16 janeiro 2011

Deixe as alergias do lado de fora da casa

 PhotobucketTer alergia respiratória em grandes centros urbanos não é nada fácil. E não é apenas nas ruas que o problema aparece. Devido ao alto nível de poluição, a poeira vira quase um dos moradores da casa, atrapalhando ainda mais a vida do alérgico. 

Existem várias maneiras de diminuir o problema, mas a principal delas diz respeito à decoração dos ambientes. Nesse caso, a palavra de ordem é simplicidade.  De acordo com a Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia (Asbai), a prioridade é evitar estofados, cortinas, tapetes e tecidos em casa, pois esses são os locais preferidos para a proliferação dos indesejáveis ácaros. 

— A casa deve ter pouco mobiliário, seguindo um estilo mais clean, para facilitar a limpeza, afirma João Tebyriçá, presidente da Asbai.

Atenção especial

O cômodo mais importante para o alérgico é o quarto. Portanto, a decoração do mesmo deve ser ainda mais simples do que a do resto da casa. Tapete? Nem pensar. Objetos de decoração? Quanto menos, melhor.

— Pisos colados (tipo paviflex) ou frios, como porcelanato e cerâmica, são recomendados por serem fáceis de limpar. Como o ideal é não ter cortinas, utilizar insulfilm ou vidros fumê e uma cortina de voile, que é leve e pode ser lavada na máquina, são as soluções mais indicadas — recomenda a designer de interiores Ana Paula Sarmento.

Livre para a limpeza

Como o truque é evitar criar espaços para o acúmulo de poeira, armários até o teto e lustres simples, sem muitos detalhes, devem ter prioridade.

— Não é aconselhável utilizar papel de parede, pois, com o tempo, ele se torna foco de mofo e umidade. Um quadro ou outro pode ter, o que não pode é encher o quarto com eles, pois dificulta a limpeza — diz o presidente da Asbai.

Fora a decoração, a cama do alérgico também deve receber cuidados específicos. Capas antiácaros para os travesseiros e para o colchão são essenciais, além da limpeza da roupa de cama, que deve ser feita de uma a duas vezes por semana.

Deixe o sol entrar

Ter ar puro em casa é outro quesito que conta muito. Para renovar o ar, abra as janelas diariamente e deixe o sol entrar. Ele mata os fungos e ajuda a purificar o ambiente. Portanto, o quarto de quem tem alergia deve ser o mais ensolarado da casa.

Nos outros cômodos, as dicas são basicamente as mesmas: evite excessos e prefira materiais fáceis de limpar.

14 Dê sua opinião:

Safe Clean Rio disse...

Boa Tarde
No Google encontrei o blog na primeira posição. Parabens
Gostaria de saber se existe algum estudo documentado sobre a eficácia da limpeza a seco (extração por sucção) recomendada nas etiquetas dos tapetes e em alguns estofados.
Particularmente temos visto resultados positivos em ambientes com pessoas alérgicas, após a lavagem mas não encontramos nenhuma literatura a respeito.
Cordialmente

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Prezados: desconheço literatura específica sobre o tema. Aconselho que solicite esta informação junto ao site da Asbai (www.sbai.org.br) Gratos pela visita ao nosso blog.

Anônimo disse...

Meu nome e Priscila , tenho 30 anos,Ha 6 anos atraz depois de um mimento de estress. Tive uma crize de urticaria alergica.Fiquei boa ha seis anos n tive nenhuma crize.Levava vida normal.A partir de outubro do ano passado come;ou tudo novamente.So que fiz alguns testes de alimento e tomei os mesmos remedios , ja mudei medica;'ao varias vezes, n saio do prelone porque volta de vez. O que devo fazer para sair do prelone pois ja aumentei muito de pezo e isso me deixa com alta estima no ch'ao.tomo simultaneamente Rupafim,Prelone e ebastel

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Priscila: A urticária é uma doença que se apresenta em crises com lesões cutâneas. Contudo, acomete muito mais do que a pele. A base para tratar a urticária é a detecção de sua causa (que pode ser de origem alérgica ou não). Mas, esta busca nem sempre é fácil. Por isso, a consulta médica é essencial, para que se possa analisar seus dados clínicos, investigar seus hábitos, doenças associadas, tipo de alimentação, saúde pregressa, história familiar, etc. Não tenho condições para fazer o diagnóstico através deste aconselhamento na internet. Caso more no Rio, a nossa equipe médica está ao seu dispor na Clínica de Alergia da Policlínica Geral do Rio de Janeiro para avaliar seu caso e prestar maiores esclarecimentos.

wellington santos disse...

tenho asma desde pequeno, so que ficava meses e anos sem ter crises, no entanto com 17 anos comecei a fumar,parei agora aos 25 anos, tenho crises direto, todos dias será que controlo ela de novo por meses e anos igual a antigamente? o periodo que fumei usava duovente N todos os dias e antes de fumar controlava as crises com berotec e atrovent por um longo período.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Wellington: infelizmente o cigarro e o ato de fumar agrava a asma. Duovent é uma medicação que serve apenas para alivio das crises, mas que não trata a doença. É essencial que procure um médico alergista para orientar um tratamento com objetivo de controlar a doença e evitar as crises de asma. A nossa equipe médica está ao seu dispor na Clínica de Alergia da Policlínica Geral do Rio de Janeiro para avaliar seu caso e prestar maiores esclarecimentos.

Thiago Piter disse...

oi meu nome e thiago tenho 29 anos tenho tido crises de asma umas 5 vezes por dia tenho feito o uso nebulizador tenho tomado o mesmo remedio so nas crises tenho visto que as crises tem fugido do controle me ajudem por favor

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Thiago: o seu relato sugere que seu tratamento não está correto e que sua asma não está controlada. Aconselho que procure um alergsta para orientar adequadamente. Existem remédios usados para aliviar sintomas nas crises de asma e remédios para controlar a doença e que são usados mesmo quando a pessoa está bem. Convido que escreva para nosso e-mail e receba um exemplar em PDF do livro: Alergia doença do século XXI Gratos pela visita.

Camila Salgueiro disse...

Olá, mandei meu comentário, mas acho que não foi. Meu nome é Camila e como todos aqui, sofro de asma
Pelo que li, parece que ela não está controlada, porque estou ficando exausta com ela! Tenho uma tosse que não consigo me livrar de jeito nenhum, ela sempre vem e é muito seca e profunda, geralmente indicando uma falta de ar por vir.
Tenho crises que duram uma semana e tenho que tomar prednisona todos os dias para obter alívio, já as bombinhas não parecem ser tão imediatas como deveriam.
Meu pneumologista me receitou Relvar 200/25 mcg para o tratamento, mas ainda assim tenho as crises duradouras, não posso dormir fora, sentir cheiros fortes, me estressar, nada!
Preciso muuuito de um auxílio porque já não sei mais o que fazer.
Obrigada!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Camila: o seu relato sugere que sua asma não está bem controlada. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviarei para você a cópia em PDF do livro sobre a Alergia e Asma. Gratos por sua visita ao Blog da Alergia.

Anônimo disse...

Oi boa noite, a uns três meses atrás de muito exatamente quase 19 anos voltei a tar crise de asma , fui diagnosticada com bronquite asmática , usei um tempo o aerolin porém não tava fazer efeito , e um a um especialista pneumo. Ele passou simbicort (turbuhaler 6/200 usei por um mês e tive melhoras , depois parei conforme ele solicitou apenas um mês e retorno pra ele so que tive um problema no plano é so pude retornar agora porém dessas últimas semanas pra cá venho tenso crises novamente e acordo cansada , durmo mal e nao faço nada direito e o pior de tudo deis dessas crise venho tem uma dor tipo entre mo meio do peito e no meio das costas uma dor que pesa como se o peito tivesse preso e o médico mandou retornar a tomar o remédio e depois novamente , porém parece que os sitmoaa estão mais chato estou com minha garganta a dias irritada tipo seca incomodando muito e noite nariz que tá causando mt dor de cabeça e meio tontura , foi a médica que fiz exames de pulmao e face disse estao tudo , porém me pergunto se está tudo bem pq as dores ?? To mt incomodada nal cnsigo fc de pe com dor na face e meia tonta w um peso enorme no peito e tudo me cansa, será que pode me ajuda

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A dor não é um sintoma habitual das crises de asma. Contudo, não é possível afirmar do que se trata sem uma avaliação criteriosa e feita pessoalmente. Avaliar pela internet pode gerar erro. Recomendo uma consulta com alergista para que este possa avaliar o seu caso, conduzir a investigação diagnóstica e indicar o tratamento adequado. Agradecemos sua visita ao Blog da Alergia.

Unknown disse...

Olá, tenho asma desde pequena e após crises exacerbadas meu pneumologista me receitou relvar 200/25. Esse produto é relativamente novo no mercado, há relatos de malefício sobre uso contínuo?
Desde já, obrigada

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Estudos mostram que relvar é seguro e indicado no tratamento de controle da asma. Deve ser usado todos os dias e não apenas nas crises. Obrigado por sua visita ao Blog da Alergia.

Postar um comentário

"Os comentários publicados sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste blog reservam-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou sem a devida identificação de seu autor também poderão ser excluídos".