15 janeiro 2017

Tem certeza de que é alergia?


Muitas pessoas pensam que têm uma alergia mas não procuram atendimento médico para confirmar o diagnóstico. Esta situação pode ser facilmente constatada lendo os comentários enviados para este blog.  Mas, certamente não é o ideal. Fazer o diagnóstico, confirmar se é uma alergia e qual o seu tipo é importante para a escolha do tratamento correto. As queixas podem ser parecidas, mas nem sempre terão a mesma causa. 

Tomemos como exemplo uma coceira: é um sintoma comum que pode acompanhar diversas situações, desde uma pele ressecada e irritada até doenças graves. Nem toda coceira é causada por alergia. 

Este mesmo raciocínio pode ser feito para a tosse, que pode ter causas variadas e nem sempre alérgicas. 

A falta do diagnóstico poderá atrasar o início de um tratamento correto e impedir a melhora de uma doença. O ideal é procurar um médico especialista em Alergia e, na falta deste, um clínico geral, para receber uma orientação adequada. 




A base para o reconhecimento de uma doença ainda é a anamnese, ou seja, a coleta de informações feita pelo médico durante a consulta. O exame físico complementa estas informações. Testes e exames poderão ser necessários para finalizar o diagnóstico, como base para um tratamento adequado.  

8 Dê sua opinião:

Anônimo disse...

Olá,boa tarde. Minha filha tem 9 meses e a pediatra passou uns exames e confirmou que ela tem alergia. Pois há mais de 20 dias ela está com uma tosse e chiado no peito, q no início era uma tosse seca e agora está com catarro amarelo. Ela já fez o tratamento por 7 dias com predsim, sinot clav, abrilan, salsep e rilan 4%. E continuou com a tosse e o peito chiando do mesmo jeito. Voltei novamente com a pediatra ela me encaminhou para o alergista. Contei os sintomas e ele me receitou um xarope alergenico,salsep e rilan 2%.
Pois ele me disse q nessa idade 9 meses ,q nao adiantava me pedir exames pq dificilmente iria dar positivo e a maioria dos resultados iria ser negativo. E no final ele acha q pode ser uma alergia respiratória.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Boa noite.Crianças pequenas têm características próprias: 1) seu organismo é imaturo
2) As vias respiratórias infantis, são mais estreitas, sua imunidade ainda é imatura.
3) Nem sempre os sintomas respiratórios são causadas apenas por alergia. Podem contribuir: vírus, refluxo, entre outras causas.
4) Testes (realizados na pele ou no sangue) tendem a ser negativos.
Em resumo, o diagnóstico é clínico, ou seja, baseia-se na análise clínica feita pelo(a) alergista e não em testes ou exames.
Gratos por sua visita ao Blog da Alergia.

cecilia boneca disse...

Boa noite. Minha filha toda vez que come ketchup a pele do rosto onde ele encosta fica toda vermelha. Não sei se ela tem algum tipo de alergia a alguma substância do tal produto. Porem contei sobre o ocorrido na creche que ela vai estuda e ela só vai poder frequentar a aula quando eu leva um laudo médico referente ao que de fato ela tem alergia . preciso sabe qual medico procurar e qual tipo de exame ela terá que fazer. Há! Ela tem 3 anos e 5 meses. Desde já agradeço.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Cecília: boa noite. O especialista indicado para esclarecer o diagnóstico é o(a) médico(a) alergista. Nem sempre haverá necessidade de testes. A base para o diagnóstico é a avaliação criteriosa da história clínica apresentada por sua filha. Gratos por sua visita ao Blog da Alergia.

daniele pacifico disse...

Bom dia gostaria de saber se vcs fazem exames de alergia a medicamentos, já fui em vários alergista e a maioria n faz.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Daniele Bom dia. Existem poucos medicamentos que podem ser testados. Por isso, nos casos de suspeita de alergia a medicamentos, pedimos que primeiro seja realizada uma consulta para analisar seu caso e depois possamos indicar a conduta mais adequada para seu caso. Mas, é importante ressaltar que o diagnóstico é clínico. Estamos ao seu dispor na Clínica de Alergia da Policlínica Geral do Rio de Janeiro.

Anônimo disse...

Boa noite!
Surgiu uma alergia em mim,principalmente no rosto que esta bem grosseira, e um pouquinho costas!
Tenho 22 anos e tenho hepatite auto imune descobri com 15 anos.
Quando começei a tomar os remédios, prednisona de 40 ml azatioprima(imura)Espirolactone e alguns outros me surgiu varias reações colaterais inchaço, muitas espinha no rosto doloridas, estrias e muitas oitas coisas.

Porém meus exames foi melhorando e assim abaixando as doses ,mas nunca parei de tomar a prednisona e no momento tomo de 10 ml. Fui na medica que faço tratamento pois através da hepatite surgiu a cirrose hepática.
Mas durante estes 7 anos que venho tratando não tive nehuma alergia no rosto tão forte, também entrei para fila de transplante de figado, quando o meu meld subiu bastante para 32 ,tive algumas descompensacoes etc.
Porem agora estou usando 10 ml de prednisona e os outros remedios de sempre. Tive uma grande melhora !
No dia 23/03/2017 a medica me retirou da fila do tranplate! E fui perguntar dessa alergia ,que surgiu, ela disse que era reação da prednisona, mas se faço o uso tem 7 anos ela ia me dar essa alegria agora?? Outra coisa que não relatei a ela foi que tinha tomado (fluxonazol) perguntei na farmácia pois estava com uma coceira na vagina ,eles me indicaram esse remédio. Até relatei q tinha problemas no figado, mas ele disse que nao tinha problema.
Mas enfim pode ser o fluxonazol?
Pois penso que só a prednisona não iria causar alergia !

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Bom dia. A alergia a um determinado medicamento é uma reação imprevisível e pode surgir mesmo quando a pessoa já utiliza a medicação. Aconselho que procure um(a) especialista em Alergia para orientá-la. Obrigado por sua visita ao Blog da Alergia.

Postar um comentário

"Os comentários publicados sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste blog reservam-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou sem a devida identificação de seu autor também poderão ser excluídos".