04 setembro 2011

Asma - educando com criatividade

RespiraRio é o nome do projeto desenvolvido na Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro, que conta hoje com cerca de 30 polos de atendimento especializado em Asma na rede pública municipal. O Hospital Salles Netto, localizado no bairro Rio Comprido é um destes pólos, voltado ao tratamento da asma infantil e conta com uma equipe de médicos e profissionais de saúde dedicados e integrados no trabalho. Um exemplo é o Claudio Gomes, que faz parte da equipe de apoio do hospital e que atua de maneira ativa no trabalho. Ele construiu maquetes com objetivo de prestar sua contribuição na orientação das crianças e de suas famílias.

Vejam como é uma destas maquetes:
Segue a sua entrevista para o Blog da Alergia.

Como surgiu a idéia de fazer as maquetes para o Polo de Asma?
Claudio: Eu trabalho no Hospital Salles Netto há 30 anos e admiro o trabalho de apoio às crianças asmáticas que fazem parte do Polo de Asma. Eu via as médicas orientando sobre a importância de ter uma casa saudável. Me interessei e pensei que podia fazer alguma coisa para ajudar. E foi assim que nasceu a idéia da maquete. 




Primeiro fiz uma casa bem grande, mas logo vi que não era prática, fui mudando e agora fiz essa pequena, em forma de maleta, para facilitar o uso.






Como é a reação das crianças quando você mostra a casinha?
Claudio: Crianças têm muita curiosidade, querem logo saber o que é. Primeiro elas pensam que é um brinquedo e querem mexer. Mas depois, quando entendem melhor, falam: -Ih! Minha casa é igualzinha a esta aqui. E conversam, brincam e com certeza aprendem. No geral são crianças pobres, que têm muitas dificuldades, mas são muito espertas. Quando a gente explica, elas prestam muita atenção. Uma coisa é falar. Mas é bem diferente quando a gente mostra a casinha. A criança vê, toca e aprende muito mais

O que mais desperta o interesse das crianças e dos pais?
Claudio: As crianças logo falam dos animais. Elas gostam dos bichinhos. E eu vejo que muitas casas têm gatos e logo entendi porque: são casas pobres e os gatos caçam os ratos. Como tirar os gatos? Não pode, mas ensinamos a não deixar subir nas camas, a ficar fora de casa. É preciso entender também os problemas que eles passam para ter uma casa melhor. Na maioria das vezes são as mães que vão ao hospital. Elas também se interessam e tiram dúvidas. Procuramos explicar de uma forma simples e com soluções fáceis para colocar em prática. O maior problema é o cigarro: muitas vezes os pais fumam e demoram para aceitar que não podem fumar dentro de casa e nem mesmo na janela.

Quando as crianças voltam, elas contam se houve mudanças?
Claudio: Com certeza. Umas falam que está tudo diferente, outras contam que não mudou nada. Mas, com o tempo, as coisas geralmente mudam para melhor. É claro que não é só a casinha, mas sim todo o trabalho da equipe que ensina como tratar corretamente a asma. Eu trabalho no Salles Netto há muito tempo e conheço, tenho amizade com muitas famílias. No início é difícil, lidar com tudo isso e mais os remédios, as “bombinhas”, os espaçadores: é muita coisa pra aprender. Mas, com o tempo, as coisas ficam mais claras, os pais entendem melhor, as crianças param de ir para a emergência, não internam mais. É muito bom!





O Hospital Salles Netto atende as crianças moradoras dos seguintes bairros: Rio Comprido, Catumbi, Estácio, Caju, Santa Teresa, São Cristóvão, Paquetá, Gamboa, Santo Cristo, Centro e Saúde. 


Para saber sobre os demais Pólos de Asma no Rio de Janeiro, visite os sites da ASBAI RJ e da SOPTERJ. E, para conhecer melhor este trabalho, visite Hospital Salles Netto ou escreva para o Cláudio: claudio.sos@bol.com.br

1 Dê sua opinião:

amidodolar disse...

eu claudio guimarães gomes agradeço a publicação da minha maquete educativa para o programa do polo de asma do hospital SALLES NETTO.no meu orkut claudio.sos@bol.com.br tem varias maquetes educativa (maquete para dengue,nutriçaõ e outros trabalhos).esta maquete que esta na foto esta no pam MARECHAL RONDON com a doutora CONCEIÇÂO.

Postar um comentário

"Os comentários publicados sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste blog reservam-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou sem a devida identificação de seu autor também poderão ser excluídos".

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...