16 novembro 2009

Imunoterapia - vacinas para alergia




A aplicação de vacinas para alergia é chamada de imunoterapia específica. Consiste na introdução de mínimas porções da substância a que a pessoa é alérgica, de modo contínuo, até o organismo não reagir mais de forma anormal àquela substância (antígeno).

Por exemplo, nas alergias respiratórias, injetam-se mínimas quantidades de extratos contendo ácaros da poeira domiciliar. O objetivo é diminuir a sensibilidade e assim controlar a doença.

A dificuldade para se evitar totalmente o contato com os alérgenos, principalmente a poeira e os ácaros, levam à necessidade de uma imunoterapia específica, com vacinas preparadas com estes alérgenos.

Os resultados da imunoterapia são muito bons, mas é importante esclarecer alguns pontos:

- É necessária uma indicação precisa da imunoterapia.

- O ideal é conhecer quais os alérgenos causadores de sensibilização. O médico realiza a pesquisa de fatores envolvidos, analisa os dados clínicos do paciente e realiza testes cutâneos alérgicos.

- A imunoterapia está indicada quando não for possível afastar totalmente o alérgenos, como no caso da poeira domiciliar.

- O médico especialista em Alergia orientará o tratamento.

- A imunoterapia deve ser feita com antígenos padronizados, de boa qualidade. Devem ser neutras, estéreis, sem irritantes e com os alérgenos adequados para o paciente.

- A imunoterapia faz parte de um tratamento. Assim, o uso dos medicamentos (aliviadores e controladores) deve ser mantido, bem como as medidas de controle ambiental no domicílio. . O médico alergista orientará doses, concentração, intervalos de doses e realizará o tratamento global em cada paciente.

O tempo de tratamento varia de 2 a 4 anos, mas a melhora já aparece nas primeiras séries. Mas, a interrupção precoce do tratamento provoca o retorno dos sintomas.

Vias de aplicação


INJETÁVEL: a vacina é aplicada por via subcutânea profunda (na gordura que fica sob a pele), na parte posterior do braço, nádegas ou coxas. É a forma tradicional e mais utilizada.


SUB LINGUAL: utilizam-se vacinas sob forma de gotas que são pingadas embaixo da língua, de preferência em jejum ou fora de refeições.Imunoterapia sublingual é efetiva para adultos e crianças, porém em altas doses.

Principais indicações:

- Alergias respiratórias (asma e rinite alérgica)
- Conjuntivite alérgica
- Alergias a insetos

Benefícios da Imunoterapia

O tratamento com vacinas para alergia é eficaz, diminuindo sintomas e melhorando a qualidade de vida dos alérgicos. Muitas vezes, a imunoterapia faz com que a pessoa consiga diminuir ou até mesmo não necessitar mais de medicamentos.

É o único tratamento capaz de modificar a história natural da doença proporcionando o controle da doença. No caso da rinite, por exemplo, o tratamento é capaz de evitar a evolução para asma.

A Organização Mundial da Saúde (OMS), endossou o emprego das vacinas com alérgenos:
1- em pacientes que apresentam reações graves (anafiláticas) a insetos (abelhas, vespas, marimbondos e formigas) e
2- nos indivíduos sensíveis a alérgenos ambientais que apresentem manifestações clínicas, como rinite, asma, conjuntivite.

Reações à imunoterapia:

 - Locais: dor, irritação, edema, avermelhamento e coceira no local da aplicação.
- Reações no organismo: piora transitória dos sintomas alérgicos, minutos ou horas após aplicar a vacina. Urticária. Anafilaxia (rara).

Contra-indicações:


 A imunoterapia não deve ser feita nos seguintes casos:
- Portadores de asma grave
- Pacientes em uso de betabloqueador
- Doenças do sistema imunológico (autoimunes)
- Doenças psiquiátricas
- A vacina não pode ser iniciada na gravidez, mas pode ser mantida nas mulheres que já estavam em tratamento quando engravidaram.


Até o presente momento, o controle de alérgenos no ambiente e a imunoterapia são os únicos tratamentos que modificam o curso natural de uma doença alérgica, seja prevenindo novas sensibilizações, seja alterando a história natural da doença ou de sua progressão

239 Dê sua opinião:

«Mais antigas   ‹Antigas   1 – 200 de 239   Recentes›   Mais recentes»
Rosanelli's Blog disse...

Olá parabens pelo site muito interessante, meu nome é Alan tenho 19 anos e sofro de conjutivite alérgica desde os 3 anos de idade uso ciclosporina imunosupressor há muitos anos e sempre em mudanças climaticas tenho até que usar corticóides para sair da crise, fui em varios oftalmos fiz varios exames mas nunca se soube ao certo qual o alergeno que causa a irritação, como eu poderia tentar tratar esta conjutivite com imunoterapia? há como testar qual o alergeno que me causa todo esse mal e então entrar com o tratamento certo? outro detalhe meu sistema imuno sempre foi fraco gripes e resfriados sempre constantes, desde ja grato Alan.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Alan: o tratamento da conjuntivite pode ser feito em parceria com o alergista . É possível realizar testes para identificar o alérgeno causador. Antes de pensar em baixa imunidade é preciso avaliar se você é portador de rinite alérgioca, que pode originar a rinoconjuntivite. Gratos por sua visita.

Denise disse...

Olá, meu nome é Denise, tenho um filho de 4 anos o qual possue um quadro clinico de renite alergica e asma, o mesmo é acompanhado por um alergologista, que já recomendou o tratamento com a vacina sub-lingual durante 1 ano, para a imunização. A minha pergunta é: esse tempo é suficiente para um tratamento e se a idade do meu filho é ideal para que eu possa dar inicio?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Denise: de acordo com as novas normas da imunoterapia, não há idade para imunoterapia, desde que a indicação seja comprovada. O tempo de tratamento não é fixo, variando de 2 a 5 anos. A imunoterapia específica para tratamento da alergia não é uma imunização mas sim um tratamento de controle para a rinite alérgica e para a asma. Agradecemos sua visita.

Erica disse...

Olá,
Desenvolvi alergia de acaros,mofos, poeira e vinha piorando então comecei a fazer a imunoterapia e parei o anticoncepcional no mesmo momento, há risco se eu engravidar logo no inicio do tratamento.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A imunoterapia para tratamento das alergias aos inalantes não interfere com efeito do anticoncepcional. Gratos pela visita.

Silvio disse...

Tenho um filho com 6 anos e tem sérios problemas alérgicos, moro em Petrolina - PE, alguem poderia me dizer qual localidade mais perto já que aqui não existe, posso encontrar o tratamento com gotas sub lingual? Recife ou Salvador teria algum médico ou clinica que usa esse método?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Sílvio: a maneira mais adequada para obter a informação que deseja é através da ASBAI, que é a associação que congrega os alergistas em todo o Brasil. Sugiro que entre em contato através do site: www.sbai.org.br Gratos por sua visita ao nosso blog.

Anônimo disse...

BOA TARDE! MINHA FILHA TEM DERMATITE ATOPICA SEI QUE É UMA ESPECIE DE ALERGIA, GOSTARIA DE SABER SE EXISTE ALGUMA VACINA ESPECIFICA PARA ESSE TIPO DE PROBLEMA?

GRATA
LUCIA

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Lucia: a vacina (imunoterapia) não é uma conduta padronizada para todos os alérgicos. É essencial analisar criteriosamente cada paciente. Pode ser indicada nos casos onde existe comprovação imunológica e associação com alergias respiratórias (asma e/ou rinite). O alergista analisará os dados clínicos e examinará sua filha para determinar a melhor conduta para seu caso. Agradecemos sua visita ao nosso blog.

Anônimo disse...

Ola, vou começar brevemente um tratamento desses, sabem me dizer +- quando tempo vai demorar a começar a fazer efeito? 1 mês ou mais? Obrigada.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O tempo para que a imunoterapia tenha efeito não é padronizado, variando de pessoa para pessoa, pois depende de uma série de fatores: tipo e gravidade da alergia, padronização e concentração do extrato utilizado, fatores agravantes associados (relativos ao paciente e/ou à doença), entre outros. A pessoa mais adequada para responder sua pergunta é o seu alergista pois conhece seus dados clínicos. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

Boa noite, recentemente foi-me receitada uma vacina mas tenho uma dúvida e gostava que me dessem apenas uma opinião. Moro com 2 gatos e fiz recentemente análises para ver a que tinha alergia e acusou-me níveis elevados de alergia a ácaros e a caspa de gato, apesar da alergia a gato ser ligeiramente inferior.
Entretanto, fui aconselhada a pedir apenas uma vacina para os ácaros, o meu médico disse-me que se pedisse ácaros e gato que a vacina não seria tão eficaz e que sendo apenas uma vacina para ácaros, ia diminuir a minha alergia a ácaros a alergia a gatos acabava por diminuir também.
O que eu penso é que seria mais fácil para mim livrar-me dos ácaros da casa do que do pêlo de gato, uma vez que moro com os gatos e o pó da casa é limpo frequentemente. Não devia então ter escolher uma vacina para o pêlo do gato? Gostava de saber a vossa opinião, obrigada.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A alergia aos ácaros está intimamente ligada à reação aos pelos animais. Mesmo que uma pessoa não tenha alergia ao gato, a presença do animal pode contribuir para a piora dos sintomas, já que o alimento predileto dos ácaros é a caspa (epitélio) humano e de animais. Assim, na casa onde mora um animal, aumentam as bolotas fecais que originarão a alergia. Não há uma vacina específica para gatos. Utiliza-se a vacina para ácaros. Além disso, recomendam-se rigorosas medidas de controle ambiental em sua casa. Obrigado pela visita ao nosso blog.

Anônimo disse...

Boa tarde.Há três semanas minha filha foi picada por uma formiga fogo minutos depois ela teve reação anafilatica.A médica aconselhou fazer a vacina de dessensibilização,gostaria de saber se no caso dela realmente é necessário essa vacina, e se ela é eficaz.Desde já agradeço.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A imunoterapia específica é eficaz. Contudo, não tenho condições para emitir parecer sobre o caso de sua filha através da internet e baseado apenas nos poucos dados enviados. Gratos pela visita ao nosso blog.

Anônimo disse...

Boa noite. Crianças menores de 2 anos podem tomar vacina para alergia por via subcutânea?? Desde já, agradeço.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A imunoterapia pode ser usada em crianças de 2 anos de idade desde que seja comprovada a alergia como causa do problema. Gratos pela visita.

Anônimo disse...

Boa noite, Fiquei alérgico a Paracetamol recentemente e agora estou impossibilitado de tomar quais quer medicamentos para dor ou febre, pois já era alérgico a dipirona. Gostaria de saber se a imunoterapia serve para o meu caso também.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A imunoterapia não atua na reação adversa medicamentosa já que o mecanismo causador é bastante diferente. Convido que leia: http://blogdalergia.blogspot.com.br/2013/02/analgesicos-e-antinflamatorios.html ou ainda este texto que publicamos em 2009:
http://blogdalergia.blogspot.com.br/2009/05/alergia-analgesicos-e-antinflamatorios.html
Gratos por sua visita

Thais Fragozo disse...

Tomei a vacina (alergenos de acaros) e logo na mesma semana minha garganta inflamou e tive conjuntivite pela primeira vez. Essas causas podem ser reação da vacina?
Obrigada

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Thais: o seu relato não sugere que seja uma reação à vacina (imunoterapia) mas, não há como afirmar sem examinar Sugiro que entre em contato com seu lergista. Gratos pela visita

Anônimo disse...

Boa tarde,meu nome é Daniela.
Tenho 20 anos e comecei a ter crises alérgicas apartir dos 17 anos de idade.
Fiz tratamento com oftalmo,em vários alias...e assim que parava com os medicamentos o transtorno voltava,olhos inchados,vermelhos,muita muita secreção,coceira,enfim,todos os sintomas possiveis eu tive! rsrs
Até que uma doutora,quase desistindo do meu caso,me encaminhou até um Alergista,fui fiz os testes e comprovou minha alergia a acaros,poeira e companhia...
Comecei com o tratamento da vacina DP + BL
Foi um tratamento de aproximadamente 8 meses,nos primeiros meses vi pouco resultado,o que cortou bem foi a secreção que sai de uma forma intensa demais!!!
Quando estava proximo da 4° dose fiquei completamente boa,livre de qualquer sintomas,ai foi um grande alivio,e por burrice parei o tratamento achando que já estava curada.
Foi até que,1 ano depois meu olho começou a ficar vermelho todos os dias,e com o tempo foi voltando todos os sintomas de secreção,inchado e tudo de ruim que há nessa doença.
Ai lá fui procurar a Alergista novamente e iniciar o tratamento tudo tudo denovo!
Só que,dessa vez meu organismo já não respondeu bem a vacina,e pouca coisa melhorou.
Então,mudamos para uma outra vacina que estou usando atualmente,que já me deu bons resultados,estou usando essa faz 3 meses.
Bom,indico muito a vacina,mais já adianto que é necessário muita paciencia,e pensamento positivo,e uma boa alimentação,beber muita agua,deixar o quarto e a casa bem limpinha e arejada,desejo boa sorte a todos que convivem com esse mal,além de tudo ainda tenho Blefarite,sem contar os inumeros corticóides,que já usei,remedios naturais tbem,acunpultura,homeopatia,nossa minha historia é longa demais! isso é um breve resumo p/ voces,se alguem se indentificou com minha historia e quiser manter contato comigo,ficarei contente,pois é bom trocar experiencias,isso as vezes conforta e nos dá força a lutar e vencer contra isso!!
Deixo aqui meu email : danisampaio92@hotmail.com
Boa sorte a tds,bjs

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Obrigado por seu depoimento, Daniela. Desejamos sucesso em seu tratamento.

Anônimo disse...

bom dia minhas duas filhas um de 15 anos e a outra de 4 anos tem alergia renite e asma ja fiz de tudo e não cura nunca sera que essa vacina vai adiantar e quais exames tenho que fazer para dar essa vacina

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A indicação do uso de vacinas não se baseia em exames, mas na investigação clínica promovida pelo médico alergista. Os testes alérgicos (na pele e/ou no sangue) poderão complementar o diagnóstico. Caso more no Rio, a nossa equipe médica está ao seu dispor na Clínica de Alergia da Policlínica Geral do Rio de Janeiro para avaliar suas filhas e prestar maiores esclarecimentos.

keila muniz disse...

Boa tarde, meu filho sofre de estrofulo, quando um pernilongo pica ele aparecem varias picadas pelo corpo, derepente começam a coçar e incham muito, parece que levou uma pancada, minha pergunta é a seguinte: existe a vacina para esse tratamento? pois pelo que eu pesquisei existe a vacina para insetos, porem esses insetos sao abelha, vespa, marimbondo..etc (insetos com veneno), no caso do estrofulo é outra classe de inseto ( os sugadores), esxiste a vacina para o mosquito?

keila muniz disse...

pOr favor outra duvida minha: sofro de rinite ,acordo espirrando muito com coriza, porem estou com um problema auto imune, minhas glandulas da tireoide estao produzindo anti corpos em excesso e atacando a propria glandula, isso é uma doenca auto imune que nao tem como curar, li na internet que quem sofre de problemas de imunidade nao pode fazer o uso da imunoterapia, IT , isso é verdade? nao poderei tomar vacina pra rinite por ter doenca auto imune??

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Keila: é possível fazer imunoterapia para alergia a picada de mosquitos com excelentes resultados. Aconselho que leve seu filho a um alergista. Gratos pela visita.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

keila: a decisão de fazer a imunoterapia é do médico alergista que deve analisar os benefícios e possíveis prejuízos no tratamento. A contraindicação depende das características de caso, do tipo e da gravidade de doença autoimune associada. Gratos por qua visita.

Anônimo disse...

Olá, faço tratamento com a vacina há um ano, sou alérgica a ácaros.. poeira, mofo, pelo de gato... Gostaria de saber se essa vacina inibe a ação do anticoncepcional, pois vou começar a tomá-lo agora e me surgiu essa dúvida. Obrigada desde já.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Não há interferência da imunoterapia (vacina para alergia) no seu anticoncepcional. Gratos pela visita

Sandra Ricardo disse...

Boa noite. A imunoterapia tem efeitos secundarios?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Sandra: os efeitos secundários da vacina podem resultar da técnica inadequada de aplicação (dor, irritação, inchação, avermelhamento e coceira no local da aplicação) ou devido à reação do organismo, como por exemplo uma piora transitória dos sintomas alérgicos, minutos ou horas após aplicar a vacina. Gratos pela visita.

otorrinofmt disse...

Estou tomando remedios para alergia (anti-histaminicos receitados pelo alergista). Devo usar os remedios que controlam minha alergia junto com a imunoterapia sublingual ou devo parar

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Os medicamentos para tratamento de controle da rinite alérgica devem ser mantidos pelo tempo determinado por seu médico durante o tratamento com as vacinas para alergia (imunoterapia específica). Gratos pela visita.

Anônimo disse...

Sofro de ansiedade generalizada e tomo o antidepressivo citalopram para controlá-la.Tenho alergia a ácaros, poeira doméstica e insetos sendo que constatei tais alergias através de exame de sangue solicitado por dermatologista. Posso fazer tratamento imunizatório, mesmo tomando o antidepressivo?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O uso do antidepressivo (citalopram) não interfere no tratamento com vacinas para alergia (imunoterapia específica). Gratos pela visita.

CLARICE ALVES disse...

oi meu filho tem 9 anos sempre foi alergico desde que nasceu toma remedios para controlar ha 2 meses ele fez cirurgia para retirada de um polipo nasal agora vai fazer consulta com um alergista para controlar a alergia .Sera que com o tratamento com as vacinas não a perigo de voltar ao polipo

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Clarice: a imunoterapia com aeroalérgenos (vacina para alergia) não causa pólipos. Vale ressaltar que quando a polipose ocorre em crianças, é válido investigar associação com fibrose cística. Gratos pela visita.

Ana Paula disse...

Minha filha é alérgica a poeira e a ácaros. Em 2012, com dois anos ,ela usou nasonex e nikko-vac, fez esse tratamento por 1 ano, foi ótimo, durante esse período não teve nenhuma crise de sinusite.Porém, quando terminou o tratamento com o nikko-vac, as crises de rinite e sinusite voltaram piores.Em 2013, ela sofreu o ano inteiro com nariz congestionado, fez um tratamento com cetotifeno por 3 meses, nesse período não teve sinusite, porém mais uma vez qdo terminou as crises voltaram.
Levei-a ao otorrino e ele pediu um teste alérgico de sangue que deu resultado 20 para poeira e acaro, considerado alto.Então, ele receitou um tratamento com vacinas.
Dúvida: Ele retirou o nasonex, pois ela tem moderada adenóide e receitou desalex por 20 dias e me pediu para observar durante a noite se ela dorme de boca fechada, pois ele disse que se ela não respirar pelo nariz, o tratamento com vacinas não resolve. Passei a observá-la e percebi que ela respira pelo nariz, porém tenho medo de que com a retirada do nasonex, a adenóide aumentar, e tratamento não surtir efeito. O que vcs acham? O tratamento com vacinas é bom? Quanto tempo ela ficará imune?
Obrigada

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Ana Paula: o ideal é fazer o tratamento conjunto da imunoterapia (vacina para alergia) com o spray nasal. O médico alergista equacionará também os fatores que podem desencadear e/ou agravar sintomas (que variam em cada criança) e orientará medidas preventivas específicas. Caso more no Rio, a nossa equipe médica está ao seu dispor na Clínica de Alergia da Policlínica Geral do Rio de Janeiro para avaliar sua filha e prestar maiores esclarecimentos.

Viviane disse...

Olá, minha filha tem 6 anos e a três anos sofre crises de tosse terríveis devido a rinite alérgica a ácaros, a 2 anos ela toma o singulair, o que tem ajudado muito e diminuido as crises, passei com uma pneumo que receitou a vacina sublingual, 15 dias depois do início do tratamento ela começou novamente com a crise de tosse e essa crise tem aumentado muito, e a dois dias parei com a vacina e começei a dar loratadina para melhorar essa crise, algum problema parar com a vacina após o tratamento, vale a pena persistir mesmo apresentando essa reação que tem piorado a cada dia?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Peço sua compreensão, mas o parecer que solicita não pode ser emitido através da internet, sem analisar seus dados clínicos e sem examinar pessoalmente. A nossa equipe médica está ao seu inteiro dispor na Clínica de Alergia da Policlínica Geral do Rio de Janeiro
Obrigado pela visita

Flavia Guina disse...

Faço imunoterapia desde dezembro passado. Uso também o Alektos, Hixizine e Flutican continuamente. Gostaria de saber se posso tentar engravidar ou tenho q esperar o final do tratamento.
Obrigada!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Algumas medicações podem ser usadas na gestação.
O seu médico é a melhor pessoa para orienta-la em seu tratamento.
Obrigado pela visita

Andressa Cruz disse...

Minha filha iniciou as vacina quando tinha menos de dois anos...pode?e tem algum prejuízo futuro pra saúde dela?

Helen Sabrina disse...

Boa tarde, o meu filho tem 9 anos e 6 meses, ele tem renite alergica cronica grave, e o exame de sangue dele de ige total deu 902,a medica indicou a vacina, estou muito preocupada, que cuidados devo tomar ?
Obrigada
Helen Sabrina

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Helen Sabrina: a imunoterapia está indicada no tratamento da rinite alérgica. Escreva para nosso email e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro sobre a Rinite alérgica intitulado: “É mais feliz quem respira pelo nariz”. Obrigado pela visita ao blog da Alergia.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Andressa Cruz: a imunoterapia pode ser iniciada antes dos 2 anos sem prejuízo à criança, em casos especiais indicados pelo médico especialista em Alergia. Gratos por sua visita.

Luciana disse...

Olá , tenho 2 gatos e não quero me desfazer deles, como devo proceder nesse caso e onde se elabora a vacina específica?

Mayara Pessoa disse...

Meu bebê de 5 meses está passando por uma crise muito forte do que seu pediatra acredita ser rinite. No quarto dele não tem nada, o berço e os estofados da casa são aspirados todos os dias, ele usa ar condicionado e está tossindo de vomitar. A partir de que idade posso levá-lo ao alergista para que seja feito o diagnostico e um tratamento específico? A imunotereapia pode ser ministrada a partir de que idade?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Luciana: o caminho mais adequado é procurar um atendimento com médico alergista para definir o diagnóstico de sua alergia e a real participação dos felinos como fator causal e/ou precipitante de crises. Não há uma vacina que seja específica para alergia a gatos. Caso more no Rio, a nossa equipe médica está ao seu dispor na Clínica de Alergia da Policlínica Geral do Rio de Janeiro para avaliar seu caso e prestar esclarecimentos.

solandia disse...

meu marido tomou um Dorflex e ficou com os olhos inchados,com tosse e sentido a garganta fechar e o mesmo já estava tomando uma vacina ummunotech mas no meio do tratamento aconteceu isso pq será? agora ele quer para de tomar a vacina pq acha que a alergia q esta não e a que o alergista falou q é o que devo fazer por favor me ajude ele quaze morreu em uma crise dessas

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Solandia: o seu relato sugere que a alergia ao medicamento apresentada por seu esposo não tem relação com o fato de estar fazendo a imunoterapia. Contudo, não tenho condições para opinar especificamente sobre seu esposo pela internet, em examinar pessoalmente. Aconselho que entre em contato com o alergista que trata dele e peça que a oriente. Agradecemos a sua visita ao nosso blog.

Osmar Aparecido Zarpelao disse...

Boa noite! Meu nome é Lenice e gostaria de sanar uma dúvida: Há pelo menos quinze anos fiz tratamento pra alergia(diversos tipos) durante quase dois anos com injeções importadas no antebraço direito. Melhorei muito após o tratamento(apesar de, no decorrer destes últimos anos, ter desenvolvido alergia a vários medicamentos) porém, há uns 6 anos percebi que quando minha resistência baixava um pouco, motivada normalmente por estresse e/ou algum resfriado, apareciam caroços "pontiagudos" na área onde recebi tais injeções.
Isso não me incomodava muito porque, apesar de serem um pouco doloridos, normalmente sumiam em dois dias. No entanto, desde a semana passada apareceu um caroço uniforme com aproximadamente 23mm por 21mm muito dolorido. Já entrei em contato com a clínica, porém não obtive resposta. Estou preocupada. É normal isto acontecer como uma espécie de efeito colateral retardado ou algo do tipo?

Anônimo disse...

ola minha mae esta com alergia na pele esta vacina tem pelo sus. obrigado

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Lenice: o parecer que solicita não pode ser emitido pela internet, baseado apenas em seu relato e sem examinar pessoalmente. Agradecemos sua visita ao Blog da Alergia.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Não é possível responder sua pergunta, sem saber quel o tipo de vacina refere e qual a cidade onde mora. Obrigado por visitar o Blog da Alergia.

Larissa Gonçalves disse...

Olá. Tenho 2 perguntas espero que possam me ajudar. Tenho um bebê de 16 meses e ele está na Fase 3 da vacina sublingual para estrófulo. Porém é impossível aplicar abaixo da língua, pois ele é muito bebê e não entende. Chora muito, se debate. Consigo pingar as gotas apenas nos lábios. Surte algum efeito ou estou só desperdiçando tempo e dinheiro, e seria melhor partirmos para a injetável?
Estamos aguardando IGEs para outros alergenos, é eficaz a vacina com vários alergenos combinados? Grata pelas respostas.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Larissa: na impossibilidade da aplicação correta da vacina, a opção é a substituição pela via subcutânea. Aconselho que entre em contato com o alergista que trata do seu filho e peça que a oriente. Agradecemos sua visita ao nosso blog.

Anônimo disse...

Tenho rinite e quando fui ao alergista ele me passou uma vacina. Tomei a primeira dose às 17 horas e no dia seguinte senti muita falta de ar que durou uns 4 dias. Isso procede? Será que pode mesmo ter sido da vacina?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Não há como emitir um parecer que solicita sem conhecer o tipo de vacina, bem como seus dados clínicos e o diagnóstico do tipo de alergia que apresenta. Aconselho que entre em contato com o seu alergista e peça que o oriente. Grapos por sua visita ao nosso blog.

Anônimo disse...

Olá bom dia.
Tenho rinite, seguida de vermelhidão e coceira nos olhos, já usei diversos colírios, e faço uso de sprays nasais também. Más nada muito eficaz, pois sempre continuo com os sintomas nos olhos. Meu alergista fez um exame de sangue e disse que no meu caso não adianta tomar a vacina, pois minha alergia não é constante. Ela só fica ativa quando entro em contato direto com o agente alérgico, tanto é que no exame de sangue sempre consta que não tenho alergia alguma. Gostaria de uma segunda opinião... Mesmo com estes resultados será que esta vacina não seria eficaz para mim?

Grato.

Anônimo disse...

Olá.

Tenho alergia a ácaros e poeira, isto comprovado em exame de alergia. Meus olhos ficam vermelhos e com muita coceira constantemente, e já fiz uso de diversos colírios, quase todos com pouca eficácia. Atualmente por receita de meu alergista faço uso de um colírio que é relativamente novo, e somente manipulado. Seu principio ativo é o Tacrolimus a 0,01%. Uso a pouco tempo e notei uma melhora satisfatória até. O que vocês poderia me dizer sobre este medicamento? Ele pode ser bom mesmo para o tratamento?
Obrigado.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Peço sua compreensão, mas o parecer que solicita não pode ser emitido através da internet, sem analisar seus dados clínicos e sem examinar pessoalmente. A nossa equipe médica está ao seu inteiro dispor na Clínica de Alergia da Policlínica Geral do Rio de Janeiro.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Esse é um novo medicamento que tem se mostrado eficaz em alguns casos específicos de conjuntivite alérgica.

Anônimo disse...

faço tratamento de imunoterapia a 2 anos e 4 meses, a algum tempo tenho a sensaçao que o efeito esta estabilizado, como posso perceber se ja melhorei o maximo posivel? se parar agora o tratamento que ja fiz ficara perdido? ou so perderei beneficios ainda nao alcançados? obrigada

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A avaliação do efeito da imunoterapia é clínica, ou seja, se baseia na avaliação feita pelo médico. De uma maneira geral, o alergista começa a espaçar o intervalo entre as doses progressivamente até interromper o tratamento. Gratos pela visita ao Blog da Alergia

Leandro Gontijo disse...

Olá.
Meu filho tem 3 anos, há 8 meses faço tratamento com uma alergolista, pois ele tem estrólulo. Já tem 3meses que ele toma a vacina sub ligual. As pernas e braços dele esta bem feridas, e nao estou vendo resultado. Ele já tomou alguns atiflamátorios tambem. Gostaria de saber se o resultado do tratamento demora, ou é assim mesmo. Pois vejo que nao melhorou, ele tem bastante coceira ainda.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Leandro: o efeito do tratamento pode ser demorado, uma vez que a imunoterapia se inicia com concentrações bem diluídas que se concentrram progressivamente. Aconselho que mantenha o tratamento e que exponha suas dúvidas e temores ao (à) alergista que trata do seu filho. Gratos por sua visita.

Rosi Corrêa disse...

Meu nome é Rosimeire tenho 30 anos e sofri a vida toda com rinite, sinusite, otite, faringite. Cansei de vagar de médico em médico e de tomar corticoides, minha garganta vivia ardendo e sempre rouca. Recentemente um alergista depois de uma bateria de exames, testes, etc..me diagnosticou como tendo alergia a ácaros, caseína e ovomucoides. Em resumo minha alimentação e baseada em derivados desses duas substâncias: leite, ovo, queijos, etc, devido ao fato de eu não ingerir nenhum tipo de carne. Será mesmo possível que esses alimentos provoque problemas na garganta, rouquidão, corriza, e demais sintomas descrito acima etc.....? A imunoterapia é indicada para esses casos??

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Rosi: a imunoterapia está indicada nos casos de rinite e alergia aos ácaros. O tratamento adequado e o controle da rinite controla a doença e evita as infecções. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro sobre a Rinite alérgica, intitulado: “É mais feliz quem respira pelo nariz”. Gratos pela visita ao Blog da Alergia.

bomberman disse...

bom dia, tenho que dar a vacina no meu filho durante tres anos e tambem trocar toda a roupa de cama, porem os valores são muito alto e não tenho condições financeiras para adquirir. recebi a informação de uma advogada que consigo entrar com uma ação contra o estado para receber essa vacina paga pelo estado ou municipio que moro, porque é uma doença cronica, essa informação é verdadeira??
obrigado

monica mascarenhas disse...

Boa Noite,

Minha filha é muito alergica a picada de mosquito. Ja esta fazendo uso de vacina injetavel há um ano e mesmo assim toda vez que é mordida por mosquito, o local da picada ainda fica bem inchado e vermelho. Realmente estou bastante desanimada e não sei mais o que faço. Por favor me ajudem!!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Monica: nem sempre a resposta à vacina é rápida Mas, é frequente se observar que a reação local diminui significativamente até que fique controlada. Não há como opinar específicamente sobre sua filha pela internet, sem conhecer seus dados clínicos de foprma criteriosa e pessoalmente. Gratos pela visita.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Bomberman: a informação que deseja pode ser obtida junto à Defensoria Pública mais próxima de sua residência. Gratos pela visita.

Anônimo disse...

Boa tarde!
Através dos testes de contato (fiz o do braço e o das costas), foram detectadas várias alergias, como alergia a poeira, ácaros, fungos, barata, lã, um pouco para amendoim, abacaxi, nozes, pimenta, e no teste das costas várias substâncias químicas , inclusive foi prescrito cremes e shampoos manipulados. Iniciei o tratamento com imunoterapia há poucos meses, mas me surgiu uma dúvida, a imunoterapia consegue tratar todas essas alergias? Para todas essas alergias há tratamento?

Anônimo disse...

Meu filho está tomando a vacina para tratar alergia contra insetos, ele tem dois anos e tenho a maior dificuldade em ministrar a vacina sob a lingua, muitas vezes ele coloca a lingua para fora e acaba caindo, há algum problema?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Nem toda doença alérgica tem indicação para uso de vacinas (imunoterapia específica). O tratamento varia de acordo com o tipo de alergia. As principais indicações da imunoterapia são: rinite, alergia ocular, asma , alergia a insetos. Gratos pela visita.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A vacina pode ser aplicada sob a língua como também na região entre a arcada dentária e a bochecha Aconselho que entre em contato com o (a) alergista do seu filho e peça que oriente a melhor forma de aplicação da vacina oral Gratos pela visita.

Anônimo disse...

Bom dia. Minha filha de 4 anos é asmática com alergia a ácaros/poeira detectada em dois exames de sangue. Como apresenta outras manifestações alérgicas corriqueiramente (urticária de 2 a 3 vezes no ano, controlada por Hixizine, sem conseguirmos identificar o agente causador; olhos inchados e coçando todo ano, no período de novembro e dezembro, também controlado pelo Hixizine), gostaria de saber se existem exames mais completos para identificar o que tem causado alergia nela. Há um mês, após tomar Pedialite (morango) junto com o Vonau, ela teve um quadro de angiodema grave. Queria identificar de uma vez por todas os agentes alergênicos dela para saber o que dá para tratar e o que precisaremos eliminar mesmo. Ouvi falar do Imuno Cap Isac e gostaria de saber se ele é adequado para identificar alergia que possa ser tratada pela imunoterapia. Obrigada.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A dosagem de IgE específica (ImmunoCAP®) é disponível para poucos medicamentos (penicilina, amoxicilina) A imunoterapia não está indicada na alergia a medicamentos. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro intitulado: “Alergia - doença do século XXI”. Gratos pela visita.

Bruna Lopes disse...

Boa noite,

Se possível for, gostaria de obter algumas informações. A imunoterapia
específica interfere em transtornos psíquicos? E se interfere, por
gentileza, gostaria de saber o motivo. Desculpe o incômodo! Agradeço desde
já.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Bruna: não há uma interferência significativa da imunoterapia em transtornos psíquicos. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela visita.

Fabiola Silva disse...

Descobri que estou gravida e já faço um tempo que estou no tratamento de vacinas cerca de 3 meses e tomo desloratadina, pode fazer mal ao bebê a imunoterapia?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Fabíola: a imunoterapia não causa dano ao bebê. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

Muito boa tarde, o meu nome é Joaquim Ribeiro, natural da Vila da Fonte. Eu tomei hoje a minha primeira vacina, exatamente às 18h, e como sabem hoje é noite de carnaval. Será que há algum perigo em beber alcoól?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Joaquim: a ingestão moderada de bebida alcoólica não interfere no efeito da imunoterapia com alérgenos (vacina para alergia). Gratos por sua visita ao blog da Alergia.

Anônimo disse...

Bom dia

Fiz o teste alérgico e deu positivo pra o ácaro da poeira. O meu alergista me pediu retorno pro dia 6 de março e me receitou nasonex apenas estou usando e percebi o surgimento de manchas vermelhas que coçam não sei se é algum efeito do remédio ou da alergia. Pq li no bula do nasonex mas não vi nada de manchas vermelhas apenas que em alguns casos causa traumas cutâneos. Se puderem me ajudar eu agradeço

att
Haroldo

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Haroldo: sinto muito, mas não é possível opinar sem examinar sua pele. Avaliar sem examinar pode incorrer em erros de diagnóstico. Se as lesões estão persistentes, você deve informar a ocorrência ao seu alergista. Obrigado pela visita ao Blog da Alergia.

Anônimo disse...

Olá.. Meu pai tem alergia do pelo do nosso cão, ficamos um tempo sem ter animais aqui em casa, mas ha uns 5 meses estamos com um novo cachorrinho.. E a alergia dele voltou!
Tem tratamento para esse caso ?

att

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Não é possível opinar sem conhecer exatamente o tipo de alergia que seu pai apresenta. Aconselho que o leve a um(a) alergista, para que possa ser orientado de forma adequada. Gratos pela visita.

Anônimo disse...

Olá,
Tenho séria alergia ao veneno de marimbondo, e meu alergista me indicou uma imunoterapia e me indicou um local no RJ que venderia o veneno para a terapia, porém tal local vende veneno apenas de abelha. Voces tem alguma indicacao de como encontrar veneno de marimbondo para imunoterapia?
Obrigado

Lúcio Heleno disse...

Olá bom dia, gostaria de saber, se a vacina contra rinite alérgica está disponível em postos de saúde da rede publica?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Lúcio: infelizmente nem todos as localidades brasileiras disponibilizam a imunoterapia nos postos de saúde. Aconselho que solicite esta informação junto à Secretaria Municipal de Saúde de sua cidade, Gratos por visitar o Blog da Alergia.

Anônimo disse...

Boa noite.
Minha filha faz esse tratamento., mais agora está com catapora.passei o dia ligando para clínica pra saber se posso aplicar nela com catapora. Mas não consegui atendimento.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

É aconselhável suspender as aplicações da imunoterapia durante a catapora. Gratos pela visita em nosso blog.

Anônimo disse...

Olá , fui diagnosticada com rinite alergica, poeira, mofo, té perfumes me incomodam e ao comer mariscos a crise começa, queria saber se posso fazer uso da imunoterapia?

Anônimo disse...

Bom dia!
Tenho alergia a pelo de gato (comprovado por um teste cutâneo feito há uns 3 anos)... fui a um Otorrino esse ano, pois achei que estava com outro problema além da alergia. Ele me disse que não, e que eu deveria ver um alergista/imunologista. O que acontece é que meus sintomas não incluem espirros, olhos vermelhos, como na maioria dos casos. Eu simplesmente tenho o nariz trancado, muito trancado. Eu até respiro, mas parece que tenho que fazer força cada vez que respiro. E já faz muito tempo. O que acontece é que tenho muitos gatos em casa (nem vou falar quantos pra não ficar feio...hehe) e nunca fiz um tratamento decente. Simplesmente me enchi de corticóides que não fizeram nenhum efeito e agora não sei o que fazer. Agora o médico solicitou exames de sangue específicos para alergia e estou esperando a resposta. Será que a vacina seria o mais indicado no meu caso, já que remédio nenhum ajuda? E os resultados demoram a aparecer?
P.S. Estou dando um jeito de entregar os meus gatos para alguém cuidar, pois não vejo outra solução.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Se o diagnóstico de que sua rinite é de origem alérgica, estará indicada a imunoterapia específica com aeroalérgenos. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro sobre a Rinite alérgica intitulado: “É mais feliz quem respira pelo nariz”. Agradecemos sua visita.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

nem sempre a rinite que se caracteriza pela obstrução nasal ("nariz trancado") como sintoma principal tem origem na alergia. A indicação da imunoterapia com aeroalérgenos (vacina para alergia) dependerá do diagnóstico feito por seu alergista. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro sobre a Rinite alérgica intitulado: “É mais feliz quem respira pelo nariz”. obrigado por visitar o Blog da Alergia.

Anônimo disse...

Oi meu nome é Daniella tenho uma filha de 9 anos pesa 53 kl que fez os teste de alegia só deu de ácaro poeira e a médica passou seguinte remedio e um dele é para infecção ciprofloxacino 250mg singulair 10mg aerolin spray fixotide e no final a vacina de alegia o que vocês acham é bom para a alergia

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Daniella: se os testes do seu filho foram positivos aos ácaros, a imunoterapia está indicada no tratamento de sua alergia. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela visita.

Anônimo disse...

olá, tenho alergia a picada dos insetos maruim e botuca.Toda a vez que vou para região de mata como Mangaratiba, Parati,Floresta da Tijuca sofro com a picada desses insetos, ficando muito inchada e ate roxo e o processo só para se tomar antiálergico e corticóide. Gostaria de saber se existe algum medico no rj que trate com vacina esse tipo de alergia .
Obrigado.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Os médicos portadores tírulo de especialista em Alergia estão capacitados a orientar seu tratamento. Gratos pela visita ao Blog da Alergia.

Darci costa disse...

Faço tratamento com vacinas à quase um ano. Mwlhorei da rinite, mas estou com uveíte nos dois olhos, meu oftalmologista desconfia de artrite reumatóide. Devo parar com as vacinas? Meus olhos melhoram com o colírio mas depois volta.

Anônimo disse...

Ola, tenho alergia alta ao leite e seus derivados, fiz o exame (IgE) e o médico me receitou as vacinas semanalmente, ainda não comecei o tratamento por medo de não dar certo, a imunoterapia também funciona no caso da arlegia alimentar ? Nunca vi ser divulgado nada ao respeito por isso estou com tanto receio. Desde já agradeço.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Desconheço uma vacina para alergia alimentar. Gratos por sua visita ao Blog da Alergia.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Darci: o(a) seu(sua) médico(a) alergista é a pessoa mais indicada para orientar como proceder no seu tratamento com as vacinas para alergia. Obrigado por visitar o Blog da Alergia.

Anônimo disse...

ainda sobre a arlegia alimentar .. existe algum outro tipo de tratamento ? Sera que devo procurar outro médico ? Posso estar sendo enganada ? Na receita da vacina consta o nome do médico e é certificada pela ANVISA. Grata ..
Nicole

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Nicole: sinto muito mas o parecer que solicita não pode ser emitido pela internet, pois não conheço os dados clínicos nem o tipo de imunoterapia que refere. Conto com a sua compreensão.

Sarah disse...

Olá,bom tenho 27 anos e tenho uma alergia muito forte, rinite e sinusite, tratei com vários médicos até que no ano passado começei a fazer o tratamento com vacinas, só que antes eu tinha apenas rinite agora também estou com sinusite, e ainda tenho crises alérgicas que preciso tomar antibióticos e remédios fortes. Gostaria de saber pois já faz 10 meses que estou tratando com vacinas é certo ainda ter crises alérgicas fortes? E se estou fazendo o uso das vacinas porque desenvolvi um quadro de sinusite, pois antes só tinha renite? Obrigada

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A persistência das crises mesmo com tratamento das vacinas pode sugerir que existam fatores agravantes que interferem no efeito do tratamento Aconselho que peça ao seu alergista que a oriente. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela visita.

Virgínia Pimenta disse...

Ola, boa tarde!
Recentemente comecei um tratamento com vacina em gota para alergia a pelo de gato. Na clinica fui informada que nao existia nenhuma contra indicacao, porem acabei de ler neste texto que quem toma betabloqueadores nao deve fazer tratamento com a vacina. meu medico foi informado que tomo atenolol 50mg diariamente para controle de um prolapso da valva mitral. Devo comunica-lo novamente?
Obrigada!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Virgínia: o uso de betabloqueador é uma contraindicação relativa para a imunoterapia. Cabe ao médico especialista em Alergia avaliar cada caso e julgr a possibilidade de uso deste tratamento. Gratos pela visita.

Anônimo disse...

Boa tarde, tenho um filho que tem 4 anos ele fez uma videonasofibrolaringoscopia flexível e o resultado foi: RINITE CRÔNICA (ALERGICA?), DESVIO DE SEPTO PARA ESQUERDA, E HIPERPLASIA ADENOIDEANA MODERADA 60 %. GOSTARIA DE SABER SE NO CASO DELE É NECESSÁRIO A VACINA DE DESSENSIBILIZACAO? OBRIGADA

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A decisão de usar ou não a imunoterapia com alérgenos (vacina para alergia) não se baseia no resultado do exame de vídeo nasal. Aconselho que leve seu filho a um(a) especialista em Alergia, para que seu tratamento seja indicado de forma segura e adequada. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela visita.

Anônimo disse...

Tenho alergia a vários tipos de alimentos tomei vacinas para dessensibilização há 26 anos atras, agora voltou o problema será que as vacinas deixaram de funcionar, devo tomar as vacinas de novo?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A imunoterapia específica com aeroalérgenos naõ tem indicação precisa para tratamento da alergia aalimentar. Gatos pela visita.

Anônimo disse...

Boa noite, Eu sou atópico e estou tomando essa vacina a 2 meses, no começo deu uma melhora, mas agora está piorando, como vermelhoes na pele e principalmente nos braços.
Isso é um sinal de que a vacina não está funcionando?
Grato.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O seu relato sugere que a sua dermatite esteja sem controle adequada. Mas, não significa que a piora seja um sinal da eficiência da imunoterapia (vacina para alergia). Aconselho que retorne ao(à)alergista e peça uma nova orientação para seu caso. O diálogo e a confiança que se estabelecem entre o(a) médico (a) e o(a) paciente são a base para o sucesso do tratamento. Obrigado por visitar o Blog da Alergia.

Anônimo disse...

Olá, tudo bem? Gostaria de saber se esse tratamento tem algum tipo de interferência no uso de anticoncepcionais. Obrigada.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A imunoterapia não interfere no efeito do anticoncepcional. Obrigado por visitar o Blog da Alergia,

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Antônia: o mecanismo da alergia cutânea de contato é diferente e baseado em células derivadas de linfócitos, que não estão relacionados à imunoterapia específica com alérgenos. Obrigado pela visita.

Lúcia disse...

Boa noite .Eu tenho um filho de 12 anos.ele esta em uso da medicação Miflasona 200mg e aerolin sray.ele está com uma tosse seca como se fosse um pigarro.ele pode usar Desloratadina5 mg juntos com essas medicações que ele está tomando?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Lúcia: não há problema no uso da desloratadina. Mas se a tosse não melhorar, é recomendável que procure seu médico(a) para detectar a causa da tosse e tratar adequadamente. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela visita ao Blog da Alergia.

Anônimo disse...

Boa noite. Minha minha tem alergia desde os três meses mas só agora com cinco que descobriu que a alergia dela ė de ácaros, insetos( Pernilongo, formiga, abelha, barata) e também tem renite e asma. Essa vacina seria indicada pra ela. Os antialérgicos já não surtem mais efeitos. E qual aClínicaa de vocês mais próxima de Jacareí SP. Desde já agradeço

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Não temos clínica fora do Rio de Janeiro. Para localizar os médicos portadores de título de especialista em Alergia em Jacareí, sugiro que acesse o site da ASBAI: www.sbai.org.br Procure a aba onde está escrito: "Público" e depois clique em “Localize um especialista”. Abrirá um campo para preencher os dados: clique no Estado desejado (UF) e depois escolha a cidade. Ao final, clique em "Enviar" e abrirá uma lista com os nomes de especialistas na localidade desejada. Gratos pela visita

Laura Prado disse...

Olá, comecei o tratamento agora. Na primeira dose foi tudo normal, mas na segunda comecei espirrar e me coçar, já tem 3 dias que estou assim... A vacina de alergia faz engordar?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Laura: fique tranquila, a vacina de alergia (imunoterapia com alergenos) não causa aumento do peso corporal. Obrigado por visitar o Blog da Alergia.

Anônimo disse...

Olá, sofro há dez anos com urticaria crônica. Ja tomei vários anti alérgicos e não resolve, só com corticoides todos os dias. Resolvi comprar a vacina de imunização para ver se melhoro. Mas, meu médico disse q não trata urticarias com vacinas e sim com histaminicos. O que vocês podem me aconselhar por favor.

Anônimo disse...

BOA TARDE!!! FIZ OS EXAMES E SÓ NÃO TIVE ALERGIA A GATO E CACHORRO, MAS A TODOS O RESTO SIM. O MEDICO PASSOU UMA VACINA IFIDESIA AUSTENES E NÃO ESTOU CONSEGUINDO ENCONTRAR E NEM SABER QUAL O SEU PRINCIPIO ATIVO E REAÇÕES ETC. GOSTARIA DE SABER MAIS SOBRE ESSA VACINA!!!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O seu médico está correto. Não há uma vacina específica para tratamento de urticária. Obrigado por visitra o Blog da Alergia.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Desconheço a formulação da vacina citada. Aconselho que retorne ao seu médico alergista e peça que esclareça sua dúvida. Obrigado pela visita ao Blog da Alergia.

alana kubo disse...

Olá!
Meu nome é Alana e eu tenho uma filha de 7 anos com asma alergica desde os 3!!!A alergia dela é de pó de casa e ácaros!!desde os 3 ela toma um remédio chamado Kipress..mais mesmo tomando esse remedio todos os dias,na hora de dormir é sempre a mesma coisa,o nariz trava e a respiração fica alta e ofegante!!crise mesmo ela costuma ter quando gripa...mais nada mto forte...e ultimamente os olhos dela tem ficado muito vermelhos e algumas vezes até sai uma bolinha amarelada dentro da parte branca dos olhos!!!!
Realmente estou preocupada pq nao é normal ela ao invés de melhorar ficar apresentando sintomas novos!!!
Moramos no Japão e eu estou começando a ficar um pouco preocupada em relacao ao traramento daqui,e gostaria de uma segunda opinião !!!queria saber se vocês conhecem esse remedio que ela toma,se causa algum dano futuro a saude dela...e se mesmo ela continuando apresentando os sintomas..se é preciso continuar tomando!E se esse tratamento citado acima é possivel ser feito em outros países ou se só existe no Brasil meu medo maior é ela desenvolver algo por conta de tomar remédio durante tanto tempo!!!
Me ajudem por favor!

Anônimo disse...

Olá!
Meu nome é Alana e eu tenho uma filha de 7 anos com asma alergica desde os 3!!!A alergia dela é de pó de casa e ácaros!!desde os 3 ela toma um remédio chamado Kipress..mais mesmo tomando esse remedio todos os dias,na hora de dormir é sempre a mesma coisa,o nariz trava e a respiração fica alta e ofegante!!crise mesmo ela costuma ter quando gripa...mais nada mto forte...e ultimamente os olhos dela tem ficado muito vermelhos e algumas vezes até sai uma bolinha amarelada dentro da parte branca dos olhos!!!!
Realmente estou preocupada pq nao é normal ela ao invés de melhorar ficar apresentando sintomas novos!!!
Moramos no Japão e eu estou começando a ficar um pouco preocupada em relacao ao traramento daqui,e gostaria de uma segunda opinião !!!queria saber se vocês conhecem esse remedio que ela toma,se causa algum dano futuro a saude dela...e se mesmo ela continuando apresentando os sintomas..se é preciso continuar tomando!E se esse tratamento citado acima é possivel ser feito em outros países ou se só existe no Brasil meu medo maior é ela desenvolver algo por conta de tomar remédio durante tanto tempo!!!
Me ajudem por favor!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Alana: desconheço a medicação que descreve e não consegui localizar sua bula. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e informe o nome do princípio ativo do medicamento. Enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela visita.

flordelira123 disse...

Olá a vacina sub lingual não pode ser aplicada diretamente na boca?
Tem que ser necessariamente embaixo da lingua?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Flor: uma opção é pingar a vacina na região vestibular (entre os dentes e a bochecjha). Converse com seu(sua) alergista e peça que oriente seu caso Obrigado por visitar o Blog da Alergia.

Jordana Torres disse...

Ola,
Gostaria de fazer esse tratamento de vacinas, alguem pode me dizer qual o custo, valor das vacinas e tal ? Obrigado.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Jordana: o custo do tratamento com vacionas para alergia (imunoterapia) varia de acordo com o tipo, local, material utilizado, etc. Sugiro que procure um(a) alergista para orientar de forma adequada para seu caso. Obrigado por visitar o Blog da Alergia.

Renata Figueiredo disse...

Olá meu filho tem 4 anos e começou a fazer tratamento com vacina injetável, mas agora ele não para de tossir. Já tomou vários remédios para alergia mas nada resolve. Pode ser por causa da vacina? Me ajudem por favor. Obrigada.

Anônimo disse...

Olá, sou alérgica a poeiras e qualquer tipo de perfumes e cheiros forte. Gostaria de saber, qual o valor mínimo dessas vacinas? Desde já sou mt grata

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O Conselho Federal de Medicina não permite divulgação de preços de procedimentos médicos pela internet. Convido que ligue para nossos telefones (estão no Blog na coluna da direita e solicite a informação à atendente. Obrigado pela visita.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Renata Figueiredo: as causas principais da tosse infantil são: asma, rinite, sinusite, viroses respiratórias, refluxo, entre outras. Não é possível apontar a causa da tosse do seu filho ou se há relação entre o sintoma e a imunoterapia sem uma avaliação criteriosa e feita pessoalmente. Conto com a sua compreensão. Agradeço sua visita ao Blog da Alergia.

Unknown disse...

minha filha e alergica a lactose a poeira qndo muda tempo ela ta tomando a vacina , me falaram k a vacina corta o efeito do amtibiotico falaram k se um dia ela fikar doente e ter k tomar antibiotico nao pega no organismo dela e verdade

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Não. A informação é incorreta. O uso da vacina de alergia (imunoterapia específica com alérgenos) não interfere no efeito dos antibióticos. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

Nanda Ley disse...

Recentemente descobri que sou alérgica a bichos como, gato, cão, lebre, passarinho e cavalo, sendo que esse estou mais sensível. Gostaria de saber se existe imunoterapia, ou alguma vacina para diminuir a sensibilidade a cavalo, pois participo de competições, e hoje estou impossibilitada. E gostaria de saber se o tratamento de vacina para renite tem durabilidade de 10 em 10 anos? Pois tem uns 11 anos que fiz esse tratamento.

juliana rosas disse...

Olá.
Tenho uma filha de 4 anos que tem apresenta tosses crônica, ( tipo tosse de cachorro). Teve pneumonia pelo menos 4 vezes e bronquite 1 vez. O quadro era sempre de muita tosse até vomitar e febre desde que tinha 1 ano e meio. Ja foram noites e mais noites em claro nebulizando, vendo ela tossir, vomitar, e assim por diante. Cada medico receitava um tratamento diferente. Ela melhorava mas voltava a mesma crise. Há dois meses procurei um alegiologista que fez alguns exames de alergia de sangue e o do braço. Segundo o médico, o de sangue não deve ser levado em conta, mas sim o do braço (aquele que se colocam algumas substancias para testar a alergia) os resultados deram alergia a tudo que foi testado: barata, poeira, gato, cheiros fortes, inseticidas. Alem da tosse ela tem umas manchas na pele ( pernas) que parecem pancadas. Segundo o medico, isso é causado pela pocadura do mosquito. Qual, nao sei. Ela tambem tem olheiras quando esta cansada e com crise. Enfim, o medico falou que ela é alérgica a "tudo". E o diagnostico foi "asma alergica)Comecei um tratamento com Seratide (spray) e Nasonex.. Entretanto ela teve 4 crises durante o tratamento. Portanto o medico recomendou o tratamento com vacina de imunização.

1- A questão é: como saber a eficacia da vacina posto que segundo os testes ela tem alergia a tudo?
Deveria fazer outros testes e ou exames mais específicos? De sangue por exemplo? Perguntei por testes de alimentos e o doc falou que não é alergia a alimentos

2- Quando minha filha começou com as crises de tosse crônica morávamos na Argentina onde o clima é seco. Porém quando viemos para o Recife o quadro se agravou consideravelmente onde as crises de tosse e cansaço tinham uma pausa de uma semana no maximo para voltar ao quadro emergencial. Chegando a ficar no hospital tomando oxigênio e corticóide injetável para poder ser liberada. Minha duvida é se o clima tem alguma influencia nos pacientes com asma alérgica. Pois no Recife o clima é extremamente humido e acredito que talvez a asma tenha se agravado por isso.

Muito obrigada!

Unknown disse...

Ola boa noite meu subrinho ta fasendo tratamento a medica passou uma ves por semana comecando com 10 unidas ate 50gostaria de saber se tem algum problema ele iniciou numa sexta mas na outra semana tomou no sabado isso pode faser o tratamento perder o efeito? Grata

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Apenas uma dose não alterará o resultado do tratamento. Mas daqui para frente procure manter os dias de forma adequada. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Juliana Rosas: a imunoterapia quando bem indicada é o único tratamento que pode mofdificar a história da doença alérgica, controlando a doença, evitando as crises e as infecções. O clima pode ser um fator influenciador mas não é a causa da doença. Caso more no Rio, a nossa equipe médica está ao seu dispor para atendê-lo no ambulatório da Clínica de Alergia da Policlínica Geral do Rio de Janeiro para avaliar sua filha e prestar esclarecimentos. Gratos pela visita ao Blog da Alergia

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Nanda Ley: a imunoterapia n]ao é específica para epitélio de vacalo. Não existe um prazo de duração dos efeitos da imunoterapia. Depende de cada pessoa, do tipo e do grau de alergia. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

Kaio Arthur Moreira disse...

Meu filho está fazendo tratamento com as vacinas a ácaros,uma vez por semana ,mas toda vez que toma a vacina da crise de tosse e chiamento e normal me ajuda estou em pânico, achei que fosse melhorar a rinite e a bronquite alérgica dele ,mas to vendo que está sendo ao contrário, me ajudem por favor me da uma resposta.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Kaio: se seu filho não está melhorando e ao contrário, você nota piora dos sintomas, é aconselhável que retorne ao médico e peça uma nova avaliação dele. A rinite e a asma (ou bronquite alérgica) têm fatores agravantes que devem ser corrigidas ao mesmo tempo que se trata com a imunoterapia. Infelizmente não é possível avaliar pela internet, sem examiná-lo pessoalmente. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

Fernanda Machado disse...

Olá meu filho de 6 anos precisa realizar uma imunoterapia pois é alérgico a picada de abelha, gostaria de saber se esse tratamento é feito pelo SUS e onde posso realizar.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Fernanda: a imunoterapia específica é realizada com a diluição do veneno do inseto, para proteger contra futuras reações alérgicas.
Contudo, as aplicações devem se acompanhar de cuidados específicos e feitas com acompanhamento médico. O paciente deve permanecer em observação por 30 minutos após cada dose. Infelizmente o tratamento com imunoterapia específica para alergia a insetos himenópteros é bastante restrita na rede pública do SUS e varia em cada localidade. Aconselho que peça orientação na Secretaria Municipal de Saúde em sua cidade. Gratos por sua visita ao Blog da Alergia.

Julia Mesquita disse...

Só fiz o meu tratamento de imunoterapia até a 2ª dose, depois eu quis parar, tem 8 meses. Já saiu do organismo a vacina e teria problemas ingerir bebida alcoolica?

Eider Teixeira disse...

Minha filha iniciou imunoterapia juntamente com outros 4 remédios mas após uns 3 dias ela está em estado febril e hoje já está com febre 38 será que são remedios

Valéria Teodoro disse...

Olá!
Meu filho tem 2 anos e 7 meses e faz a imunoterapia desde 1 ano e meio. Ele está tomando a terceira dose de Mix de ácaros (0,5 ml a cada 10 dias). Iniciou essa dosagem tem 2 meses. Gostaria de saber se a imunoterapia pode causar alguma sobrecarga no sistema linfático, em específico em gânglios linfáticos, devido a resposta imunológica do corpo? Fico ansiosa no aguardo da resposta

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Julia: não há problema na ingestão moderada de bebida alcoólica. Obrigado pela visita ao Blog da Alergia.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Eider: a febre é um sintoma do organismo que pode surgir em situações diferentes. Por isso, não é possível afirmar a causa de uma febre sem examinar sua filha pessoalmente. É aconselhável que entre em contato com o(a) médico que faz seu acompanhamento clínico e peça que oriente. Obrigado por visitar o Blog da Alergia

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Valéria: fique tranquila. A imunoterapia não causa sobrecarga no sistema linfático. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

Anônimo disse...

Boa tarde! Pode me dizer o que está escrito aqui?https://drive.google.com/file/d/0B0hLTbS-JQWhTXRlaGxVdEJpcGs/view?usp=docslist_api

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Desculpe, mas não endendi sua dúvida. Por favor, escreva para nosso e-mail enviando mais detalhes para que possamos ajudar. Gratos pela visita.

Waldemir Alcebiades disse...

Minha filha tem 18 anos e tem dermatite atópica a 5 anos. A 2 anos faz imunoterapia sublingual com composição Der p 50% + Blo t 50% concentração 1/10, gostaria de saber qual exame podemos fazer para identificar se o tratamento está dando resultado. Waldemir

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Waldemir: a avaliação do tratamento não se baseia em exames, mas é clínica, ou seja, baseada na observação de sintomas antes e depois da imunoterapia. Gratos pela visita ao blog da Alergia.

Anônimo disse...

Bom dia!! Eu sou o Marco Aurélio. Faço uso da imunoterapia, tomei a quarta dose da vacina essa semana (mais especificamente ontem). No entanto, nessa semana, antes de tomar a vacina peguei um resfriado que no inicio era apenas catarro e garganta levemente inflamada só que durante a semana a garganta melhorou e passei a tossir demais. Isso pode ser reações provocada pelo imunotratamento?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Marco Aurélio: o seu relato não sugere que os sintomas descritos estejam relacionados com o tratamento imunoterápico. Mas não é possível afirmar sem examiná-lo. Aconselho que entre em contato com seu alergista e peça que oriente. Gratos por sua visita ao Blog da Alergia.

Ale disse...

Boa noite
Minha filha de 06 anos é muito alérgica desde bebê...ela faz uso diário do spray nasal Avamys e montelair 4 MG...
IGE total imunoglobulina E : 2270,0 kU/L. Passei ela na alergista, ela fez os testes e indicou tratamento com imunoterapia sublingual com 70% ácaro mix e 30% B tropicais.

Passei ela no Otorrino que ela se trata tbém, e ele pediu para parar com o montelair e continuar o spray Avamys por 90 dias. Comentei sobre o tratamento, e ele pediu para aguardar, pois estou sem condições financeiras no momento para iniciar este tratamento, pois segundo a Alergista, a partir do momento que começar este tratamento não posso parar pq senão, não terá o resultado desejado. Minha pergunta é: este tratamento funciona para o caso da minha filha? Qual o tempo médio deste tratamento ? Tem na rede pública? Grata

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A imunoterapia específica com alérgenos (vacina para alergia) é um procedimento de eficácia comprovada há várias décadas e o único tratamento capaz de modificar o curso das doenças alérgicas. Contudo, para que este tratamento seja eficaz é necessário que esteja bem indicado, seja realizado com extratos alergênicos padronizados e administrado por profissional capacitado e habilitado (alergista). As doenças alérgicas com indicação para imunoterapia específica são: rinite/conjuntivite alérgica, asma brônquica e alergia à picada de insetos (abelha, vespa e marimbondo). Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

Priscyla Anice disse...

oi meu nome é Priscyla meu filho tem 02 anos de idade e faz tratamento com a vacina a dois meses nos ultimos dias ele nao tem muito apetite posso dar algum estimulante alimentar pra ele? Não faz mal?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Priscyla: o uso de medicamentos estimuladores de apetite não interfere com a vacina de alergia (imunoterapia com alérgenos). Vale ressaltar que estes medicamentos devem ser feitos sempre sob supervisão do(a) pediatra que trata do seu filho. Gratos pela visita.

Anônimo disse...

bom dia! gostaria de tirar uma dúvida, levei meu filho no alergista e ele fez exames onde foi constatado uma alergia a ácaros, daí então ele começou um tratamento com vacina semanalmente, pesquisando na net verifiquei q essas aplicações começam com quantidades pequenas e vai aumentando, sendo q essa médica já começou direto com 0,5 ml,é assim mesmo? e no caso da criança estar com febre exatamente no dia q tem q tomar o q eu faço, qual o intervalo q se pode fazer de uma pra outra sem perder o efeito? ele ficou uma semana sem tomar.

desde já agradeço!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Boa tarde. A dose inicial da vacina pode variar de acordo com a avaliação do médico do seu filho. No caso de febre, é aconselhável suspender a aplicação da vacina. O tempo de suspensão da vacina dependerá da causa da febre. Agradecemos sua visita ao Blog da Alergia.

Maria Carmen Meneses disse...

Tenho alergia a produtos qúmidos, fiz o teste e de alergia a bálsamo de peru, Antraquinona,bicho mato de potássio e perfume mix,a seis meses tenho uma coceira no corpo que não passa já mudei de alergia e todos os remédios que me passaram não resolveu, agora a alergista me passou a vacina,será que no meu caso ela irá resolver? Obrigada meu nome é Carmen.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Maria Carmem: não é possível responder sua pergunta sem saber o seu diagnóstico e nem o tipo de vacina proposto. Para emitir uma segunda opinião, é essencial uma avaliação criteriosa e feita pessoalmente. Obrigado pela visita ao Blog da Alergia.

Márcia Almeida Silva disse...

Tenho uma filha de 4 anos, que têm alergia a proteina do leite, gostaria de saber se a vacina sublingual curaria minha fiha.

Unknown disse...

Bom dia meu filho tem 4 anos i tem rinite alérgica, i quando mosquito pica ele u local incha feri ,ele tinha amidalas enflamadas i adenoide mais ja fes sirurgia , i so agora os medicos mi encaminharam pra um alergita , mais nao tenho condições de paga u tratamento , ese tratamento e so particular

Anônimo disse...

Tenho dermatite atópica e faco uso de vacina desde novembro de 2015.pretendo engravidar e pelo que percebi o tratamento e muito demorado e como não queria deixar passar esse ano gostaria de saber se e prejudicial para o bebê caso eu engravidar!?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Márcia: a alergia à proteína do leite de vaca pode desaparecer em grande parte das crianças. É possível realizar uma dessensibilização, mas somente em ambiente hospitalar e apenas em alguns hospitais no Brasil. Aconselho que entre em contato com o(a) alergista de sua filha e peça que a oriente. Gratos pela visita.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Marcia: o tratamento da alergia pode ser feito no SUS. No Rio de Janeiro, os seguintes hospitais têm setores de tratamento para crianças: Hospital Fernandes Figueira, Hospital do Fundão (IPPMG UFRJ), Hospital Jesus, Hospital dos Servidores, Hospital São Zacharias, Hospital Gafrée Guinle, Hospital Pedro Ernesto, entre outros. Convido que escreva para nosso email (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia do livro: "Alergia, doença do século XXI" Obrigado pela visita ao Blog da Alergia.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O uso da imunoterapia específica com alérgenos não impede a gestação. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

Unknown disse...

Estou fazendo o tratamento com vacinas,tenho conjutivite alergica..quando a vacina fizer efeito meus olhos voltam ao normal

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Bom dia. O tratamento com a Imunoterapia (vacina) vai tratar a causa de seus sintomas, e quem causa a alteração nos olhos é o ato de coçar. com o efeito do tratamento seus olhos irão coçar parar de coçar. Obrigado pela visita

Anônimo disse...

Bom dia meu filho de 1a e 3m fez os testes e deram quase todos positivos para fatores ambientais a médica iniciou a imunoterapia sub lingual. Após 5 dias iniciou um quadro de cansaço e obstrução nasal. Interrompir a vacina e iniciei o antialergico, no terceiro dia de antialergico e babá acidentalmente deu a vacina e tive a impressão que os sintomas pioraram.Vocês acham que esse quadro de alergia pode estar relacionado com a vacina? O outro detalhe é que não consigo fazer a vacina sublingual e sim VO devido sua idade (1a e 3m), qual a implicação disso? Não consigo falar com a alergologista que esta tratando o meu filho por que ele esta viajando e estou muito preocupada, principalmente por causa do cansaço. Desde já agradeço

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A imunoterapia com alérgenos (injetável ou sublingual) apresenta efeitos colaterais, embora incomuns. O seu relato não deixa claro que tenha sido uma reação, uma vez que sua filha já não estava assintomática. É aconselhável que comunique o ocorrido ao alergista para que avalie sua filha e oriente de forma adequada e segura. Obrigado por sua participação no Blog da Alergia.

Eider Teixeira disse...

Olá tudo bem? Primeiramente parabéns pelo site de vcs muito util nas nossas vidas. A minha dúvida e quanto ao tratamento em alergia a poeira de casa. Minha filha de 4 anos iniciou tratamento com médico que receitou toda semana uma dose da substância, daí então notei melhora muito eficaz mas o remédio acabou e o médico dela fica a 200 km daqui de onde moro e devido a grandes chuvas não teve como eu levar ela no dia agora a dúvida. Perco todo tratamento que já se fez nela ou não ??? Ela agora está boa antes tinha muita tosse quando parava de brincar quandobse agitava entende me dêem dica. Segunda duvida Contínuo tratamento ou já está bom.

Mário F disse...

Olá, pessoal. Me esclareçam uma dúvida, por favor. Tenho alergia a gato e cachorro. Irei iniciar o tratamento nas próximas semanas. Minha dúvida é: a vacina, a longo prazo, traz algum efeito nocivo ao corpo? Obrigado!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Mário: A imunoterapia específica (vacinas para alergia) é um procedimento bastante seguro, com baixo risco de eventos adversos graves. Agradecemos sua visita ao Blog da Alergia.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Eider: a imunoterapia consiste em injeções por via subcutânea de doses diluídas e crescentes do extrato, que em geral contem uma única substancia (alérgeno), geralmente uma vez por semana, até a fase de manutenção onde a dose máxima atingida na primeira etapa é injetada com intervalos maiores. O tempo do tratamento varia, mas em média leva de 2 a 3 anos. É aconselhável que você dê continuidade ao tratamento de sua filha. Agradeço em nome da equipe do Blog da Alergia. As suas palavras são um incentivo ao nosso trabalho voluntário.

Paula O. disse...

Olá gostaria de saber quais os intervalos dessas vacinas,meu filho tem alergia grave de formiga

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Paula: o tipo de vacina e o intervalo entre as doses não é padronizado e sim indicado pelo médico de acordo com a necessidade, avaliação clínica em cada paciente e com o extrato utilizado pelo alerglogista. Obrigado pela sua participação no Blog da Alergia.

Michelle Boy disse...

Olá meu nome é Michelle. Já tomei 7 doses da vacina passada pela alergista. Porém já li em vários locais na internet e não falam que a vacina seja boa para alergia de pele q e o meu caso tenho alergia a todos cosméticos como sabonete, shampoo, condicionador, loção de corpo, desodorante, esmalte, batom e maquiagem minha pergunta é a imunoterrapia ajuda na alergia que tenho aos cosméticos?

Michelle Boy disse...

Em Belo horizonte existe alguma policlínica que de esta alergia de graça pois pago 22,00 por cada dose 1 na semana.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Michelle: As vacinas de alergia (imunoterapia específica contra alérgenos) estão indicadas para várias doenças onde o mecanismo alérgico é uma reação imediata, também chamada "mediada por IgE". As reações a substâncias em contato com a pele, como por exemplo aos cosméticos) podem ser produzidas de duas maneiras: 1) pela ação direta sobre a pele – dermatite por irritante primário, e 2) por mecanismos alérgicos. A base do tratamento é a descoberta da causa e seu afastamento. Não conheço os locais de atendimento em Belo Horizonte. Você pode ser informar no site da Asbai (www.asbai.org.br) ou junto à regional da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia em Minas Gerais. Agradecemos sua visita ao Blog da Alergia.

Gélica disse...

Olá, meu nome é Angélica, tenho 27 anos e sou de SP. Desde o carnaval deste ano, estou com quadro de urticária sem resolução, mesmo tomando anti-histamínicos. Em dezembro de 2015, foi constatado quadro de hipertireoidismo,aí comecei tratamento com tapazol e propanolol. Na primeira crise, a endócrino parou o tapazol alegando que ele podia ser a causa, porém continuo. Fiz exames de sangue e deu alergia a ácaros, mofo, formiga e poeira domiciliar. O alergo recomendou tratamento com vacina (q já fiz há uns dez anos, já q tb sofro de rinite alérgica). A urticária pode ter relação com pó, mofo etc mesmo? Caso seja relacionada ao hiper, tratando o hiper, a urticária melhora? Obrigada!

Michelle Boy disse...

Eu preciso saber muito certo o que vou fazer pq desde fevereiro de 2015 estou com essa alergia que me deixa louca pq coça demais feri a pele toda e já fui em 3 dermatologista e 3 alergista e tendo descoberto a a 6 meses que é alergia a cosméticos e maquiagem e estou usando os manipulados a 4 meses e vacina a 2 meses e meio. Portanto posso parar as vacinas e continuar com os produtos manipulados e as cápsulas naturais q está última alergista me passou pois os restantes só me passaram corticoides oq me fizeram engordar 10 quilos de fevereiro a dezembro de 2015. Agradeço muito se puderem me falar o que fazer.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Michele: compreendo sua preocupação e sofrimento, mas infelizmente não posso emitir o parecer que deseja. É complicado falar sobre um paciente que não examinei. Eu só posso opinar de forma genérica, baseada em dados enviados em seu relato. Mas, não é possível indicar uma conduta sem analisar seus dados clínicos de forma criteriosa e sem uma consulta pessoalmente. O próprio Conselho de Medicina proíde emitir parecer pela internet. Conto com a sua compreensão.

«Mais antigas ‹Antigas   1 – 200 de 239   Recentes› Mais recentes»

Postar um comentário

"Os comentários publicados sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste blog reservam-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou sem a devida identificação de seu autor também poderão ser excluídos".

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...