exemplos de pessoas que foram favorecidas com a mudança para locais com temperaturas mais baixas, porém com menores índices de poluição. Além disso, não importa apenas a condição climática mas também as condições dentro da residência.
Um ambiente com pouca poluição e que favoreça a vida ao ar livre é melhor, sem dúvidas, para todos. Ácaros crescem mais em ambientes úmidos e não se desenvolvem tão bem em ambientes mais secos.
Mas, é dentro das casas que devemos ter mais atenção, já que a poeira provocadora de crises (tanto da asma como da rinite) é a poeira domiciliar, sendo o ácaro um dos seus principais alérgenos. Não é possível prever se com o passar do tempo os sintomas do seu filho possam reiniciar. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela visita.

Anônimo disse...

Tomei muita cerveja, depois deu falta de ar, em seguida tomei o foraseq, posso infartar?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O uso do Foraseq não é causa de infarto. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

Carla Coelho disse...

Olá.
A minha filha tem 4 anos e quando faz esforço tosse, uma asma de esforco?! Como é pequena ainda não pode fazer provas de ventilação. Tem adenoides e amígdalas grandes ( quse não respira pelo nariz); alergia ao peixe; 100% a ácaros. Pergunto lhe a minha filha será asmatica? Pode passar? Até hoje nunca teve as ditas crises de asma.
Obrigada

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Carla: o seu relato sugere que sua filha tenha uma rinite alérgica. É uma doença que parece simples e sem importancia, mas que, sem controle adequado pode ser a causadora de muitos problemas como a as dificuldades respiratórias, o aumento das amigdalas e adenóides, asma, etc.Contudo, não há como afirmar sem examiná-la pessoalmente. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

Carla Coelho disse...

Obrigada pela atenção. Agora vamos fazer um tratamento de imounoterapia com vacinas. Vou escrever para o email

Anônimo disse...

Tenho asma, uso Alênia e Aerolin, minha casa é limpa toda semana, não tenho carpete, só uma cortina, não fumo, enfim, faço o que posso, mas tenho 3 cães e são muito queridos. Meu apartamento é pequeno, tem uma área boa para eles fazerem as necessidades, mas dormem no meu quarto e um deles no pé da cama. Como posso fazer para amenizar os sintomas da minha asma influenciados pelos cães? Dar mais banhos neles? Eles não tomam muitos banhos, são escovados, por mim, com máscara. Não ficar tão próxima deles, abraços e etc? Tentar um jeito ou outro? Tive que aumentar a dose de Alênia e usar mais o Aerolin, ultimamente, sobretudo quando saio para caminhar e para andar de bicicleta. Preciso voltar a ter acompanhamento com um médico. Já tive, por um bom período, mas agora faz tempo que não vejo um pneumologista. O que aconselha em relação aos cães?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A pessoa com asma pode ter cães, mas estes não devem ficar nos quartos e muito menos em sua cama. Convido que leia o texto que publicamos sobre o tema, onde poderá esclarecer suas dúvidas: http://blogdalergia.blogspot.com.br/2010/10/alergicos-e-caes-uma-parceria-ser.html
Agradecemos sua visita ao Blog da Alergia

Anônimo disse...

Bom dia! Minha filha acabou de fazer 2 anos, tem asma moderada persistente, faz uso contínuo de montelair desde 6 meses de idade e seretide tem 3 meses que está usando (antes usava flixotide, desde 1 ano). O aerolin usa nas crises, mas volta e meia ela uma crise leve, que passa com uns 4 dias. Fazemos acompanhamento com pneumoligista infantil e agora começamos um tratamento homeopático, tem 1 mês. Não tinhámos animais em casa, mas esses dias precisei levar minha gata para casa, que morava com a minha mãe, pois ela não está em condições de cuidar. Gostaria de saber se a presença do gato pode agravar a asma ou descontrolar. Moramos num apto de 80 metros. Não estou deixando a gata dormir em nosso quarto, nem no quarto da bebê, mas durante o dia, é inevitável, a gata sobe em nossa cama e dorme. Tem algum problema a gata dormir em nossa cama durante o dia? Tem dias que minha bebê acaba indo pra nossa cama a noite, principalmente quando está com crise. Obrigada!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Animais domésticos não devem dormir em camas nem circular em quartos pois a presença do animal aumenta a quantidade de ácaros no ambiente, agravando a doença alérgica, mesmo que a sua filha não seja alérgica a gatos. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

Anônimo disse...

Olá, tenho uma pergunta a fazer, no final da minha adolescência, hoje tenho 28anos tive uma experiência horrível de falta de ar. Daí em diante comecei a observar que sempre que fico muito nervoso sinto que minha garganta incha É começo a ter dificuldade para respirar como não é muito comum sentir nunca fui ao médico... mas de alguns dias pra cá ando muito ancioso e nervoso e isso foi um gatilho para que uma crise se instalase pra valer! Fico tranquilo e melhoro mas é só ficar nervoso e começa tudo de novo! Oque será que acontece comigo? Asma nervosa?. tenho muito medo de não conseguir respirar e morrer por conta disso.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Nem toda falta de ar é causada pela asma. Na verdade, a asma é uma condição genética (hereditária) e não é uma doença apenas de origem "nervosa" ou emocional. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

Anônimo disse...

Oi....meu nome é Marly...quero começar um tratamento com Miflasona ...aquela que vem na bombinha em pó. GOSTARIA de saber se ela engorda ...pois vi em uma pesquisa. ..aumento de peso, e se ela causa mesmo osteoporose, pois estou com 45 anos!! Obrigada...fico agurdando!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Marly: Corticóides inalados são considerados "padrão ouro" no tratamento de controle da asma e da rinite alérgica, atuando no processo inflamatório das vias respiratórias e resultando no controle da doença.

- Devem ser usados de forma contínua e por tempo prolongado.

- Não são indicados para tratar crises, mas sim para controlar a asma, prevenindo crises.

- Estes medicamentos são seguros, mas também podem causar efeitos colaterais, em geral leves e de forma localizada, como a rouquidão (disfonia) e candidíase oral (“sapinho”). Os efeitos colaterais sistêmicos são raros e de pequena intensidade. Miflasona não causa aumento de peso nem osteoporose. Gratos por sua visita ao Blog da Alergia

Anônimo disse...

Olá. Achei muito interessante o seu blog. Tenho asma há mais de 30 anos. Sofri muito, mas graças a Deus, depois de uma forte crise, fui orientada pelo pneumologista a fazer o uso do Miflasona.Durante 14 anos fiz uso desse medicamento e não tive mais nenhuma crise. Vivi uma vida normal. Só que há alguns meses atrás tive duas crises de ansiedade. Comecei sentindo uma falta de ar(coisa que muito tempo não sentia) então corri para inalar o Miflasona, mas aí que os sintomas da crise de ansiedade aumentaram. Desde então fiquei com medo que usar o Miflasona e voltar a ter essas crises. Hoje tomo somente inalação.Queria saber se o Miflasona aumenta a ansiedade ou se posso voltar tomar sem medo.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Miflasona é um corticóide inalado. Os medicamentos inalados são bastante tranquilos, uma vez que são formulados em doses mínimas (microgramas). Por isso, atuam diretamente nos brônquios e têm mínimos efeitos colaterais. Não causam aumento de ansiedade. se você ora no Rio ou em SPaulo, procure a ABRA (Associação Brasileira de AsmáticosConvido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.), onde aprenderá a ser uma asmática saudável.

mbamorais disse...

Minha filha tem bronquite desde os 3 anos, de idade, mudamos de SP capital, para Atibaia, mas ela piorou muito, sendo que em SP tinha 5 crises por ano, mas no interior passou de 30, e médico nenhum sabe me explicar o porquê.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

MBAMorais: Bom dia. Não existe um local ideal para alérgicos. Algumas pessoas se beneficiam em locais mais úmidos, outros em locais mais secos. É preciso dar uma atenção especial às condições dentro de casa e, em especial, no quarto do alérgico. Além disso, não se pode esquecer de pesquisar as comorbidades, que quando associadas, podem agravar a asma. Obrigado pela participação no Blog da Alergia.

Postar um comentário

"Os comentários publicados sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste blog reservam-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou sem a devida identificação de seu autor também poderão ser excluídos".

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...