18 novembro 2010

18 de Novembro - Dia Europeu do Uso Prudente de Antibióticos

O dia 18 de Novembro foi escolhido para representar o “Dia Europeu do uso prudente de antibióticos”, com objetivo de lembrar a todos – médicos, farmacêuticos, pacientes e população em geral do risco de resistência bacteriana e com o uso indiscriminado de antibióticos, que vem se tornando um sério problema mundial de saúde pública.O mau uso de antibióticos pode trazer consequências significativas, com refelexos na morbidade e na mortalidade por infecções, refletindo-se num aumento dos custos hospitalares.

A data tem o objetivo de chamar a atenção para este perigo bem como para estimular medidas que promovam o uso racional e prudente destes medicamentos, envolvendo a elaboração de materiais educativos sobre a forma correta de uso de antibióticos.

Na Europa, a Espanha e França são os países com maior consumo de antibióticos, o que se reflete num aumento de bactérias resistentes ao tratamento. E, engana-se quem pensa que é um problema limitado a estes países, pois o problema atinge grande parte do mundo. Além disso, é preciso ressaltar que a globalização atual, facilitando o deslocamento de pessoas de um país para outro, facilita com que estas bactérias resistentes também “viajem” tornando-se uma ameaça à saúde pública mundial. Sem antibióticos eficazes. Muitos tratamentos médicos se tornarão gradativamente mais difíceis.

No Brasil, a ANVISA recentemente publicou novas regras para controlar a venda de antibióticos, que a partir de Dezembro deverão ser vendidos em farmácias e drogarias com apresentação da receita em duas vias: a primeira via vai ficar retida na farmácia e a segunda deverá ser carimbada e devolvida ao paciente. A receita deve ser legível e não conter rasuras e terá validade de 10 dias.

0 Dê sua opinião:

Postar um comentário

"Os comentários publicados sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste blog reservam-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou sem a devida identificação de seu autor também poderão ser excluídos".