08 julho 2012

ALERGIAS NA GRAVIDEZ










A gravidez é um motivo de alegria, mas também pode ser uma preocupação quando a mulher é alérgica. Mas, a alergia não impede uma gestação saudável e nem o tratamento. Por isso é necessário entender a doença alérgica e sua relação com a gestação.
  


ALERGIAS RESPIRATÓRIAS NA GESTANTE 
 Rinite alérgica 
 A rinite alérgica é uma doença comum na mulher jovem e por isso é bastante vista em gestantes. Os sintomas principais são: espirros repetidos, coriza líquida, coceira em narinas, olhos, ouvidos, céu da boca, ouvidos, congestão e obstrução nasal. Pode ocorrer também gotejamento de secreção na parte posterior do nariz, provocando pigarro ou tosse. Em alguns casos, podem surgir também olhos avermelhados, irritados, lacrimejando e coçando. Uma mulher pode ter rinite e piorar na gravidez. Mas, existem casos (mais raros) onde a rinite resulta da gestação e desaparece após o parto. A maior queixa da gestante é a obstrução nasal e por conseqüência, a respiração bucal. Ou seja, em função das narinas constantemente obstruídas, a gestante passa a respirar com a boca aberta (ou semi-aberta), o que termina por provocar pigarro, ressecamento, infecções de amígdalas ou da faringe, além de prejudicar o sono, impedindo um repouso adequado e prejudicando suas atividades em casa e no trabalho. A rinite também pode provocar crises de a asma, pois as vias respiratórias são unidas: do nariz até os pulmões! Não adianta tratar só a asma sem tratar a rinite e vice versa. Os remédios de maneira geral podem ser usados com segurança, desde que prescritos pelo médico. O uso de "gotas nasais" deve ser evitado, pois estes remédios não resolvem o problema e, pelo contrário, pioram o entupimento nasal, podendo levar a vício. Além disso, prejudicam o olfato e podem provocar aumento da pressão arterial. Hoje existem sprays nasais que controlam os sintomas da rinite de forma segura tanto para a mãe como para o feto. 

Sinusite 
 A sinusite é a complicação mais comum da rinite alérgica e consiste na inflamação dos seios da face. Como a gestante não pode fazer exames de raios X, a doença é reconhecida pelo surgimento dos sintomas: dor de cabeça, obstrução nasal persistente, secreção catarral do nariz, febre ou mal estar. Em muitos casos o único sintoma da sinusite é uma tosse insistente com piora noturna. O tratamento é feito com antibióticos orientados pelo médico, de acordo com cada caso. 

Asma (ou bronquite alérgica ou bronquite asmática)
 A mulher portadora de asma pode melhorar ou piorar durante a gravidez. Não há como prever quem será “beneficiada” ou “prejudicada”, pois uma mesma mulher pode melhorar numa gravidez, piorar em outra e vice-versa. Existem ainda os casos onde a primeira crise de asma surge durante a gestação. É importante lembrar que as alterações hormonais da gravidez podem provocar sensação de falta de ar em qualquer gestante e isso não significa que seja asma. A própria gestação e o aumento da barriga levam a uma diminuição da capacidade de expansão dos pulmões e podem prejudicar a respiração, contribuindo para que a grávida sinta falta de ar. Por isso, é muito importante que o diagnóstico de asma seja feito pelo médico e não baseado em suposições. O tratamento da asma é sempre recomendado, pois se a mulher não respira suficientemente, o bebê vai receber menos oxigênio. Manter a doença sem controle na gravidez aumenta o risco de internações e as complicações tanto para a mãe como para o feto. Algumas gestantes necessitam usar remédios diariamente durante toda a gravidez, mesmo fora de crise, para controlar a asma e prevenir seu agravamento. Os medicamentos indicados para tratar asma podem ser mantidos na gravidez, sem danos para o feto, mas nunca devem ser usados sem orientação médica. O tratamento da gestante deve ser feito, sempre que possível, com medicamentos inalados, chamados popularmente de “bombinhas”, pois atuam diretamente nos brônquios e têm menos efeitos colaterais do que comprimidos e xaropes. Mas, tratar asma não se resume apenas aos remédios: é preciso procurar as causas e agravantes da doença e, se possível, afastá-los.

 ALERGIAS DA PELE NA GESTANTE 
 A pele se modifica na gravidez em resposta às alterações hormonais: fica mais ressecada, com aumento da transpiração, maior propensão a estrias e manchas, podendo surgir coceiras e outras alterações cutâneas. As doenças alérgicas cutâneas mais comuns na gestação são: 

 Dermatite atópica: É uma condição genética que pode piorar na gestação. Manifesta-se por lesões ressecadas, de aspecto eczematizado, em geral localizadas em dobras de braços, pescoço e pernas. A pele do corpo fica ressecada e irritada. O tratamento inclui antialérgicos e cremes próprios para melhorar os sintomas cutâneos. 

Dermatite de contato: pode ocorrer na gravidez e se relaciona ao contato com determinadas substâncias, como por exemplo o níquel contido em bijuterias, causando eczema e coceira no local do uso. Nem sempre é fácil identificar o produto causador da lesão, podendo ser necessário a avaliação de um especialista e a realização de testes cutâneos. O tratamento inclui cremes especiais, mas também o afastamento do fator que está causando a lesão.

Urticária: surgem placas avermelhadas acompanhadas de coceira em locais variados do corpo, em geral com duração fugaz. Pode ou não estar relacionada com a gravidez. A causa mais comum é o uso de medicamentos ou de certos alimentos. É importante esclarecer a causa para que se possa ter sucesso no tratamento. 

Dicas para a gestante alérgica
- Se você tem asma, não pare o tratamento ao saber da gravidez. Marque uma consulta com o seu alergista. Asma bem controlada não ameaça a gravidez: crises repetidas podem causar dano ao bebê. 
- Lave as narinas diariamente com soro fisiológico. 
- A pele fica ressecada na gravidez. Por isso, banhos não devem ser demorados e nem quentes. Não use buchas ou esponjas. Utilize sabonete para pele seca e aplique hidratante logo após o banho, com a pele ainda umedecida. 
- Alimente-se bem, incluindo verduras, legumes e ingestão de líquidos: sucos naturais ou água. 
- Amamente seu bebê: os remédios para alergia não impedem a amamentação. 
O leite materno é uma grande arma de defesa para o bebê, em especial nos primeiros meses de vida, quando a produção de anticorpos pelo organismo infantil ainda não começou.

45 Dê sua opinião:

mUnHóS disse...

Olá,
O caso aqui em casa é justo o da rinite alergica, minha esposa está de 3 meses e sofre bastante com a alergía ao polem e tudo que se espalha pelo ar nessa época de primavera, tendo em conta que é a estação atual de onde vivemos. Gostaría de saber que podemos fazer além das máscaras e filtros para o nariz e inalações de mentol e essas coisas naturais..?
E com o nebulizador que nos vai chegar logo,, que podemos por nele para ajudar na sua alergia?

Por favor, esperamos que nos possa dar uma luz para essa solução.
Obrigado

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A sua esposa pode (e deve) ser tratada durante a gestação. Mas, peço sua compreensão: não é possível opinar ou indicar a medicação que deverá usar na nebulização, pela internet, sem examiná-la pessoalmente. Aconselho que entre em contato com o(a) alergista que trata dela e peça que oriente e esclareçasua dúvida de forma segura e adequada, tanto para ela, como para o bebê. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI” onde falamos sobre o tema Gratos pela visita.

Anônimo disse...

Olá estou na ultima semana de gestação, no meu caso a minha barriga empolou e dá muita coceira, o que seria?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A pele se modifica muito durante a gravidez, devido a influência hormonal. Nem toda coceira nesta fase é causada por alergia. Para afirmar a causa das lesões que descreve, só mesmo examinando pessoalmente. Obrigado por visitar o Blog da Alergia.

Sabrina olv disse...

Olá estou na minha 8 semana de gestação e faço tratamento para alergia com immunotech desde julho e descobrir minha grávidez agora!! Liguei para o meu alergista ele disse que era pra continha pois o bebê foi concebido com o uso da medicação, só que ainda não estou satisfeita passo noites sem dormi pensando o que pode causar pro meu bebê se isso pode dar algum problema grave, choro quase sempre estou muito preocupada com isso, será se devo para ? Tomo todas as manhãs em jejum 3 gotas na língua!!! O que devo fazer isso estar me desesperando!!!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Sabrina: fique tranquila. Segundo as diretrizes médicas da Asbai, a gravidez não é considerada contra-indicação para a continuidade da imunoterapia. Gratos por sua visita ao Blog da Alergia.

Anônimo disse...

Olá eu estou com 24 semanas de gravides , e estou com elergia no corpo todo,meu corpo esta totalmente avermelhado e com muita cosera ,e inchaso o que faço ??

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O parecer que solicita não pode ser emitido através deste aconselhamento na internet. Lesões na pele podem ser muito parecidas e só podem ser identificadas examinando pessoalmente. Avaliar sem examinar pode incorrer em erros de diagnóstico e tratamento. Se as lesões estão persistentes, você deve procurar atendimento médico. Obrigado pela visita ao Blog da Alergia.

damaris de Jesus disse...

Obrigada dúvida esclarecida.

Anônimo disse...

Olá, tive alergia a peixe na gravidez, será que numa segunda gravidez isso se repetirá?

Gisele

Anônimo disse...

olá estou com uma coceira muito forte no pescoço e esta espalhando, esta também formando cascas, estou na 6 semana de gestação, o que faço?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Não é possível avaliar e emitir o parecer que solicita pela internet, baseado apenas nos dados enviados. Recomendo uma consulta com alergista para que este possa avaliar o seu caso, conduzir a investigação diagnóstica e orientá-la de forma adequada e segura. Obrigado pela visita ao Blog da Alergia.

Leide Anne Diniz disse...

Boa noite,estou grávida de 34semanas e apresentou alergia em meu corpo placas avermelhadas e coceiras estou muito preocupada pelo que já li sobre alergia acredito que seja uma urticária ,já tomei 2 injeções antialergicas e não melhorei o que eu faço?

Anônimo disse...

Estou com 29semanas de gravidez e com muita coceira no pescoço e no peito, fui no médico e ele passou pra mim tomar polaramine de 2mg de 8 em 8horas e não melhorei, me ajude, o que pode ser

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Leide: A pele sofre grandes mudanças na gestação, devido a influência hormonal. Se você tomou a medicação e não obteve melhora, é aconselhável que retorne ao seu alergista para nova orientação e conduta. Não é possível fazer diagnóstico nem indicar tratamento sem examinar você pessoalmente. Obrigado por visitar o Blog da Alergia.

Alana Rey disse...

Olá,boa tarde!
Estou com 20 semanas, fui a uma consulta hoje com a dermatologista e ela me passou um teste de contato, posso realizar sem problemas para minha gestação? Desde já agradeço!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Alana:o teste de contato pode ser realizado na gestante, supervisionado pelo(a) médico(a) especialista, respeitando a indicadção em cada paciente. Gratos pela visita ao Blog da Alergia.

Anônimo disse...

Estou com 26 semanas,e tenho muita coceira em todo o corpo,nas costas,pernas,braços,barriga...estou muito preocupada pois já fiz injeções,tomei comprimido e passo cremes e não esta melhorando,minha medica esta de férias e precisava de algo que amenizasse essa coceira,o que posso passar no corpo ou tomar?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Peço sua compreensão, mas o Blog da Alergia obedece a norma do Conselho Federal de Medicina: não é permitido prescrever ou indicar nomes de remédios pela internet, sem examinar o paciente. Aconselho que retorne ao seu médico. Se for o caso, encaminhará a um(a) alergista. Gratos por sua visita.

Mary disse...

Olá, assim que engravidei do meu nariz ficou entupido os nove meses a ponto do ressecamento causar sangramento. Assim que o bb nasceu de parto normal, voltou ao normal, mas, na segunda gravidez,foi parto cesárea, a 26 anos, e o meu nariz continuou a entupir como se eu ainda estivesse grávida. Faço uso contínuo de descongestionante, mas já estou sentindo reações na respiração, palpitações, cansaço e a pressão oscilando. Por favor me ajude. Quando falo a respeito com os médicos, eles dizem que isso de alergia a gravidez não existe, que é coisas da minha cabeça. Não seu mais o que fazer, pois se não usar o descongestionante, minha boca sangra e não consigo respirar. Socorrooooo.. Me ajude, por favor! O que fazer?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Mary: é pouco provável que os sintomas atuais decorram da gravidez que ocorreu há 26 anos. O seu relato sugere que seja um caso de rinite medicamentosa decorrente do uso inadequado do vasoconstritor nasal. Mas, não é possível afirmar pela internet, baseado apenas nos dados enviados em seu breve relato Recomendo uma consulta com alergista para que este possa avaliar o seu caso, conduzir a investigação diagnóstica e indicar o tratamento adequado para seu caso. Agradecemos sua visita ao Blog da Alergia.

Anônimo disse...

Boa noite! Por favor,me ajude. Estou com 23 semanas de gestação, Comecei com uma gripe faz 15 dias, mas agora estou só com o nariz entupido e com falta de ar, vai e vem, acredito que esteja com alergia, porque antes de engravidar o otorrino disse que eu tinha inflamação nas mucosas, mas nunca tive uma crise dessa,parei na emergência só passaram para tomar em casa inalação com soro e sorine mas não está resolvendo, o que eu faço estou sofrendo muito.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

As modificações hormonais causadas pela gravidez podem provocar alterações nasais e rinite, sem causa alérgica. A rinite gestacional é um quadro caracterizado por obstrução nasal duradoura que se inicia em qualquer fase da gravidez, desaparecendo em torno de duas semanas após o parto. Para fazer o diagnóstico e indicar tratamento com segurança para você e para seu bebê, só mesmo examinando pessoalmente. Recomendo que procure atendimento médico em sua cidade. Obrigado por visitar o Blog da Alergia.

daiane cristina disse...

Oi sou alergica a medicamentos e queria saber se isso me impedi de ter filhos se posso engravidar sem correr risco.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Daiane: o fato de ter alergia a medicamentos não impede uma gestação e parto saudáveis. O (a) médico(a) alergista orientará a medicação adequada e segura para seu caso. Gratos por sua visita ao Blog da Alergia.

Patricia disse...

Oi estou com 19 semanas de gravidez e a 15 dias atrás uma tosse ao deitar na minha cama chego as vezes até vomitar parece uma gosma transparente.
Isso só acontece quando deito na minha cama será que é alérgico.?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Olá Patrícia, bom dia. A única forma de saber se é alérgico ou não, é examinando você. Procure atendimento médico para investigar e tratar logo essa tosse, antes que ela atrapalhe sua gestação. Obrigado pela visita

Anônimo disse...

ola estou Gravida de Três meses tive alergia alimentar isso pode prejudicar o bebe

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Fique tranquila, o tratamento da alergia na gestação é seguro. Mantenha acompanhamento com o(a) alergista. Obrigado pela visita ao Blog da Alergia.

VANESSA SANTAMALVINA DOS SANTOS disse...

Estou de 14 semanas e como estava com enxaqueca fui ao otorrino que diagnosticou uma rinite e me passou o desalex por 10 dias. Tomei por 2 dias e fui a outro otorrino pois pesquisei e vi que havia outros medicamentos do grupo B, que me passou o busonid 64 durante 15 dias dois jatos uma vez a noite e rinossoro 0,9 3vezes ao dia. Mas estou preocupada com a medicação, de afetar o bebê. O que me dizem? Vanessa

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Vanessa: O uso do Busonid é seguro, mesmo por tempo prolongado, durante a gravidez. Obrigado pelo contato com o Blog da Alergia.

Anônimo disse...

OI TO COM SETE MESES DE GRAVIDAS E ESTOU COM ALERGIA NA BARIIGA TODA E EM MEUS SEIOS..E NORMAL?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A presença de alergia como descreve não é normal da gestação. Aconselho que procure atendimento médico na forma de uma consulta tradicional, feita pessoalmente. Gratos por sua visita ao Blog da Alergia.

Unknown disse...

Boa noite, estou com 14 semanas de gestação e percebi há cerca de 1 mês que minha o furo do brinco da minha orelha direita começou a ter alergia dos meus brincos que sempre usei. Já passei nebacetin e não há meio de sarar. Fica uma casca e coça muito. Percebi que embaixo da minha aliança (ouro) também começou a coçar, descascar e ficar a pele meio áspera. Essa a alergia a metais pode estar associada a gravidez? Nunca tive isso antes...

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Uma alergia não acontece da primeira vez em que se tem contato com uma determinada substância mas sim com o passar do uso. Por isso, você usou brincos por tantos anos e mesmo assim passou a ter alergia. Para avaliar se a gestação foi um fator influenciador,só mesmo analisando seu histórico clínico de forma criteriosa e pessoalmente. Obrigado por sua participação no Blog da Alergia.

Josiamore disse...

Boa Noite, estou com alergia no rosto e atrás da orelha e Agora corça minha barriga e pescoço. Estou com 35 semanas de gravidez a minha Dermatologista receitou Cicaplast e Advantan, mas não não está resolvendo o problema. Ela não quis me passar nenhum medicamento oral. Pessoal estou quase ficando louca de tanta coceira que sinto, o que faço? Me ajudem

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Josiamore: compreendo sua preocupação, mas não é possível fazer diagnóstico das lesões que descreve sem examinar sua pele. A gestação pode provocar alterações hormonais que contribuem para surgimento de lesões na pele. Avaliar pela internet pode gerar erro. Caso more no Rio, a nossa equipe médica está ao seu dispor para atender você no ambulatório da Clínica de Alergia da Policlínica Geral do Rio de Janeiro para avaliar seu caso e prestar esclarecimentos. Gratos pela visita ao Blog da Alergia

Anônimo disse...

Ola estou grávida de 6 meses e estou com muita queimação na garganta e amarga a boca tirando as coceiras no peito e na barriga ta manchando como se fosse uma micose o que eu faço? Me ajudem por favor já to ficando sufocada e quase mem respiro direito.

Anônimo disse...

Boa noite! Estou com uma alergia na Barriga e nos peitos e estava cocando muito e estou de dois meses e ontem fui no pronto Socorro e o médico me mandou tomar uma injecção na popa e uma na veia e perguntei pra ele se ia atingir meu bebê ele disse que não Mais mesmo assim fiquei com medo! Pq não sei o nome ta injecção Que tomei!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Uma gestação de seis meses já apresenta alterações consideráveis. As alterações dos hormônios são maiores e por isso a pele pode se modificar. Há uma tendência para maior crescimento de pelos e a
podem surgir manchas na pele. Por isso, você deve procurar seu médico obstetra para que possa ser orientada de forma adequada e segura, para você e para seu bebê.Gratos por sua visita.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O médico que atende no pronto socorro pode não ser um obstetra, mas certamente é treinado para atender as emergências em mulheres grávidas. Não tenho condições para avaliar seu caso sem saber a medicação que refere. Gratos por sua visita ao Blog da Alergia.

Anônimo disse...

Bom dia! Estou iniciando um tratamento com imunoterapia (vacinas) para tratar minhas fortes crises de sinusite ocasionada pela alergia a acaro, poeira,fungos,mofos,pêlos a animais. Estou vivendo a base de antibioticos há cada 2 meses e antialergico,nada faz melhorar meu quadro de sinusite,portanto a imunoterapia será uma esperança. A questão é que estou planejando há algum tempo parar com o anticoncepcional para engravidar. Há riscos para o bebê caso eu engravide no inicio do tratamento com vacinas ou antes?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A imunoterapia específica com alérgenos (vacina para alergia), segundo as recomendações dos consensos médicos, não deve ser iniciada na gestação. E, se a mulher engravida durante o tratamento, a concentração deverá ser ajustada. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

Boa noite. Estou grávida de 6 semanas. E tenho muita rinite. Mas hoje acordei com algumas placas vermelhas e coçando muito. Acredito que foi do colchão por ácaro. Será que pode prejudicar meu bebê? O que fazer?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

As alergias podem (e devem) ser tratadas na gravidez para proporcionar uma gravidez tranquila e saudável, para a mãe e para o bebê. Mas, peço sua compreensão: não é possível fazer diagnóstico ou indicar tratamento pela internet. Recomendo atendimento médico pessoalmente. Gratos por sua visita.

Postar um comentário

"Os comentários publicados sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste blog reservam-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou sem a devida identificação de seu autor também poderão ser excluídos".

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...