17 maio 2009

Asma na criança - segunda parte

tossindoTratar asma não é só tomar remédios!
De uma forma simplificada, o tratamento da asma pode ser assim resumido:

TRATAMENTO DAS CRISES
(com remédios aliviadores)

TRATAMENTO DA INFLAMAÇÃO CRÔNICA
(com remédios preventivos para uso a longo prazo)

TRATAMENTO DE PREVENÇÃO
a) Controle da poeira, dos ácaros e de outros fatores desencadeantes:
b) Controle do mecanismo alérgico, através da imunoterapia (vacinas)
c) Fisioterapia respiratória
d) Educação da família (manejo familiar orientado da asma)



TRATAMENTO DAS CRISES
REMÉDIOS ALIVIADORES

Medicamentos para alívio de crises ou broncodilatadores: são os medicamentos mais indicados para uso na crise de asma, pois tem efeito rápido, provocando relaxamento dos músculos dos brônquios, melhorando a passagem do ar. Atuam apenas no momento da crise, mas tem pouco efeito na inflamação crônica da asma.

A cortisona ou corticóide é o único medicamento capaz de reverter uma crise forte, atuando através do bloqueio do processo inflamatório. Além disso, também facilita a ação das medicações broncodilatadoras melhorando o estado da crise de asma. Nas crises a cortisona é geralmente utilizada por curtos períodos e por isso os efeitos colaterais são evitados. Na maioria das vezes, não ultrapassa sete dias.


TRATAMENTO DA INFLAMAÇÃO
REMÉDIOS CONTROLADORES

Medicamentos para controle da asma ou preventivos: Atuam diminuindo a inflamação e portanto atuando sobre o fator básico da asma.

Corticóides inalados: são os principais remédios usados para controlar a asma enào apenas para aliviar sintomas. Ao contrário dos corticóides ingeridos, podem ser usados por tempo prolongado, com pouquíssimos efeitos colaterais. Mas, não têm a mesma força: precisam ser utilizados de forma contínua por um período de tempo prolongado.
- Não têm efeito sobre as crises.
- Devem ser usados todos os dias, mesmo que a criança esteja bem.
- Podem ser usados em crianças, sem problemas. Está provado que a asma sem controle afeta mais o crescimento do que o possível efeito colateral dos corticóides inalados.

Antileucotrienos: também atuam na inflamação dos brônquios, bloqueando uma substância chamada leucotrieno. Podem ser usados a partir de 6 meses de idade, em forma de sachets ou de comprimidos mastigáveis

Terapias combinadas: utilizam medicamentos combinados, como por exemplo, broncodilatadores de ação prolongada com corticóides inalados ou com antileucotrienos.

Crianças podem usar bombinhas e remédios inalados?

Sim. Crianças também podem usar inaladores e bombinhas, pois são comprovadamente seguras, tendo atuação rápida e eficaz. A dose do remédio é bem menor, pois são medidos em microgramas, ao invés de miligramas, como nos remédios por via oral.

Xaropes e comprimidos são tomados por via oral, precisam circular pelo corpo até chegar aos pulmões. Os remédios inalados têm efeito melhor, mais rápido e menores efeitos colaterais, pois têm ação direta na via respiratória.

Estudos mostram que corticóides inalados não alteram o crescimento final da criança. A asma sem controle prejudica mais do que os remédios!


TRATAMENTO DE PREVENÇÃO

a) Controle do ambiente contra poeira e ácaros

Limpeza da casa: deve ser cuidadosa e feita na ausência do alérgico. Usar sempre pano úmido. Evitar vassouras ou espanadores Não usar produtos de limpeza com odor ativo: preferir sabões, pastas ou álcool. Combater o aparecimento de baratas em sua casa.

Quarto de dormir: encapar colchões e travesseiros com plástico tipo napa ou com capas impermeáveis compradas em lojas especializadas. Colocar as camas afastadas da parede e trocar a roupa de cama uma ou das vezes na semana. Combater mofo, umidade e focos de infiltração.

Combate à poeira: Retirar tapetes, carpetes e cortinas, almofadas, estantes com livros, bichos de pelúcia e cobertores de lã. Preferir mantas de tecido ou edredons. Roupas de inverno ou que sejam usadas raramente devem ser lavadas antes do uso.
Animais: evite ter cães ou gatos, mas se já os tiver, mantenha-os fora de casa e não permita que entrem nos quartos ou que subam em camas e sofás. Banhá-los semanalmente.

Fumo: Não fume e nem deixe que fumem junto ao alérgico. Mesmo fumando na janela ou em outro cômodo, a fumaça poderá prejudicar seu filho.

Cheiros; Não use sprays, incensos ou "sachets" em sua casa.

Cuidados pessoais: Crianças devem ser estimuladas a brincar: andar de bicicleta, jogar bola, pega-pega... vida ao ar livre!

b) Imunoterapia ou tratamento com vacinas
Consiste na administração da
substância pela qual o asmático desenvolveu sensibilidade, durante um longo período de tempo. Com isso observa-se uma mudança no padrão da resposta imunológica, fazendo com que a pessoa apresente um bloqueio no desenvolvimento da reação inflamatória dos brônquios. A alergia é a principal causa de asma na infância e as crianças se beneficiam com seus resultados, auxiliando sobremaneira no controle da asma.

c) Fisioterapia respiratória
Busca restaurar o equilíbrio alterado das vias aéreas pela doença e corrigir deformidades torácicas, sendo de grande valia no tratamento da asma infantil. Além disso, prepara a criança para a prática de esportes, que são benéficos não apenas pela atuação no sistema respiratório em si, como também no estímulo á integração social e melhora da auto-estima dos asmáticos.

d) Educação do asmático e de sua família
É aparte mais importante do tratamento. Pais e cuidadores informados são certamente pais seguros e calmos,transmitindo segurança à criança. Mitos e preconceitos são grandes problemas no tratamento.

O que fazer numa crise?

Procure acalmar a criança. Leve-a para local tranqüilo e inicie a medicação já orientada pelo alergista. Mostre segurança, apoio e tente distraí-la com leituras ou brincadeiras.
No caso de uma nebulização, observe se a criança está com a boca aberta e fazendo corretamente o procedimento. Procure avaliar a causa da crise e, se for possível, afastá-la. Acompanhe a evolução dos sintomas e avise ao médico. Se não houver melhora, leve um pronto-socorro para atendimento de emergência.
Mas...
- Não coloque excesso de roupas na criança.
- Não a obrigue ingerir muito líquido ou comer grandes quantidades se estiver inapetente.
- Não faça inalações com remédios caseiros, não use Vick vaporub.
- Não dê remédios sem prescrição, nem mesmo antialérgicos ou antigripais.


Dicas finais:

- Aprenda, leia, tire dúvidas com o alergista sobre a asma.

- Peça que o médico oriente sobre o grau da asma do seu filho.

-Cumprir o plano de tratamento e as medidas de prevenção.

- É preciso que a família saiba como proceder nos casos de crise, seja ela leve ou grave. Por isso, peça ao médico uma orientação sobre a medicação que poderá fazer numa crise até poder encontrá-lo.

- Leve seu filho regularmente ao médico.

- Deixe que a criança maior (e o adolescente) participe do seu tratamento. Ouça suas opiniões e permita que ela converse diretamente com o médico nas consultas.

O tratamento da asma é dinâmico, ou seja, deve ser reavaliado regularmente para checar a necessidade de reduzir, ou até aumentar, essa ou aquela medicação de acordo com a evolução da doença. Mas, se a criança permanece com sintomas apesar da medicação prescrita, é preciso entrar em contato com o médico para reavaliar a medicação.


A criança portadora de asma pode e deve levar uma vida inteiramente normal.





20 Dê sua opinião:

Meire disse...

To achando que esta minha gripe tem um fundo de alergia..

Bjs

Aninha Pontes disse...

Fácil, sabemos que não é.
É preciso estar muito atento e aprendendo todos os dias. Ou até mesmo para não nos esquecermos daquilo que já aprendemos.
Por isso, gosto tanto daqui.
Um beijo a todos.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Meire: sintomas de gripe podem ser muito parecidos com a alergia e confundir até mesmo os médicos!Obrigado por sua visita. Desejamos melhoras rápidas e plenas.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Aninha: concordo plenamente. Mas, tudo fica mais fácil quando trilhamos por caminhos seguros. A educação sobre a doença é a base para o sucesso de qualquer tratamento. Beijos.

Maura Moraes disse...

posso nebolizar so com soro .sem o birotec ,vai resolver pois quando coloco o birotec parece que ela piora a sua respiracao fica mais acelerada..o que faço

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Maura: a nebulização pode ser feita apenas com soro fisiológico e neste caso poderá dar alívio porque promove um umedecimento das vias respiratórias. Aconselho que entre em contato com o médico do seu filho para que a oriente. Peça que diminua a dose do berotec ou então que troque por outra medicação. Gratos pela visita.

Anônimo disse...

Ola meu nome a Fabiany meu filho de 6 anos faz tratamento de imunoterapia com gotinhas pra alergia respiratoria,no momento ele esta tomando ant alergicos Koid D e Bialerge.Gostaria de saber si tomando esses remedios ele pode tomar a vacina da Gripe ou tenho q esterar os remedios acabarem? dez de ja agradeço!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O momento ideal para aplicação da vacina anti gripal, é quando o paciente estiver bem. Porém em caso de dúvida converse com o pediatra do Posto de Saúde, para melhor avaliação do quadro clinico do seu filho.

Anônimo disse...

Oi, meu nome é Silvia, tenho um filho de quatro anos que tem bronquite.
Desculpe minha ignorância, mas a asma e a bronquite são a mesma coisa? Meu filho é muuuito alérgico: pólen, ácaros, gramíneas...e "potencialmente" OVO. Faz imunoterapia há dois anos para tratar a dermatite atópica que apareceu primeiro, depois veio a temida bronquite, não pode fazer a vacina da gripe por causa do ovo (tudo ajuda). O que eu sei é que tem crises de dificuldade respiratória somente quando está gripado, com bastante catarro, por exercício, como já li, nunca aconteceu, será que é asma que ele tem? O pediatra fala bronquite asmática, eu não pergunto, acho que tenho medo da resposta...

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Asma, bronquite alérgica ou bronquite asmática são a mesma doença. Convido que escreva para nosso email: blogdalergia@gmail.com e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: "Alergia, doença do século XXI" com perguntas e respostas sobre a asma e outras doenças alérgicas. Obrigado por visitar o Blog da Alergia

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Carolina: o seu relato sugere que seu bebê possa ter uma rinite alérgica. Mas não há como afirmar sem examinar pessoalmente. Estamos ao seu dispor na Policlínica RJ para avaliar seu filho e orientar de forma mais apropriada. Gratos por sua visita.

Everton Moreno disse...

Tenho alergia a tudo q e composto de diclofenaco,nao sei se dipirona e paracetamol sao compostos mas me dao alergia tambem.
To com dor de garganta e sinto ela fechando oq posso tomar?
Tenho cloridrato de tetraciclina em casa mas nao sei se posso tomar.amoxilina nao me da alergia mas nao tenho em casa

Everton Moreno disse...

Eu tenho alergia a tudo q é composto d diclofenaco,nao sei se dipirona e paracetamol sao compostos de diclofenaco mas tambem me dao reçao alergica.
To com dor de garganta sinto ela inchando tenho tetraciclina mas nao cei se posso tomar.oq posso tomar pra garganta?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Everton: é muita responsabilidade afirmar pela internet se você pode ou não tomar este ou aquele medicamento sem conhecer seus dados clínicos de forma criteriosa. Os dados que envia não permitem prever se poderá ou não ter reação aos remédios citados. Aconselho que procure atendimento com alergista na forma de uma consulta tradicional, realizada pessoalmente. Contamos com a sua compreensão e agradecemos sua participação no Blog da Alergia.

Ana Lucia Silva disse...

Bom dia, meu filho tem 4meses esta gripado faz MaS de mês, já levei no medico só o que o doutor dele falou que ele esta com secreção no peito no pulmão não deu nada,mas de um tempo pra CA percebi que ele fica cansadinho respiração rápida e chiado no peito, pode ser asma?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Ana Lucia: aos quatro meses de idade, é mais provável que seja um quadro viral respiratório do que uma alergia. Mas, não é possível fazer diagnóstico pela internet. Aconselho que retorne ao pediatra que trata dele para que seja orientada de forma adequada e segura. Gratos por sua visita ao Blog da Alergia.

Gilson Almeida disse...

Tenho uns caroço nas nadegas e cochas como brotoejas mas não coça mas me incomoda o q pode ser (sou mulher e tenho 31 anos)

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Bom dia. Você precisa ser examinada. Para formulação de qualquer diagnóstico e para um possível tratamento, é necessário que o seu caso seja avaliado. Procure a orientação médica. Os sintomas só irão embora a partir do momento que você tratar a causa. Obrigado pela visita.

Tatiana Cordeiro disse...

Boa noite ! Meu nome é tatiana e tenho uma filha de 4 anos q tem asma , rinite , e alergia alimentar . gostaria de. Saber se quando medicada por causa da crise . ( aerolin c/ espaçador ) . se pode piorar depois de alguns dias ? N tendo febre , chiados e nem tosse . a respiraçao rapida é sinal de q esta pior ? . ela trata com alergista faz uso de clenil 2x manha e 1x noite e uso budsonid . obrigado .

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Tatiana: Boa tarde. Uma crise de asma pode piorar se não for afastado o fator desencadeante e/ou agravante de sintomas. Os principais sintomas da crise de asma são:
- Tosse
- Sensação de aperto no peito,
- Dificuldade para respirar e dormir.
- Chiado no peito
- Falta de ar.
Quando a asma sai do controle, pode tornar-se difícil falar sem parar para respirar. A pessoa acorda no meio da noite devido aos sintomas.
Os remédios de alívio não funcionam tão bem quanto antes e por isso, precisa usar mais vezes Além disso, os sintomas se tornam mais graves que anteriormente. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

Postar um comentário

"Os comentários publicados sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste blog reservam-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou sem a devida identificação de seu autor também poderão ser excluídos".