Pular para o conteúdo principal

ALERGIA A DINHEIRO?

dolar        Falar em alergia a dinheiro parece brincadeira, mas não é. Pessoas que manipulam notas ou moedas podem ter sensibilidade aos produtos contidos e desenvolver alergia.

As cédulas de papel, segundo informações da Casa da Moeda, têm várias etapas em sua fabricação: impressão offset, impressão calcográfica e acabamento automatizado, que engloba a impressão tipográfica, o corte e o acabamento. Ou seja, este fabrico envolve o uso de matérias-primas é garantido por fornecedores nacionais, que produzem tintas, papéis e outros insumos, observando rigorosas especificações.

Já a fabricação de moedas envolve várias etapas, como: preparação dos ferramentais de cunhagem, cunhagem das moedas propriamente ditas, e finalmente, a contagem/embalagem das mesmas. As moedas que circulam no Brasil podem ser de aço inoxidável, aço revestido de bronze ou conter ligas de níquel.

As alergias que podem surgir da manipulação das notas e moedas podem ser: respiratórias ou cutâneas.

Dermatite de contato ao níquel das moedas e às tintas usadas no fabrico de cédulas.

O níquel é um dos principais provocadores de alergia de contato quando em contato com a pele, auxiliado pela sudorese.A ação do suor é importante pois dissolve o níquel metálico, transformando-o em sais solúveis e facilitando o aparecimento da alergia.

As reações alérgicas ao níquel encontrado nas moedas provocam vários tipos de lesões, em especial nas mãos e unhas, em especial nas pessoas que trabalham como caixas, trocadores, trabalhadores no fabrico de moedas, entre outras funções.

As reações alérgicas provocadas pela manipulação de cédulas são mais difíceis de serem investigadas, já que, por uma questão de sigilo, a Casa da Moeda não revela que tipo de tinta utiliza na impressão das cédulas. É bem complicado: o papel é especial e as técnicas de impressão são sofisticadas. Segundo informações da casa da Moeda, cada nota de real recebe a aplicação de dezessete tintas, superpostas, divididas em três grupos,além de vernizes, corantes e aditivos.

A alergia respiratória pode ser agravada com a manipulação de grandes quantidades de cédulas velhas, em função de microorganismos que se desenvolvem, como por exmplo fungos e ácaros.

Para finalizar, também vale a pena lembrar: lave as mãos sempre que manipular moedas ou cédulas, pois com o tempo se tornam foco de microorganismos.

Um estudo realizado pelo Instituto de Pesquisas Biomédicas da Universidade Gama Filho, no Rio de Janeiro, mostrou que uma cédula de R$ 1,00 pode conter 30,4 microorganismos por centímetro quadrado. A troca das notas por moedas atenua este risco, já que os metais tem atividade antimicrobiana.


moeda

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Alergias e reações na pele causadas por plantas

A natureza nos presenteia diariamente com plantas e flores proporcionando uma festa não apenas para os olhos mas para todos os sentidos. A sua utilidade prática é indiscutível e múltipla, seja purificando o ar, seja servindo como alimento ou como base para construção de habitações, na manufatura de mobiliário, utensílios, cosméticos, medicamentos, entre tantas outras aplicações. Se apenas tivessem o papel de embelezar, já seriam fundamentais, aliviando a dureza do cotidiano e transmitindo paz numa convivência harmoniosa de longa data com o ser humano. Mas, em algumas situações, a pele pode desenvolver reações quando entra em contato com plantas e daí pode coçar, se tornar vermelha, apresentar uma erupção cutânea e até inflamar. Estas reações surgem pelo contato com a pele, algumas puramente por irritação direta e outras, por mecanismo alérgico. Até mesmo árvores podem produzir um eczema de contato alérgico, sendo o exemplo mais conhecido a Aroeira, uma árvore de madei

Pitiríase rósea

É uma doença conhecida desde 1860, quando foi descrita por Camille M. Gibert, sendo conhecida também como Pitiríase rósea de Gibert. Não se conhece exatamente a causa, mas parece que a hipótese mais viável é que seja ocasionada por vírus, como por exemplo, o vírus do herpes. Mas, é possível que dependa de uma tendência genética do indivíduo, o que seria um facilitador do aparecimento da doença. Questiona-se também outros mecanismos, envolvendo alguns tipos de medicamentos, autoimune, associação com outras doenças, etc. Fatores psicológicos ou estresse podem facilitar o aparecimento da doença, assim como alterações da imunidade e gravidez. Não é contagiosa. É mais comum em adultos, acometendo mulheres e homens, sendo rara em crianças pequenas e em idosos, ocorrendo preferencialmente na primavera e no outono. O maior problema é que sua evolução pode ser prolongada e durar de semanas a meses, assustando o doente. Em alguns casos pode recidivar, mas não é comum que aconteça Quadro c

Dermografismo

A bolsa pesada marca o seu braço? A roupa apertada, a alça do soutien, o elástico da roupa faz você coçar e empolar? Atenção: pode ser dermografismo! Dermografismo é uma doença da pele que afeta cerca de 5% da população e que se caracteriza pelo aparecimento de coceira intensa em locais de pressão. Após o ato de coçar surgem “lanhos” vermelhos nas pele. É uma forma de urticária, sendo também chamado de urticária factícia ou urticária falsa.A urticária clássica se caracteriza pelo surgimento de placas avermelhadas que se acompanham de coceira na pele, podendo ter causas variadas, como medicamentos, alimentos, certas doenças, entre outras causas – veja post sobre o tema neste mesmo Blog. No caso do dermografismo, após pressão sobre um determinado local no corpo, a coceira surge em primeiro lugar e só depois de se coçar é que surgem as placas. Por isso, é comum que se inicie em locais onde a roupa aperta, elásticos, alça do soutien. O dermografismo faz parte de um grupo de urticárias deno