07 setembro 2008

Unhas e alergias




Unhas tiveram função vital para os nossos antepassados na defesa contra inimigos, como verdadeiras garras, originando a expressão usada até hoje: “entre unhas e dentes”.


A humanidade evoluiu e as unhas perderam funções, mas não a sua importância: hoje ainda têm função de defesa, protegem a sensibilidade na ponta dos dedos, interagem com o organismo expressando alterações sistêmicas, doenças, uso de medicamentos, fatores ambientais, ocupacionais, hábitos, etc.


Lembramos das unhas em geral, apenas por seu papel estético, quando na verdade o seu exame pode contribuir de forma significativa para a análise clínica feita pelo médico.


Os cosméticos usados nas unhas podem ser divididos em 4 grupos: 1. Esmaltes, 2. Endurecedores de unhas, 3. Removedores de esmalte e 4. Removedores de cutículas. (Sociedade Brasileira de Dermatologia Regional São Paulo)


Esmaltes


Os esmaltes são utilizados para enfeitar as unhas, cobrir descoramentos e dar resistência às unhas fracas. São compostos por várias substâncias:

- Formador primário de filme responsável pela dureza e resistência à abrasão - ex: polímeros de metacrilatos, polímeros vinílicos e nitrocelulose.

- Resina formadora secundária de filme com a função de acrescentar brilho e aderência - ex: formaldeído, p-toluenosulfonamida.

- Plastificantes que proporcionam flexibilidade - ex: ftalato de dibutila, ftalato de dioctila, fosfato de tricresila.

- Solventes - ex: acetatos, cetonas, tolueno, xileno.

- Corantes - pigmentos orgânicos e inorgânicos.

- Materiais de carga especial para dar iridescência - ex: escamas de peixe de guanina ou flocos de dióxido de titânio revestido com mica.

Os três primeiros componentes são dissolvidos em um solvente, acrescentando cor e cargas para obter um aspecto cosmético desejado.


Endurecedores

Endurecedores são preparações cosméticas usadas para aumentar a resistência de unhas quebradiças. São modificações dos esmaltes de unha transparentes com concentrações diferentes de solventes e resinas. Funcionam como camada básica para melhor aderência do esmalte colorido.


Removedores de esmalte


Removedores são substâncias utilizadas para remover os esmaltes de unhas. A forma mais conhecida é a líquida, contendo solventes como: acetona, álcool, acetato de etila, acetato de butila. Essas substâncias podem provocar irritações e ressecamentos da pele ao redor das unhas. Alguns removedores contém materiais gordurosos em sua composição, por exemplo, álcool cetílico, lanolina e óleos sintéticos, sendo mais adequados.


Removedores de cutículas

Removedores de cutículas dissolvem o excesso de tecido cuticular das unhas. Contém hidróxido de sódio ou de potássio entre 2 e 5%, e propilenoglicol ou glicerina como umectante.


Alergia aos cosméticos usados nas unhas


A alergia mais comum é a Dermatite de Contato ou Eczema de Contato ao esmalte. Curiosamente a lesão não surge nas unhas, mas sim em pálpebras, lábios, face, orelhas, queixo e pescoço, ou seja, em locais onde a mão toca e a pele é mais fina. Raramente surgem nos dedos, em torno da unha.


Esmaltes contém substâncias e resinas para dar brilho e proporcionar secagem rápida, sendo em geral causadoras da alergia. A substância sensibilizante mais comum dos esmaltes é a Toluenosulfonamida (resina liberadora de formaldeído), embora muitas outras possam estar envolvidas, como por exemplo, pigmentos, resina poliéster, metilacrilatos, nitrocelulose, etc.


Endurecedores e removedores podem também causar alergia de contato, embora não se utilize mais formaldeído livre nessas preparações. As substâncias usadas são náilon, acetatos, resinas acrílicas, nitrocelulose, entre outras.


Unhas artificiais


Unhas Artificiais são cada vez mais utilizadas por sua praticidade e contém substâncias variadas, utilizando uma

cola acrílica para fixação. As substâncias mais comuns que podem causar alergia de contato são o metacrilato e as resinas à base de formaldeído. As lesões são raras nas mãos e dedos, mas surgem à distância em pálpebras, lábios, face, queixo e pescoço.


Testes de contato


O diagnóstico da alergia ao esmalte é confirmado através da realização de testes de contato. Consiste na aplicação de fita hipoalergênica contendo substâncias padronizadas nas costas do paciente. O paciente retorna para uma primeira avaliação após 48 horas e retorna ainda para uma ultima avaliação 72 horas após a colocação do teste.


Tratamento


O tratamento compreende o afastamento do produto causador da alergia de contato e no emprego de medicação para controlar as lesões do eczema.


Dicas finais


- Lave as mãos com sabonete líquido, suave e hidratante.

- Use diariamente um creme hidratante nas mãos.

- Ao fazer as unhas, utilize produtos de qualidade. Evite retirar a cutícula, pois aumenta o risco de reações alérgicas. Use uma espátula de madeira para afastá-las.

esmalte



38 Dê sua opinião:

Rosa Silvestre disse...

O Blog mantém-se no melhor!
Tem Prémio Dardos para este Blog.
Um abraço grande além-mar, RS.

Anônimo disse...

Axo que contrai uma alergia mas não sei bem se é do verniz ou da acetona. Quando pinto muitas vezes na semana as unhas fico com as cuticulas sensíveis e um pouco enchadas e sou obrigada a parar de pintalas para melhorar.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Aconselho que procure um alergista para confirmar se é mesmo uma alergia e indicar uma conduta adequada. Obrigado pela visita.

Paula disse...

No meu teste de contato deu alergia a Bálsamo do peru e colônio que parece que tem no esmalte, maquiagens e em outros costeticos. Em relação ao esmalte não apresento nenhuma reação na area das unhas ... mas as lesões na pele esta bem pior como nunca esteve. Sera que tem relação com o esmalte? Não sei o q fazer pq todo costetico e esmalte vai ter essas duas substancias?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

É provável que as lesões estejam relacionadas com o uso do esmalte, mas para afirmar é preciso examinar pessoalmente. Aconselho que peça orientação ao seu médico, que conhece seu caso e está mais qualificado para emitir um parecer. Agradecemos sua visita.

Tatinha disse...

Bom dia!
Há algum tempo notei uma alergia, qdo usei esmaltes, e devido minha mãe ter o mesmo problema, suspendi o uso e fiz o teste alérgico, que demonstrou sensibilidade ao cloreto de Cobalto e o Sulfato de níquel.
Entrei em contato com 3 empresas, questionando o uso principalmente do cloreto de cobalto em suas formulações, já que com esse nome não está presente. Uma me respondeu que pode conter devido a pigmentos utilizados, que não use mais o produto.
As outras duas me responderam que não utilizam e que poderia continuar utilizando esses produtos.
Minha dúvida é, posso realmente continuar? Esse produto pode ser apresentado com um outro nome?

Obrigada,

Talita Bonamichi Gouvêa

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Talita: compreendo sua preocupação, mas o parecer que solicita não pode ser emitido através de um aconselhamento por e-mail. Para indicar o uso de um esmalte alternativo seria necessário conhecer melhor seus dads cínicos, ou até mesmo realizar testes com alguns tipos de esmaltes. Aconselho que retorne ao seu alergista e peça nova orientação.Obrigado pela visita.

rosimeire siqueira trovo disse...

Bom dia.
Ha mais ou menos 06 anos comecei a ter inflamaçoes nas cuticulas,e em volta dela.
Procurei um medico ,fiz exame de raspagem para ver se era fungo mais deu negativo, outro especialista me disse que era alergia mais nao sabia de que.
Finalmente encontrei outro dermatologista que me disse que era unheiro seguido de alegia do unheiro, me receitou uma formula manipulada a base de eter, timol alcool e ketoconazol, naquela epoca 06 anos atraz resolveu.
Novamente voltou esse problema , procurei esse dermatologista que atente em outro estado e ele me disse a mesma coisa e passou o mesmo medicamento. So que dessa vez a aleria aumentou e passou para as outras unhas, e feriu toda a cuticula chegando a ferir bem ecochar bastante a ponta do dedo. Que tipo de exame poderia fazer pra resolver esse problema.
Obrigado
Rosimeire

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Rosimeire: infelizmente não posso ajudar: para indicar os exames necessários, é essencial examinar e fazer o diagnóstico de suspeição para seu caso. Aconselho que procure um especialista para orientá-la. A nossa equipe médica está ao seu dispor na Cínica de Alergia da Policlínica Geral do Rio de Janeiro para examinar seu caso e prestar maiores esclarecimentos. Gratos pela visita.

Anônimo disse...

elisa: Minhas unhas estão todas com manchas brancas e descascando muito, não posso ficar sem esmaltes pois elas estão muito feias, quebram atoa, e fazem buracos no local que esta branco. sera que é alergia? ja fui ao medico e fiz teste pra saber se tinha fungo, mas deu negativo. sera que tenho alergia a alguns esmaltes?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Elisa: para apontar a causa das lesões em suas unhas é essencial examiná-la pessoalmente. Estamos ao dispor na Policlínica Geral do Rio de Janeiro. Abraços

Cíntia disse...

Se eu passar uma camada de base hipoalergênica e por cima um esmalte comum e novamente outra camada da base, terei reação alérgica do mesmo modo?
Muito Obrigada.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Pode ser que sim, Cintia, pois a pele poderá mesmo assim responder ao contato com o esmalte. Além disso, é preciso conhecer as substâmcias quimicas contidas na base: lembro que o fato de ser hipoalergênico não quer dizer que nunca causará alergia. Converse com seu alergista pois ele conhece a substância à qual é alérgica e poderá orientar melhor. Gratos por sua visita ao nosso blog.

Anônimo disse...

ola eu tenho alergia desde menina,pois depois de um tempo que eu descubri que tenho essa alergia,e no meu caso em volta fica descascando quando estou com esmalte,o que faco??

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O seu alergista poderá confirmar se é mesmo uma alergia e orientará a conduta adequada para seu caso. Em algumas pessoas será necessário abolir o uso de esmaltes. Em outras, poderá ser possível utilizar hipoalergênicos. De qualquer modo, o primeiro passo é procurar um alergista para orientar seu caso. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

Fiz um teste alergico e deu alergia a dioxido de titanio e cloreto de cobaalto. O dioxido tem em todos os protetores solares . o que fazer??

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Aconselho que converse com seu alergista para avaliar a possibilidade de formular um produto manipulado mais adequado para seu caso. Agradecemos sua visita ao nosso blog.

Anônimo disse...

Boa tarde, no uso de esmalte e acetona a minha unha sai umas bolinhas e ficam vermelhas escura pode ser alergia?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O seu relato não sugere que seja uma alergia. Aconselho que procure atendimento médico para esclarecer o diagnóstico. Gratos por sua visita.

Graziela disse...

Boa tarde,
Gostaria de saber se há ou tem como manipular um esmalte sem nitrocelulose? Tenho alergia a este componente. Obrigada!!!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Graziela: existem esmaltes hipoalergênicos sem nitrocelulose. Aconselho que procure em sites especializados, como por exemplo: Alergohouse (www.alergohouse.com.br) e Alergoshop (www.alergoshop.com.br) Gratos pela visita.

Anônimo disse...

olá tenho sofrido muito com uma alergia nas mãos, as lesões estão chegando a comprometer minhas digitais, sinto um desconforto enorme.
Passei com a dermto ela me disse que era de esmalte não senti firmeza pois ela nem olhou nem diagnosticou, me receitou uma formula estou c receio de comprar pois já usei vários medicamentos não tive resultados. Pedir um teste em laboratório ela disse que ñ era preciso. Oque vcs me aconselha é melhor passar c/ alergista?
grata: Vilma Alves

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Vilma: as lesões na pele podem ser características mas o ideal é mesmo confirmar o diagnóstico da alergia ao esmalte através do teste de contato. Aconselho que procure um alergista. Agradecemos sua visita ao nosso blog.

Ivanise Meyer disse...

Olá!
Cheguei até este blog na tentativa de compreender o que está acontecendo comigo e buscar ajuda no especialista correto.
Sob a unha, na pele, do dedo indicador (mão esquerda, apareceram bolhas pequeninas em meados de janeiro. Coçaram, doeram, a pele debaixo da unha se rompe, incha e fica vermelho. Usei Povidine como antisséptico. As bolhas minam um líquido claro. Secam, a pele descasca. A nova pele fica bem fina. Ao fazer uma esmaltação, nada acontece. Mas na próxima, as bolhas aparecem novamente, e o quadro se repete. Foi o que aconteceu em janeiro, fevereiro, março... Procurei uma dermatologista, disse que era disidrose, que as causas poderiam ser alergia a níquel, ou fungo, ou estresse. A pomada receitada foi p/ cicatrizar a pele aberta debaixo da unha. Fico sem esmaltar até a completa cicatrização. Mas as bolhas voltam. A médica (olhando com uma lupa) disse não ser micose, mas nenhum exame foi efetuado.
Tirei uma foto de como estava no sábado (dois dias depois das bolhinhas retornarem): http://img444.imageshack.us/img444/1578/alergiaiva1.jpg

Em tempo: esmalto as unhas, não tiro as cutículas há um ano. Nunca apresentei alergia a esmalte (sintomas como os descritos neste artigo).

Gostaria de uma indicação: procuro um dermatologista ou um alergista?
Grata pela atenção,
Ivanise

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Ivanise: os 2 especialistas estão capacitados a prestar atendimento. Contudo, como a suspeita de que a causa seria uma alergia, o alergista poderá orientá-la de forma mais específica e adequada. Agradecemos sua visita ao nosso blog.

Anônimo disse...

Ola!
cheguei a este blog na tentativa de descobrir o que pode estar acontecendo comigo. Diferente do que li, a alergia nao esta se manifestando em nenhuma parte do corpo, mas sim exatamente nas cuticulas, todo vez que faço a unhas quando passo o esmalte causa uma irritaçao muito forte nas cuticulas e elas fica inchadas e coçam muito. ja fiz um teste com um esmalte hipoalerginco mas nao melhorou, tambem comprei um removedor de esmaltes hipoalergenico mas tambem nao melhorou, queria uma dica do que pode ser ou o que posso fazer e que profissional devo procurar. obrigada

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O seu relato não deixa claro que seja uma alergia. Aconselho que procure um alergista. Gratos por sua visita.

Carolina Hanke disse...

Eu sempre passei esmaltes e tirei as cuticulas e nunca tive problemas. De repente, quando eu passava esmalte eu sentia coceira ao redor das unhas e minhas cuticulas começaram a ficar mais grossinha - dando pra arranca-las a mão mesmo (o que fez eu desenvolver uma compulssão maluca em arranca-las, to tentando parar de fazer isso) enfim... Eu fiz o teste primeiro com esmaltes hipoalérgicos, mas não adiantou.
Depois fiquei algumas semana sem usar o esmalte, apenas lixando e tirando as cutilas. A princio, pareceu dar certo mas depois o problema voltou, não com tanta coceira, mas minhas cúticulas não são mais as mesmas, elas ficaram feias e grossas.

Comprei um hidratante de cuticulas e comecei a passar, deu uma melhorada... mas foi só eu passar o esmalte que ela piorou.
Aí continuei a passar o hidratante, e tirar as cuticulas, sem esmalte, mas elas não melhoram :/

Vou ao dermatologista em julho, nao sei se a alergia é do alicate, da acetona ou do esmalte em si.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Carolina: infelizmente não é possível emitir um parecer sobre seu caso através da internet sem examinar pessoalmente. É indicada a realização de um teste de contato para definir a causa do problema. Vale lembrar que uma alergia surge com o passar do tempo e por isso usamos uma determinada substância por tempo longo para depois manifestar a alergia. Agradecemos sua visita.

meire disse...

eu não tinha alergia de produto nemhum mas depois que comecei a fazer unha eu uso esmalte e minha garganta doe muito não sei o que eu faço tem algum produto ati alergico por favor me ajudem estou sofrendo tanto porque adoro esmalte tenho 170 esmaltes fico tão triste em não poder usar obrigada beijim

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Meire: o seu relato não deixa claro que seja mesmo uma alergia ao esmalte. Aconselho que procure um alergista para fazer o diagnóstico e indicar a conduta mais adequada para seu caso. Grtos pela visita ao nosso blog.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O seu relato não sugere que seja uma alergia. Para afirmar, é essencial avaliar seu caso pessoalmente. Gratos pela visita ao nosso blog.

paula Oliva disse...

Como consigo fazer exame de alergia a dióxido de titânio? Estou sentindo alergias quando uso protetor solar e também pasta de dente. Gostaria de confirmar se realmente e devido ao titânio. Obrigada e aguardo resposta. Paula.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Paula: antes de qualquer teste, você deve procurar um alergista para analisar seus dados clínicos e assim julgar como orientar seu caso. Se você mora no Rio, a nossa equipe médica está ao seu dispor na Clínica de Alergia da Policlínica Geral do Rio de Janeiro para avaliar seu caso e prestar maiores esclarecimentos. Gratos pela visita.

Ingrid disse...

Boa tarde

Toda vez que uso esmalte comum minhas unhas ficam doloridas e parecem que soltam da carne e da um cheiro desconfortavel, fica horrivel. Fui usar esmalte antialergico dai soltou do mesmo jeito só que não doeu
esmalte comum: solta as unhas e ficam doloridas
esmalte antialergico: solta as unhas
o que posso ter? qual médico devo procurar?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Procure atendimento médico com um dermatologista.
Obrigado pela visita

hercules disse...

estou com meus dedos com uma alergia que peguei de uma cola de tecido (acrilex, cola-jeans) os meus dedos comecam com minusculas pitas de sangue bem na regiao das digitais e logo descasca e chega na segunda pele. QUAL O REMEDIO?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Hercules: o Blog da Alergia obedece as normas do Conselho Federal de Medicina. Não é permitido medicar, prescrever ou indicar nomes de remédios pela internet, sem examinar o paciente. Conto com sua compreensão.

Postar um comentário

"Os comentários publicados sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste blog reservam-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou sem a devida identificação de seu autor também poderão ser excluídos".

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...