27 julho 2008

Frio e clima seco podem piorar alergia



O período de inverno se acompanha de baixas temperaturas, mudanças climáticas, o que pode influenciar pessoas alérgicas. O ar mais frio e a umidade ambiental aumentada favorecem um desenvolvimento maior de ácaros e fungos (mofos ou bolores). Além disso, outros fatores contribuem para a piora da alergia no inverno:

-Menor tempo ao ar livre e maior permanência em ambientes fechados.
-Mudanças bruscas de tempo são mais comuns nesta fase.
-Uso de edredons, cobertores e agasalhos guardados por longo tempo.
-Maior incidência de viroses, gripes e resfriados.
-O ar seco e frio é um fator irritante da mucosa respiratória.
Contudo, alergia é doença do ano inteiro, ou seja, merece atenção permanente. No inverno, as crises tornam-se mais freqüentes, aumentando o incômodo de quem convive com o problema.

Asma

A asma, também conhecida como bronquite asmática ou como bronquite alérgica, pode piorar no período do inverno. As crises se acompanham de falta de ar, cansaço, sensação de chiados no peito, secreção, tosse. É importante ressaltar que a asma existe mesmo quando a pessoa está bem, fora da crise e por isso, o tratamento deve ser mantido de forma permanente e contínua.

Rinite

A Rinite alérgica é uma das doenças alérgicas mais comuns, acometendo cerca de 30% da nossa população. Os sintomas principais são: espirros, coriza, congestão nasal, acompanhadas de coceira insistente em nariz, olhos, ouvidos e garganta, podendo se confundir com gripes e resfriados. Parece uma doença simples, mas a repetição dos sintomas, em especial a obstrução nasal, pode prejudicar sobremaneira as atividades da pessoa, alterar o sono, provocando faltas ao trabalho e às aulas.

Sinusite

A sinusite é uma das complicações mais comuns da rinite e se acompanham de inflamação nos seios da face e se manifesta com congestão nasal, sensação de pressão ou às vezes com dor na face ou na cabeça. A secreção nasal se modifica e toma aspecto catarral. A tosse, com piora à noite é um sintomas comum em crianças, mas que pode ocorrer também em adultos.

Tosse

A tosse é um sintoma que pode acompanhar várias doenças, podendo ser seca ou se acompanhar de secreção, em geral de aspecto mucoso (esbranquiçada e grossa). Alergia também pode desencadear tosse, predominante no inverno, relacionada às mudanças bruscas de temperatura.

Conjuntivite

Olhos coçando, avermelhados e inchados podem ser sinais de conjuntivite alérgica e piorar no inverno. A doença não é contagiosa, mas pode provocar muito incômodo,

Cordas vocais

O período seco e frio do inverno pode agravar a inflamação alérgica e agredir as cordas vocais, ocasionando irritação na garganta e rouquidão, em especial naquelas pessoas que trabalham usando a voz, como por exemplo, professores, cantores, atores, operadores de telemarketing, entre outros.



O tratamento das manifestações alérgicas no inverno deve ser cuidadoso e englobar não apenas o uso de remédios. O ponto principal é a prevenção, através do controle ambiental e da imunoterapia. Por isso, recomenda-se:

- Limpar a casa diariamente, com pano úmido, evitando produtos de limpeza de odor ativo.
- Abrir janelas e manter os ambientes bem ventilados, para que o ar circule e combata os germes. Em dias ensolarados este cuidado é ainda mais importante, já que o calor do sol diminui a umidade e impede o desenvolvimento de ácaros.
- Encapar travesseiros e colchões e lavar capas a cada duas ou tres semanas. Lave lençóis e fronhas toda semana.
- Substituir cobertores de lã por edredons. Lavar agasalhos e mantas antes do uso.
- Não usar incensos, defumadores ou velas, em especial nos dormitórios. Não fumar e nem permitir que fumem junto aos alérgicos.
- Beber líquidos durante o dia, em especial fora de refeições.
- Lavar narinas com soro fisiológico evitando ressecamento da mucosa nasal.
- Manter atividades físicas e caminhadas ao ar livre.

37 Dê sua opinião:

Anísia Rosas disse...

Olá, e sou professora e cantora. Uso muito minha voz e tenho rinite alérgica. O que fazer nos dias de crise? Há algum cuidado especial? Não tem como deixar de cantar ou falar nestes dias.
obrigada.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Anísia: a rinite é a responsável pela alteração da voz, em muitos casos. Por isso, é muito importante controlar a alergia nasal para evitar as crises e assim evitar o reflexo em sua voz. Obrigado pela visita ao nosso blog.

disse...

Olá estou sofrendo de rinite há 1 mês com tosse e nariz bem congestionado. Qual o melhor procedimento já que tomeu vários medicamentos e nada melhora?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Dé: a rinite é uma doença que parece simples, mas que pode provocar muitos problemas. O ideal é tratar todos os dias e não apenas nas crises. Além disso, o que complica é que o tratamento não é apenas baseado no uso de remédios, mas implica em mudanças de hábitos, em especial nos cuidados ambientais. Escreva para nosso e-mail e envio para você uma cópia em PDF do nosso livro: "É mais feliz quem respira pelo nariz". Agradecemos sua visita e aproveitamos para convidar a assinar nosso blog, passando a receber nossos textos diretamente em seu e-mail.

Anônimo disse...

Olá boa tarde, venho por meio deste certificar que estou com crise alérgica que parece crônica. Moro na região norte, estou de férias e decidi viajar, neste momento estou em Brasília; onde o clima é relativamente frio e seco. Meu organismo está com dificuldade de adaptação, consequentemente estou com alguns sintomas que está influenciando negativamente na qualidade de minhas férias: congestão nasal, coriza, entre outros inerentes.

Se puderes fazer algo para ajudar-me, sentirei grato: descrevendo algum medicamento, ou algo equivalente.



Um grande abraço,

Jarles Castro Alves

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Jarles:peço sua compreensão, mas este site obedece às normas do Conselho de Medicina: não prescrevemos ou indicamos nomes de medicamentos. Para tratar, é essencial conhecer os dados clínicos do paciente de forma criteriosa, além de examiná-lo pessoalmente. Brasília possui ótimos alergistas e você poderá localizá-los no site da ASBAI (www.asbai.org.br) Gratos por sua visita.

Tia Quel disse...

se minhas crises são constantes, preciso sempre ir ao médico a cada crise, ou posso apenas repetir o ultimo tratamento?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Tia Quel: não aconselho nem um, nem outro: o melhor mesmo é manter acompanhamento periódico com seu alergista mesmo quando está bem, fazer um tratamento preventivo e assim passar o inverno de forma saudável. Tratar crises dá conforto, mas não evita novos episódios. Repetir receitas também não é a solução já que cada crise vem diferente da anterior. Escreva um e-mail para nós (blogdalergia@gmail.com) informando mais detalhes e talvez possamos ajudá-la. O site da ASBAI (www.asbai.org.br) disponibiliza um setor para localizar um especialista em todo o Brasil. Gratos por sua visita.

Simone Deodato disse...

Olá! Moro em Brasília e o clima aqui é muito seco.
Minha pele na região do pescoço fica irritada, bem rosada como se fossem leves queimaduras, o olhos também ficam irritados, pálpebras rosadas e ao acordar quase sempre ficam inchados. Essa semana pensei que estivesse com conjuntivite, pois um dos olhos estava bem vermelho.
Pode me ajudar?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

É importante tomar cuidados preventivo de hidratação de sua pele. Alguns cuidados podem ser úteis: Reduza o número de banhos: um por dia é o ideal. Caso tome mais de um, prefira banhos rápidos (chuveiradas), sem sabonete.
Os banho não devem ser demorados ou quentes, sem buchas ou esponjas. Use sabonetes suaves, para pele seca. Ao secar, utilizar toalha macia, enxugando sem esfregar ou friccionar a pele. Aplique diariamente, logo após o banho, em todo o corpo. Use roupas leves, de algodão e evite roupas apertadas, lycra ou jeans. Compressas com água mineral geladinha nos olhos podem ajudar. E, procure a orientação de um médico especialista. Agradecemos sua visita ao nosso blog.

Anônimo disse...

Olá Bom dia amigo.
O caso é o seguinte... acredito estar tendo alergias ao clima úmido e frio, pois cada vez que assim fica o clima, minha pele se irrita, quase a região toda do meu corpo fica todo empipocado, principalmente na parte do Joelho, calcanhar, Nádegas, quadril, cotovelos e pulso, crescem vários carocinhos vermelho e ocorre uma coceira irritavelmente longa. Não fui a procura de um especialista tratar disto, por falta de tempo. Por esta, gostaria muito de ter uma ideia clara, se a casos assim, se seria mesmo ao clima?! afinal já cogitei a ideia de que poderia ser devido a tecidos de algumas roupas, mas literalmente hoje acredito que não, pois só me acontece durante clima frio e úmido.
Essa "alergia" anda deixando meu dia desconfortável devido as coceirinhas chatas e constantes, além de me ver toda empipocada. Qual seria sua conclusão sobre isso. Agradeço desde já a atenção.. Tenha um bom dia.

Sol Siqueira.

Eduardo Moreira disse...

Olá tenho crises muito fortes de tosse, porém só no inverso. O que pode ser?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Eduardo: a tosse pode ser um sintoma de uma alergia respiratória(ex: asma, rinite, etc)Estas doenças tendem a piorar no período do inverno por causas variadas: nesta fase há mais ácaros no ambiente; as mudanças de tempo são frequentes; as infecções virais, gripes e resfriados estão mais prevalentes; permanecemos em ambientes, fechados; etc. Mas, para afirmar qual é a causa específica para seu caso é essencial avaliar de forma criteriosa e pessoalmente. Aconselho que procure um alergista. Estamos ao seu dispor na Policlínica RJ Obrigado pela visita.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Sol: peço sua compreensão, mas o parecer que solicita não pode ser emitido através deste aconselhamento na internet. Existem diversas dermatoses (alérgicas ou não) que podem sofrer a influência do clima Por isso, para poder esclarecer suas dúvida, é preciso fazer o diagnóstico, ou seja, é essencial conhecer seus dados clínicos e examiná-la pessoalmente. Aconselho que procure um alergista para orientá-la de forma apropriada. A nossa equipe está ao seu dispor na Policlínica RJ. Gratos pela visita.

Anônimo disse...

Bom dia,
Moro no sertão baiano, onde o clima é geralmente seco, além disso com a queda da temperatura no outono e depois no inverno, eu pioro bastante. Estou pensando seriamente em mudar para um litoral, onde o clima é quente e úmido, pois eu praticamente não sinto nada quando estou no litoral.
Por favor, no litoral e nas cidades mais quente os alérgicos sofrem menos? Ou depende de cada diagnóstico?

Fiquei feliz com a existência desse blog.

Emerson

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Emerson: infelizmente não é possível prever qual o melhor local para morar já que não depende apenas das características do lugar mas também do tipo de sensibilidade de cada pessoa. Converse com seu alergista, pois conhece seus dados clínicos e poderá orientá-lo melhor. Gratos pela visita e pelo incentivo! Aproveito a oportunidade para convidá-lo a assinar nosso blog e passar a receber nossos textos diretamente em seu e-mail.

liliane rodrigues disse...

Oi tenho um grande problema...quando lavo roupa espirro muito..minha cabeça doi meu nariz inflama fico com coriza e um sofrimento..e tbm quando o tempo esfria fico fanha e começa tudo novamente...POR FAVOR Q PROBLEMA E ESSE MEU E QUAL O TRATAMENTO?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Liliane: o seu relato sugere que possa ser uma rinite alérgica, mas não há como afirmar sem examiná-la pessoalmente. Aconselho que procure um alergista. Caso more no Rio, a nossa equipe médica está ao seu dispor na Clínica de Alergia da Policlínica Geral do Rio de Janeiro.

Anônimo disse...

Boa noite, sempre que esta muito calor e derepente faz frio fico com o corpo cheio de manchas vermelhas, cocam muito e minhas mãos, pés e rosto incham muito, isso sempre aconteceu desde crianca (hj estou com 33 anos) e nunca descobriram oq era. Qdo o tempo fica frio por varios dias a impressao que tenho é q meu corpo acostuma com a temperatura e td volta ao normal. Isso só ocorre do calor para o frio, nunca do frio para o calor. Oq pode ser? Obrigada

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O seu relato sugere que possa ser uma urticária física mas para afirmar é essencial examinar pessoalmente. Aconselho que procure um alergista. Gratos pela visita.

Anônimo disse...

olá, sou de brasília e já sou a costumada a crises de rinite. Sempre controlei as crises mantando o quarto limpo e livre de poeira. Contudo, há duas semanas sofro com um crise alérgica e a limpeza do quarto e da roupa de cama não adiantam. A noite, tenho dificuldade para dormir com o nariz entupido, coceira no palato e irritação da faringe, já noto pequenas bolhas na faringe. Qual o procedimento mais adequando para aliviar tais sintomas?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O seu relato sugere que os sintomas da rinite podem estar relacionados com outros fatores que não apenas as condições climáticas em Brasília. Por isso, o melhor caminho é procurar seu alergista para que a examine e assim possa detectar o que está acontecendo que a impede de melhorar. Escreva para nosso e-mail e receba a cópia em PDF do livro sobre a rinite em seu e-mail. Gratos pela visita.

Anônimo disse...

Olá. Todo ano tenho crises de resfriado alérgico na época do frio (interior de SP). Só passam quando tomo injeção à base de corticóide (diprospan). Há dois dias tomei uma dessas injeções, pois tive uma crise muito forte; os sintomas alérgicos estão passando, mas agora estou sentindo uma espécie de secreção ácida/cáustica "descendo" pelo esôfago, inclusive estou sentindo o esôfago dolorido quando tomo um chá morno ou simplesmente tomando água ou ainda deglutindo algum alimento. Nessas crises alérgicas sinto um grande mal-estar, indisposição física, um pouco de secreção nasal, espirros, pigarro e faringite, mas não sinto dores de cabeça, nem dores nos seios da face. O que pode estar causando esse dolorido no esôfago e essa sensação de algo causticante descendo pelo esôfago?? O que indicam esses sintomas que descrevi?? Devo procurar um especialista de qual área? Terei que fazer algum tipo de cirugia??? Obrigado pela atenção! José.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Peço sua compreensão, mas o parecer que solicita não pode ser emitido através da internet, sem analisar seus dados clínicos e sem examinar pessoalmente. A nossa equipe médica está ao seu inteiro dispor na Clínica de Alergia da Policlínica Geral do Rio de Janeiro.

danny tialice disse...

Minha filha tem tosse direto a 3dias.. Tosse com secreçäo amarelada grossa de manhä e tosse seca no resto do dia.. Aqui estah frio e chuvoso.. Ela teve crises d asma com 3anos e alergias durante outros anos.. Qndo n para a tosse estou médica do com koide e alenia capsula na bombinha.. Serah q estou fazendo correto.. Ela ainda tosse mas diminuiu um pouco e o ar continua umido. Obrigada 😊

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Danny: a tosse infantil pode ter causas variadas e nem sempre é causada por alergia.Por isso, não tenho condições de avaliar o tratamento proposto para sua filha sem conhecer seus dados clínicos e sem examiná-la pessoalmente. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

Renata MM disse...

Meu filho tosse horas. É só começar o tempo frio, já fizemos todos os testes alérgicos e não teve respostas. Mas já percebi que começa a esfriar e vem a tosse. Ela é constante dura horas e horas. O que fazer?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Renata: a tosse que agrava no tempo frio costuma ter causas variadas. Por exemplo, pode resultar de uma alergia respiratória(ex: asma, rinite, etc.)uma vez que estas doenças tendem a piorar no período do inverno. Em crianças pequenas o teste pode ser negativo devido a imaturidade imunológica dessa faixa etária. Para afirmar a causa da tosse do seu filho é preciso avaliar de forma criteriosa e pessoalmente. Aconselho que procure um alergista. Estamos ao seu dispor na Policlínica RJ Agradecemos sua visita ao Blog da Alergia.

Diery cardan disse...

Dr.sempre tenho dor de cabeça alergia ao frio irritação nos olhos oq fazer

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Diery: é aconselhável que procure uma consulta médica tradicional, feita pessoalmente com um(a) alergista em sua cidade. Assim será possível confirmar diagnóstico e indicar tratamento. Avaliar pela internet pode gerar erro. Obrigado por sua visita ao Blog da Alergia.

Carla Santos disse...

Oi! Boa noite! Tem mais de 1 mês que estou com tosse forte. Primeiramente uma medica me prescreveu amoxilina com clavulanato por 7 dias. Eu tomei, contudo não melhorou. Fui então num pneumologista, tirei chapa do pulmão e da face e ele disse que estava tudo limpo e que não tinha secreção na face. Que minha tosse era rinite alérgica. Me passou mais 7 dias de antibiótico, dessa vez levipax, mais predinisona e noex pra pingar no nariz. Usei tudo e continuo tossindo. Tem dias que fico muito bem, mas é meu corpo estriar, eu sentir frio e a temperatura baixar que começo a tossir sem parar. Algumas vezes faço até vômito. A tosse vem com secreção, as vezes branca e às vezes verde. Além disso, fica parecendo que tenho um pigarro na garganta. Quando me deito a tosse piora e meu peito chia quando respiro. Quando mudo de lugar na casa, vou pra um quarto mais alto, parece que melhora. O que posso ter?! Tive ano passado uma faringite crônica mto forte e desde então sinto que não voltou tudo ao normal. Não sei se tem a ver, mas estou desesperada, pois nada me melhora e me sinto mto incomodada com essa tosse. Me ajudem, por favor!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Carla Santos Bom dia: compreendo seu sofrimento e gostaria de poder ajuda-la. Mas não é possível afirmar o que está acontecendo com você sem examinar pessoalmente. Recomendo uma consulta com alergista para que este possa avaliar o seu caso, conduzir a investigação diagnóstica e indicar o tratamento adequado. Agradecemos sua visita ao Blog da Alergia.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Carla: compreendo seu sofrimento e gostaria de poder ajudá-la. Mas infelizmente não tenho condições para opinar sobre sua tosse ou para indicar um tratamento pela internet. Caso more no Rio, a nossa equipe médica está ao seu dispor para atendê-lo no ambulatório da Clínica de Alergia da Policlínica Geral do Rio de Janeiro para avaliar seu caso e prestar esclarecimentos. Gratos pela visita ao Blog da Alergia

SOLANO K. DO PRADO disse...

Olá. Tenho rinite alergica e estou vendo sobre uma proposta de trabalho no litoral onde o clima é mais quente e seco. Este clima pode beneficiar ou prejudicar?

Emanuele Santos disse...

Ola minha mãe tem um tosse seca muito chata ja a quase 2 meses.
Mas é so quando esfria e ela não esta agasalhada. (Manhã e final da tarde e noite)
Ele não sente outra coisa alem da tosse e é só agasalhar q para de tossir.
Sabem o que pode ser?
Precisamos ir a um medico?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Solano: Não existe um "clima ideal" para alérgicos. Algumas pessoas se beneficiam em locais mais úmidos, outros em locais mais secos. Ácaros desenvolvem com maior facilidade em ambientes úmidos. Por isso, algumas pessoas portadoras de alergia relacionada aos ácaros, podem melhorar quando se mudam para lugares de clima mais seco. Gratos por sua visita.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Emanuele: tossir de forma prolongada não é normal. A tosse não é a doença em si, mas sim o sintoma de um problema. Por isso, é muito importante avaliar a causa envolvida em cada paciente. Xaropes não resolvem se esta causa não for combatida. Para pesquisar a causa de uma tosse, é necessária uma consulta tradicional onde o médico analisará os dados clínicos de sua mãe, julgará os possíveis fatores envolvidos. Por isso, não há como orientar seu tratamento ou opinar sobre a causa da tosse através de um aconselhamento na internet e sem examiná-la pessoalmente. Gratos pela visita.

Postar um comentário

"Os comentários publicados sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste blog reservam-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou sem a devida identificação de seu autor também poderão ser excluídos".