Pular para o conteúdo principal

Asma - educando com criatividade

RespiraRio é o nome do projeto desenvolvido na Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro, que conta hoje com cerca de 30 polos de atendimento especializado em Asma na rede pública municipal. O Hospital Salles Netto, localizado no bairro Rio Comprido é um destes pólos, voltado ao tratamento da asma infantil e conta com uma equipe de médicos e profissionais de saúde dedicados e integrados no trabalho. Um exemplo é o Claudio Gomes, que faz parte da equipe de apoio do hospital e que atua de maneira ativa no trabalho. Ele construiu maquetes com objetivo de prestar sua contribuição na orientação das crianças e de suas famílias.

Vejam como é uma destas maquetes:
Segue a sua entrevista para o Blog da Alergia.

Como surgiu a idéia de fazer as maquetes para o Polo de Asma?
Claudio: Eu trabalho no Hospital Salles Netto há 30 anos e admiro o trabalho de apoio às crianças asmáticas que fazem parte do Polo de Asma. Eu via as médicas orientando sobre a importância de ter uma casa saudável. Me interessei e pensei que podia fazer alguma coisa para ajudar. E foi assim que nasceu a idéia da maquete. 




Primeiro fiz uma casa bem grande, mas logo vi que não era prática, fui mudando e agora fiz essa pequena, em forma de maleta, para facilitar o uso.






Como é a reação das crianças quando você mostra a casinha?
Claudio: Crianças têm muita curiosidade, querem logo saber o que é. Primeiro elas pensam que é um brinquedo e querem mexer. Mas depois, quando entendem melhor, falam: -Ih! Minha casa é igualzinha a esta aqui. E conversam, brincam e com certeza aprendem. No geral são crianças pobres, que têm muitas dificuldades, mas são muito espertas. Quando a gente explica, elas prestam muita atenção. Uma coisa é falar. Mas é bem diferente quando a gente mostra a casinha. A criança vê, toca e aprende muito mais

O que mais desperta o interesse das crianças e dos pais?
Claudio: As crianças logo falam dos animais. Elas gostam dos bichinhos. E eu vejo que muitas casas têm gatos e logo entendi porque: são casas pobres e os gatos caçam os ratos. Como tirar os gatos? Não pode, mas ensinamos a não deixar subir nas camas, a ficar fora de casa. É preciso entender também os problemas que eles passam para ter uma casa melhor. Na maioria das vezes são as mães que vão ao hospital. Elas também se interessam e tiram dúvidas. Procuramos explicar de uma forma simples e com soluções fáceis para colocar em prática. O maior problema é o cigarro: muitas vezes os pais fumam e demoram para aceitar que não podem fumar dentro de casa e nem mesmo na janela.

Quando as crianças voltam, elas contam se houve mudanças?
Claudio: Com certeza. Umas falam que está tudo diferente, outras contam que não mudou nada. Mas, com o tempo, as coisas geralmente mudam para melhor. É claro que não é só a casinha, mas sim todo o trabalho da equipe que ensina como tratar corretamente a asma. Eu trabalho no Salles Netto há muito tempo e conheço, tenho amizade com muitas famílias. No início é difícil, lidar com tudo isso e mais os remédios, as “bombinhas”, os espaçadores: é muita coisa pra aprender. Mas, com o tempo, as coisas ficam mais claras, os pais entendem melhor, as crianças param de ir para a emergência, não internam mais. É muito bom!





O Hospital Salles Netto atende as crianças moradoras dos seguintes bairros: Rio Comprido, Catumbi, Estácio, Caju, Santa Teresa, São Cristóvão, Paquetá, Gamboa, Santo Cristo, Centro e Saúde. 


Para saber sobre os demais Pólos de Asma no Rio de Janeiro, visite os sites da ASBAI RJ e da SOPTERJ. E, para conhecer melhor este trabalho, visite Hospital Salles Netto ou escreva para o Cláudio: claudio.sos@bol.com.br

Comentários

  1. eu claudio guimarães gomes agradeço a publicação da minha maquete educativa para o programa do polo de asma do hospital SALLES NETTO.no meu orkut claudio.sos@bol.com.br tem varias maquetes educativa (maquete para dengue,nutriçaõ e outros trabalhos).esta maquete que esta na foto esta no pam MARECHAL RONDON com a doutora CONCEIÇÂO.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

"Os comentários publicados sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste blog reservam-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou sem a devida identificação de seu autor também poderão ser excluídos".

Postagens mais visitadas deste blog

Alergias e reações na pele causadas por plantas

A natureza nos presenteia diariamente com plantas e flores proporcionando uma festa não apenas para os olhos mas para todos os sentidos. A sua utilidade prática é indiscutível e múltipla, seja purificando o ar, seja servindo como alimento ou como base para construção de habitações, na manufatura de mobiliário, utensílios, cosméticos, medicamentos, entre tantas outras aplicações. Se apenas tivessem o papel de embelezar, já seriam fundamentais, aliviando a dureza do cotidiano e transmitindo paz numa convivência harmoniosa de longa data com o ser humano. Mas, em algumas situações, a pele pode desenvolver reações quando entra em contato com plantas e daí pode coçar, se tornar vermelha, apresentar uma erupção cutânea e até inflamar. Estas reações surgem pelo contato com a pele, algumas puramente por irritação direta e outras, por mecanismo alérgico. Até mesmo árvores podem produzir um eczema de contato alérgico, sendo o exemplo mais conhecido a Aroeira, uma árvore de madei

Dermografismo

A bolsa pesada marca o seu braço? A roupa apertada, a alça do soutien, o elástico da roupa faz você coçar e empolar? Atenção: pode ser dermografismo! Dermografismo é uma doença da pele que afeta cerca de 5% da população e que se caracteriza pelo aparecimento de coceira intensa em locais de pressão. Após o ato de coçar surgem “lanhos” vermelhos nas pele. É uma forma de urticária, sendo também chamado de urticária factícia ou urticária falsa.A urticária clássica se caracteriza pelo surgimento de placas avermelhadas que se acompanham de coceira na pele, podendo ter causas variadas, como medicamentos, alimentos, certas doenças, entre outras causas – veja post sobre o tema neste mesmo Blog. No caso do dermografismo, após pressão sobre um determinado local no corpo, a coceira surge em primeiro lugar e só depois de se coçar é que surgem as placas. Por isso, é comum que se inicie em locais onde a roupa aperta, elásticos, alça do soutien. O dermografismo faz parte de um grupo de urticárias deno

Pitiríase rósea

É uma doença conhecida desde 1860, quando foi descrita por Camille M. Gibert, sendo conhecida também como Pitiríase rósea de Gibert. Não se conhece exatamente a causa, mas parece que a hipótese mais viável é que seja ocasionada por vírus, como por exemplo, o vírus do herpes. Mas, é possível que dependa de uma tendência genética do indivíduo, o que seria um facilitador do aparecimento da doença. Questiona-se também outros mecanismos, envolvendo alguns tipos de medicamentos, autoimune, associação com outras doenças, etc. Fatores psicológicos ou estresse podem facilitar o aparecimento da doença, assim como alterações da imunidade e gravidez. Não é contagiosa. É mais comum em adultos, acometendo mulheres e homens, sendo rara em crianças pequenas e em idosos, ocorrendo preferencialmente na primavera e no outono. O maior problema é que sua evolução pode ser prolongada e durar de semanas a meses, assustando o doente. Em alguns casos pode recidivar, mas não é comum que aconteça Quadro c