12 maio 2008

Laringite estridulosa ou “Tosse de cachorro” Uma doença de inverno?




A laringite estridulosa é uma doença que ocorre em crianças pequenas e se apresenta com acessos de tosse rouca e forte, com ruído semelhante a um latido e por isso conhecida como “tosse de cachorro”. As crises se iniciam de forma rápida e tendem a piorar de noite, em especial na madrugada. É uma doença relativamente comum e nem sempre se sabe a causa específica. A laringe incha e inflama, sua musculatura se contrai (como se fosse uma "caimbra"), obstruindo a passagem de ar e emitindo um ruído na inspiração. Este ruído parace um ronco, embora mais agudo e corresponde ao som da tentativa de “puxar” o ar.

É conhecida por outros nomes, como: “laringite sufocante”, “laringite sub glótica” ou como “falso crupe”.

A laringite estridulosa não costuma se acompanhar de febre ou de sinais que indicariam seu começo. O início é súbito. Não é raro que a criança vá se deitar bem e acorde no meio da noite, com o acesso da tosse - forte e rouca. A tosse que assusta toda a família pela intensidade e pelo mal estar que causa ao paciente. Além da tosse, a criança pode apresentar falta de ar, sufocação e um barulho que acompanha a inspiração, chamado de estridor. Em alguns casos, a criança estica o pescoço e joga a cabeça para trás, na tentativa de respirar melhor. O acesso da tosse pode ser seguido de vômitos, que em geral surgem já no final do ataque.

Existem alguns fatores que podem se associar, embora não se saiba bem o papel exato de cada um deles. São: alergia respiratória, infecções de vias aéreas superiores, aumento das adenóides, e refluxo gastroesofágico.

Como controlar a laringite estridulosa


Na crise, a primeira medida é manter a calma e transmitir segurança à criança. Embora a laringite estridulosa assuste pela veemência dos sintomas, evolui de forma benigna na maioria das vezes.

Recomenda-se usar vapor dágua, que tem o poder de hidratar a região e diminuir a inchação no local, melhorando a tosse. Uma medida caseira é ligar o chuveiro bem quente, sentar-se com a criança no colo por uns 15 minutos. Enquanto isso, converse com a criança, conte uma história, para distraí-la. Não coloque a criança no chuveiro, basta o vapor emitido pela água quente. Se não houver melhora, levar a criança a um Pronto Socorro.

Não sendo o primeiro episódio, peça ao médico para eu oriente um xarope ou nebulização que possa ser feito no início do acesso da laringite e assim evitar a necessidade do atendimento em pronto socorro e aliviar o sofrimento da criança.

O médico especialista em Alergia fará uma avaliação cuidadosa da criança e instituirá cuidados de prevenção a fim de que as crises não se repitam.

126 Dê sua opinião:

*Silly* disse...

Ohhwnnnn
super fofo seu post.
:)
Obrigada viu...
feliz dia das maes pra vc tb, e continue o essa maravilhosa mae que vc sempre foi com suas filhas.
bjos

Equipe PGRJ disse...

Obrigada, querida. Estamos sempre ao inteiro dispor. Bjs e volte sempre ao nosso blog.

Aninha Pontes disse...

Esse post me lembrou minha infância.
Não sei se estou certa, mas a impressão que tenho, é que via esse problema muito mais na minha infância, que agora.
Talvez até os cuidados com o problema da alergia respiratória, que hoje temos muito mais, não?
Um excelente post.
Um beijo.

Equipe PGRJ disse...

É verdade, você tocou num ponto importante: antigamente a alergia não era uma doença bem conhecida. Hoje, com o avanço da medicina, as crianças podem controlar melhor sua doença e viver melhor. Mesmo assim, ainda temos muitos casos e ainda é causa de muito sofrimento. Obrigada pela visita, Fátima.

Anônimo disse...

Minha filha tem crises agudas de tosse que me assustam muito. Os médicos só passam anti-alérgicos. Só que a crise demora a passar e o sofrimento dela aumenta pois as crises têm sido freqüentes. Gostaria de respostas. Será isso laringite mesmo?

Equipe PGRJ disse...

Para confirmar o diagnóstico de laringite é necessária uma avaliação clínica da criança. Estamos ao seu dispor em nossa Clínica de Alergia. Informe-se pelo telefone (21) 2517 4206. Obrigado pela visita ao nosso Blog.

Anônimo disse...

PARABÉNS! Bastante esclarecedor esse texto. Minha filha teve duas crises bastante agudas q nos levaram ao pronto-socorro e assustaram bastante.

Obrigada.

Equipe PGRJ disse...

Agradeço em nome da equipe médica do Blog da Alergia. Desejo que sua filhinha fique bem e não tenha mais crises. Convido que volte sempre ao nosso Blog.

Anônimo disse...

Meu filho já teve duas crises de laringite q nos levaram ao hospítal e dois dias de internação em cada crise.
Temos muito medo de uma nova crise. Estamos tomando todos os cuidados necessários e q fomos orientados, mas mesmo assim o temor perciste.
O texto descreveu tudo o q meu filho teve, e isso faz com q eu fique mais tranquila na certeza de q o diagnóstico foi feito corretamente.
Obrigada!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Em nome da equipe, agradeço seu depoimento. Obrigado pela visita e convido que volte sempre ao nosso Blog.

Anônimo disse...

Segundo o que li, acomete somente a crianças.
Adultos também podem sofrer? É incomum em adultos? Pode estar acobertando algo mais sério?
Tenho 30 anos.

Obrigado

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A tosse pode ocorrer nos adultos,mas as causas não são iguais àquelas que provocam tosse nas crianças. Aconselho que procure um especialista. Obrigado por nos visitar no blog da Alergia

Anônimo disse...

Boa noite
Tenho tido essa tal tosse ja a alguns dias. Será q nao tem a receita de um chazinho caseiro q resolva ou amenize o problema?? obrigada

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A tosse é um sintoma e a causa deve ser pesquisada. Xaropes e medidas caseiras não resolvem o problema se a causa não for detectada e afastada. Nosso blog não substitui a consulta médica. Aconselho que procure um alergista. Obrigado por sua visita.

Anônimo disse...

Boa noite,
Meus 2 filhos tem muito isso.
Na semana passada o de 2 anos teve 2 crises e tive que correr com ele para o P.S., pois a inalação que fiz não resolveu muito. E hoje o de 6 anos acabou de ter uma crise e dei o remédio e fiz 2 inalações... deu uma melhorada. Eu percebi que toda vez que um tem uma crise, o outro depois de uns dias tem tb.


Obrigada
Patrícia

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Patrícia:laringite estridulosa é causada por vírus, sendo mais comum no período de outono inverno. Obrigado pela visita e volte sempre ao nosso blog.

Anônimo disse...

Gostaria de saber se a criança com Laringite Estridulosa pode ter como sintoma apenas a tosse rouca, que se agrava mais à noite, pois meu filho tem essas crises de tosse, uma vez ou outra, mas somente a tosse que eu trato com corticóides e esta dura mais de 15 dias.
Obrigada!
Paula

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Cara Paula: a tosse noturna pode ter causas variadas, incluindo a laringite. Sugiro que leve seu filho a um alergista para que possa definir a causa e prevenir crises. Obrigado por sua visita.

Anônimo disse...

Essa tosse é persistente mesmo durante o dia e vem acompanhada de nariz escorrendo e falta de apetite?
Meu filho tem olheiras desde bem pequeno, os médicos dizem que ele é alérgico e que com apenas um ano e meio não tem como descobrir ao que é sua alergia, é assim mesmo? Obrigada.
Sheila

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Sheila:o seu relato sugere que seu filho tenha rinite alérgica. A tosse e a laringite podem ser consequência da alergia nasal. Escreva para nosso email para que eu possa enviar para você uma cópia em PDF do nosso livro sobre a rinite. Aconselho que leve seu filho a um alergista. A nossa equipe médica está ao seu dispor na Clínica de Alergia da Policlínica Geral do Rio de Janeiro. Agradecemos sua visita e aproveitamos para convidar a assinar nosso blog, passando a receber nossos textos diretamente em seu e-mail.

ISABELA disse...

Adorei esse post me ajudou muito. Acabei de chegar com meu filho do pronto - socorro, e a pediatra passou nebulizacão e remedio via oral, mas como eu não sabia o que era laringite resolvi vim procurar, amei esse site...!!! PARABÉNS PELO TRABALHO...!!!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Obrigado, Isabela. Ficamos felizes em saber. Volte sempre ao nosso blog.

taiane disse...

eu tou com tosse faz 10 dias nao sei que eu faço to indo no medico agora tenho 8 anos

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Taiane: é mesmo a melhor coisa a fazer: ir ao médico para descobrir a causaa tosse.Xaropes não resolvem se a causa da tosse não for controlada. Obrigada pela visita. Desejamos melhoras para você.

luciano pereira disse...

ola acordei esta noite e quaze morri quando vi minha filha com tosse de cachorro e nao conseguindo respirar levei ela no medico ja era de madrugada foi dado a ela ima injeçao e fiserao uma inalaçao ela esta internada por ser a primeira vez que passo por isto oque faço isto e uma doença cronica em fim tem cura por favor me ajude ela so tem dois anos e nove meses obrigado

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Luciano: é mesmo um motivo de sofrimento para os pais ver seu filho em crise. Mas, como diziam nossos avós, prevenir é o melhor remédio. Aconselho que peça ao pediatra de sua filha uma indicação de um alergista de sua confiança para que ela possa ser avaliada, definindo melhor os fatores envolvidos e assim indicar formas de prevenção. Agradecemos sua visita.

João Pedro disse...

Banha de galinha alivia?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

João Pedro: não há evidências científicas que comprovem a eficácia da banha de galinha no tratamento da laringite estridulosa. Obrigado pela visita em nosso blog.

Andrea disse...

A cinco anos minha filha sofre com crises de tosse sem um diagnostico preciso. Ja levei ela a alergista, profs e nenhum deles me disse algo preciso. Ela é alergica e a tosse parece bastante com a descrita nos casos de laringite estridulosa, principalmente pq ela sempre vomita essa baba espessa no final. Ha algum tratamento alem de corticoides. Ela esta fazendo o uso deste tipo de medicamento de 15 em 15 dias sem grdes resultados. Vcs atendem em sp.Obrigada

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Andrea: nós não temos filial em S Paulo. Aconselho que solicite a indicação de um especalista em Alergia diretamente à ASBAI através do site (www.sbai.org.br) ou através do telefone (11) 5575 6888. Agradecemos sua visita.

Michele Pires disse...

Desde os 6 meses minha filha aparenta alergia apresentando tosse e catarro apos quedas de temperatura. Ha alguns meses vem tendo crises frequentes de laringite estridulosa. Nem levo mais a emergencia, pois faco a nebiluzacao com berotec e soro e dou acebrofilina xarope e ela fica melhor. GOstaria de saber se há possiveis motivos para repeticao tao frequente dessas crises de laringite estridulosa. Obrigada!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Michele: aos 3 anos de idade, o fator facilitador mais comum para repetição da laringite é a alergia. A rinite alérgica é uma doença que parece simples, mas na verdade não o é. A mucosa nasal permanentemente inflamada pela rinite passa a inflamar as estruturas vizinhas, sendo comum que se repitam quadros de amigdalite, laringite, otite, tosse, quadros catarrais, bronquite, etc. Cada criança tem sua maneira própria de mostrar esta tendência. Aconselho que não espere a próxima crise da laringite. Trate a rinite e a alergia com um médico especialista em Alergia para prevenir a laringite. Estamos ao seu dispor na Policlínica RJ. Gratos pela visita.

Michele Pires disse...

Muito obrigada pelos esclarecimentos!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Nós agradecemos a sua visita, Michele: volte sempre!

Val disse...

Minha filhinha está com 2 aninhos e tem tido crises de mês em mês. Estou ficando preodupada. Levei a no otorrino e ele disse que ela tem adenóide, mas que é muito pequena para cirurgia. Será esse o motivo das crises? O que vocês me aconselham?

Val

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Val: a causa mais comum de aumento das adenóides é a alergia, através da rinite alérgica. O otorrino tem razão: não adianta operar se não for tratada a alergia. Aconselho que leve sua filha a um alergista. A nossa equipe médica está ao seu dispor na Cínica de Alergia da Policlínica Geral do Rio de Janeiro para prestar maiores esclarecimentos. obrigado pela visita.

Anônimo disse...

gostaria de saber como evitar essas crises

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Crianças que fazem episódios repetidos de tosse são em geral alérgicas. Aconselho que leve seu filho a um alergista para que possa ser avaliado e indicado tratamento adequad. Gratos por sua visita

Anônimo disse...

Nossa isso assusta néhhh....Mas meu filho de 4 anos "sempre" teve isso...des dos seus 6 meses e idade, e até agora o médico só sabe receitar PREDSIN, mas tbm é batata, corta em pouco tempo.....Mas esta td muito explicadinho adorei.....
Obrigado...

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Obrigado. Aconselho que leve seu filho a um alergista para julgar se é indicado um tratamento preventivo a fim de evitar novas crises. Volte sempre para nos visitar.

Alexandre disse...

Ola, foi por curiosidade k vim aki olhar sobre laringite estridulosa...pois nunca tinha vindo peskisar nada sobre e so hj a minha mulher soube k eu tinha tido isso pk eu nunca havia comentado.
hj eu tenho 34 anos...e foi-me diagnosticado kndo era ainda um bebe...fui crescendo tendo uns e outros ataques....xeguei a ter comigo 6 ou 7 dakelas bombinhas k usam os asmaticos.uma das vezes k eu lembro ate hj foi kndo eu tinha uns 10 anos...fazia mt tempo k eu nao tinha um dakeles atakes k nem lembrava mais o k era...era um dia normal em k levantei para a escola...morava com minha mae e kndo acordei ja estava com akela tosse de cao e sentia k a garganta ia fexando e ficava com dificuldade em respirar...comecei a entrar em panico e nakela altura nao tinhamos telefone em casa ainda...eu sai pra fora e corri pra minha vizinha xamar ambulancia enkuanto ia fazendo esforço pra respirar...essa foi a unica vez k entrei em panico.
com o passar dos tempos eu fui percebendo k antes da crise sempre começava a ficar um pouco rouco...logo de seguida a tosse de cao e knto mais tossia mais ia agravando o estado da crise.
lembro k durante muitos anos em criança eu nunca ia para passeios longe de casa,pk sentia medo de ter alguma crise e ninguem poder me ajudar.
com o tempo eu fui percebendo k conseguia controlar as crises...eu percebi k kndo eu começava a ficar rouco e com tosse de cao eu mantinha-me calmo e tentava nao tossir...bebia kk coisa ao poukinho para me ajudar a nao tossir...ate k akilo ia acalmando e acabava por passar.
o k eu pretendo dizer aki..embora eu sei k para uma criança é dificil...é k tentem manter a calma...tentem ficar calmos e nao fikem a tossir...pk isso piora e faz com k a garganta va fexando e nao se consegue respirar.
tentem ir controlando assim como eu fiz...pois a mim nao tive essa ajuda...descobri por mim ao longo do tempo.
se comigo resultou, provavelmente com vcs tb.
e claro...sigam sempre os conselhos dos medicos...knto as bombinhas eu nao kiz seguir..lol...axo k se tivesse dependendo dakilo ainda hj se calhar ainda as supurtaria.o k é certo é k faz mais de 15 anos k nao tenho nada disso.
um abraço a tds.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Alexandre: obrigado pelo seu depoimento e pela visita ao nosso blog.

Anônimo disse...

Ola, minha filha tem 2 nos e meio, e a pouco começou a ter crises de laringite, so que ela tem febre repetidamente, o médico do P. S. que eu levei ela disse que a febre era normal, e so receitou nebulização com soro e alivium 100 mg. e li nesse blog que nao é normal ter febre, e agora?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A febre deve ser observada em conjunto com os demais dados clínicos e com o estado geral da criança. Aconselho que aguarde e senão tiver melhora entre em contato com o pediatra de sua filha: ele a conhece bem e poderá orientar de forma mais adequada. Agradecemos sua visita ao nosso blog.

Moricz disse...

Minha filha hoje com 5 anos, sofre de crises de laringite desde bebê. Aproximadamente de 6 em 6 meses as crises voltam a se apresentar.No PS sempre deram a ela corticóides com anti-alérgico, adrenalina e em seguida receitam tbm corticóide,com berotec e atrovent, moro no interior agora, aqui é precária a situação saúde, gostaria de previnir essas crises porque vamos muito pra roça onde não tem nem luz e tenho medo dela ter crises lá e o quadro piorar.
Agora mesmo estou com ela na sala as 3:20h da madrugada em crise. Eu tenho o prednisolona, atrovent e berotec em casa, a pediatra do posto receitou em caso de crise na roça, mas queria que minha filha se curasse de vez e eu pudesse viver sem medos de leva-la a lugares afastados da cidade. Existe algo que possa ser feito??
Queria poder parar de dar tantos medicamentos a ela.
Obrigada
Viviane Moricz

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Viviane: existem diversos fatores que podem desencadear crises de laringite. Em crianças pequenas, verifica-se uma associação com a rinossinusite alérgica. Aconselho que leve sua filhinha a um alergista para uma orientação especializada e preventiva. Obrigado pela sua visita ao nosso blog.

Danielle Barbosa disse...

Ola... pela hora do comentário jah imaginam neh?? Tenho 2 filhos uma menina de 2 anos e um menino de 3 anos e meio, a minha caçula comessou com a "tosse de cachorro" no domingo a tarde, ficando pior as crises a noite... e deu uma leve melhorada, pois o atendimento dos PS da cidade onde moro são péssimos... Para tudo eles passam dipirona sódica e ainda nos chamam atenção pelo fato de levar a criança no PS sem que esteja com febre mto alta... Então dei o remédio de costume quando ela tem essas crises, e ela melhorou um pouco... e neste exato momento meu filho mais velho acabou de ter uma crise... fikei desesperada, ele jah teve crise , porém essa foi mto forte... passei a madrugada inteira do lado dele... fikei aliviada quando busquei na internet sobre a "tosse de cachorro" e encontrei o blog de vcs, pois encontrei uma resposta concreta, do contrario que os médicos do PS daki falam, aki eles falam que isso eh a "VIROSE" e ponto.. Não sabia que a Laringite estridulosa era contagiosa... Fikei aliviada tb em saber sobre a maneira que eu posso fazer para diminuir a intensidade das crises...
Vcs estão de parabéns pelo blog!!!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Danielle: aconselho que leve seus filhos a um alergista, a fim de que sejam tratados de forma preventiva e assim novas crises possam ser evitadas. Agradecemos suas palavras de incentivo e aproveitamos para convidar a assinar nosso blog, passando a receber nossos textos diretamente em seu e-mail.

Anônimo disse...

minha filha vai fazer 7 anos tem asma desde os 4 meses e laringite desde os 2 anos.quando esta com crise fica mal 5 dias.ela trata com predsim,antux,desloratadina e nebu com 20 gotas de afrin.só q as vezes parece q a nebu piora ela será que esse tratamento esta correto?existe uma cirurgia para a laringite?brigadu,tainara.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Tainara: não há indicação de cirurgia para tratamento da laringite estridulosa. Recomenda-se o acompanhamento do alergista para que possa ser controlada evitando novas crises. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

Parabéns!!! Muito esclarecedora a descrição da laringite estridulosa. Eu moro no Sul de Rio Grande do Sul e na minha cidade é muito comum doenças alérgica das vias aéreas, já que no início do outono começamos a ter dias frios, ou pior, dias quentes e noites frias. O meu filho tem 4 anos e está com crise de rinite e apresenta episódios de tosse de cachorro (mesmo com loratadina, prednisolona e nasonex e nebulização com soro fisiológico), a minha filha tem 7 anos e já está apresentando sinais de que vai ter uma crise de rinite. Na escola deles é só conversar com as mães e praticamente todas as crianças estão em tratamento. Ao conversar com as minhas colegas de serviço verifico que, aquelas que tem filhos pequenos, também estão com o mesmo problema. Pena que não temos alergistas para fazer uma melhor avaliação. A medicação, portanto, é passada por pediatras: Vocês acham que a medicação está correta? Desta vez a crise do meu filho está demorando a passar(faz uns sete dias que estou dando a medicação) e está na hora de parar o corticóide embora a crise não tenha sido superada ainda. Que fazer?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A medicação que descreve é adequada. Além disso, passada a crise, é importante manter um acompanhamento preventivo incluindo: medicações, controle ambiental contra ácaros, bem como a detecção de fatores agravadores (que variam em cada pessoa). Escreva para nosso e-mail e poderemos enviar a cópia em PDF do nosso livro sobre a Rinite: "É mais feliz quem respira pelo nariz". Gratos por sua visita.

Nilma Lima disse...

Tenho uma dúvida. Meu filho teve uma crise de laringite estridulosa em uma viagem que fizemos. A médica que o consultou durante a crise disse que era uma crise de alergia a algum ambiente (nada relacionado a virose) já o alergista dele, que o consultou duas semanas depois disse que eu ficasse tranquila que o que tinha acontecido era proveniente de virus.
Em quem devo acreditar?
Se for virus ele corre o risco de ter novamente?
Em qual idade esse risco diminui?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

As causas de laringite estridulosa são variadas e a participação viral na laringite estridulosa é muito significativa. Existe também uma associação com a alergia ou com fatores que causem obstrução mecânica, refluxo gastroesofágico entre outras. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

Amigos medicos, de ha muito ouço como indicação nos episodios de laringite e nas gripes choradeiras a indicação de nebulizações com 5 ml de soro fisiologico acrescido de 10 gotas de VODKA 3 a 4 vezes ao dia. Resolvi experimentar e realmente funcionou.Me disseram que a vodka é adstringente por isso o sucesso inalações.Gostaria de ler algum comentario.Obrigado

renatapiani31@hotmail.com disse...

TOSSE DE CACHORRO TEM TRATAMENTO TEM CURA

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Renata: O primeiro passo é definir a causa da chamada "tosse de cachorro" para poder escolher o tratamento mais adequado. Por isso, a base é a avaliação clínica de cada paciente, dados de saúde, antecedentes familiares, história pregressa, exame físico, testes cutâneos, exames complementares, etc. Aconselho que leve seu filho a um alergista. O tratamento e a previsão de cura dependem da causa detectada. Gratos por sua visita.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O uso da vodka nas nebulizações foi bastante utilizado no passado mas hoje é visto com cautela: embora possa ter bom resultado , em algumas pessoas snsíveis pode desencadear broncoespasmo. Gratos por sua visita.

Loucas por Esmaltes disse...

Meu filho já teve esse problema. Na primeira vez, foi preciso fazer nebulização com adrenalina!!!!
É muito apavorante para quem nunca viu!!
Já na segunda vez, foi mais tranquila. Acho q por ele já estar maiorzinho e eu já mais acostumada, consegui mantê-lo calmo e melhorou, mas mesmo assim levamos ele na emergência, só q não foi preciso a nebulização.
Ontém ele acordou se queixando de dor na garganta, com tosse(normal). Essa madrugada ele teve febre e qdo acordou agora a tosse ~deu um certo estridor, mas não progrediu. Farei uma nebulização nele com soro para tentar amenizar.
Muito legal seu blog!!
Parabéns!!!
Bjs, karla Tempone

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Karla: a base para se tratar uma doença crônica, de evolução arrastada e sujeita a altos e baixos, como é a alergia - é a educação do paciente e de sua família. Aprendendo como prevenir, como reconhecer a doença e como agir, fica bem mais fácil de tratar. Agradecemos sua visita e suas palavras de incentivo ao nosso blog.

Anônimo disse...

Nos últimos anos tive vários episódios dessa tosse horrível. Para mim, só melhora com antibióticos e tomando golinhos de leite morno quando começa a tosse. Eu levo uma garrafinha com o leite para todo lugar e à noite deixo ao lado da cama. Funciona melhor do que a água.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Passada a crise, procure um alergista: a busca e controle da(s) causa(s) envolvida(s) poderá evitar ou amenizar sintomas no futuro.A nossa equipe médica está ao seu dispor na Clínica de Alergia da Policlínica Geral do Rio de Janeiro.

Anônimo disse...

Meu filho comecou a ter tosse de cahorro aos 2 anos qdo comecou a andar em escolinha e agora tem crises mensais de tosse de cachorro, a pediatra receitou DESALEX mas ele voltou a ter a tosse e mudou para SINGULAIR e agora so teve tosse em 2 noites e melhoraram de dia e ate agora ta indo. Sera q ele tem asma? Acho q as crises sao relacionadas ao tempo. Sera q e' rinite ? Mto obrigada...

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A sua pergunta não pode ser respondida através de um aconselhamento por e-mail. Para afirmar se seu filho tem asma, é essencial examinar pessoalmente Gratos por sua visita.

michel disse...

ola minha filha esta com laringite a pediatra receitou acebrofilina enemesulida e colocar anoite uma franuda com allco no pesçoso dela sera que da certo isso mesmo?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Michel: as medidas que cita tem ação apenas aliviadora. Aconselho que leve sua filha a um especialista em Alergia. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

Olá...então meu filho tem laringite desde quandu ele tinha 6 meses de idade e agora ele ja tem quase 5 anos, e agora as crises são mais intensas naum sei pq....Ele fez exame de refluxo e naum deu nada....Mas a medica disse qui podera ter voltado o refluxo por isso as crises instensas....E pior di td depois da crise de laringite vem em seguida o peito xiandu qui é asma... Fico muito preocupada pois sei qui o unico remedico que faz passar as crises é o PREDSIN, mas a cada duas semana ele toma esse remedio...Naum sei mais oq fazer....

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A avaliação da criança portadora de laringite deve ser feita preferentemente por um médico especialista em Alergia. Assim, poderá analisar o histórico clínico do seu filho, detectar os possíveis fatores agravantes envolvidos e indicar o tratamento mais adequado Caso more no Rio, a nossa equipe está ao dispor na Policlínica Geral. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

Otima matéria, muito esclarecedora. A madrugada aqui esta sendo longa, mas me tranquilizou a leitura do artigo e comentários, com
respostas atenciosas e claras. Seguirei os conselhos, a pena nao ter a filial em SP... :(
Abs.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Obrigado. Suas palavras são um incentivo ao nosso trabalho voluntário neste blog. S Paulo possui excelentes médicos alergistas. Aconselho que visite o site da ASBAI (www.asbai.org.br) e procure o setor “Localize um especialista”.Basta digitar o estado e depois a cidade em que reside. Depois clique em OK: abrirá uma lista com os nomes de todos os médicos portadores de título de especialista em Alergia no local escolhido.
Obrigado pela visita e volte sempre ao nosso Blog.

Anônimo disse...

Olá pessoal me orientem por favor.meu filho desde sexa feira dia 26 de agosto febre , levei no medico disse que era virose, receitou, loratadina e ibuprofeno, sabado não satisfeita dia 27 levei ele no ps, receitou 3 dias de dexametasona e falou que era herpangina e clenil nasal ao qual ele ja faz uso porque ele tem rinite,domingo passou com febre mas sem tosse, segunda dia 29 levei denovo ao medico, disse que era estomatite e garganta com pus, receitou amoxilina e nistatina e dipirona, a febre sedeu mas passou a noite com tosse muita tosse, terça dia 31 levei ele no ps denovo o medico falou que era laringite, ele fez 2 inalações com adrenalina e falou pra continuar com os medicamentos dos outros medicos, só que a noite ele piorou, levei ele no medico e ele fez mais uma inalaçao com adrenalina e dexametasona no soro, nao adiantou ele ficou internado, tomando medicamento no soro, inalaçao e pinicilina a saturação dele estava super bem 95 desde que se internou, fui liberada na quarta de manha receitaram dexametasona de 6 em 6 horas, durante 5 dias , fazer inalação com afrin 3x ao dia 10 gotas soro no nariz direto.....enfim estou apavorada ele ja faz uso de clenil nasal e clenil bombinha com espaçador porque tem bronquite, me ajudem estou perdida por favor tenho medo dele ir pro hospital denovo, não tenho convenio dependo do sus, acho que ainda mesmo me apertando daria pra pagar uma natação pra ele ajudaria. me desculpe as letras mas meu filho em outubro faz 5 anos, existe um lugar que eu possa passar mais rapido comum especialista gratuito, a laringite tem a ver com refluxo meu Deus socorro mãe Luciana....

heloise disse...

Olá, venho aqui dar meu depoimento, pois foram os depoimentos que me deram alerta e ajudaram no diagnostico da minha filha de 4 anos e 8meses, por sinal esta internada a 4 dias(estou em casa agora descansando um pouco) de laringite estridulosa, a tosse de cachorro. Minha filha começou um quadro de tosse com 1 ano de idade, fui ao P.A. e diagnosticaram "começo de pneumonia", mas como mãe sei que isso nao existia, mas enfim, nem a pediatra sabia dizer ao certo,começou a tomar antibioticos e corticoides, desde então no inverno minha filha vem apresentando essas tosses constantemente, como não me contento com os diagnosticos troquei de medico umas 5 vezes sem sucesso,até exame de phmetria(refluxo)eu fiz. Uma desses crises , medicada, fui ao P.A. pois nao entendia pq minha filha tossia tanto, antes era somente a noite e passou a ser de dia tbm, o medico do P.A. disse q meu erro era ficar trocando de medico, mas tbm nao me ajudou em nada, então rezava em casa pra achar um santo medico(a) que explicasse ao certo o q minha filha tinha, e o que eu tinha q fazer. Então ela teve uma febre muito forte, ia e voltava, coisa que ela nunca teve: febre, fui ao medico, corticoide e inalação, sem sucesso, acabei caindo no P.A. novamente(pois essas crianças ficam doente sempre de final de semana) o medico nem relou a mão na minha filha e receitou antibiotico, minha filha foi piorando, depois de dois dias, lendo os depoimentos do blog da alergia voltei ao P.A., pois sabia q tinha uma medica ótima lá, consegui consultar com a medica e falei do blog da laringite estridulosa, ela confirmou e deixou minha filha no soro com corticoides e inalação com adrenalina, minha filha não melhorou, entao a medica internou, qdo interna é outra medica, minha anja medica Maíra, minhas preces foram atendidas, ela me explicou perfeitamente que minha filha era muito alergica, por isso o virus da laringite adora minha filha, mas q dessa vez os remedios via oral nao faziam mais efeito, minha filha chegou a perder o sentido de tanto tossir, quase foi sedada pra cortar a tosse, mas com muita paciencia e muiiiiiita inalaçao com soro ela foi melhorando, hj sei que minha filha tem é alergia, doque extamente vou saber logo com a Dra Maíra, e ela ja me deu muitas dicas pra que isso nao ocorra mais, e tratamento continuo até ela nao ter + crises de tosse....mães tenham calma, temos q pesquisar muito pra sabermos como fazer na hora do desespero, claro que uma boa equipe medica ajuda muito...bjs

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Heloise: obrigado pelo depoimento. Aproveito a oportunidade para ressaltar a importancia de ter um médico especialista em Alergia orientando o tratamento e a necessidade de consultas peiódicas. É necessário manter o tratamento quando a criança está bem, para evitar os episódios repetidos das crises. Convido que assine nosso blog, passando a receber nossos textos diretamente em seu e-mail.

Anônimo disse...

por favor me ajude estou desesperada nao sei mais o que fazer!meu filho tem essa tosse,e ja faz duas semanas, fui no medico e ele passou nebulizaçao e corticoide, mais a tosse nao passa, quando ele tosse fico com medo!nao sei mais o que fazer.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Apesar do tratamento orientado pelo médico, a tosse do seu filho não ficou bem controlada. A interpretação pela internet é falha porque me baseio apenas em seu relato e não examinei seu filho. Contudo, mas parece-me que faltou uma abordagem terapêutica mais ampla. Eu recomendo: 1) leve seu filho a um especialista em Alergia para que avalie e confirme odiagmnóstico da causa da tosse do seu filho 2) crianças pequenas permanecem muito tempo no ambiente de casa: verifique seu ambiente domiciliar, em especial o ambiente do seu quarto 3) Avalie se há um componente agravante que impede sua melhora, como por exemplo: infecções respiratórias, aumento de adenóides, alergia respiratória, rinite alérgica, entre outras.Tratar não é só tomar remédios. Caso more no Rio, estamos ao dispor na Policlínica Geral do RJ. Gratos por sua visita.

Mariana Bucci disse...

Boa noite. A semana passada fiquei desesperada, meu filho estava bem o dia inteiro, brincando, mas quando chegou de madrugada acordou com a tosse de cachorro e não conseguia respirar. Levamos rápido ao hospital e o medico constatou laringite, ele tomou a adrenalina e melhorou. Mas 2 dias depois estava com febre e infecção no ouvido, agora ele esta com antibióticos e a medica disse que sempre depois de uma crise a criança fica assim. Gostaria de saber se é normal e se ele pode ter crises constantes. Obrigada.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Mariana: as crises de laringite podem ser agravadas por uma alergia respiratória. Aconselho que leve seu filho a um alergista para que se tente fazer um tratamento para prevenir novos episódios de laringite. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

Olá... realmente gostei imenso de ler o vosso texto, é muito esclarecedor! O meu filhote de 4 anos infelizmente começou a ter este problema. A primeira vez que aconteceu foi uma coisa mais ligeira, mas a última foi assustadora e acabei por leva-lo ao Hospital. Nunca tinha ouvido falar em tal coisa e fiquei assustada... agora depois de ler o vosso texto sobre o assunto, penso que o melhor será procurar ajuda no sentido de determinar a causa destes acessos súbitos. Pois pelo que percebi a causa é alergia a algo, certo?
Continuações de bom trabalho... e parabéns pela página web.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A alergia é uma causa preponderante da laringite estridulosa em muitas crianças. Aconselho que leve seu filho para uma avaliação clínica com um especialista. Muito obrigado por sua visita.

NaNa SuRiS disse...

Olá, meu filho tem 5 anos e ja teve problemas de adenoides, mas com o uso de Noex 32 ele "melhorou" e assim não foi preciso fazer a cirurgia. bom no começo pra mim foi um alivio só que logo as tosses alérgicas passaram a se tornar tosse de cachorro e desde então ele tem crises mais ou menos de duas em duas semanas e tem que internar para fazer nebulização com Adrenalina e até mesmo usar o balão de oxigenio. Estou desesperada preciso de uma cura ou tratamento pra ele, o que devo fazer? Será que operando as adenóides ele melhora.? Obrigado pela atenção.!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

NaNaSuRi: a laringite estridulosa guarda relação intima com a alergia respiratória. Antes de qualquer coisa, sugiro que seu filho seja avaliado por unm alergista para que se possa programar um tratamento para ele. Caso more no Rio, estamos ao seu dispor. Agradecemos sua visita ao nsso blog.

Leda Cristina Garcia Morais disse...

Minha filha tem crises de laringite cerca de três ou quatro vezes por ano. A gravidade do quadro varia, às vezes é maior e às vezes é menor, mas como a gente não sabe, sempre a levo para o Pronto Socorro, pois quando a crise é forte, é muito assustador, até para os médicos que a atendem. Uma vez medicada, contudo, a crise passa. Queria saber se ela pode ser beneficiada pelo acompanhamento de um alergista, já que o quadro parece ser sempre causado por uma virose. Ela tem sido acompanhada por uma pneumologista, mas sem resultados evidentes. Obrigada.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Leda: o tratamento da alergia é um ponto importante para o controle da laringite, evitando novas crises. Aconselho que leve sua filha a um alergista. Caso more no Rio, estamos ao seu dispor. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

meu filho tem laringite sempre,ñ sei mais o q fasso,eu percebi q ele fica assim quando inala cheiros muito perfumado,acho q ele tem alergia a determinado tipos de cheiros.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A sensibilidade das vias respiratórias, em especial nas crianças portadoras de rinite alérgica, facilita o aparecimento das laringites. Aconselho que leve seu filho a um alergista para que possa ser orientado devidamente evitando assim as crises de laringite.Gratos por sua visita.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O ideal é que entre em contato com o pediatra do seu filho e peça uma orientação. Caso não seja possível, por se tratar de um final de semana, procure um pronto atendimento. Mas, depois retorne ao seu pediatra, pois conhece seus dados clínicos e poderá orientar de forma mais apropriada. Gratos pela sua visita ao nosso blog.

Anônimo disse...

meu filho tem 6 meses, e desde que nasceu ele tem uma tosse rouca, já levei no ped. e ele falou que e normal.. mas esta piorando as vezes ele acorda a noite com uma crise de tosse.. as vezes tambem da até febre.. e ele espirra com frequencia.. pode ser laringite? estou muito preocupada, aguardo resposta.. obg.

solange reno disse...

meu filho tem 7 anos ja teve varias vezes toda vez fico apavorada por ele ser mais grandinho ainda e perigoso por favor me ajude

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Existem várias causas de tosse no bebê e para responder se a tosse do seu filho é causada por uma laringite, é preciso avaliá-lo pessoalmente. Caso more no Rio, a nossa equipe médica está ao seu dispor na Clínica de Alergia da Policlínica Geral do Rio de Janeiro para avaliar seu caso e prestar maiores esclarecimentos. Gratos por sua visita.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Solange: o caminho mais adequado é levar seu filho a um alergista que poderá orientar um tratamento não apenas para aliviar crises mas também para controlar a doença e evitar novas crises de tosse. Agradecemos sua visita.

Anônimo disse...

oi tenho um filho de ano e dez meses ele dá´direito essas crise faringite que fica com tosse de cachorro,gostaria de saber se existe alguma remedio caseiro que ajuda a menizar a roquidãõ;

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Não recomendo medidas caseiras pois não resolvem o problema e atrasam o tratamento adequado. Aconselho que leve seu filho a um especialista em Alergia. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

Minha filha tem essas crises de 2 em 2 semanas aí a pediatra manda dar predsim 6 ml,1 vez ao dia ela tem 3 anos,será que não faz mal tomar muito deste predsim?Agradeço pela resposta!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O uso do Predsim durante a crise é necessário. Mas, o ideal é levar sua filha a um alergista para investigar a causa das laringites repetidas e iniciar um tratamento para evitar as crises. Assim, não haverá necessidade do uso repetido do corticóide. Gratos por sua visita

suelen disse...

Ola minha filha tem hoje 4 anos e desde os dois ela tem crises de laringite frequente q se repete de 3 em 3 meses...existe algum tratamento para evitar essas crises...nao aguento mais, e todas as veses q da as crises temos q correr para o Pronto Socorro...por favor me ajudem, nao sei mais o que fazer...desde ja obrigado pela atenção...

Anônimo disse...

Primeiramente, gostaria de parabeniza-los pelo esclarecedor blog! Pois so quem vivencia situaçoes alérgicas sabe o desespero e a agonia que trazem! Obrigada, pela dedicação à profissão de voces!
Gostaria de saber se foi um caso de LARINGITE FALSO CRUPE(ja que eu não tive febre) que me acometeu quando eu tinha 16 anos e fui a Brasilia(Clima quente e seco, com temperaturas altas durante o dia e bem baixas, pela noite). Meus sintomas eram tosse com chiado forte, sem febre, sem catarro, mas com secreção transparente e viscosa, piora durante a noite, quando a temperatura se tornava menor. Moro numa cidade de clima quente e umido, Belém. Quando voltei a minha cidade, cessou a tosse.
Com 13 e 14 anos fiz tratamento com vacina para alergia, nessa época eu tive recorrentes tosses noturnas, que culminavam com falta de ar, so aliviada depois que eu vomitava. Dos testes de Alergistas que eu fiz, so me recordo que aqueles de substancias na pele, deram todos positivos...picada de insetos, acaros...dessa turma!
Espero que os dados ajudem a diagnosticar se o ocorrido comigo em Brasilia foi uma LARINGITE ou se foi um simples episodio alergico devido a mudança de clima...enfim...
Me preocupo, porque viajarei novamente para um outro lugar de clima frio e seco e quero saber se devo levar um antialergico ou algo mais especifico, se voces julgarem haver indicios de uma LARINGITE.
Desde ja, gratissima.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Suelen: é preciso analisar cada caso. O tratamento da alergia pode evitar crises em muitas crianças. Caso more no Rio, a nossa equipe médica está ao seu dispor na Clínica de Alergia da Policlínica Geral do Rio de Janeiro para avaliar sua filha e prestar maiores esclarecimentos.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Infelizmente não tenho condições para afirmar a causa dos sintomas que apresentou em Brasilia aos 16 anos, mas o seu relato sugere que seja uma pessoa com caractarísticas atópicas e que o clima seco possa ter provocado a crise. Aconselho que peça ao seu alergista que a oriente como deve cuidar e prevenir sintomas durante sua viagem. Agradecemos sua visita e seu carinhoso incentivo ao nosso trabalho voluntário neste blog. ”. Aproveito a oportunidade para convidar a assinar nosso blog e passar a receber nossos textos diretamente em seu e-mail.

Adriano disse...

Boa tarde, meu filho tem 2 anos e está apresentando quadro de laringite, tosse rouca, dificuldades de respirar... Levei na emergencia e foi receitado Polaramine gotas e Predsin; ele tá fazendo uso da medicação, mas to achando ele muito sonolento, o que devo fazer? Desde já agradeço.
Rosielle Ribeiro

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Rosielle: É provável que a sonolência possa ser causada pelo uso do Polaramine pois se trata de um antialérgico mais antigo e que por isso pode causar sonolência. É aconselhável que entre em contato com o pediatra que trata do seu filho e peça que oriente. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

Tenho 17 anos e continuo tendo isso toda vez.Começou quando era criança. Obrigada pelo post, ajudou bastante!

Anônimo disse...

ola minha filha e prematura tem 9 meses ficou enterada 4 dias com tosse ta tomando polaramine e berotec com fluibrom quando tosse vomita me ajudem andreia mogi guacu sp

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Andreia: não tenho condições para orientar um tratamento sem examinar pessoalmente. Sua filha precisa de um acompanhamento médico tradicional, ou seja, com uma consulta feita pessoalmente. Você pode localizar um médico alergista em Mogi das Cruzes no site da ASBAI: www.asbai.org.br no setor: Localize um especialista. Basta digitar o Estado, a cidade e abrirá uma lista com os nomes de especialistas na localidade desejada. Agradecemos sua visita.

Fátima disse...

Olá!quero tbem dar os parabéns mesmo para vcs e q continuem mesmo fazendo esse trabalho,pois ajuda a esclarecer esse problema.Minha filha tem 3 anos e 4 meses e venho tendo esse problema de laringite ou tosse de cachorro,so Deus sabe o q venho passando e mais ainda a coitadinha q não consegui dormi ,nem dia e nem noite,com tosses constantes e levo ela no PS eo médicos passam antialérgico e inalações e corticóides,semana passada ela teve crise e tomou antibiotico e outros rémedios,melhorou mas depois de alguns dias voltou mais forte e agora ta tomando outro tipo de antibiótico,pois eles acham q ela deve estar com vírus,bacteria sei lá...mas com os depoimentos acima agora vi q não e só minha filha q esta acontecendo isso,vou realmente procurar um especialista em alergias.
gotaria de saber se preciso esperar ela melhorar ou posso já passar em um alergista e fazer exames para ver o q esta acontecendo,tenho um gato em casa ,será q pode ser....obrigada pelos depoimentos me ajudaram muito mesmo viu,agora mesmo minha filha esta tentando dormi,estou dando muita água para ela de gole em gole.Creio q ela melhorar....Deus os abençõe!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Fátima: o seu relato sugere que sua filha possa ser alérgica. Aconselho que a leve para avaliação com um alergista. Caso você more no Rio de Janeiro, estamos ao seu dispor na Policlínica RJ. Agradecemos sua visita e suas palavras de incentivo ao nosso trabalho voluntário neste blob.

Linejanes disse...

Nossa, quantos casos iguais ao do meu filho.Ele tem 05 anos e vive com tosse, passa pela pediatra e ela trata com anti-alérgicos (corticóides), spray nasal e inalação, pois a tosse é seca e feia, ataca sempre que ele vai dormir ou quando se agita muito, por exemplo quando joga bola. No momento já faz quase um mês que ele está desse jeito, já trocamos o anti-alérgico 03 vezes e nada resolve, será que pode ser a laringite estridulosa? Vale ressaltar que ele tem infecção de garganta frequente, tipo de 03 em 03 meses. Por favor, o que me indicam, pois não aguento mais ver meu filho assim e nós ficamos sem dormir também por causa disso.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Linejanes: o seu relato não sugere que seja apenas uma laringite estridulosa. Mas, não tenho condições para afirmar ou para sugerir um tratamento sem examinar pessoalmente Estamos ao dispor na Policlínica RJ para avaliar seu filho e orientar de forma mais adequada Gratos por sua visita.

Geiziane Lirio disse...

Olá! Adorei o blog, tenho 3 filhos e 2 deles, que são meninos, e infelizmente receberam de mim essa "herança" da alergia. Aqui tirei uma dúvida se estava tratando de forma correta a "tosse de cachorro" do menor que tem 1ano 5 meses, com xarope e nebulização com soro morno.
Obrigada! Abraços.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Geiziane: obrigado por seu depoimento e pelas palavras de incentivo ao nosso trabalho voluntário no Blog da Alergia. Aproveito a oportunidade para convidá-la a assinar nosso blog e passar a receber nossos textos diretamente em seu e-mail

Anônimo disse...

ERIK MEU FILHO TEM APENAS 3 ANOS E EU SOFRO MUITO COM ISSO AS VEZES ELE TOSSE TANTO QUE CHEGA ATE A VOMITAR UMA SECREÇAO GOSMENTA EU LEVO A PEDIATA E A MESMA PASSA O XAROPE PRELONE MAS VIRA QUE MEXE A TOSSE VOLTA O QUE VOCES ME INDICARIA QUAL ESPECIALISTA DEVO PROCURAR OBRIGADO

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Erik: aconselho que leve seu filho a um alergista: peça à pediatra do seu filho para indicar um especialista de sua confiança. Gratos pela visita.

Núbia & Nicholas disse...

Òla,meu filho estar com a famosa tosse de cachorro.ele tem asma mais esta fazendo tratamento e esta sob controle,faz ums 3 dias que ele ta com essa tosse..tosse estranha parese q vai sufoca..liguei pro alergista ele passou NOTUSS mais se persiste levo na emergencia..essa tosse é cronica ?? é a primeira vez que ele tem essa tosse ????

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Núbia: se a medicação prescrita pelo alergista não está fazendo efeito, é aconselhável que leve seu filho para atendimento médico. A palavra crônica define o tempo de aparecimento da tosse. Assim, uma tosse é chamada de "crônica" quando dura mais do que 8 semanas. Gratos pela visita.

Brunna disse...

Boa noite! Meu filho de 4 anos tem crises mensais e até quinzenais de laringite, sempre toma decadron e as vezes antitussígeno. Já fiz tto para refluxo 2 meses, mas continuou os quadros de laringite...É recomendado antitussígeno no momento da crise? Existe cura?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Brunna: o papel do antitussígeno é proporcionar alívio, mas não atua na causa do problema. Aconselho que leve seu filho a um alergista para que inicie um tratamento com vistas a controlar o problema e não apenas atuar aliviando as crises de laringite. Gratos pela visita.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Susane: Infelizmente não posso ajudá-la, pois para julgar a prescrição do pediatra, é essencial conhecer os dados clínicos do seu filho de forma criteriosa e examiná-lo pessoalmente. A nossa equipe médica está ao seu dispor na Clínica de Alergia da Policlínica Geral do Rio de Janeiro para avaliar seu filho e prestar esclarecimentos. Gratos pela visita ao nosso blog.

Anônimo disse...

Olá meu filho tem laringite estridulosa e vem sendo medicado com medicamentos de controle da rinite e asma. Nas crises mais ou menos os "coqueteis" acima mencionados ... Decadron, afrin, etc. PS duas vezes com decadron injetavel e adrenalina ... Sem sucesso.

Nos causa inquietude porém a limitação de ação para diagnosticar alergia em uma criança a vespera de completar 5 anos. O exame de alergia foi feito somente por amostra de sangue e suor. Haveria algo mais completo? Se não por onde procurar profissionais que olhem mais atentamente? Entenda-se aquele capaz de fazer uma observação fora do "amostral geralmente correto no tratamento bla bla bla que já se conhece"

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O diagnóstico da alergia em uma criança não se baseia apenas em testes e exames, mas sim na análise clínica criteriosa feita pelo especialista. Para localizar um alergista em sua cidade, sugiro que procure no site da ASBAI: www.sbai.org.br no setor público: “Localize um especialista”. Basta digitar o nome do Estado, da cidade e abrirá uma lista com os nomes dos médicos portadores de título de especialista na localidade desejada. Caso more no Rio, a nossa equipe médica está ao seu dispor na Clínica de Alergia da Policlínica Geral do Rio de Janeiro para avaliar seu filho e prestar maiores esclarecimentos. Gratos pelo contato com o blog da Alrgia.

Anônimo disse...

Minha filha tem crises assim, e, ao contrário do que fala no final do artigo (chuveiro quente), o ar frio, durante a crise, faz com que a laringe fique desobstruída, cessando a crise de tosse. Tanto que, quanto mais quente o corpo fica, mais tosses ocorrem. No ápice de uma das crises eu abri a janela (era inverno) e pedi para ela respirar o ar frio. Logo a voz dela voltou ao normal e as tosses acabaram. Quando o corpo esquentou novamente, a laringe inchou e as tosses e rouquidão voltaram.
Embora pareça um problema corriqueiro entre as crianças, é muito perigoso, pois se a laringe pode ficar totalmente fechada. O melhor é sempre procurar um médico.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Uma mesma doença pode se manifestar de forma diferente em diferentes pessoas. Da mesma forma pode-se observar com o tratamento. Alguns respondem melhor para um tipo de tratamento e outros não. Mas é como falou em seu depoimento: o melhor mesmo é procurar o médico para se tratar. Gratos pela visita.

daniellerodrigues disse...

Meu filho hj com 3 anos,tem apresentado os sintomas ds laringite,com mais frequências já faço tratamento de alergias quase 2 anos,mas o pediatra só diagnóstico a laringite recentemente...trato com homeopatia ,sei q longo o tratamento mas já obtive melhoras ...ele tbm tem adnoides ,mesmo fazendo o trato constante fico bsstt assustada ,procuro manter a calma até q passa...possuo uma dúvida tem ao decorrer dos anos pode haver s cura total?desde já agradeço e compartilho com tds o imenso prazer em ser mãe e guerreiras! Parabéns ao site!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Danielle: a laringite pode ter causas variadas e nem sempre é fácil definir em cada criança. A alergia respiratória pode estar associada e seu tratamento pode amenizar e controlar a inflamação, evitando as indesejáveis crises da laringite. Adenóides são órgãos linfóides (amígdalas) presentes na infância e que tendem a desaparecer com o crescimento. A rinite alérgica pode ser causa do aumento das adenóides e de laringites. Escreva para nosso e-mail e enviaremos para você uma cópia do nosso livro sobre a rinite: "É mais feliz quem respira pelo nariz". Agradecemos sua visita ao nosso blog.

Anônimo disse...

Bom dia. Hoje pela manha minha filha acordou com essa tosse,ela ja estava um pouco resfriada a dois dias,eu me assustei pois ela ja teve essa tosse no inverno passado. Minha filha e muito alergica ela tem alergia a picada de inseto tendo como reacao a anafilaxia,ela tem rinite e bronquite asmatica. Moramos no RS, e na cidade onde moro tem apenas um medico alergista,ele encaminhou ela para outro alergista em outra cidade pois aki nao tem o tratamento de imunoterapia que ela necessita. Gostaria de saber se essa tosse e provocada por uma reacao alergica,pois da outra vez que ela teve essa tosse em seguida atacou a bronquite. Desde ja agradeco..

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A laringite é causada por vários fatores, entre eles vírus e alérgia. Nos casos alérgicos é importante manter as doenças de base sob controle.
Obrigado pela visita

ARIANE ABAD disse...

Bom dia, eu filmei as tosses do meu filho temcomo mandar para vcs?????
Estou apavorada, é segunda crise que ele tem, tem consulta marcada com a alergista.
Parabéns pelo post!!!!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Peço sua compreensão, mas o parecer que solicita não pode ser emitido através da internet, sem analisar seus dados clínicos e sem examinar pessoalmente. A nossa equipe médica está ao seu inteiro dispor na Clínica de Alergia da Policlínica Geral do Rio de Janeiro.
Obrigado pela visita.

Postar um comentário

"Os comentários publicados sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste blog reservam-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou sem a devida identificação de seu autor também poderão ser excluídos".

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...