12 março 2013

Adrenalina auto injetável - quando chegará ao Brasil?

A Diretoria da ASBAI enviou carta à Anvisa solicitando a viabilização no Brasil da medicação epinefrina (adrenalina) em sua forma autoinjetável. 

A alergia pode provocar reações graves e ameaçadoras à vida, que são chamadas de ANAFILAXIA e popularmente conhecidas como CHOQUE ANAFILÁTICO. Estes quadros anafiláticos podem ser desencadeados por fatores variados, como por exeplo: alimentos, medicamentos, contrastes, picadas de insetos, entre outros.  Os sintomas podem ser leves ou moderados e controlados com atendimento médico imediato. Contudo, embora mais rara, a anafilaxia fatal pode ocorrer. 

O tratamento da crise anafilática deve ser sempre imediato e a adrenalina (epinefrina) é essencial para reverter o quadro clínico. O ideal é que a própria pessoa, um familiar ou alguém disponível no local aplique o remédio, já aos primeiros sinais da reação anafilática. 

É comprovado que o atraso na aplicação da adrenalina pode agravar o problema, não havendo tempo para chegar ao hospital e receber tratamento apropriado. Outros medicamentos, como corticóides e antialérgicos (antihistamínicos) demoram para iniciar sua ação, sendo considerados medicações de segunda linha. 

A maioria dos países disponibiliza a venda para a população de adrenalina autoinjetável, ou seja, já preparada para que a própria pessoa (criança ou adulto) aplique a medicação de forma imediata. Seu uso é simples e mesmo que não seja um profissional de saúde, é possível utilizar a medicação de forma segura.  

Infelizmente, no Brasil só é possível adquirir a adrenalina autoinjetável através de importadoras e com um preço muito alto. Como o produto tem validade curta, muitas vezes inviabiliza sua aquisição. A Associação Brasileira de Alergia (ASBAI) coordena os médicos portadores de título de especialista em Alergia em todo o Brasil e em sua luta pelo direito dos alérgicos ao tratamento adequado, a Asbai enviou à Anvisa uma carta solicitando a disponibilização em nosso país. 

Lembre-se: a adrenalina autoinjetável pode salvar uma vida!

Clique aqui e leia a íntegra da carta enviada pela Asbai à Anvisa.
Leia mais sobre anafilaxia no texto publicado anteriormente neste blog.

34 Dê sua opinião:

Anônimo disse...

MEU FILHO É ALÉGICO A MEDICAMENTO,INCHA O ROSTO E FECHA A GARGANTA TENHO Q LEVAR ELE IMEDIATO PARA O HOSPITAL ESSA ADRENALINA INJETAVÉL TEM PARA VENDE?EM CASO DE ESTAR EM ALGUM LUGAR SEM ACESSO AO HOSPITAL.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A medicação é importada e não é vendida no Brasil Aconselho que peça ao alergista do seu filho para confirmar se está indicada para seu caso e como deve proceder. Gratos por sua participação no Blog da Alergia.

Anônimo disse...

Olá!
Achei esse blog, ontem ao procurar sintomas de anti- alérgicos. Sei que minha pergunta não é referente ao assunto da matéria, mas eu ficaria muito grata se puderem tirar minha dúvida.
Estou com uma crise de rinofaringite e estou tomando o Alektos e aplicando Busonide, ambos 1x ao dia e hoje já é o terceiro dia. Queria saber se esses medicamentos aumentam o peso. Pegunto isso pois, ao tomar nisulid me sinto inchada e as vezes meu peso aumenta de 500 a 900g na balança.
Obrigada desde já!
Gostei muito desse blog, estão de parabéns!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Alektos e busonid nasal não causam aumento do peso. Gratos por sua visita e pelo incentivo ao nosso trabalho voluntário no blog da alergia. Aproveito a oportunidade para convidá-la a assinar nosso blog e passar a receber nossos textos diretamente em seu e-mail.

Marco Antonio disse...

Por que não fazem uma mobilização na Internet para a liberação pela ANVISA da epinefrina auto-injetável ? Eu sou um dos que precisam urgentemente de ter esse medicamento ao meu alcance! HELP!!!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Marco: essa é a intenção da Asbai, lutar pela liberação da medicação. A idéia da mobilização na internet é ótima. Mas na minha opinião deveria ser realizada pelos próprios pacientes, a fim de fortalecer a nossa solicitação dos médicos junto à Anvisa. Gratos por sua visita e pela participação em nosso blog.

luiza isabel de araujo braga disse...

Há apenas cinco dias sofri um choque anafilatico com fechamento da glote, por uma simples picada de marimbondo, felizmente moro a cinco minutos de uma hospital mais mesmo assim cheguei em estado crítico, estava justamente procurando a existência de um kit de emergência quando encontrei esse blog, gostaria de também participar da campanha para que a Anvisa libere a epinefrina para auto aplicação.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Luíza: é muito bom que tenhamos cada vez mais pessoas defendendo esta campanha. A ASBAI aguarda parecer da Anvisa. Agradeço sua visita e aproveito a oportunidade para convidá-la a assinar nosso blog e passar a receber nossos textos diretamente em seu e-mail.

Laura Araujo Freire disse...

Houve alguma resposta da ANVISA?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Ainda não há um parecer da ANVISA

Laura Araujo Freire disse...

O que podemos fazer para agilizar a liberação da adrenalina injetável no Brasil??? Gostaria de contribuir de alguma forma para que possamos ter acesso a este medicamento.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Os orgãos competentes já estão envolvidos, estamos agora aguardando a sua resolução.

Islaynne dos Santos Monteiro disse...

Boa tarde, gostaria de saber se houve alguma resposta da ANVISA? Como sou aluna de ciências biológicas, e alérgica há alguns alérgenos, tenho que deixar de ir para aulas de campo, devido ao medo de ter um choque anafilático (por algo que não sei se tenho alergia), como tive uma vez em uma viagem com a família.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Islaynne: até a presente data, a Anvisa não se posicionou. Para adquirir a adrenalina autoinjetável no Brasil é preciso recorrer à importadoras. Obrigado por sua visita ao Blog da Alergia.

Anônimo disse...

Obrigado pela informação. Vc sabe me dizer qual é o laboratório que fez o pedido de registro junto a ANVISA? Há alguma explicação pela demora da decisão?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Boa parte da demora esta relacionada com a burocracia em nosso país.

Vera Lúcia da Silva disse...

Boa tarde!
tenho um filho que teve um choque anafilatico quando tinha 2 anos de idade, fui descobrir que ele e alergico a picada de formiga.... hoje ele tem 6 anos e ainda n'ao come;ou o tratamento por falta do extrato da formiga no Hospital das Clinicas, mas preciso muito dessa adrenalina no Brasil, pois para importar fica muito caro... vcs tem alg[uem para indicar para importa;ao que seja mais acessivel! Grata, Vera

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Vera: remédios não comercializados no País, como é o caso dos auto injetores de adrenalina (epinefrina) podem ser obtidos por meio da Fundação Ruben Berta (FRB) Mais informações sobre o serviço podem ser obtidas pelo e-mail medex@frb.org.br ou pelo telefone (11) 5041-9623, com Maria Alice. Agradecemos sua visita.

Renata Carvalho disse...

Oi meu filho tem 11kg e a médica se negou a prescrever a epipen Jr. Mesmo com alto risco pra anafilaxia a proteína animal. Importo pela fundação Ruben Berta

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Renata: a fundação Ruben Berta é uma forma segura de conseguir a importação da adrenalina autoinjetável. Mas, a ASBAI luta junto à Anvisa para que consigamos que a medicação seja vendida livremente no Brasil, com menor custo e auxiliando assim tantas pessoas alérgicas que necessitam do seu uso. Convido que escreva para nosso e-mail e receba uma cópia do livro: Alergia doença do século XXI. Gratos pela visita.

andressa vaz disse...

Minha filha teve por 2 veses..preciso urgente dessa injeção auto injetavel.para nossa tranqulidade..ate agora nem uma resposta e se vcs enviassem novamente a carta...e nos movessemos pela internete..

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Andressa: injetores de adrenalina (epinefrina) podem ser obtidos por meio da Fundação Ruben Berta (FRB) Mais informações sobre o serviço podem ser obtidas pelo e-mail medex@frb.org.br ou pelo telefone (11) 5041-9623, com Maria Alice. Obrigado pela visita.

Anônimo disse...

Façam um abaixo-assinado! e podem contar com o meu apoio e de todos os meus amigos nas redes sociais!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Obrigado pelo apoio e pela visita.

Anônimo disse...

Olá gostaria de saber se tem problema qndo me da uma crise alérgica que ainda não descobri do que e tomo adrenalina, hidrocortisona e fenergam dessa vês a medica não quis aplicar a adrenalina com medo de me dar um efeito rebote, tem algum risco?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Olá, boa tarde. A necessidade da Adrenalina, corticoide e antihistaminico durante as crises vai de acordo com seu sintomas e intensidade das crises. Julgar necessidade das medicações, vai de acordo com o que apresentar. O conselho que podemos dar é que procura um(a) especialista e investigue seu caso, para evitar as crises e que acabe tomando medicação sem necessidade. obrigado pela visita

Nadja Elaine Souza Lemos disse...

Meu filho tem angioedema e inchaço dos olhos, espirros constantes ao tomar os antitérmicos existentes em nossas farmácias. Para pedir esse kit, tem que ter receita médica? Toda vez q dou um medicamento diferente, ficamos eu e ele apavorados com medo de uma reação. Ele só tem 11 anos, e por conta disso contraiu pressão alta, e foi encaminhado para psicóloga. Ele faz tratamento com uma alergista imunologista. Meu Email : nadjadiogo@gmail. Pode me acionar quem tiver esse problema e quiser trocar experiências. Um abraço!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Nadja: o auto injetor de adrenalina é comprado no Brasil através de importadoras. É preciso receita médica. Uma opção é a FUNDAÇÃO RUBEN BERTA: (11) 5041 9623 ou (11) 9 9636 9614 Para informações sobre o serviço: tel. (11) 5090 8000 e (11) 5090 8001 (de 2ª a 6ª feira, das 08h00 às 14h00): comunicação.frb@frb.org.br ou www.rubenberta.org.br/medex.html Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) . Enviei para seu e-mail uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

Davi Costa disse...

Olá...
Gostaria de saber como anda o processo de liberarão do medicamento no no Brasil e como faço para importar a adrenalina, sou alérgico a picadas de insetos peçonhentos e já quase morri por isso, sou um amantes da natureza e não abro mão das trilhas, seria muito útil para meu caso. Desde já grato.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Davi: a importação é feita através de importadoras, uma vez que o produto ainda não foi liberado pela Anvisa no Brasil. Sugiro que entre em contato com a Medex (Fundação Ruben Berta)no site: http://www.medexbrasil.com.br/medex.html
Obrigado pela visita ao Blog da Alergia.

lu martins disse...

Boa noite, já fui vítima de um choque anafilático e também gostaria de contribuir de alguma maneira para ajudar na liberação do medicamento. Vou precisar de um kit emergencial. Obrigada pelo blog!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Lu Martins: a luta é de todos nós mas infelizmente até agora não está autorizada, fazendo com que o paciente tenha que arcar com o alto custo da importação. Convido que participe do grupo no facebook: ANAFILAXIA BRASIL (https://www.facebook.com/groups/1572182893025963/) e junte-se à luta! Obrigada por sua participação no Blog da Alergia.

Margarete Franchini disse...

Sofri um choque anafilático após ser picada por uma vespa, quase morri, consegui importar o epipen, através da fundação, porem já tive que usar porque fui atacada por 3 marimbondos. Quero aproveitar e me unir a todas as pessoas que precisam do kit, para que possamos fazer uma pressão a ANVISA, não é possível viver assim correndo risco de vida, o medicamento tem que ser vendido no Brasil.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Infelizmente apesar de todas as solicitações estamos aguardando ainda uma definição da Anvisa. participe do grupo no facebook: ANAFILAXIA BRASIL (https://www.facebook.com/groups/1572182893025963/) e junte-se à luta! Obrigada por sua participação no Blog da Alergia.

Postar um comentário

"Os comentários publicados sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste blog reservam-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou sem a devida identificação de seu autor também poderão ser excluídos".

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...