08 março 2009

Quarto de alérgico

Uma pessoa adulta permanece no quarto de dormir em média por 7 ou 8 horas, sendo quase todo esse tempo na cama. Uma criança fica na cama entre 8 a12 horas e mais algum tempo no chão, brincando.

Ácaros se alimentam de descamação da pele (dermatophagoides - derma=pele e fagóides=comedor). O ser humano descama mesmo é quando está deitado, isto é: nos travesseiros e colchões.

O quarto do alérgico pode ser bonito, agradável, aconchegante e... saudável. Vale a pena!
Veja na figura e siga as dicas:
Desenho: Globo online



1) Almofadões: evite usar ou coloque capas com fechos, permitindo a lavagem frequente.

2) Animais: o ideal é não ter animais de estimação. Caso já tenha, não permita que fiquem no quarto ou que subam em camas ou estofados. Banhe-os semanalmente.

3) Cigarro: não fume e não permita que fumem em seu quarto.

4) Cortinas: prefira as curtas e fáceis e lavar ou substitua por persianas.

5) Limpe o quarto todos os dias e retire o pó com pano úmido embebido em sabão. Evite usar vassoura ou espanador, que espalham a poeira.

6) Tapetes: preferir modelos pequenos e lavar periodicamente.

7) Bichos de pelúcia: evite o excesso de brinquedos e bichinhos de pelúcia pois acumulam pó e dificultam a limpeza. Coleções no quarto também podem se tornar um problema: mantenha em estantes com portas de vidro ou em caixas apropriadas.

8) Estantes: evite os modelos abertos e o acúmulo de papéis, livros e objetos desnecessários.

9) Paredes: combata focos de infiltração e umidade. Use tinta lavável. Evite texturas e papéis de parede que dicultem a limpeza.

10) Evite ventiladores de teto. Caso já tenha, limpe as pás com pano úmido. O ar refrigerado pode ser usado sem esquecer a lavagem semanal do o filtro.

CAMAS: modelos tradicionais, lisas, evitando as camas do tipo "baú”, com prateleiras ou do tipo beliche.
- Colocar camas e berços afastados da parede.
- Se possível, o alérgico não deve dormir em colchonetes no chão e não se deve guardá-los embaixo de camas durante o dia.
 

ARMÁRIOS: organizados, para facilitar limpeza periódica do interior dos guarda-roupas. Não usar naftalina ou produtos com odor ativo nos armários e gavetas.
 

COLCHÕES: O colchão é um verdadeiro cemitério de ácaros! Uma medida muito eficaz é encapar colchões com capas especiais, antialérgicas com proteção impermeável, contra ácaros. Por cima delas, você pode usar a fronha, e o lençol. Se não for possível a compra desse tipo de capas, é possível confeccionar um similar em casa utilizando um plástico tipo napa ou similar. Até mesmo os plásticos PVC, usados para embalar alimentos podem ser usados com este fim. Aspire os colchões.
 

TRAVESSEIROS: é um item muito importante para os alérgicos pois são os locais onde os restos dos ácaros se acumulam em grande quantidade. Seu travesseiro é novo? Se não, saiba que ele já está recheado de ácaros. Jogue fora! O travesseiro é de estimação? É um travesseiro especial para problemas de coluna? Então, coloque uma boa capa impermeável ou forre com plástico. Preferir modelos com espuma inteiriça, evitando-se painas, penas, plumas, etc.
 

ROUPAS DE CAMA: Lavar lençóis, fronhas e cobertas uma vez por semana, se possível com água quente. Ao final, devem ser passados desdobrados a ferro quente.
Evitar cobertores de lã e trocar por edredons. Em locais muito frios, o cobertor de lã pode ser usado "ensacado", isto é, costurando-se dois lençóis juntos para encapá-los, fechando com um zíper. Roupas de inverno ou aquelas raramente usadas: lavar antes do uso.




Este site é escrito em inglês, mas vale a pena visitar:


Allergy and asthma associates

17 Dê sua opinião:

Vivian Sbrussi disse...

Oiiii!
FELIZ DIA DAS MULHERES!!! para todas as mulheres reponsáveis por este site!

Que ótimo post!!!
muito bom!!!!

=D

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Vivian: as mulheres da equipe do Blog da Alergia (Fátima, Neide e Vanusa) agradecem seu carinho. Desejamos a todas nós não apenas neste dia, mas em todos os dias, sucesso nas realizações e muitas alegrias na vida pessoal.Alegria, sem alergia, é claro!

Rosa Silvestre disse...

Um excelente dia das mulheres para a equipa feminina deste excelente blog!
Um abraço além mar da RS.

Aninha Pontes disse...

Amanhã, volto para ler a matéria, que com certeza, será de grande utilidade.
Hoje apenas vim desejar às mulheres da equipe, um feliz dia internacional da mulher.
Que ele seja de muita alegria e muito amor.
Um beijo

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Rosa e Aninha: muito obrigada! Desejamos também um feliz dia da mulher!

Aninha Pontes disse...

Achei supimpa a idéia do plástico PVC nos colchões, e os lençóis envolvendo o cobertor de lã.
Taí uma idéia para os cobertores ja existentes, porque agora não compro mais. Mas trenho alguns guardados.
Um beijo

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Aninha: a idéia é essa: tentar adaptar medidas de prevenção e baratear o custo!

Anônimo disse...

Vocês teriam uma indicação de pessoa que forra colchões e travesseiros com napa. Se tiver alguem que já fabrica o colchão forrado melhor. Agradeço-lhe desde já, e parabenizo pelo blog, muito útil. Meu email silviaacciaris@hotmail.com.
Grata
Silvia Carla

Phoenix disse...

Olá, li seu artigo, eu estou querendo mudar o piso do meu quarto, pois o atual está descolando devido a umidade abaixo dele (minha casa fica sob um lençol freático, segundo um engenheiro que veio aqui). Qual seria o piso mais adequado?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Phoenix: o piso mais adequado seria o piso frio, cerâmico ou porcelanato. Agradecemos sua visita e aproveitamos para convidar a assinar nosso blog, passando a receber nossos textos diretamente em seu e-mail.

Anônimo disse...

Olá li o seu artigo e gostei muito, estou precisando me informar melhor sobre o assunto, pois eu e meu filho somos muito alergicos, vou já colocar algumas dicas em prática, meu filho é alergico a picadas de inseto, lactose e como eu tem rinite. BJOS AS TODOS!!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Obrigado por deixar seu depoimento. Abraços. Aproveito para convidar a assinar nosso blog, passando a receber nossos textos diretamente em seu e-mail

Anônimo disse...

Vocês tinha no site, se eu não me engano, uma dica de solução caseria para acabar com os ácaros e ajudar no tratamento da rinite alérgica. Ocorre que eu não estou mais achando a página. Alguma vez vocês colocaram tal solução no site? Espero a resposta!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Não sei que solução se refere. Peço a gentileza que escreva para nosso e-mail informando mais detalhes. Poderemos também enviar para você uma cópia em PDF do nosso livro sobre a Rinite alérgica intitulado: “É mais feliz quem respira pelo nariz”. Gratos por sua visita,

@LaayQ disse...

Muito obrigada. Seguirei as dicas a risca.

Unknown disse...

poxa!! é muito difícil essa vida de alérgico ...Sou estudante ,professora e tenho muitos livros..não tenho como manter uma rotina de limpeza devido ao tempo ,mas não sei como fazer pra manter meus livros limpos pois tenho um biblioteca com aproximadamente 500 livros ,muitas estantes e gavetas ....pano úmido sempre uso... as dicas são ótimas !! gostei muito.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O ideal é que os livros não fiquem em seu quarto. E, se não for possível, que sejam guardados em estantes envidraçadas e limpos periodicamente. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

Postar um comentário

"Os comentários publicados sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste blog reservam-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou sem a devida identificação de seu autor também poderão ser excluídos".