Pular para o conteúdo principal

Iodo não é a causa da alergia ao camarão




As alergias a camarão e frutos do mar representam a forma mais comum de alergia em adultos, afetando cerca de 2% a 3% dos americanos. No entanto, os mitos sobre a doença são muitos.

O engano mais difundido talvez seja o de que a alergia a crustáceos em particular, que corresponde à maioria das alergias a frutos do mar, é causada por uma intolerância ao iodo. Como resultado, muitos pacientes que aparecem em hospitais para tomografias computadorizadas ou outros procedimentos de imagem por raio X, que usem contrastes com iodo, se preocupam com reações alérgicas severas.


Trata-se de um mito: a alergia é causada por proteínas do animal, não pelo iodo.

Mas pesquisadores descobriram que o mito persiste ao menos em parte por causa de médicos que ajudam a propagá-lo. Segundo o estudo, a crença é tão forte que cerca de 70% dos radiologistas e cardiologistas questionados afirmaram que perguntam regularmente aos pacientes se eles têm alguma alergia a frutos do mar antes de administrar meios de contraste para os procedimentos, sendo que 40% deles disseram que não usariam o contraste em pacientes que respondessem sim.

Na verdade, o risco geral de uma reação adversa a meios de contraste varia de 0,2% a 17% (dependendo de diversos fatores), com reações graves sendo extremamente raras. No entanto, estudos demonstram que uma alergia de qualquer tipo, seja asma, alergia a frutos do mar ou a qualquer outro alimento, aumenta o risco na mesma proporção. No fim das contas, não mais que 15% dos pacientes com alergia a frutos do mar sofrem alguma reação.

Tradução: Amy Traduções
Fonte: New York Times (portal Terra)


Comentários

  1. Tive o primeiro episódio de reação alérgica em Buenos aires em outubro de 2009 quando, no almoço, comi um spagguetti com frutos do mar (lula, vongole, dentre outros) as 12h. As 17h, fui correr, como de costume e, entao, começei a fazer um edema gigantesco em face e a uma liberaçao de histamina macica em todo meu corpo com muito prurido. Tive que ir imediatamente a uma farmacia tomar fenergan VO e dexametasona IM melhorando apenas umas 3 horas depois. O segundo episodio foi ha 1 semana quando comi no almoço um risoto de frutos do mar com os mesmos componentes as 12h e fui para a esteira correr as 19h. Em 10 minutos meu rosto começou a edemaciar novamente e comecei a sentir a mesma sensação vivida antes. Fui correndo para uma emergencia onde, desta vez, aplicaram fenergan IM e hidrocortisona IV. A melhora observada foi em 30 minutos e, somente apos esses dois episodios, fui pesquisar na internet e vi que havia correlaçao entre esse tipo de alimento com atividades fisicas. Neste intervalo entre os episodios, comi frutos do mr diversas vezes e nao senti nada. Gostaria de saber se devo continuar comendo e nao associar ao exercicio fisico quando me alimento com este tipo de comida ou se nao posso mais comer. Obrigada!

    ResponderExcluir
  2. O seu relato sugere que possa ser uma forma de alergia denominada de "Anafilaxia induzida pelo exercício". Aconselho que procure um alergista

    ResponderExcluir
  3. Anônimo3/8/11 21:30

    Ola! Passei uma semana de ferias em Fortaleza e comi camarao por pelo menos 4 dias consecutivos, apareceram placas vermelhas enormes no meu pescoso, ombro, bariga e perna. Fenergam nao adiantou, tive que tomar as mesmas injecoes que o amigo ai em cima, hoje estao sumindo aos poucos. Mas antes disso sempre comi frutos do mar e nunca tive problemas, e tambem nao fiz nenhuma atividade fisica.

    ResponderExcluir
  4. Ao contrário do que se pensa, a alergia não surge da primeira vez em que se ingere o camarão, mas sim após a sensibilização, que pode ocorrer em dias, meses ou até anos. Aconselho que procure um alergista. Gratos por sua visita.

    ResponderExcluir
  5. Comprei um complemento thermogênico, só que agora vi que na composição dele tem 3,3 Diiodo-L-thyronine. Desde de criança sou alérgico a frutos do mar, rémedios, etc. Será que se tomar posso inchar como peixe baiacú? Nunca inchei fazendo nenhum raio x, etc.
    ATT,
    Vinícius R.

    ResponderExcluir
  6. Vinicius: os dados que envia não são suficientes para emitir o parecer que deseja.
    Caso more no Rio, estamos ao dispor para avaliar seu caso e prestar maiores esclarecimentos. Gratos por sua visita.

    ResponderExcluir
  7. Lucas Takeda Toyoda13/9/11 19:17

    Muito BOM saber que existem Brasileiros que conhecem à respeito de falsas informações sobre alergia ao Iodo. Trabalho no setor de Medicina Nuclear e durante o curso de pós-graduação descobri que haviam muitos médicos que diziam existir alergia ao Iodo. A reação pode ser denominada como uma reação pseudo-alérgica ou reação anaflactóide. E se todos os médicos do Brasil realmente estudaram sobre alergias, deveriam saber que uma reação alérgica envolve uma reação antígeno-anticorpo. O que não acontece no caso ao elemento químico Iodo. E se realmente houvesse casos verdadeiro todos haveriam morrido pois nossa glândula tireóide e diretamente dependente ao Iodo e na maioria dos sais de cozinha existe o Iodo em sua consituição.

    ResponderExcluir
  8. Não estou entendendo muito bem as afirmações aqui postadas, pois, eu tive um choque anafilático, inchei e cheguei ao edema de glote, sufoquei, minha voz sumiu, perdi os sentidos e ao voltar, tinha recebido 06 injeções, segundo o relato da equipe do CTI, fui salva por Deus da morte e de receber uma abertura no pescoço para me entubar e tentar evitar o coma. Tudo isso aconteceu, segundos após receber uma injeção venosa de 80ml de contraste em uma "Urográfia Excretora". Minha sorte foi que eu escolhi um hospital de grande porte para o exame, com um CTI equipado e uma equipe de profissionais responsáveis e abençoados.
    Alguns anos depois, fui a BH e comi uma moqueca de peixe com camarão deliciosa, que mal terminei de saboreá-la e me custou mais uma tarde no CTI, algumas injeções e um aviso do médico:_Menina cuidado! Você morre se comer um camarão!
    Por favor me esclareçam o que aconteceu e continua acontecendo comigo, pois, sofro de hiper-colesterol LDL hereditário e preciso de frutos do mar, mas nunca mais cheguei perto deles!
    Agradecida e no aguardo;
    Jane monteiro

    ResponderExcluir
  9. Jane: os estudos científicos apontam que a causa da alergia ao camarão não é o iodo e sim uma proteina presente no alimento. Mas, uma pessoa pode ter mais de um tipo de alergia. Por isso, você pode ser alérgica ao camarão e ao contraste iodado, sem que haja obrigatoriamente uma relação direta entre os fatos. Gratos por sua visita.

    ResponderExcluir
  10. Olá...meu marido foi fazer uma TC com contrastre,correu tudo bem,depois de umas 4 horas apareceu nas virilhas umas manchas vermelhas e queimavam muitoe se foi espslhando pelas nádegas.Ele passaou no clínico que falou que pode ocorrer reações até 21 dias após contraste.Gostaria de saber se é pode ocorrer mesmo,e se tem algum perigo com anestesia pos ele vai fazer uma cirurgia breve.Obrigada.

    ResponderExcluir
  11. As reações adversas ao iodo podem ter surgimento imediato ou tardio. O fato de ter apresentado reação com iodo não implica que terá obrigatoriamente reação a anestésicos. Gratos por sua visita.

    ResponderExcluir
  12. Tenho alergia à crustácios e tenho alergia ao iodo. Apenas algumas gotinhas adicionadas ao esmalte de unhas foram suficientes para me causar urticária por todo o corpo. Coincidência? Mito? Não creio!

    ResponderExcluir
  13. Milena: nem sempre há um padrão de alergia que se repete em todas as pessoas. Evidèncias científicas mostram que a causa da alergia ao camarão não é o iodo. Mas nada impede que algumas pessoas tenham as duas alergias. Vale ressaltar que a medicina não é uma ciência exata. Cada pessoa é única e deve ser avaliada por um prisma especial e individual. Agradecemos sua visita ao nosso blog.

    ResponderExcluir
  14. Tive alergia de camarao, sera que posso tomar centrum, apesar se saber agora Acima que nao e o iodo, estou com medo de ter alergia ao iodo porque o centrum tem 33 mcg de iodo , sera que posso toma-lo?

    ResponderExcluir
  15. Dr Geraldo: não tenho condições para emitir um parecer específico sobre seu caso através deste simples aconselhamento na internet, baseado apenas nos poucos dados enviados. Mas, ressalto que o fato de ter alergia ao camarão não implica que terá obrigatoriamente reação adversa ao iodo. Aconselho que procure um alergista para avaliar seu caso, analisar seus dados clínicos de forma criteriosa e orientar de forma adequada. Gratos por sua visita.

    ResponderExcluir
  16. Anônimo1/7/12 01:07

    Ola..sou alérgico a frutos do mar e iodo. só d ecomer um salgadinho de sabor camarão minha boca ja junta de agua...sera que posso tomar um termogenico que contem QUITOSANA?? só fiquei alergico a essas coisas depois de recebr uma quandade enorme de iodo antes de um exame e em segundo...vomitei..sem respirar , olhos vermelhados e etc. ao o médico disse que a partir desse dia seria alérgico a essas coisas. posso com a quitosana?

    ResponderExcluir
  17. Quitosana é um produto obtido a partir de crustáceos e há uma grande chance de provocar alergia em pessoas alérgicas ao camarão. Aconselho que fale com seu alergista antes de ingerir o produto. Gratos pela visita.

    ResponderExcluir
  18. Olá, sempre comi peixes diversos, frutos do mar, camarão, etc. Há 6 anos fiz uma TC e tive uma reação alérgica severa ao contraste de iodo, com direito a edema de glote e tudo o mais. As reações alérgicas(menores)demoraram a sumir,tive que tomar antialérgicos por uns 4 meses. Desde então, nunca mais cheguei nem perto de nada que for do mar. O médico disse que só experimentando para saber se fiquei alérgica a essas coisas ou não. Tenho muita vontade de comer peixes, bacalhau,etc. mas morro de medo de ter edema de glote de novo.

    ResponderExcluir
  19. Não tenho condições para orientar especificamente sobre seu caso sem avaliar seus dados clínicos de forma criteriosa. Como explicamos no texto, o fato de ter alergia ao camarão não implica que terá obrigatoriamente ao iodo. Aconselho que procure um alergista para orientar seu caso adequadamente.

    ResponderExcluir
  20. Bom dia, tenho alergia á camarão, por enquanto, apenas a esse crustáceo, ja ingeri frutos do mar e nada aconteceu, vou realizar uma cirurgia de grande porte semana que vem, e gostaria de saber se corre algum risco devido a anestesia geral, obrigado

    ResponderExcluir
  21. Não tenho condições para opinar sobre seu caso sem conhecer seus dados clínicos de forma criteriosa. Mas, vale ressaltar que o fato de uma pessoa ter alergia ao camarão não implica que terá também alergia a anestésicos. Gratos pela visita.

    ResponderExcluir
  22. Ola bom dia sou alérgico a camarão e lula não experimentei mais nada tenho certo receio ,vou fazer um cateterismo que inclui iodo sera que terei alguma reação a este exame? o exame vai ser agora dia 21/2/13,gostaria muito em obter uma resposta sim grato desde já.

    ResponderExcluir
  23. Daniel: o parecer que solicita não pode ser emitido pela internet, sem uma avaliação rigorosa dos seus dados clínicos O fato de ter alergia ao camarão não implica que terá obrigatoriamente alergia ao iodo. Aconselho que procure um alergista para uma orientação adequada para seu caso. Gratos pela visita.

    ResponderExcluir
  24. Anônimo4/5/13 08:45

    Assim como as pessoas acima, tenho uma história de alergia (episódio único), e fui orientada pelo médico que me atendeu na emergência(ortopedista). Fiz uma reação alérgica tardia após um exame de tomografia onde foi administrado contraste a base de iodo. Após 2 horas do exame comecei a desenvolver um vermelhidão em todo o corpo e muita coceira. Procurei um hospital, foi administrado anti-alérgico durante 2 horas, e fui para casa. Após mais duas horas a reação voltou ainda pior, comecei a coçar a garganta, tossir, e fui a uma unidade de urgência, onde administraram adrenalina e outro anti-alérgico, e fiquei em observação por 6 horas mais ou menos. Daí fui para casa com prescrição de medicamento anti-alérgico por 2 semanas, e com a orientação que eu não deveria mais ingerir frutos do mar. Sempre amei frutos do mar, nunca fiz nenhuma reação, mas há 3 anos não como por medo. Estou certa, ou essa precaução é desnecessária?

    ResponderExcluir
  25. O fato de ter reação ao iodo não significa que terá também reação ao camarão. Contudo, para emitir um parecer específico sobre seu caso é essencial examinar pessoalmente Aconselho que procure um alergista. Estamos ao seu dispor na Policlínica Geral RJ

    ResponderExcluir
  26. quem tem alergia ao camarão pode tomar óleo de peixe ômega 3?

    ResponderExcluir
  27. Quem tem alergia a camarão deverá evitar o contato com o próprio, com outros frutos do mar e com alimentos que tiveram contato com direto com o camarão.
    Obrigado pela visita

    ResponderExcluir
  28. Olá tive alergia na primeira vez que comi camarão, pois minha garganta ficou muito irritada e senti muita falta de ar , depois deste dia sempre tive vontade de comer mais sinto muito medo de acontecer novamente, toda vez que vejo minha boca enche de agua de tanta vontade de comer mas tenho medo.

    ResponderExcluir
  29. O seu relato sugere que possa ser um caso de alergia ao camarão. Mas não há como afirmar sem examinar pessoalmente. Estamos ao seu dispor na Policlínica RJ para avaliar seu caso e orientar de forma mais apropriada. Gratos por sua visita.

    ResponderExcluir
  30. Anônimo1/1/16 20:39

    Eu tive alergia a camarão depois de comer um bobó de camarão, 2meses depois comi atum e tive novamente a crise, e dias depois deu reação com bacalhau, nunca mais vou poder comer ?

    ResponderExcluir
  31. Aconselho que procure um(a) alergista que realizará os testes (na pele e/ou no sangue) para confirmar os alimentos que causam sua alergia. Gratos pela visita.

    ResponderExcluir
  32. Sempre comi camarão e nunca tive alergia até que passei por uma cesárea à 17 anos. Comi camarão à noite e a cesárea foi de manhã no dia seguinte. Tive uma reação alérgica que meu rosto e corpo ficaram inchados, será que pode ter sido do camarão? Mais sempre como caranguejo e não tenho alergia. Será que posso tomar a quitosana?

    ResponderExcluir
  33. s dados enviados em seu relato não são suficientes para afirmar pela internet se foi mesmo uma alergia ao camarão. Mas, é possível testar (na pele ou no sangue) para fazer o diagnóstico. Aconselho que entre em contato com um(uma) alergista e peça que a oriente. Obrigado pela visita ao Blog da Alergia.

    ResponderExcluir
  34. Tenho os mesma sinto nas a cima. Camarão nunca mais como depois do edema de glote e vários dias de medicamentos. Gostaria de usar um suplemento mas tenho medo por causa do Iodo. A tireoide precisa de iodo. Como fazer para suprir as necessidades do iodo no meu organismo?

    ResponderExcluir
  35. A orientação do tratamento da tireóide deve ser feita por um(a) mésico(a) especialista em endocrinologia. Contudo, o fato de ter alergia a camarão não significa que terá também alergia ao iodo. Cada pessoa é punica e deve ser avaliada de forma personalizada para que receba uma orientação adequada e segura. Avaliar pela internet pode gerar erro. Obrigado por sua participação no Blog da Alergia.

    ResponderExcluir
  36. Sempre que comia camarão sentia coceiras no estomago rs, um dia comi lagostin e fiquei super inchada mal conseguia falar..fiz exames de alergia o médico disse que não tenho alergia de alimentos e que era somente de ácaros, tomei injeção e uma vida de corticóide..agora estou com o rosto descamando com a pele extremamente grossa e coçando a única coisa que tomo era o centrum..parei de tomar. Sabe me dizer se vitaminas podem causar isso? Eu sou a garota alergia.

    ResponderExcluir
  37. É pouco provável que a vitamina seja a causa das lesões que descreve. Recomendo uma consulta com alergista para que este possa avaliar o seu caso, conduzir a investigação diagnóstica e indicar o tratamento adequado. Agradecemos sua visita ao Blog da Alergia.

    ResponderExcluir
  38. Anônimo2/8/16 15:22

    Boa tarde à equipe da Clínica de alergia. Tenho apresentado sintomas alérgicos ao leite e a seus derivados. Fico com os lábios, ás vezes pés e mãos inchados, tenho urticarias e naúseas. Já fiz exames de alergia e nunca apresentaram se no exame. Como ter certeza de ser alérgica a leite, pois não sou a frutos do mar ou outros peixes e nem a iodo.

    ResponderExcluir
  39. Boa noite. Para confirmar se a reação ao leite que descreve é mesmo alérgica (imunológica), recomendo uma consulta com alergista para que possa avaliar o seu caso, conduzir a investigação diagnóstica e indicar o tratamento adequado. Agradecemos sua visita ao Blog da Alergia.

    ResponderExcluir
  40. Boa noite!

    O meu caso é um pouco diferente. Desde pequena, tenho reação (apenas vômito) quando como camarão/peixe na praia. Porém, consumindo esse tipo de alimento em restaurantes de cidades que não são praianas, e até mesmo em casa, não tenho reação alguma (inclusive quando o alimento é fresco). Já me disseram que pode ser reação ao iodo...
    Deixei de comer esse tipo de alimento na praia faz anos.. porém continuo comento em restaurantes, e não tenho reação alguma. Poderia ser a concentração de iodo?
    Obrigada,
    Fernanda

    ResponderExcluir
  41. Fernanda, Boa noite. A reação alérgica ao camarão não é causado pelo iodo. Obrigado por sua visita ao Blog da Alergia.

    ResponderExcluir
  42. Olá,

    Cerca de 1 ano e meio atrás tive anafilaxia após comer camarão no almoço. Os sintomas começaram 5 minutos após eu subir a rua com falta de ar, corpo todo vermelho, até o branco dos olhos ficou vermelho, pressão despencou e dor horrível no estômago. Já fiz 2 exames de sangue para camarão e deu negativo. Fiz também um específico e caro para o ácaro do camarão e também deu negativo. Fiz o teste cutâneo e também com o próprio alimento e negativo também. Nesse meio tempo comi caranguejo, lula e outros frutos do mar sem reação. A dúvida agora é se posso realmente ter alergia a camarão ou foi outra coisa que estava no prato. É possível que eu tenha alergia mesmo todos os exames terem dado negativo? Nenhum alergista quis fazer o teste da provocação oral em ambiente hospitalar e esse medo permanece até então.

    ResponderExcluir
  43. Diego: o seu caso precisa ser analisado de forma criteriosa e pessoalmente. A nossa equipe está ao seu dispor na Policlínica Geral do Rio de Janeiro. Gratos por sua participação no Blog da Alergia.

    ResponderExcluir
  44. Fui fazer um contraste pra um tomografia assim q começou tive for na nuca inchei o corpo todo não consegui respirar mais acordei no outro dia sem conseguir falar fique 3 dias no hospital ,tive edema de glote o medico disse q sou a alérgica a iodo

    ResponderExcluir
  45. Gilsara: agora que a reação alérgica diminuiu, recomendo que procure um(a) alergista. Para localizar os médicos portadores de título de especialista em Alergia em sua cidade, sugiro que acesse o site da ASBAI: www.sbai.org.br Procure a aba onde está escrito: "Público" e depois clique em “Localize um especialista”. Abrirá um campo para preencher os dados: clique no Estado desejado (UF) e depois escolha a cidade. Ao final, clique em "Enviar" e abrirá uma lista com os nomes de especialistas na localidade desejada. Gratos pela visita.


    ResponderExcluir
  46. tenho alergia a camarao e siri mas ao marisco eu nao tenho

    ResponderExcluir
  47. Ola fiz uma tomagrafia com contraste Iodado e tive uma reação forte, ja havia feitos outros exames com contrates iodados e nunca tinha apresentado esta reação.
    Se tenho alergia ao contraste Iodado, significa que tenho alergia ao Iodo?

    ResponderExcluir
  48. Daiane: a alergia é uma reação imprevisível e surge mesmo que a pessoa já tenha feito antes. A alergia ao contraste iodado indica alergia ao iodo. Gratos por sua visita.

    ResponderExcluir
  49. Olá. Preciso fazer uma TC de abdômen com contraste, porém nunca fiz nenhum exame com contraste.Como posso saber se sou alérgico a iodo, só na hora do exame e com essas reações onde as pessoas quase morreram, não há nenhuma forma de ter uma pista antes, não como frutos do mar, mas é porque não gosto. Pensei até em comer camarão para ver se dava reação, mas diante da explicação de que não há associação fico sem saber o que fazer, alguma sugestão? Obrigado

    ResponderExcluir
  50. Edson: não há um exame ou teste que possa prever com exatidão se você poderá ou não ter alergia ao contraste. Gratos por sua visita ao Blog da Alergia.

    ResponderExcluir
  51. Obrigada pelo texto e informações esclarecidas! Gostaria de saber em relação á alergia a iodo, quem possui essa alergia deve eliminar definitivamente tudo que contenha iodo (Exemplo: suplementos, produtos para cabelo, etc), ou existe uma quantidade que possa ser consumida sem causar reações alérgicas? Grata.

    ResponderExcluir
  52. Boa noite. É importante confirmar e definir o tipo de alergia que ocorreu ao iodo. Só assim será possível indicar a consulta adequada, que não será igual para todos os pacientes. Gratos por sua visita ao blog da Alergia.

    ResponderExcluir
  53. Bom dia. Sempre fui alérgica a determinadas plantas,usar mesmo aparelho na academia sem passar álcool( suor ) e até que um dia quase morri por comer uma pizza de camarão. So de encostar ou sentir o cheiro do camarão me fazem mal, náuseas olho inchado. Dor nos olhos e no estômago até dois dias após a situação. Mais por incrível que pareça posso comer marisco que não tenho reação alguma pode me dizer qual composição diferencia um do outro e se tem mais algum crustáceo igual ao marisco que eu possa comer?

    ResponderExcluir
  54. Maria Luiza: a possibilidade de reação existe, mas pode variar em cada pessoa. Além disso, o continuar do uso pode predispor ao aparecimento da alergia no futuro. Por isso, recomendo uma consulta com alergista para que possa avaliar o seu caso, conduzir a investigação diagnóstica e indicar o tratamento adequado. Avaliar pela internet pode gerar erro. Agradecemos sua visita ao Blog da Alergia.

    ResponderExcluir
  55. Bom dia! Sou alérgica a iodo, mas não sinto reação com sal de cozinha. Preciso tomar algum composto vitamínico, por orientação médica, mas todos que foram prescritos contém iodo. Por que não tenho sintomas com o sal? Corro risco tomando o composto vitamínico?

    ResponderExcluir
  56. Boa noite. O Iodo pode causar diversos tipos de reações, mas nem sempre a causa é uma reação alérgica (imunológica). Por isso, para responder sua dúvida se pode ou não tomar a vitamina, é essencial avaliar pessoalmente e conhecer a formulação do medicamento. Aconselho que marque uma consulta com seu alergista. Agradecemos sua visita ao Blog da Alergia.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

"Os comentários publicados sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste blog reservam-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou sem a devida identificação de seu autor também poderão ser excluídos".

Postagens mais visitadas deste blog

Alergias e reações na pele causadas por plantas

A natureza nos presenteia diariamente com plantas e flores proporcionando uma festa não apenas para os olhos mas para todos os sentidos. A sua utilidade prática é indiscutível e múltipla, seja purificando o ar, seja servindo como alimento ou como base para construção de habitações, na manufatura de mobiliário, utensílios, cosméticos, medicamentos, entre tantas outras aplicações. Se apenas tivessem o papel de embelezar, já seriam fundamentais, aliviando a dureza do cotidiano e transmitindo paz numa convivência harmoniosa de longa data com o ser humano. Mas, em algumas situações, a pele pode desenvolver reações quando entra em contato com plantas e daí pode coçar, se tornar vermelha, apresentar uma erupção cutânea e até inflamar. Estas reações surgem pelo contato com a pele, algumas puramente por irritação direta e outras, por mecanismo alérgico. Até mesmo árvores podem produzir um eczema de contato alérgico, sendo o exemplo mais conhecido a Aroeira, uma árvore de madei

Pitiríase rósea

É uma doença conhecida desde 1860, quando foi descrita por Camille M. Gibert, sendo conhecida também como Pitiríase rósea de Gibert. Não se conhece exatamente a causa, mas parece que a hipótese mais viável é que seja ocasionada por vírus, como por exemplo, o vírus do herpes. Mas, é possível que dependa de uma tendência genética do indivíduo, o que seria um facilitador do aparecimento da doença. Questiona-se também outros mecanismos, envolvendo alguns tipos de medicamentos, autoimune, associação com outras doenças, etc. Fatores psicológicos ou estresse podem facilitar o aparecimento da doença, assim como alterações da imunidade e gravidez. Não é contagiosa. É mais comum em adultos, acometendo mulheres e homens, sendo rara em crianças pequenas e em idosos, ocorrendo preferencialmente na primavera e no outono. O maior problema é que sua evolução pode ser prolongada e durar de semanas a meses, assustando o doente. Em alguns casos pode recidivar, mas não é comum que aconteça Quadro c

Dermografismo

A bolsa pesada marca o seu braço? A roupa apertada, a alça do soutien, o elástico da roupa faz você coçar e empolar? Atenção: pode ser dermografismo! Dermografismo é uma doença da pele que afeta cerca de 5% da população e que se caracteriza pelo aparecimento de coceira intensa em locais de pressão. Após o ato de coçar surgem “lanhos” vermelhos nas pele. É uma forma de urticária, sendo também chamado de urticária factícia ou urticária falsa.A urticária clássica se caracteriza pelo surgimento de placas avermelhadas que se acompanham de coceira na pele, podendo ter causas variadas, como medicamentos, alimentos, certas doenças, entre outras causas – veja post sobre o tema neste mesmo Blog. No caso do dermografismo, após pressão sobre um determinado local no corpo, a coceira surge em primeiro lugar e só depois de se coçar é que surgem as placas. Por isso, é comum que se inicie em locais onde a roupa aperta, elásticos, alça do soutien. O dermografismo faz parte de um grupo de urticárias deno