16 maio 2010

Imunoterapia ou vacina para alergia - dúvida do leitor

Eu queria saber mais sobre as vacinas para alergia. Vocês poderiam me explicar?


Imunoterapia, também conhecida como vacina para alergia, é uma forma de tratamento que visa diminuir a sensibilidade aos alérgenos, ou seja, substâncias que podem provocar sintomas de alergia quando uma pessoa alérgica é exposta a eles, como por exemplo, a poeira, ácaros, mofo, etc. Se você sofre de asma, rinite, conjuntivite e alergia a picada de insetos, você pode se beneficiar com a imunoterapia.


Para saber se há indicação para uso de vacinas, o alergista fará um teste alérgico para ajudar a determinar exatamente o que está causando a alergia. Um teste de alergia consiste em colocar pequenas quantidades de alérgenos em sua pele e ver qual deles vai reagir. Ou ainda, pode decidir fazer um exame de sangue, como o teste de RAST ou teste Immunocap.


A imunoterapia é feita através da aplicação por via subcutânea ou por via sublingual de quantidades crescentes do alérgeno, com objetivo de provocar uma reação imunológica, fazendo com que o seu corpo responda através do desenvolvimento de imunidade ou tolerância. Como resultado do tratamento, os sintomas da alergia diminuem quando você for exposto a este alérgeno no futuro.


O tratamento com vacinas para alergia tem duas fases:
1. Fase de indução: É o início do tratamento. Trata-se de receber injeções com quantidades crescentes de alérgenos de uma a duas vezes por semana, a duração desta fase geralmente varia de três a seis meses.
2. Fase de manutenção: É a segunda etapa e começa quando a dose terapêutica eficaz for alcançada, ou seja, a maior concentração de alérgeno tolerada dependendo do seu nível de sensibilidade. Durante a fase de manutenção, o intervalo entre as doses pode variar de duas a quatro semanas. Seu alergista é que deve decidir qual o melhor intervalo para você.


Mesmo na primeira fase, já se verifica uma melhora substancial dos sintomas. Em alguns casos a melhora pode ser mais lenta.


Mas, o tratamento pode não atingir a resposta desejada. A ausência de resposta à imunoterapia pode ser devido a vários fatores, tais como:


- Dose insuficiente do alérgeno na vacina.
- Alérgenos não identificados durante a avaliação da sensibilidade alérgica.
- Altos níveis de alérgenos no ambiente (ou seja, controle ambiental inadequado).
- Exposição significativa a substâncias irritantes (por exemplo, a fumaça de cigarro).
- Irregularidade na aplicação das doses, principalmente causada pela dificuldade de aderência, devido ao longo período de tratamento.


Em geral o tratamento de manutenção é continuado por um período de três a cinco anos, normalmente levando a uma remissão duradoura dos sintomas de alergia.


A imunoterapia é um tratamento seguro e as reações indesejáveis raras, mas podem ocorrer
- Reações locais: são as mais comuns. São leves e incluem vermelhidão e inchaço no local da injeção. Isso pode acontecer imediatamente ou várias horas após a aplicação. Converse com o médico caso ocorram, mas nem sempre será necessário interromper o tratamento.
- Reações sistêmicas: são as mais raras. Os sintomas podem variar desde espirros, congestão nasal, urticária até reações mais graves, como a anafilaxia, que se manifesta como inchaço na garganta, chiado ou aperto no peito, náuseas e tontura. Estas reações ocorrem normalmente dentro de 30 minutos após a aplicação da dose da vacina e necessitam de tratamento imediato. O tratamento com imunoterapia deverá ser interrompido até uma nova avaliação.


A imunoterapia, associada ao controle do ambiente, é a melhor forma de se obter o controle dos sintomas alérgicos além de prevenir a progressão da doença para quadros mais graves.

370 Dê sua opinião:

«Mais antigas   ‹Antigas   1 – 200 de 370   Recentes›   Mais recentes»
A Arte da Medicina disse...

Parabéns pelo blog! Posts interessantíssimos...

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Obrigado. Volte sempre para nos visitar. Se preferir, assine o blog e receba nossas postagens diretamente em seu e-mail.

Priscilla disse...

Boa Noite!
Gostaria de saber se a queda do cabelo é “normal” durante o tratamento com a Imunoterapia?
Na receita do paciente (meu sobrinho de 05 anos) está descrito: Vacina Injetável Inalantes Fraca, com isso cheguei ao nome Imunoterapia, o paciente é meu sobrinho, mas o nome imunoterapia não foi passado.
Ele fará o tratamento durante 3 meses, 1 vacina por semana, e na 3ª dose o cabelinho dele começou a cair. É normal?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Priscilla: queda de cabelos não é um sintoma relacionado com uso de imunoterapia específica para inalantes (ou vacina para alergia).Aconselho que entre em contato com o alergista do seu sobrinho Agradecemos sua visita.

Elis disse...

Sofro de rinite alergica desde criança. Já fiz vários tratamentos mas a melhora sempre foi pouca. Por último fiz os testes e minha médica falou que a última opção era começar o tratamento com a vacina(imunoterapia) mas por falta de condiçoes financeiras não pude fazer o tratamento.Gostaria de saber se é possivel adquirir essa vacina na rede publica.
Grata

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Elis: Infelizmente a oferta de imunoterapia na rede pública brasileira é bastante restrita e varia em cada localidade. Aconselho que peça orientação na Secretaria Municipal de Saúde em sua cidade.Agradecemos sua visita.

Reny do Oliveira disse...

Olá!
Moro em Niterói e gostaria de uma indicação de onde posso adquirir mais em conta os artigos de controle ambiental, como protetores de colchao e travesseiro, solução acaricida, etc... O tratamento completo incluíndo medicação, vacina e controle ambiental é despendioso demais, fico pensando como uma pessoa de menos recursos pode se tratar em nosso país...
Abraço e obrigada.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Reny: desconheço a informação que solicita em Niterói. Mas, a maioria dos locais especializados em produtos para alérgicos tem sites na internet onde pode adquirir produtos, como exemplo: Alergohouse (www.alergohouse.com.br) e Alergoshop (www.alergoshop.com.br). Quanto à sua afirmação, concordo plenamente: é preciso conscientizar nossos governantes e legisladores da necessidade de se criar Serviços de Alergia na rede pública e oferecer boas condições de tratamento aos mais carentes. Agradecemos sua visita.

Juliana disse...

Olá
Estava fazend um tratamento de alergia com 1 vacina por semana, estava na 4 dose e percebi que meu cabelo começou a cair. E agora vi que estou com uma pequena parte careca.. Não fiz nada que pudesse cair o cabelo.... gostaria de saber se é por causa da vacina... estou desesperada...
Obrigado!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Juliana: a imunoterapia com aeroalérgenos não é causa de queda de cabelos. Aconselho que procure atendimento médico p/ pesquisar a causa do problema. Agradecemos sua visita ao nosso blog.

Anônimo disse...

ola minha filha tem 2 anos e 4meses ela tomou a primera dose da vacina inalantes fraca e deu em 10 minutos mais de trinta espiros congestao nasal muita dosse e encheu de catarro foi normal acho q nao vou dar mais

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

As vacinas para alergia se iniciam em geral com diluições altas, sendo mais fracas e por isso, raras as reações nesta fase. Contudo, o alergista de sua filha deve ser informado para tomar as providências necessárias. Agradecemos sua visita.

Anônimo disse...

minha filha esta tomando esta vacina uma vez por semana , na terceira dose deu um vermelhão prosimo a vagina , isto é sintoma da vacina por fa vor gostaria que me nmanda-se uma resposta .

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O parecer que solicita não pode ser emitido através de um aconselhamento na internet, sem examinar sua filha. Contudo, o seu relato não sugere uma reação à imunoterapia. Aconselho que entre em contato com o alergista que trata de sua filha. Gratos por sua visita.

Victor Augusto Rosa disse...

oi eu tenho uma alergia que atinge principalmente os olhos, procurei um médico e
ele me falou que eu tenho uma alergia (rinoconjuntivite alérgica), e sofro muito mais
com meus olhos todo dia... gostaria de saber se a imunoterapia podi ajudar em relação a alergia que atinge os olhos? uma vez que meu médico falou que talvez vai ter que fazer um tratamento com vacinas.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Victor: a imunoterapia (tratamento com vacinas) é indicado e tem grandes resultados no tratamento da rinoconjuntivite alérgica. Aconselho que procure um alergista. Caso more no Rio de Janeiro, estamos ao seu dispor na Policlínica Geral do RJ. Gratos por sua visita.

Victor Augusto Rosa disse...

sobre a rinoconjuntivite alérgica: os efeito com o tratamento com vacinas (imunoterapia)surte efeito rápido? ou leva um longo processo ou cada casa é um caso? No meu caso eu queria saber mais em relação aos meus olhos que irritam e ficam muito vermelhos todo dia. ah! mais uma coisa: na Policlinica de vocês ja teve casos como o meu que aplicaram a imunoterapia e que deu bons resultados?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Victor: como afirmei na resposta anterior, nosso resultado é muito bom com uso de imunoterapia para tratamento das rinoconjuntivites alérgicas. mas, trata-se de um tratamento longo, exigindo persistência e disciplina. É importante também manter medidas de controle ambiental associadas. Aconselho que converse com seu alergista - ele conhece seus dados clínicos e poderá orientar de forma mais personalizada.Abraços.

juliana dias costa disse...

juliana oi meu filho faz tratamento da vacina sub lingual na primeira faze na ultima dose ele ficou com a coloração de sua pele azulada ,agora voltou a tomar-outra fase 1 durante 3 meses agora ele parou e vai retorna ao alergologista mas começou a volta as coceiras em seu corpo estou passando oleo de eucalipto , oque eu faço pra aliviar a coceira?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Juliana: o seu relato não é sugestivo de uma alergia à imunoterapia (vacina). Para aliviar a coceira recomendo medidas caseiras, como:
1. Diminua o numero de banhos diários para não ressecar a pele
2. Utilize sabonete suave para peles snsíveis. Evite os chamados sabonetes "antibacterianos"
3. Aplique hidratante todos os dias após o banho
4. Banhos de maizena podem auxiliar. Evite produtos que possam irritar a pele como por exemplo, permanganato de potássio, a não ser que seja prescrito pelo médico do seu filho Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

olá
Tive uma forte crise de falta de ar, nunca tive isto antes, apenas tinha uma leve alergia a pó, quando limpo a casa, eapirro muito e meu nariz coça; Precisei ir ao hospital pois achei que não iria respirar mais, o médico me passou uma inalação por 3 dias 2x por dia, porém não melhorei nada, só piorei e após 5 dias acabei no hospital novamente, tomei uma injeção de celestamine, fiz inalação e no outro dia fui a um pneumologista . Que me passou FLUIR 2x ao dia e xarope BOMBAIR 1x ao dia, me falou que era asma. Melhorei muito, fiz teste de alergia e deu alergia a poeira. Ele me passou um tratamento para 2 meses. E também me passou essa vacina 6 doses, 1 a cada 10 dias.
Vejo muitas pessoas falarem bem do resultado da vacina, porém dos sintomas todas falam mal, é verdade que essa vacina tem hormonio e que engorda?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Não A imunoterapia (vacina para alergia) não contém hormônios e não causa aumento de peso corporal.Gratos por sua visita ao nosso blog.

Anônimo disse...

sou mulher, 37 anos, estou com queda de cabelo e o medico receitou tratamento com imunoterapia (uma vacina chamada parvak para tomar semanalmente). Isso funciona? Isso existe? No aguardo,
abçs!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Desconheço a vacina que refere. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

BOM DIA, MEU MEDICO RECEITOU AS VACINAS SUB LINGUAL PARA ALGUMAS ALERGIAS COM NIQUEL E ALUMINIO, TARTRAZINA, GOSTARIA DE SABER SE POSSO TOMAR, AINDA NÃO ESTOU GRAVIDA MAS ESTOU EM TRATAMENTO PARA ENGRAVIDAR, ATRAVES DE FIV, E SE ENGRAVIDAR POSSO CONTINUAR TOMANDO?
OBRIGADO.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A imunoterapia específica não deve ser iniciada na gestação. , mas pode ser mantida sem que sua concentração ou a composição antigênica seja modificada durante o período gestacional.Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

Olá boa noite. Meu filho tem 2 anos e 9 meses e ultimamente vem apresentando sinusite, levei ao alergista e vamos começar o tratamento de imunoterapia sublingual. Eu gostaria de saber se essas vacinas podem ser compradas em farmácia ou se é somente com o médico? E em média quanto elas custam? Obrigada.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A imunoterapia (vacina para alergia) é em geral preparada em diluições apropriadas para cada paciente pelo próprio especialista em Alergia. Mas, o preço varia de acordo com cada local, material utilizado, etc. Agradecemos sua visita ao nosso blog.

Luiza Teles disse...

Gostaria de saber onde no rio de janeiro posso encontrar a venda vacina para alergia. Tenho a receita mas não sei onde comprar.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Luíza: a imunoterapia (vacina para alergia) é preparada pelo próprio alergista, na maioria dos casos. Não é vendida em farmácias. Aconselho que entre em contato com seu médico, peça uma orientação e que indique um local de confiança. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

Minha filha faz tratamento desde 2 anos, atualmente ela estar com 5 anos, sendo que foi repetido umas 3 vezes a fase que no momento não me lembro. Ai foi realizado um novo teste e o alergista disse que tinha dado bem baixo e passou a manutenção que é carissíma! Minha pergunta é por quanto tempo será necessário essa manutenção?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Não há uma regra fixa que sirva para todos os pacientes. O médico julgará a condição clínica em cada caso para poder definir quantas séries da imunoterapia serão necessárias para controle da doença. Por isso, a pessoa mais indicada para esclarecer sua dúvida é o alergista que trata de seu filho. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

Bom dia! Depois de realizar os testes alergicos descobri que tenho alergia a ovo, além de outros que afetam a rinite. Estou há dois meses e meio fazendo imunoterapia e gostaria de saber se as vacinas também farão efeito a alergia alimentar ou somente aos acaros, mofos, etc. Obrigada pela atenção! Parabéns ao blog!

Anônimo disse...

Quais as reações adversas que a imunoterapia pode causar? Ela pode causar dores pelo corpo?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A imunoterapia específica com aeroalérgenos utilizada no tratamento da rinite alérgica não tem ação sobre a alergia alimentar. Gratos por sua visita e pelo seu incentivo ao nosso Blog.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A imunoterapia específica pode levar a reações locais, como vermelhidão e inchaço no local da injeção. Em casos mais raros, podem ocorrer reações sistêmicas, como por exemplo: espirros, congestão nasal, urticária ou até anafilaxia. Gratos por sua visita.

João Silva disse...

Quais as zonas do corpo onde a Vacina contra a alergia pode ser aplicada? A enfermeira me falou que no meu caso, e como tenho pouca gordura nos braços, seria melhor dar na barriga, pois ali a gordura se concentra em maior quantidade. Eu mesmo apliquei a segunda dose em casa, para já não tive nenhum sintoma indesejado, mas estou com algum receio de estar a aplicar a vacina em zona errada. Agradecia qualquer explicação.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A vacina deve ser aplicada por via subcutânea profunda ("na gordurinha") utilizando seringa descartável de 1 ml preferencialmente em região posterior do braço e glúteos. Outras opções, em especial quando é a própria pessoa que aplica: coxas e abdome. Gratos por sua visita.

Gorete Castro disse...

Gostei muito do blog e resolvi expor o meu problema. Moro em Porto Alegre e vou visitar a minha mãe em Passo Fundo, regulamente, desde julho/2010, quando ela foi morar com minha irmã. Tenho tido forte reação alérgica todas as vezes que vou visitá-la, devido a existência de azevém (L.multiflorum) na região. No ano passado tive sinusite, decorrente da rinite, todas as vezes em que estive lá (De jul a dez), sendo obrigada a tomar antibióticos, anti-alérgicos, corticóides e xarope broncodilatador. Neste ano(2011) não estou indo visitar a minha mãe tão seguidamente, mas sempre que vou, a mesma situação se repete. Gostaria de saber se já existe vacina para L.multiflorum ou se existe algum tratamento preventivo, pois, inclusive tenho tomado anti-alérgico desde três dias antes da viagem e não tem resolvido o caso.

Atenciosamente
Gorete Castro

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Gorete: é possível tratar e controlar sua alergia: o ideal é procurar um alergista. Para encontrar um médico alergista em sua cidade, aconselho que visite o site da ASBAI (www.asbai.org.br) e procure o setor “Localize um especialista”.Basta digitar o estado e depois a cidade em que reside. Depois clique em OK: abrirá uma lista com os nomes de todos os médicos portadores de título de especialista em Alergia no local escolhido.

mimizinha disse...

minha filha esta fazendo o tratamento(imunoterapia),ela esta na 2 semana da segunda fase,cada fase tem 10 semanas,eu percebi que tem sido mais doloroso pra ela,ela tem reclamado de dor no local ate uns 2 dias depois quando faz algum movimento forte ou quando aperta o lugar,tenho medo que nao esteja sendo aplicado corretamente,a aplicaçao e feita na parte de tras do braço,mas eu achava que subcutanea seria por cima da pele,mas percebo que a agulha entra bem,ela tem 6 anos,devo fazer compressa quente ou fria?nao teria outro local,com mais carne que pudesse ser aplicado,tipo bumbum?qual a diferença nas aplicaçoes subcutanea e a forma normal de se aplicar vacinas?e quanto ao tempo que pode ficar fora do gelo?a dr disse 4 hs,e isso mesmo?perde a eficacia se passar desse tempo??obrigada e desculpe tantas perguntas>>>

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Mimizinha: 1) a aplicação superficial é chamada de intradérmica. A aplicação subcutânea é profunda, na camada de gordura (hipoderme ou subcutâneo)2) Se há uma reação no local da aplicação deve ser comunicado ao alergista pois o ideal é que não ocorra dor ou reação no local. 3) A aplicação nas crianças pode ser feita no bumbum, onde a camada gordurosa é maior 4) o preparado da imunoterapia pode ficar fora do gelo em média por cerca de 8 horas (em temperatura ambiente) Este prazo pode se modificar em temperaturas mais altas. Gratos por sua visita.

Pandaboy disse...

Boas tardes.,
Estou a tomar vacinação Polimorizada para acaros, há cerca de 4 anos atrás tomei vacinação e agora o medico disse que era preciso tomar outra vez e comecei a fazer o tratamento com novas vacinas polimorizadas, estava tomando todas as semanas do frasco 0 ao 3, 0.5ml quando cheguei ao frasco 3 notei que me doeu um pouco no sitio da picada e depois comecei a ficar nervoso e pareceu que durante uns 2 segundos tive uma tontura, pareceu me, eu nesta altura tambem ando um bocado nervoso e ansioso, será q dei alguma reação á vacina?? e poderá ter sido perigoso, eu agora passei para mensal do frasco 3 e tenho tido algum medo de dar outra vez, que me aconselha, obrigado

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Pode ser que tenha sido uma reação adversa à imunoterapia. Contudo, não significa que impeça a continuação do seu tratamento. Recomendo que entre em contato e comunique ao seu alergista para que possa orientar a próxima aplicação. Agradecemos sua visita ao nosso blog.

Alessandra disse...

Olá, tenho uma filha de 3 aninhos, que começou recentemente o tratamento da imunoterapia sublingual, tomando diariamente algumas gotas .
Gostaria de saber se esse tratamento pode trazer algum efeito colateral pelo uso continuo
Obrigada

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A imunoterapia sub lingual é segura e eficaz, pois promove o controle dos sintomas, permanecendo mesmo após sua interrupção. É o único tratamento capaz de modificar a história natural da doença e de prevenir o aparecimento de novas alergias. Gratos por sua visita.

Ana disse...

Olá,
Tenho uma filha de dois anos e sete meses e ela possui uma alergia respiratória grande que tem causado uma série de problemas de saude como otites, laringites e sinusites seguidas. Além disso, ela apresneta um quadro de asma. Inicialmente eu a levei a uma pneumo que notou a necessidade da colocação de tubo de ventilação no ouvido e a retirada da adenoide por conta de uma otite secretora (ela teve cerca de oito otites em um ano), o q foi feito por um otorrino. Como o quadro dela não melhorou, eu a levei a um alergista q indicou a imunoterapia. Logo na segunda aplicação da vacina, ela apresnetou uma reação alérgica forte, com edema ede grande extensão e veemelhidão em volta do local da aplicação. Por conta da severidade da reação o alergista sugeriu mudar para a sub-lingual. Paralelamente a isso, ela usa diariamente o flixotide, avamis e singulair.
Pergunto: para uma criança de dois anos e sete meses, a imunoterapia é eficaz e indicada? É comum reações alérgicas quando do uso das vacinad injetáveis? Depois de quanto tempo costuma haver alguma "melhora" no quadro? E por fim, é aconselhavel, após um ou dois meses da imunoterapia, a suspensão do flixotide?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A imunoterapia é um método eficaz no tratamento das doenças imunológicas (alérgicas). Contudo, cada pessoa possui características próprias e deve ser analisada individualmente. A melhora é lenta pois o tratamento imunoterápico começa pela indução e atinge a manutenção após diversos frascos. Contudo, é possível observar a diminuição dos sintomas em poucos meses. Não há um tempo fixo para a suspensão do corticóide inalado - é importante que o médico analise criteriosamente o histórico clínico de cada pessoa para definir a conduta mais apropriada. Gratos por sua visita.

Ana disse...

Boa noite!
Iniciei o tratamento com a vacina sublingual para o meu filho de dois anos e oito meses na sexta-feira. Contudo, ontem, depois de mexer num armário com coisas antigas e guardadas num momento de distração minha, meu filho iniciou uma crise alérgica. O alergista tinha orientado qur, nesses casos, eu desse hizigine para ele, duas vezes por dia, até que a crise acabasse. O fato dele ter começado a tomar antialérgico pode atrapalhar a vacina de alergia?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Ana: o uso do antihistamínico não interferirá na imunoterapia específica para tratamento da alergia. Agradecemos sua participação em nosso blog.

Anônimo disse...

Boa tarde!
Tenho tido excelentes resultados com a imunoterapia, realmente muito eficaz.
Minha dúvida é em caso de não tomar a vacina no dia correto, posso tomar no dia seguinte? Esqueci de tomar ontem e hoje tentei falar no consultório do meu alergologista e não consegui. Estou com receio de tomar ou não tomar corretamente.
Obrigada,

Ana Maria

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Não há problema, Ana: tome no dia seguinte e na próxima semana volte ao dia original. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

Bom dia!
Esqueci a vacina sublingual fora da geladeira em temperatura ambiente por 5 horas, ela perdeu o efeito? Devo descartá-la e iniciar um novo frasco?
Obrigada,
Jane

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Jane: em geral a imunoterapia sub lingual pode ficar fora de geladeira até 8 horas. Mas, desconheço o concentrado utilizado pelo seu alergista. Sugiro que ligue para o médico e confirmar esta informação. Gratos por sua visita.

Edenilse- Itajaí-SC disse...

Olá. Gostaria de saber o que é a imunoterapia (vacina) com inalantes chamados IC para pessoas com Asma brônquica grave? Esse tipo de imunoterapia é imprescindível para esta doença? Obrigada.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Edenilse: desconheço o que significa a sigla IC. A imunoterapia específica está indicada na asma apenas quando é comprovada a participação da alergia na doença do paciente. Nos casos graves, recomenda-se equilibrar a doença para depois julgar a indicação do tratamento com a imunoterapia específica. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

Bom dia!

Minha filha tem 2 anos e meio e começou agora a tomar a vacina(subcutanea). Ela foi diagnosticada com rinite alérgica que está evoluindo também para uma asma. Gostaria de tirar 2 duvidas:
- Qual a diferença da vacina subcutanea para a sublingual? Por que alguns alergistas passam a subcutanea e outros a sublingual?
- Ela tomou hoje de manhã uma aplicaçao da vacina(ela ainda está no 1o frasco) e agora pela noite começou uma tosse seca horrorosa, aquela tosse "abafada" de asmatico. Terei que entrar no corticoide (prelone) e minha duvida é a seguinte: posso dar corticoide estando tomando a vacina? e dando no mesmo dia da aplicação, nao vai "anular"o efeito da mesma?
atenciosamente,
Camila

Anônimo disse...

ola!

a partir de que idade pode comecar a imunoterapia? (meu sobrinho tem so 1 aninho)

e é possivel no exame de sangue (RAST) nao dar nada e mesmo assim o medico insistir com a imunoterapia? (no exame de sangue dele nao deu nada alterado, e mesmo assim o alergista disse q ele tem rinite alergica)

grato

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Camila: A imunoterapia específica (vacina para alergia) tem a sua eficácia comprovada na utilização por via injetável e por via sublingual. Contudo, a experiência e o número de estudos com a utilização de vacinas injetáveis é maior, especialmente, com relação aos extratos de ácaros da poeira e no tratamento preventivo da asma e da rinite alérgica. Nos ultimos anos, a imunoterapia sublingual está sendo mais utilizada nas crianças com boa resposta clínica, com a vantagem de não necessitar das injeções repetidas. O tratamento mostra bons resultados, boa tolerância e poucos efeitos colaterais. É possível utilizar corticóide para tratar a tosse de sua filha mas entre em contato com o alergista para ajuste da medicação. Gratos por sua visita. Aproveito a oportunidade para convidá-la a assinar nosso blog e passar a receber nossos textos diretamente em seu e-mail

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Não posso emitir um parecer específico sobre o caso do seu sobrinho baseado apenas nos dados enviados. Contudo, farei algumas considerações: 1) A nova normatização da imunoterapia específica (vacina para alergia) não estabelece limites de idade, ficando a critério do alergista a indicação do tratamento. 2) A dosagem da IgE específica (RAST) pode ser negativa em crianças pequenas, mesmo na vigência da alergia. Os dados clínicos poderão servir de base para o tratamento. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviarei a cópia em PDF do nosso livro sobre a Rinite "É mais feliz quem respira pelo nariz". Gratos por sua visita.

Bárbara Magalhães disse...

Oie... Minha mãe tem alergia e ta fazendo imunoterapia ,Gostaria de saber se durante esse periodo ela pode consumir bebidas alcoolicas, Cerveja por exemplo! aah e Parabéns pelo blog super Interessante!!! Ameii!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Bárbara: não há problema na ingestão moderada de bebida alcoólica durante o tratamento com as vacinas (imunoterapia).Agradecemos seu incentivo. Aproveito a oportunidade para convidá-la. a assinar nosso blog e passar a receber nossos textos diretamente em seu e-mail

Anônimo disse...

Olá! Alguém sabe me informar onde posso fazer o tratamento de imunoterapia para candidiase (antigeno BG e antigeno OID) em São Paulo? Minha médica é de Curitiba e receitou este tratameto, mas eu moro em São Paulo e achei que encontraria fácil por aqui, mas não estou achando.
Obrigada pela atenção!
Bruna

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Bruna: aconselho que procure esta informação junto Àsbai (www.sbai.org.br), órgão que normatiza a especialidade de Alergia e cuja sede é em S Paulo. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

Obrigada pela dica!

suelen disse...

Olá, estou com uma dúvida: faço tratamento com vacinas contra alergia e sempre obedeço o prazo de 7 dias indicado pela médica para nova aplicação, mas desta vez terei que atrasar a vacina por um dia, por motivo de viagem. Existe algum problema? Desde já grata. Suelen.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O ideal é não atrasar as doses, por isso, procure regularizar as aplicações o mais breve possível. Obrigado pela visita ao nosso blog.

Anônimo disse...

olá , Faço tratamento com vacinas e gostaria de saber se posso tomar antibiótico enquanto estou fazendo o tratamento?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Não há problema no uso de antibióticos no decorrer do tratamento com as vacinas de alergia (imunoterapia) Agradecemos sua visita ao nosso blog.

Photographer disse...

oi,
eu estou tomando avacina há 1 mes e meu peso aumentou em 3kls. Assim como meu apetite tambem parece ter aumentado. Já fiz o tratamento antes e tive o mesmo efeito-colateral. Alem do que quando comentei com outras pessoas que tambem tomam, o mesmo ocorreu com algumas delas.
Existe alguma explicação para isso?
Grata,

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Imunoterapia (vacina para alergia) não causa ganho de peso pois não contém química. É composta por elementos naturais como ácaros, bactérias, entre outros, dependendo de cada pessoa e da fórmula feita pelo médico. Portanto não causa aumento de apetite ou ganho de peso. Aconselho que entre em contato com seu alergista, relate o ocorrido e peça que a oriente. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

ola! minha filha tem rinite alergica, e está sempre com tosse seca, mesmo fazendo uso uso de allegra e singulair diariamente, tem 1 mes q comecou com as vacinas, e agora o pediatra quer dar antibiotico pois a tosse nao ta passando. Antibiotico funciona pra rinite?grata

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Uma rinite alérgica pode originar infecções das vias respiratórias e neste caso, necessitar do uso de antibióticos para combatê-las. Sugiro que peça ao pediatra de sua filha que explique a escolha do uso desta medicação no seu caso. Gratos por sua visita ao nosso blog.

Anônimo disse...

Olá!Faço tratamento ha 2 anos,são 14 séries, cada série são 05 doses, sendo que as três primeiras séries foram com intervalos de 08 dias e a dosagem ia da 1ª a 5ª e as demais com intervalos de 15 dias, com uma dosagem fixa de 5ml, tive uma melhora razoavel, pois já nao sufoco mais, mas a rinite persiste, sempre que tenho contato com poeiras, pelos e outras coisas mais, fico espirrando bastante, mas ai meu alergologista passou uma medicação que alivia, será que quando eu parar o tratamento que será em torno de 03 anos, e se voltar a ficar sufocada terei que fazer tudo outra vez???

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

o tratamento com as vacinas (imunoterapia) controla a doença e seus sintomas. Contudo, não é possível curar a alergia, já que se trata de um estado de sensibilidade individual, de carater genético (hereditário) Fique tranquila, ao final do tratamento, não há necessidade de reiniciar o esquema. Agradecemos sua visita.

Anônimo disse...

conseguimos ver uma melhora com qto tempo de tartamento? (mais ou menos) obrigada

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Embora o tratamento seja longo, a melhora se verifica nos primeiros frascos da imunoterapia Agradecemos sua visita ao nosso Blog.

Andreia disse...

Olá, a uns 2 anos desenvolvi uma alergia. Quando uso sapato aonde meus pé coçam muito, muito mesmo, ficando asperos e grossos na região onde tem o maior contato. A coceira não é na hora, as vezes umas 5, 8 a 12 horas depois que usei o calçado. E já tentei mudar de calçado, mas todo foro de calçado me da alergia. Usei Elidel e não resolveu, gostaria de saber se existe vacina que pode controlar esta alergia, ou não.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Andriea: mão há uma vacina específica pata os casos de alergia de contato. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

boa noite! fazer nebulizacao com soro e atrovent ajuda na tosse seca provocada pela rinite??? ou so funciona quando tem algo no pulmao?grata

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Atrovent é um broncodilatador, ou seja, dilata os brônquios e melhora a falta de ar das crises de asma. Não tem ação sobre a rinite alérgica. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

Obrigada pela resposta! Entao o atrovent nao funciona para nenhum tipo de tosse? Somente ajuda na falta de ar? grata

Anônimo disse...

Boa Tarde. Eu ja fiz o tratamento com essas vacinas quando eu tinha 8 anos e agora com 18 anos precisei voltar o tratamento pois tenho alergia de pó, acaro, fungos. Sofro de asma e conjuntivite alergica. Essa vacina corta o efeito do antconcepsional?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Fique tranquila. A imunoterapia não interfere no efeito do anticoncepcional. Gratos por sua visita.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Atrovent não está indicado no tratamento da tosse provocada pela rinite alérgica.

Anônimo disse...

Fiz um tratamento com vacinas durante um ano, ao passar para a fase de manutenção, tive uma reação alérgica, fiquei no balão de oxigênio... enfim, foi terrível!
Desisti do tratamento...Fiquei com medo! Há algum perigo em parar com o tratamento?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Não há perigo em parar o tratamento. O seu alergista poderá indicar as melhores opções para seu caso. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

oi, tive reação alérgica ao tratamento com as vacinas (falta de ar - congestão nasal - asma) o médico reduziu a dose para um terço do que eu havia tomado. ainda não chegou o dia dessa nova dose. Baixando a dosagem, as reações alérgicas podem de fato não acontecer? Fique receosa.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Para poder responder sua pergunta, seria necessário conhecer: 1) tipo de imunoterapia 2) extrato utilizado 3) dose utilizada 4) dados pessoais, como: diagnóstico da alergia, seu grau de sensibilidade, severidade da alergia, resultado dos testes (na pele ou no sangue), etc. Aconselho que exponha sua preocupação ao seu médico para que possa esclarecer sua dúvidas. Obrigado pela visita ao nosso blog.

Anônimo disse...

Fazer nebulozacao com berotec melhora a tosse seca causada pela rinite?obrigado

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Berotec é um broncodilatador. Não atua nos sintomas nasais causados pela rinite. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

ola! que reaçoes a vacina sao essas que algumas pessoas citaram? elas podem ocorrer ate quanto tempo depois de tomar?grata

Joice disse...

Bom dia Minha filha, tem uma alergia tão grande, que os pés dela tem cortes de uma tal maneira que parece que foram feitas com faca...
Ela vai começar o tratamento imunoterapia.
Será que só esse tratamento vai resolver ???
Vcs sabem de casos assim q ue com vacinas melhorarão...!!Estou desesperada pq tem dias que ela nem consegue andar...obrigada...

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

As reações mais comuns à imunoterapia são leves como por exemplo vermelhidão e inchaço no local da injeção. Mais raramente podem ocorrer espirros, congestão nasal, urticária, etc. Agradecemos sua visita.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Joice: não tenho condições para julgar a indicação do tratamento com a imunoterapia para sua filha baseado apenas em seu breve relato e sem saber o diagnóstico de sua alergia. Conto com a sua compreensão.

Anônimo disse...

faço tratamento com vacia e precisei tomar corticoide (celestamine), ao acabar o remedio, quantos dias depois posso voltar a tomar a vacia?grata

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Se sua crise já foi resolvida, pode voltar a utilizar sua imunoterapia. Agradecemos sua visita.

Anônimo disse...

minha filha de 3 anos tem sempre o nariz entupido e uma tosse seca horrorosa! foi diagnosticada com RINITE! Toma remedio toda hoa (anti alergicos e a te corticoides) enquanto toma melhora um pouco, para de tomar e volta tudo....nao sei mais o que fazer... estou desesperada!!! ela está no 3o mes de vacina e nao vi nenhuma melhora!!!! por favor, me ajude... obs:tomou allgra e singulair por 8 meses e nao adiantou

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O tratamento da rinite deve incluir: 1) uso de remédios 2) controle ambiental contra ácaros 3) controle de fatores agravantes ou provocadores de crises 4) imunoterapia. Envie um e-mail para blogdalergia@gmail.com e enviarei uma cópia em PDF do nosso livreto: "É mais feliz quem respira pelo narioz". Gratos por sua visita

Anônimo disse...

minha filha foi diagnosticada com rinite, tem uma tosse seca horrorosa e os pulmoes tao sempre limpinhos! mesmo os pulmos estando sempre limpos a alergista passou flixotide pra ela... flixotide nao eh para asma?att

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A rinite e a asma são doenças muito ligadas, sendo comum que a rinite sirva como estímulo para que a asma apareça. A tosse em algumas pessoas, pode ser o unico sintoma da asma e Flixotide pode ser usado no controle da tosse e para prevenir a asma. Aconselho que fale com o alergista que trata de sua filha e peça que explique o porquê da utilização do remédio no seu caso. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

OLÁ MINHA FILHA TEM 2 ANOS E 3MESES E DE 1 ANO PRA CÁ NÃO CONSEGUE MAIS RESPIRAR PELO NARIZ TEM CORISA O DIA INTEIRO SAI MUITO CATARRO, FAÇA CHUVA OU SOL E A MÉDICA DISSE QUE ELA TEM RENITE.ELA USA ZETALERG,NASONEX A MAIS DE 4 MESES E NÃO FUNCIONA.A MEDICA DISSE QUE A VACINA SÓ PODE SER USADA A PARTIR DE 5 ANOS.ATÉ LA O QUE EU FAÇO

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O seu relato sugere que sua filha possa ser portadora de rinite. É possível iniciar a imunoterapia para crianças na idade de sua filha, desde que se confirme a indicação para seu caso. Escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro sobre a Rinite alérgica intitulado: “É mais feliz quem respira pelo nariz”.

Anônimo disse...

Flixotide tem corticoide e broncodilatador, ou só corticoide? Pode tomar a vacina usando ele? Grata

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Flixotide contém apenas corticóide inalado (fluticasona) Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

obrigada pela resposta! e pode tomar as vacinas usando o flixotide?

Anônimo disse...

minha filha foi giagnosticada com rinite (esta sempre com nariz entupido e fungando) pq toda vez que ela toma leite a noite (seja normal ou de soja) vem a tosse seca? att

Fabiane disse...

Olá, Quero parabenizá-los pelo blog é muito esclarecedor. E sobre tudo fico feliz em vê pessoas que se importantam com os nossos problemas, tirando nossas dúvidas e indicando em alguns casos o caminho a seguir.
Minha filha tem 4 anos anos a a quase 1 ano faz tratamento com vacina sublingual para ácaros. Só que mesmo assim ela tem crises, que afetam diretamente os olhos, com coceiras, secreção. Achei melhor leva-la também ao oftalmologista. O que vocês mim dizem sobre essa decisão? A consulta será amanhã 11/04. Aguardo resposta antes disso. obrigada!!!!!!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Fique tranquilo: o uso do Flixotide não interfere com a vacina (imunotyerapia)

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A tosse após alimento, em especial durante a noite pode ser decorrente de refluxo gastro esofágico. Uma alergia ao leite causaria sintomnas todas as vezes que ingerisse leite ou qualquer derivadso lácteo. Para emitir um parecer específico sobre sua filha é essencial examinar pessoalmente. Gratos pela visita.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Fabiane: a conjuntivite é uma das complicações mais frequentes da rinite alérgica. Foi sensata a sua decisão de buscar o parecer com o oftalmologista que poderá contribuir e trabalhar em parceria com o alergista. Reforço que nos casos de comprometimento ocular o controle ambiental contra ácaros em sua casa é muito importante. Agradecemos sua visita e seu carinhoso incentivo ao nosso trabalho voluntário neste blog.

Anônimo disse...

meu filho fez a alguns anos,tratamento com aminovac vacina,pois tinha bronquite alergico asmatico,agora outro meu filho tambem tem o mesmo problema, e eu aqui em curitiba pr, nao estou encontrando aminovac,nem alergoral,por favor, me informem se o medicamento saiu de mercado, e se tem algum medicamento similar com aplicacao sublingual,que meu filho de 6 anos possa usar,abracos

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Que eu saiba,estes produtos não estão mais sendo fabricados. Não sei informar se ainda existem similares á venda. Aconselho que procure um alergista para orientar o tratamento do seu filho. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

Bom dia,meu filho toma uma vacina subcutanea alergenos IC composiçao: acaros25%,polens mix25%, epitelios mix25%+fungos IeII 25% concentracao diluicao IC(10-6 UF).Gostaria de saber como posso adquiri-la, pois iniciamos o tratamento e agora ele precisa tomar de 2 em 2 meses.Se puderem me ajudar obrigada,Débora

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Débora: o alergista do seu filho preparará a vacina de forma individualizada para seu uso pois não é comprada em farmácias. Gratos por sua visita.

jubrandolis disse...

Olá,

Gostaria de saber se a imunoterapia pode ser aplicada a pessoas com hipertensão arterial, que tomam medicamento diário para controle da pressão.

Obrigada.
Juliana

Anônimo disse...

Boa noite! Minha filha tem rinite e toda hora tem uma tosse seca horrorosa e o medico entra com o Prelone. Dessa vez ele passou o Celestamine. Sei que os 2 sao corticoides, mas existe um "mais forte"ou "mais fraco" qual o criterio para escolher um ou outro? grata

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Jubrandolis: a imunoterapia específica para aeroalérgenos pode ser aplicada em pessoas portadoras de hipertensão arterial. Obrigado pela visita ao nosso blog.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Embora os dois medicamentos contenham corticóides, são bastante diferentes: Celestamine contém duas substâncias - um antialérgico (antihistamínico) e um corticóide em dose baixa. Prelone contém apenas o corticóide em dose mais alta. A escolha do médico depende da análise clínica feita em cada paciente. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

Boa noite! O Profenid é indicado para a tosse seca causada pela rinite?att

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Não. Profenid é um antinflamatório e analgésico(cetoprofeno) Agradecemos sua visita ao nosso blog.

Anônimo disse...

O pediatra do meu filho as vezes passa o proferid para a tosse seca dele. Pq sera? Att

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Não sei informar. Aconselho que pergunte ao pediatra do seu filho que o examinou e pode ter detectado a necessidade do uso da medicação.

Anônimo disse...

Vcs dão alguma dica de remedio caseiro pra rinite? Att

Anônimo disse...

Minha filha toma vacina toda Terça , essa semana não pude dar Terça, dei na quarta! Semana que vem continuo dando quarta ou volto pra Terça? Att

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O tratamento da rinite engloba: 1)uso de remédios aliviadores, para tratar os sintomas já instalados. Os antialérgicos (antihistamínicos) estão indicados, preferindo-se os mais modernos, não sedantes.
2) uso de remédios controladores, atuando na inflamação nasal e proporcionando condições para evitar crises. Os corticóides inalados em spray para uso nasal são indicados para este fim. Estes medicamentos são formulados de maneira especial que permite seu uso a longo prazo, com poucos efeitos colaterais.
3) imunoterapia específica com aeroalérgenos estará indicada nos casos onde a alergia for comprovada.
4) controle ambiental contra ácaros e outros fatores agravantes que possam piorar a doença.
5) Lavar narinas com soro fisiológico ou solução salina pode ser de grande ajuda. 6) Cuidados ambientais com o ambiente do seu quarto para combater os ácaros ambientais. Gratos por sua visita.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Recomendo que volte a aplicar a vacina de sua filha na terça feira. Gratos por visitar nosso blog.

Anônimo disse...

bom dia, o uso do flixotide nao interfere na eficacia das vacinas? grata

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Não. O uso do Flixotide não interfere na eficácia da imunoterapia (vacina para alergia). Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

Bom dia! Minha filha tem rinite, está sempre com nariz entupido e fungando.

De tempo em tempo vem a tosse seca junto com o nariz escorrendo, e quando esse quadro surge, a alergista dela passa claritin D. Se nao melhorar com o claritin D, ela entra com celestamine ou prelone. É sempre desta forma.

Queria saber se ela tomar claritin D a cada 15 dias +/- nao faz mal, pois as crises vem com espaço de tempo de 15 a 20 dias.

obrigada

obs: ela faz as vacinas a 5 meses

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O uso do Claritin D só deve ser feito com orientação médica. O tratamento da rinite controla os sintomas nasais e evita as infecções repetidas. Escreva para nosso e-mail blogdalergia@gmail.com e receba uma cópia do nosso livro sobre a rinite "É mais feliz quem respira pelo nariz". Gratos pela visita.

Anônimo disse...

Boa noite,

Minha filha tem rinite e a alergista mandou usar rinosoro gotas direto no nariz dela, disse para eu comprar o soro filiologico e ir encheno o frasquinho do rinosoro. O soro fisiologico eu sei que tem que ficar na geladeira depois de aberto, entao minha duvida é se após eu encher o frasquinho do rinosoro, devo deixa-lo na geladeira tambem? obrigada

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O rinosoro (soro fisiológico) usado para lavagens nasais não precisa ser conservado em geladeira.Gratos por sua visita.

Pri Diniz disse...

Olá, boa atrde, encontrei o blog por acaso. Meu filho começou a usar flixotide a 2 dias. Queria saber uma coisa: sei que bombinhas viciam e tem reações como aceleração do coração. Isso ocore com o uso do Flixotide?
E qual seria o risco com o uso diario deste medicamento?
Obrigada
Pri Diniz

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Pri: este conceito é equivocado As "bombinhas" ou medicamentos inalados usados no controle da asma NÃO viciam e NÂO fazem mal ao coração. Flixotide é seguro e pode ser usado com segurança nas crianças. Flixotide não é usado para tratar crises, mas sim todos os dias, mesmo que a criança esteja bem, para prevenir as crises. Por favor, leia estes textos que publicamos anteriormente:
1) http://blogdalergia.blogspot.com/2006/10/bombinhas-fazem-mal-ao-corao.html
2) http://blogdalergia.blogspot.com/2010/08/bombinhas-e-outros-afiins.html
Agradecemos sua visita ao nosso blog.

Anônimo disse...

bom dia

esqueci de tomar minha vacina ontem,ela aplicada na pele tem algum problema se eu tomar hoje.
grata!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Se você esqueceu de aplicar a vacina para alergia (imunoterapia), pode aplicá-la no dia seguinte. Na próxima semana, retorne à data habitual de aplicação. Gratos pela visita.

Pri Diniz disse...

Olá, obrigada pelos textos e pela explicação.
O meu filho melhorou muito desde o primeiro dia em que tomou o Flixotide, e não teve mais crises de tosses noturnas como tinha antes.
Estou muito feliz, mas desconfiada que ele não tenha realmente bronquite, pq o remédio fez efeito imediato e o médico falou que isso aconteceria por volta de 20 dias. Os sintomas que ele apresentava eram tosse a noite, as vezes nariz sangrava e raramente o peito chiando.
Voltaremos ao pneumologistas dia 25.
Obrigada por tudo!

Anônimo disse...

bom dia o meu filho tem 2 anos e6 meses e qwuando fica resfriado fica muito cansado e com grande dificuldade de respirar o pediatra mandou procurar um alergista e o mesmo fiz.
O alergista me falou isto iria persistir até aos 8 anos pois a imunidade do meu filho e baixa e passou um vacina que a clinica dele tem com o nome de MJR1 10 doses uma por semana que com esta vacina iria resolver o problema. SERÁ.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O seu relato sugere que seu filho possa apresentar um quadro de rinite e asma. Caso seja confirmado, está indicado o uso da imunoterapia específica. Mas, não há como emitir um parecer ou julgar sua resposta futura ao tratamento, sem conhecer seu histórivo clínico de forma criteriosa e sem examiná-lo pessoalmente. Gratos pela visita ao nosso blog.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Pri Diniz: que boa notícia saber que seu filho está melhor. Na próxima consulta, o seu médico poderá avaliar e orientar sobre o diagnóstico e por quanto tempo será necessária a manutenção do tratamento. Gratos pela visita.

Fernanda Torres disse...

Olá,fço tratamento com vacina e estou na fase de manutenção, tomando a cada15 dias, a pr´xoima data terei que atrasar 1 dia, tem algum problema?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Fernanda: não há problema neste pequeno atraso. mas, depois volte ao seu tratamento com regularidade. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

Bom dia! Minha filha tem 3 anos e td vez que corre muito, pula na cama elástica ou faz exercícios no geral fica tossindo. O que pode ser? Ela foi diagnosticada com rinite alergica, mas rinite alergica causa isso? Grata

Anônimo disse...

Meu filho tem 9 anos e tem crises de rinite constantes, perguntei para a alergista se tinha algum tratamento a base de vacinas para ser feito e ela me desanimou dizendo que é muito caro.
Será que poderiam indicar alguma clinica ou médico alergista aqui em são paulo, estou muito angustiada!

obrigada

Joana

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A rinite alérgica pode causar tosse. Mas, a piora da tosse com exercícios e atividade física pode sugerir a participação de hiperreatividade brônquica. Aconselho que entre em contato com o alergista de sua filha e peça que a oriente. Não é possível afirmar a causa de uma tosse sem examinar pessoalmente. Gratos por sua visita.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

S Paulo possui excelentes locais de tratamento de alergia, incluindo no Hiospital das Clínicas, Hospital do Servidor, entre outros. Para localizar os locais de tratamento, entre em contato com a ASBAI: www.asbai.org.br no setor: Localize um especialista. Basta digitar o Estado, a cidade e abrirá uma lista com os nomes de especialistas em sua cidade Obrigado pela visita ao nosso blog.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O sintoma principal da hipereatividade brônquica é a tosse, que em geral aparece quando a pessoa ri, faz esforços ou quando fala muito. Pode também ter piora noturna. O tratamento depende da causa. Por isso, o ideal é buscar atendiemnto médico e assim evitando a piora e corrigindo o problema. Gratos por sua visita.

Alderi disse...

Comecei o tratamento e após a 1ª fase e não tive mais crises antes disso tomei outros antialérgicos acho q isso me ajudou a ganhar peso como fiquei estável não tomei a 2ª fase, o ganho de peso tem alguma coisa a ver?? ainda posso retomar a vacina após ter parado 3 meses da 1ª fase??

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Alderi: a vacina para alergia (imunoterapia) é um tratamento longo e para ter bons resultados é preciso que seja feito com regularidade. O intervalo entre as fases prejudica a sua melhora. A vacina para alergia (imunoterapia)não provoca ganho de peso corporal. Aconselho que retorne ao seu alergista para que a examine e avalie se é possível reiniciar a imunoterapia. Gratos por sua visita.

Pri Diniz disse...

Olá, primeiro gostaria de agradecer este espaço tão bacana e a atenção em esclarecer nossas dúvidas!
Meu filho teve o retorno do pneumo que pediu que ele usasse mais dois meses de Flixotide. Fizemos hj a nasofibrolaringoscopia e descobrimos que ele tem Rinite e um desvio leve de septo.
Minha dúvida é: tem ligação as duas doenças (brnquite e rinite), o tratamento poderá ser o mesmo?
Não seria necessário agora procurar um especialista, no caso, alergista, que diagnosticasse a causa dessas Ites?
Obrigada
Pri Diniz

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Pri: a asma e a rinite são doenças "irmãs" que devem ser tratadas em conjunto. É comprovado que a presença da rinite agrava a asma e impede sua melhora. Convido que leia um texto que publicamos em 2010:
http://blogdalergia.blogspot.com/2010/09/asma-e-rinite.html O alergista poderá orientar um tratamento integrado para as duas doenças. Gratos pela visita.

Cris disse...

Olá, gostaria que me ajudassem, faço a imunoterapia há +ou- 4 meses. O problema é que meu último frasco foi passado em 8 aplicações de 0,5ml com intervalo de 7 dias, porém, apliquei por seis dias em intervalo errado. Ao invés de 7 dias, eu repeti o intervalo da dose anterior que eram 5 dias,só na sétima e oitava é que dei intervalo de 7 dias. Há problema nisso? Outro problema é que não terei dinheiro esse mês para voltar na clínica, devo continuar aplicando por mais ums duas doses até o outro mês chegar e eu poder ir na médica ou isso pode comprometer por dosagem mais alta que a pedida? O que pode acomntecer quando aumentamos as doses?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Cris: aconselho que mantenha as aplicações no intervalo correto até o final do conteúdo do frasco e retorne ao seu alergista para que a oriente sobre a continuidade do tratamento. Agradecemos sua visita ao nosso blog.

Anônimo disse...

Bom dia!! Comecei o tratamento de imunoterapia esse mes, e percebi q fiz td errado... não estava aumentando as doses... só tomei 4 até agora... é possível, a partir das proximas injecoes, aumentar as doses como deveria ter feito desde o início? O que devo fazer?

Grata,

Elisabeth

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Elisabeth: não há problema em fazer o aumento da dose a partir de agora, seguindo a orientação do seu médico. Gratos pela visita.

Jaqueline Campos disse...

OLÁ! PRIMEIRAMENTE GOSTARIA DE PARABENIZA-LOS PELO BLOG QUE É MARAVILHOSO, MUITO ESCLARECEDOR.
MINHA FILHA TEM 4 ANOS E TEM RINITE ALÉRGICA,UM QUADRO Q SEMPRE EVOLUI P/ SINUSITE E CRISES INTERMINÁVEIS DE TOSSE, ALÉM DO INCOMODO PRÓPRIO DA RINITE ALÉRGICA.
BOM LEVEI AO ALERGISTA E OS EXAMES DERAM ALERGIA MUITO ALTA A ÁCARO,EU JA TENHO TODOS OS CUIDADOS POSSIVEIS COMO PASSAR PANO NA CASA 2 VEZES AO DIA NÃO TER BICHO DE PELÚCIA,TAPETE,CORTINA. SEMPRE ASPIRO A CASA PRINCIPALMENTE O QUARTO DELE Q JA TEM O COLCHÃO EO TRAVESSEIRO ENCAPADO EMFIM...TODOS OS CUIDADOS .
ENTÃO ELA RECEITOU 12 VACINAS ANTIALÉRGICAS TOMAR 1 POR SEMANA , ELA COMEÇARA A TOMAR A VACINA NA SEMANA QUE VEM , LÁ PRO DIA 02/08 PORÉM ELA PRECISA TOMAR A SEGUNDA DOSE DA VACINA P/ GRIPE Q SERÁ DIA 14/08 TEM ALGUN PROBLEMA?
OUTRA PERGUNTA: O ALERGISTA DISSE Q EU POSSO PEDIR PARA DAREM A VACINA NELA ATÉ MESMO NA FARMÁCIA , MAS ELA NUNCA TOMOU,E SE DER ALGUMA REAÇÃO MAIS GRAVA? ESTOU MUITO PREOCUPADA.
A ULTIMA PERGUNTA É: ELA PODE TER REAÇÕES ALÉRGICAS COMO TER CRISES DE TOSSE OU FICAR ENCATARRADA? E SE FICAR EU POSSO TRATA-LA COM ANTIALÉRGICOS MESMO ESTANDO TOMANDO A VACINA? POR FAVOR ME RESPONDAM ESTOU MUITO PREOCUPADA.
DESDE JÁ AGRADEÇO DE TODO CORAÇÃO.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Jaqueline: 1) o uso da imunoterapia não impede a vacinação contra a gripe. 2)as diluições da imunoterapia são feitas de acordo com os dados de cada paciente de forma que a possibilidade de reação adversa é bastante reduzida. 3) A criança que apresenta sintomas durante o período de uso da imunoterapia pode ser medicada normalmente, sob a orientação do seu alergista, de acordo com as características de cada caso. Agradecemos sua visita e suas palavras de incentivo ao nosso trabalho voluntário no Blog da Alergia.

Anônimo disse...

Olá, bom dia...
Meu filho tem 6 anos e está na segunda dose de imunoterapia para ácaros. Antes da primeira dose ele estava com uma tosse seca, a mesma continuou e depois da segunda dose injetável, parece que aumentou a intensidade da tosse e irritou muito os olhos...Isso pode ser que a vacina esteja reagindo positivamente no organismo dele? Ou devo retornar ao médico alergista para avaliá-lo? Muito obrigada. Cristiane

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Cristiane: o seu relato não deixa claro que os sintomas relatados tenham sido ocasionados pelas aplicaçõesda imunoterapia. Aconselho que leve novamente o seu filho ao alergista para nova avaliação. Gratos pela visita.

Rodrigo Cosati disse...

Olá. Hoje minha esposa levou meu filho, que frequentemente anda apresentando crises de tosse e respiratória, ao alergista, que diagnosticou vários tipos de alergia, sendo as de maior grau a insetos, poeira, pelos de cães e pelúcia. Já ao final da consulta aplicou uma injeção e deixou um vidro com minha esposa dizendo para guardar na geladeira e aplicar semanalmente durante 3 meses,e que já iniciara o tratamento. Minha esposa perguntou a duração total do tratamento, ao que foi respondido que variava, podendo ser de 1,5 a 2 anos ou mais. Quando minha esposa me contou sobre a consulta, fiquei muito chateado e resolvi pesquisar sobre o assunto, pois meu filho tem apenas 3 anos de idade e ter que submetê-lo a injeções semanais me preocupa bastante. Parece que existe um tratamento oral (sub-lingual). Ele tem a mesma eficácia do tratamento injetável? Tem maior custo? Por último, é realmente aconselhável iniciar a imunoterapia numa criança dessa idade? Li alguns artigos na Internet em que se contraindica esse tratamento em crianças menores de 5 anos. Agradeço pela atenção.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Rodrigo: o tratamento com vacinas (imunoterapia) pode ser feito via subcutânea ou por via sublingual. A imunoterapia sublingual pode ser usada em crianças com evidências de sensibilização alérgica a inalantes, com bons resultados, boa tolerância e poucos efeitos colaterais. Mas, para afirmar se está indicada para sua filha seria necessário conhecer seus dados clínicos de forma criteriosa. Quanto à idade para início da imunoterapia, os últimos consensos elaborados pela ASBAI e pela OMS apontam que não há mais um limite rígido com relação à idade, não havendo contraindicação no uso em crianças menores de 5 anos. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

tomar celestamine junto com o tratamento da imunoterapia tem alguma coisa a ver ou um não interfere o outro?parabéns pelo blog,bom d+++.

Carlos Miller disse...

Olá

Comecei a fazer o tratamento com as vacinas a 3 meses, na segunda semana apareceu uma leve coceira pelo corpo todo.

Esta reação pode ser das vacinas?

Obrigado

Carlos

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Carlos: é rara a ocorrência de reações adversas com imnuoterapia para inalantes, em especial nas diluições mais altas das fases iniciais. Mas, não há como afirmar sem avaliar pessoalmente. Aconselho que procure seu alergista. Agradecemos sua visita ao nosso blog.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O uso do Celestamine, sob prescrição médica, na dose e no tempo adequado, não interfere com a imunoterapia específica com aeroalérgenos. Contudo, ressalto que este medicamento não deve ser usado por conta própria. Gratos pela visita e pelo incentivo ao nosso trabalho voluntário neste blog.

Anônimo disse...

Olá, minha filha está na 4a série de vacina, gostaria de saber quantas series sao até entrar na fase de manutencao,
grata

Anônimo disse...

OLA BOA NOITE, MEU FILHO TEM 2 ANOS E 6MESES. TEM DERMATITE ATOPICA, RENITE DESDE BEBE MAS OU MENOIS 8 MESES DE VIDA , NO DIA 13 DE AGOSTO DESSE ANO FIZEMOS O TESTE ALERGICO E CONFIRMOU QUER ELE E ALERGICO A ACAROS, PELOS DE ANIMAIS, E PICADA DE INSETOS , A ALERGISTA RECEITOU A VACINA PELA BOCA DE 2 EM 2 MESES TENHO Q COMPRA A VACINA ATE ELE COMPLETA 5 ANOS E ISSO E APENAS PARA AMENIZAR A ALERGIA. ISSO E CERTO,,, TODOS OS DIAS PELA MANHA 30 MIM DE JEJUM E ISSO RESOLVE MESMO? OBRIGADA SAO JOAO DEL REI.

Anônimo disse...

olá meu nome é cristiane.
comecei a poucos meses um tratamento para sinosite,renite e agora também asma.tenho alergia a pó,perfumes,produtos de limpeza em geral.agora fui aconselhada a começar o tratamento com imunoterapia.gostaria de saber se com esse tratamento algum dia eu possa voltar a usar perfumes e se essa renite pode talvez nunca mais se manifestar?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Cristiane: a rinite alérgica não tem cura, mas a imunoterapia (vacina) é o unico tratamento capaz de modificar a história natural da doença e controlar de forma completa os sintomas. Escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do nosso livro sobre a rinite "É mais feliz quem respira pelo nariz". Agradecemos sua visita ao nosso blog.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Embora a vacina injetável tenha mais estudos, pelo seu maior tempo de utilização, a vacina sublingual tem se mostrado eficaz, com a vantagem de ter uma via de utilização mais confortável para as crianças. Convido que leia o texto que publicamos sobre este tema:
http://blogdalergia.blogspot.com/2011/01/vacina-sub-lingual-para-tratar-rinite.html Gratos pela visita.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O tempo para se atingir a fase de manutenção varia de acordo com a técnica usada pelo especialista, mas gira em torno da 5ª ou 6ª fase. Gratos pela visita

Anônimo disse...

Oi, sou jaqueline,tomo a vacina de alergia de 10 em 10 dias só que esqueci posso tomar no outro dia ou tenho q começar o tratamento q era de 3 em 3 dias tudo novamente? me ajude por favor,obrigada.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Jaqueline: no caso de poucos dias, a imunoterapia pode ser mantida sem necessidade de regressão. Gratos pela visita.

Unknown disse...

Iniciei o tratamento, mas o médico deixou de me responder algumas perguntas, pois eu tinha tantas, rs.
As vacinas são Inalante Mix Teta e Imuno Teta, gostaria de saber se as duas são para alergia respiratória ou se uma delas é para alergia alimentar, pois fiz também o teste alimentar. Bem por enquanto é só. Grata, Tatiane Ferreira.

Anônimo disse...

oi,sou Paulini estou fazendo tratamento com imunoterapia..porem estou sentindo enjoos e a noite meu corpo fica "pinicando muito" e costumo a coçar e fica umas manchas vermelhas;gostaria de saber se isto é reação a vacina que estou tomando e se devo voltar ao alergista para ele suspender o tratamento.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Tatiane: alergias alimentares não são tratadas com imunoterapia. A expressão "Inalantes mix" indica uma vacina para tratamento das alergias respiratórias. Gratos por sua visita.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Paulini: a imunoterapia pode provocar reações adversas, sendo as mais comuns as reações locais, como por exemplo: dor, irritação, edema, avermelhamento e coceira no local da aplicação. É descrita também a piora transitória dos sintomas alérgicos, minutos ou horas após aplicar a vacina. Aconselho que retorne ao seu alergista para uma nova avaliação e conduta. Gratos pela visita.

Anônimo disse...

gostaria de parabenizar o blog por dedicar seu tempo para ajudar tantos brasileiros..tirando suas duvidas na medida do possível...como citei acima tenho tido algumas reações á Noite indesejaveis(coceiras,o rosto um pouco avermelhado etc)fiquei com medo de ser reação ao tratamento da imunoterapia,mas o alergista me disse que não tem nada a ver e me passou Hixizine para tomar alguns dias;pelo que entendi a reação a este tratamento já se manifesta apos minutos ou horas de aplicação da vacina e no meu caso minhas reações manifestam mais a noite.Porque as alergias "atacam" mais a noite?Paulini.

Anônimo disse...

faço uso de alvesco e omnaris, tenho que suspender a medicação para poder fazer esse teste? afinal eu gostari de saber realmente noque sou alergica. abraço adoro vcs esse blog e de mais.

Anônimo disse...

ola gostaria de saber se posso bebe cerveja, pois estou fazendo o tratamento estou na primeira faze,ah tbem sou fumante,sera que este tratamento vai me ajudar paguei na primeira dose 280,00 que so sao 10 apricaçoes, bom muito obrigado pela atençao....sao paulo 30 de de agosto de 2012


patricia

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Paulini: à noite existem situações que podem se relacionar com o aumento das alergias: permanecemos mais tempo dentro de casa e mais sujeitos à influências ambientais; as condições climáticas da noite são diferentes das diurnas; há um predomínio vagal fisiológico no sono, etc. O seu alergista (que conhece seus dados clínicos) poderá orientar de forma mais específica sobre seu caso. Agradecemos suas palavras de incentivo ao nosso trabalho voluntário neste blog. Aproveito a oportunidade para convidá-lo a assinar nosso blog e passar a receber nossos textos diretamente em seu e-mail.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Você não informou o tipo de teste. O uso do Alvesco não interfere nos testes mais comumente realizados, que são os testes inalantes e alimentares. Gratos pela visita e pela sua menifestação de carinho pelo nosso trabalho voluntário neste blog. Convido que assine o Blog da Alergia e volte sempre para nos visitar.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A ingestão moderada de bebida alcoólica não interfere na imunoterapia (vacina para alergia). Mas, se você é portador de alergia respiratória e também é fumante, o seu tratamento estará prejudicado e poderá não funcionar. Aconselho que converse com seu alergista e peça que o ajude a parar de fumar. Gratos pela sua visita.

Anônimo disse...

Eu faço a imunoterapia a um tempo e sempre aplicaram na parte de trás do braço e subcutanea. Porém, hoje quando fiz, a moça fez no musculo deltoide, intramuscular, queria saber se há algum problema maior.. ou se pode haver alguma reação adversa.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A aplicação da imunoterapia é via subcutânea e não intramuscular. Aconselho que entre em contato com seu alergista e peça que oriente. Agradecemos sua visita ao nosso blog.

Anônimo disse...

qual procedimento é feito quando o paciente tem reações ao tratameno da imunoterapia?é feito o uso de antialergicos com histamine,hixizine..meu alergista passou o hixizine..grata

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O tratamento das reações adversas à imunoterapia varia de acordo com o tipo de reação apresentada pelo paciente. Antihistamínicos estão incluídos entre os medicamentos indicados Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

gosteimuito dese blog,pois eu sou alergica a varias coisas e o medica recomendou esse tratamento de vacina mais eu ñ sabia como iria reagir se ia ter efeitos colaterais ou não,e esclareci varias duvida nese blog e pra que ser ve reaumentepois eu pençava qeu era so para acaros poeira essas coisas asim eu sou muito alergica quando uso ou chego perto de algo que eu teno alergia eu fico toda ferida principalmene as pernas.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Agradecemos seu depoimento e aproveitamos a oportunidade para convidá-la a assinar nosso blog e passar a receber nossos textos diretamente em seu e-mail.

Karla Thiala Melo Silva Thiala Melo disse...

Estou fazendo o tratamento com vacinas há 4 semanas, e desde que comecei, notei que a região onde é dada a vacina fica irritada,avermelhada e com caroçinhos que coçam. Gostaria de saber se essa reação é normal devido às doses. Grata.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Karla: o seu relato sugere que possa ser uma reação local à vacina, mas não há como afirmar sem examinar Aconselho que retorne ao seu alergista para nova avaliação e conduta. Gratos pela visita

Anônimo disse...

meu nome é Cleonice, tenho 39 anos, fiz o tratamento com vacinas completo respeitando os intervalos por +ou- 3 anos até ter alta do médico, mas não deu resultado, fui em outro medico que me disse que o problema é o ambiente de trabalho (trabalho com produtos químicos), mas mandou que eu recomeçasse o tratamento com vacinas , será que vale a pena ou é melhor mudar o ambiente de trabalho?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Cleonice: não tenho condições para opinar se deve ou não fazer a vacina sem avaliar seu caso pessoalmente. Vale ressaltar que quando se identifica a causa de uma alergia, o ideal é controlar e afastar a causa. Contudo, como nem sempre é possível, a imunoterapia pode melhorar a condição clínica do paciente, permitindo que conviva com a(s) substância(s) causadora(s). Gratos por sua visita.

Aurélie disse...

Boa Tarde. a minha filha tem muitas vezes (sobretudo no inverno)crises que os médicos chamam de "asma infantil" / "bronquite asmática". Fica com o nariz cheio de ranho, vai para a garganta, ela fica cheia de tosse e os brônquios ficam logo atacados.Está a tomar os singulair, e está constantemente a fazer máscaras de ventilan / atrovent / flixotoide. A pediatra mandou fazer testes alérgicos (sangue e cutâneos) e acusou o pó e os ácaros. Ela falou-nos nesse tratamento de imunoterapia por gotas.
Será o tratamento adequado para a nossa filha de 3 anos ? A alergia a pó + ácaros será mesmo a origem das crises dela ? Alguma coisa que se possa experimentar antes de iniciar o tratamento ? Obrigado.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Aurélie: O seu relato e o resultado dos testes sugerem que sua filha seja portadora de asma e rinite alérgica. Neste caso, a imunoterapia específica com aeroalérgenos está indicada sendo um importante tratamento que complementa o efeito das medicações, controla a doença e evita novas crises. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

Olá, quero agradecer por ter esclarecidos tantas dúvidas que tinha com os textos no blog!
Mas ainda tenho muitas dúvidas!
Descobri que meu filho tem alergia a formiga, depois que foi picado por mais ou menos 12 formigas lavapé, tivemos que levá-lo correndo ao hospital, onde tomou fernegan e adrenalina. Alguns meses antes ele foi picado na escola por umas três formigas, mas não percebemos nada diferente e aqui na minha casa tinha bastante formiga, provavelmente levava algumas picadas,mandamos dedetizar toda a casa, mas será que porque tinha muita formiga na minha casa, principalmente onde ele brincava, mesmo sem ser picado constantemente, só pelo contato com a formiga no chão, na pele... fez com que ele desenvolvesse essa alergia? Nunca observamos algo diferente, a maior quantidade de picadas fez ele ser mais sensível? E agora por qualquer picada vai deixá-lo cheios de hematomas pelo corpo? Alguns dias depois dessa quantidade maior de picadas, fizemos o teste de alergia nas costas pela alergista, que realmente confirmou a alergia de formiga, deu também que tem alergia a poeira doméstica e a ácaro pteronyssinus, não era de se duvidar, pois vivia tomando desalex e prelone, inalação, contudo a Dra. pediu para realizarmos um rast para saber exatamente o nível da alergia, mas que eu deveria esperar em média 30 dias após as picadas, para conseguir resultado, contudo, bem próximo do dia da coleta de sangue, ele levou mais duas picadas e por isso tivemos que entrar com hixizine e prelone por 10 dias, mas nesse caso ouvimos dizer que a coleta de sangue para o rast poderá ser feita normalmente, mesmo com medicação, não seria alterado o nível de alergia, isso é real,mesmo tomando remédios?
E a partir desses resultado talvez vamos começar o tratamento de imunoterapia, mas ouvimos falar que o ideal é começar depois dos 5 anos e meu filho tem 3 anos e meio, nesse caso não apresentaria resultados e que depois teríamos que recomeçar e pagar tudo novamente, qual a opinião de vocês sobre isso?
Outra dúvida que tenho é que suspeito que meu filho tenha também alergia a pernilongo, pois as vezes em que levou picada ficou com a orelha avermelhada e dormiu mal à noite, foi pedido no rast para averiguar essa possibilidade e também para saber se tem alergia a abelha, nesse caso, como não temos certeza sobre essas outras alergias, podemos começar a fazer as vacinas para formiga, ácaro e poeira assim mesmo?

Anônimo disse...

Olá, vou começar a fazer a imunoterapia, contudo gostaria de saber se posso começar ao mesmo tempo um tratamento com médico pediatra/homeopata também para alergia, pode existir alguma contraindicação?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

As vacinas que refere são padronizadas de acordo com as normas nacionais e internacionais de qualidade, com eficácia comprovada em estudos científicos. Contudo, a resposta ao tratamento é individual e dependente das características clínicas de cada caso. Gratos por sua visita.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

É preciso conhecer as fórmulas que serão utilizadas na homeopatia para poder responder se poderão interferir no resultado da imunoterapia (vacina para alergia). Gratos pela visita ao nosso blog.

«Mais antigas ‹Antigas   1 – 200 de 370   Recentes› Mais recentes»

Postar um comentário

"Os comentários publicados sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste blog reservam-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou sem a devida identificação de seu autor também poderão ser excluídos".

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...