01 julho 2007

O inverno chegou: e a alergia, como fica?


As alergias respiratórias, em especial a asma e a rinite, podem acometer crianças e adultos e são importantes causas de consulta aos médicos no período de inverno.

Por que a alergia respiratória tende a piorar no inverno?

O Brasil é um país imenso e por isso o inverno não é similar em suas regiões. Nem sempre se verica um frio intenso, mas mesmo nos locas mais quentes, este período se acompanha de temperaturas mais baixas e mudanças bruscas da temperatura ambiental.
O ar mais frio e a umidade ambiental aumentada favorecem um desenvolvimento maior de ácaros e fungos (mofos ou bolores).

Outros fatores contribuem para a piora no inverno:
-Menor tempo ao ar livre e maior permanência em lugares fechados.
-Mudanças bruscas de tempo são mais comuns nesta fase.
-Uso de edredons, cobertores e agasalhos guardados por longo tempo.
-Maior incidência de viroses, gripes e resfriados.
-Poluição aumentada no inverno.

Por que a poluição piora no inverno?

O inverno se acompanha de diminução na quantidade de chuva e ventos, dificultando a dispersão de poluentes, sendo mais comuns as chamadas “inversões térmicas”, aumentando a concentração de poluentes e tornando-os mais próximos das cidades. Por tudo isso, a poluição tende a aumentar no inverno e com isso contribuindo para a piora das alergias respiratórias.

Como se comportam as alergias no inverno?

A Asma, também conhecida como Bronquite Alérgica ou Bronquite Asmática, pode ocorrer em adultos e crianças, variando desde sintomas leves até casos graves e incapacitantes.
As crises leves de asma podem ser fracas e passar desapercebidas e às vezes a tosse é o unico sintoma.
As crises moderadas, com sintomas mais fortes, se acompanham de chiados, falta de ar, tosse e com prejuízo do sono, das atividades de trabalho, escola e lazer.
As crises fortes se acompanham de mal estar, tosse, chiados intensos, sensação de respiração “pesada”, prejudicando até mesmo falar ou caminhar.

A Rinite Alérgica se parece muito à um resfriado ou gripe, mas não é infecciosa, sendo causada por alergia, em especial à poeira e ácaros. Embora não seja uma doença grave, pode se tornar muito incômoda e acarretar um forte impacto na qualidade de vida, no trabalho, nas aulas, no descanso e no convívio social.

Os sintomas principais da rinite alérgica são: espirros repetidos, coriza líquida e abundante, coceira ( no nariz, olhos, ouvidos, céu da boca e garganta). A mucosa nasal fica congestionada, as narinas entopem. Os olhos podem lacrimejar e coçar. É comum a sensação de escorrimento da secreção pela parte de trás do nariz, que pode provocar pigarro ou tosse insistente. Com o passar do tempo, pode acometer outros locais próximos, surgindo outros problemas como sinusites, otites, amigdalites, asma, etc.


A asma e a rinite tendem a piorar nos meses frios do inverno, não só pela maior umidade e predominância de ácaros, como também pelo efeito direto do ar frio que, em algumas pessoas, torna os brônquios e a mucosa nasal mais reativos.

O que fazer para prevenir?
-Consulte seu alergista regularmente.
-Mantenha o uso da medicação preventiva, mesmo que esteja bem.
-Abra as janelas de sua casa: vento não faz mal:
-Vacine contra gripe.
- Lave as roupas guardadas antes de usá-las.
- Procure ter vida ao ar livre, caminhar e praticar atividades físicas.
-Alimente-se de forma saudável e tome bastante líquido.
-Limpe a casa com pano úmido, diário, sem espanadores.
-Não use produtos de limpeza de odor ativo.
-Conserve seu quarto: não acumule objetos e facilite a limeza.
-Use capas em travesseiros e colchões.

CONCLUSÃO:
A alergia não é uma “doença de inverno”, como muitos pensam e deve ser tratada sempre e de forma preventiva - mesmo quando se está sem sintomas. Mas, se a crise aparecer, não tenha medo. Peça ao seu médico que oriente os cuidados a tomar.

44 Dê sua opinião:

IARA REGINA disse...

Boa tarde
Estou abrindo um espaço de vendas de produtos para alérgicos e adorei o conteúdo das matérias.
Como sou leiga estou estudando o assundo em profundidade.
A comunicação é´de fácil entendimento e as ilustrações são ótimas.
Belo trabalho.

Iara - Santos

Equipe PGRJ disse...

Obrigado, Iara. Estamos ao seu dispor para esclarecer dúvidas: blogdalergia@gmail.com
Volte sempre para nos visitar.

Helena CTB disse...

Gostei da esplanação sobre corticóides; meu ortopedista está fazendo aplicações de diprospan em meu joelho no pós cirúrgico de menisco;já fez 5 aplicações e estou apleensiva, com possíveis efeitos colaterais. Queria esclarecimento sobre isso e não conseguia, obrigada.

Equipe PGRJ disse...

Helena: Obrigada pela visita e volte sempre - toda semana publicamos um texto novo no Blog.

Anônimo disse...

oi boa noite,ja faz quatro meses q estou com uma alergia horrivel,vermelhidao,descamação,incha mt os olhos,ja fui em varios medicos tomei varios medicamentos como stamine,loratatina corticoides injeção,e nada de resultados,queria saber se pode me ajudar de alguma forma,estou desesperada n sei mais oq fazer,desde ja grata lorraine

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Lorraine: compreendo seu sofrimento, mas infelizmente não há como orientar uma alergia na pele sem analisar seus dados clínicos de forma minuciosa e sem examiná-la pessoalmente. Estamos ao seu dispor na Cínica de Alergia PGRJ. Obrigado pela visita ao nosso blog.

Anônimo disse...

Tenho um filho que usa seretide a cerca de 10 anos, gostaria de saber se o corticoide afeta no seu crecimento,pois ele tem 15 anos e so 1,55.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Não posso emitir um parecer sobre o caso do seu filho através de um aconselhamento via internet, sem conhecer seus dados clínicos. Corticóides inalados são formulados em doses mínimas (microgramas) e atuam diretamente nos brônquios, com mínima absorção no organismo infantil. Estudos mostram que o corticóide inalado pouco interfere no crescimento final infantil. Sabe-se que a asma sem controle adequado pode interferir no crescimento e no desenvolvimento da criança. Aconselho que peça este parecer ao alergista que trata dele pois acompanha sua asma e poderá orientar de forma mais adequada. Obrigado pela visita

Anônimo disse...

Estou fazendo uso do medicamento "Dexa Citoneurin" injetável. Li na bula para que seja dada preferência à sua administração/aplicação no horário da manhã, para acompanhar o ritmo circadiano de produção endógena de corticosteróides pelo organismo. Que significa isso?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Os remédios contendo corticosteróides derivam de um hormônio produzido em nosso organismo chamao cortisol. A produção do cortisol é feita pela glândula adrenal e este hormônio é essencial para a vida do ser humano. Mas a produção do cortisol não é aleatória, como tudo na natureza: obedece um horário correto e natural do organismo. Por isso, quando se toma o corticóide em forma de remédio deve-se obedecer este horário (o ideal é sempre tomar pela manhã). A palavra "circadiano" quer dizer: o ciclo de um dia, ou seja, o ciclo biológico do corpo humano para produzir o cortisol. Obrigado pela isita.

Anônimo disse...

Tive varias crises de rinite asmatica..os médicos receitaram todos os antibióticos possíveis e anti alérgicos..em setembro de 2009 um alergista de receitou celestone injetável, após 4 meses de tosses e quadros de alergia..tomei mais uma dose de celestone em março de 2010 e agora estou novamente com quadro alérgico e muita tosse, porém sem quadro de infecção...a minha dúvida é se posso tomar outra dose da celestone, que nas duas vezes que tomei, resolveram totalmente o problema e quais seriam os efeitos deste celestone após esta dose injetável a cada 6 meses?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Não recomendo que repita a injeção do corticóide sem prescrição médica. É essencial o acompanhamento do médico especialista para um tratamento seguro. A nossa equipe está ao seu dispor na Policlínica RJ. Obrigado pela visita.

Anônimo disse...

OLÁ, TENHO RINITE. MEU MEDICO ME RECEITO 2 COMPRIDOS DE CORTICOIDE DE 20 POR CINCO DIAS É A PRIMEIRA VEZ QUE FAÇO USO DESSE MEDICAMENTO. GOSTARIA DE SABER SE TEM ALGUM PROBLEMA TOMAR ESSES CINCO DIAS E PARAR DE UMA VEZ POIS OUVI DIZER QUE SE PARAR DE TOMAR DERREPENTE PODE ATE MATAR.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Não há nenhum problema na interrupção do uso do corticóide após período de 5 dias. Confie no seu médico. Agradecemos sua visita.

Anônimo disse...

OLá!! Meu nome é Juliana gostaria de saber se a injeção de DIPROSPAN sendo tomada 2 vezes por ano se ela engorda ou dá problemas cardiacos como rtimia cardiaca? tenho 23 anos e sou alérgica uso o sorinan a 8 anos e tenho sinozite e asma or favor ou ficar ansiosa esperando a resposta de vcs bjs fiquem com Deus !!!!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Juliana: a injeção de Diprospan tem ação prolongada, ou seja, cada ampola permanece no organismo por cerca de 30 a 40 dias. Não se recmenda que seja usada sem prescrição médica em virtude dos possíveis efeitos adversos. Além diss, não tem efeito comprovado no tratamento prolongado para controle da rinite e na asma. Aconselho que procure um especialista para tratar seu caso. Estamos ao seu dispor na Clínica de Alergia da Policlínica Geral do Rio de Janeiro.

Anônimo disse...

Olá! meu nome é Amanda tenho rinite alergica, sofro muito c/ a poeira e as mudaças climatica. minhas narinas entopem e corizo muito e tenho pigarro na garganta q Ñ acaba nunca.
para me sentir melhor tomo sempre CORISTINA D E NEOSORO, que me proporciona um alivio imediato, mas logo volta todos os sintomas novamente. gostaria de saber se o uso continuo do NEOSORO pode causar algum risco a minha saúde.
desde já obrigada pela atenção, aguardo ansiosamente a resposta.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

O uso do Neosoro não é recomendado pois pode com o tempo agravar sua rinite e causar vício. Enviei para seu email uma cópia do nosso livro sobre a rinite e aconselho que procure um alergista para trata-la adequadamente

Obrigado pela visita,

Anônimo disse...

TENHO PROBLEMAS DE FARINGITE, JA CONSULTEI VÁRIOS MÉDICOS ALERGOLOGISTAS, OTORRINO E O ÚLTIMO OTORRINO ME RECEITOU DECADRON 0,75 MG 02 COMPRIMIDOS PELA MANHÃ DURANTE 05 DIAS, PORÉM QUANDO TOMEI O PRIMEIRO DIA A TARDE ME SENTI IRRITADA E COM TREMOR NAS ARTICULAÇÕES DOS JOELHOS E DAS MÃOS, FIQUEI COM MEDO DA RFEAÇÃO E PAREI E AINDA CONTINUO SENTINDO ISSO O QUE FAÇO, PO QUANTOTEMPO DURA O EFEITO DESSE REMÉDIO? ISSO É NORMAL?
Ass: Liege

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Liege: os efeitos do medicamento são em geral relacionados com o tempo de absorção e eliminação pelo organismo. Estes efeitos colaterais dependem da aceitação e das características do organismo de cada pessoa. Aconselho que entre em contato com seu médico para que ele reavalie e faça uma orientação adequada. Agradecemos sua visita ao nosso blog.

acioliveira3 disse...

Parabéns pelo blog,achei ele por um acaso adorei, eu e meus filhos somos alérgicos esclareci muitas dúvidas e percebi que os nossos problemas de crises alergicas são pequenos perto dos comentários acima.Muita Sorte a toda a equipe.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Obrigado. Suas palavras são um grande incentivo ao nosso trabalho voluntário neste Blog da Alergia. Aproveito para convidar a assinar nosso blog, passando a receber nossos textos diretamente em seu e-mail

carol disse...

Sei que a postagem foi antiga, mais gostaria de saber, se tomando o Cloridrato de Fexonadina (ALLEGRA 180mg) se têm alteração do cortisol basal! pois estava tomando há 2 dias (sim, tempo extremamente curto) e fiz um exame de sangue, e a minha taxa do cortisol basal veio alterada 32,4, e o valor de referência é de até 22.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Carol: Fexofenadina é um antihistamínico (antialérgico) e não altera a dosagem do cortisol sanguíneo. Gratos por sua visita.

Anônimo disse...

Tenho faringite e a doutora me receitou Tamiram segundo ela o Decadron é muito forte. Minha garganta continua doendo. O que poderei fazer?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Mantenha a medicação, mas se não obtiver melhora em 72 horas, sugiro que volte a entrar em contato com a sua médica para uma nova orientação. Agradecemos sua visita.

Anônimo disse...

Eu usei decadron nasal durante 3 anos, todos os dias em várias doses pois tenho renite alégica e moro em um condomínio em construção cercado por estradas de terra. Estou com sintomas da Sindrome de Cushing, giba, aumento de peso, barriga caída e estrias pelo corpo. Interrompi o Decadron e me senti mal por um mês, dores pelo corpo, náuseas, sono excessivo, falta de apetite. Em quanto tempo a produção de cortisona voltará ao normal já que não vou mais usar o Decadron? Os sintomas dessa sindrome despareceram também? Agradecida Jaqueline

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Jaqueline: os dados que envia não são suficientes para que eu possa afirmar o tempo exato em que a sua glândula adrenal voltará a funcionar normalmente ou prever a duração dos sintomas. Aconselho que peça esta orientação ao seu médico: ele conhece seus dados clínicos de forma mais minuciosa, sendo a pessoa mais indicada para orientar adequadamente. Gratos por sua visita ao nosso blog.

Kleyton disse...

meu caso é complicado gostaria de poder contar com a ajudar de proficionais so q aq onde moro nao é nada facil! meses na fila de espera (isso quando não está suspenso)pra consultar e retornar com o medico. trabalho de vcs muito esclarecedor obrigado.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Obrigado. As suas palavras são um incentivo ao nosso trabalho voluntário neste blog. Aproveito a oportunidade para convidar a assinar nosso blog e passar a receber nossos textos diretamente em seu e-mail.

NEKA disse...

peço orientação pois tenho meu filho de 4 anos,que faz uso de corticoide,mais exato de dexametasona,por conta das laringite de repetição,toma bromoprida pro refluxo e flurticosan nasal,mais sinto que ele tá muito enchado e tenho certeza que é por conta desses corticoides,tem algum que possa intercalar com esses outros medicamentos para não deixa-lo tão enchado?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Neka: compreendo sua preocupação e gostaria de poder ajudar, mas não há como orientar sem conhecer os dados clínicos do seu filho de forma Conto com a sua compreensão. criteriosa e sem examiná-lo pessoalmente. Aconselho que converse com o alergista e com o pediatra que tratam dele e peça que a orientem. Gratos por sua visita

Anônimo disse...

Boa noite
De acordo com esse texto logo identifiquei que ando tendo rinite alergica ha semanas... no momento nao tenho como ir a algum medico e queria uma indicaçao confiavel do que poderia fazer para melhora... O q posso usar por enquanto?


Agradeco desde ja

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Peço sua compreensão, mas o nosso blog obedece as normas do Conselho Federal de Medicina, que não permitem prescrição ou indicação de nomes de medicamentos através da internet, sem consulta feita pessoalmente. Gratos pela visita.

Fabíola do Prado disse...

Boa tarde. Tenho um bebe de 8 meses, e desde os 4 meses ele começou com tosse, ronquidao, chiados, catarros, estes sintomas de resfriado, de bronquite, de renite, etc. A mais ou menos 2 meses atras ele teve bronquiolite e ficou internado 5 dias no oxigenio e com antiflamatorio, fazendo nebolizaçao com berotec e uso de aerolin. Ja usei varias medicaçoes, no momento estou me trantando com um pneumopediatra de Porto alegre, e ele esta fazendo uso continuo de seretide, duas vezes ao dia, um jata cada vez com espaçador, esta tomando uma vez por dia singulair baby e nazonex um jato em cada narina, e aerolin (normalmente 3 vezes ao dia 3 jatos, quando esta com mais tosse e catarro dai de 4 em 4 horas) a principio era pra ser 15 dias de tratamento, mas ja se estende por mais de um mes, tendo tido uma parada de +ou- 5 dias do nazonex, os demais foi uso continuo. Neste meio tempo ele da uma pequenas melhoradas, tem dias que tem mais tosse mais catarro, as vezes nem tanto, faço fisioterapia também. BOm mesmo ele nunca ficou, so logo que saiu do hospital, por alguns dias. Moro do RS entao como devem saber o inverno é mais rigoroso o que prejudica também. Acho ele muito novinho para toda esta medicaçao, mas estou tratando com especialista, entao "confio", mas a gente sempre quer saber uma segunda opiniao.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Fabíola: a opinião que solicita não pode ser emitida através da internet. Aconselho que procure um alergista em sua cidade. Para localizar um alergista em porto Alegre, procure no site da ASBAI: www.asbai.org.br no setor: Localize um especialista. Basta digitar o Estado, a cidade e abrirá uma lista com os nomes de especialistas em sua cidade Gratos pela visita.

Anônimo disse...

Oi sempre que o tempo muda ..está seco e chove minha garganta começa a coçar e depois vem uma tosse muito chata toda vez eu tomo celestone e antibióticos queria saber se tem problema tomar essa injeção com frequência. ..por favor espero resposta

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Celestone soluspan é é um produto injetável contendo corticóide (cortisona) em doses altas. Além disso, são eliminados lentamente do organismo. Por isso, o uso repetido aumenta sobremaneira a possibilidade de efeitos colaterais. Este medicamento não deve ser repetido sem orientação médica. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela visita.

Anônimo disse...

Boa noite!
Preciso urgentemente de todos vcs. Minha filha está com dermatite utopica. Não aguento mais , já levei na dermatologista, pediatra, clinica de alergia e nada.Olho para ela e meu coração chegar a doer pq ataca a região dos olhos, área dos labios e as perninhas . Chega a ferir de tanto coçar . Por favor alguém tem como me orientar melhor?
Obrigadaaaaaaa

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

A pele da criança portadora de dermatite atópica é mais seca e sensível. Por isso, reage exageradamente, com coceira intensa. Algumas dicas podem ajudar: 1) Evitar roupas apertadas e tecidos sintéticos: quanto menos roupa melhor. 2) Usar sabonetes suaves e hidratantes, evitando os esfoliantes. 3) Evitar o banho quente, o excesso de banhos e a permanência por muito tempo em ambientes quentes. 4) Preferir banho morno a frio (um a dois por dia, no máximo) e ambientes refrigerados. 5) Evitar talcos e perfumes com fragrâncias ativas. 6) Manter a pele bem hidratada, através do uso de creme ou gel adequado a cada caso. Em 1990 foi criada em São Paulo, no Hospital das Clínicas, a Associação de Apoio à Dermatite Atópica (AADA) cujo objetivo é apoiar o paciente portador de dermatite atópica e seus familiares na busca pela saúde. O trabalho da Associação é multidisciplinar, envolvendo médicos, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais e pedagogos, que juntos buscam a melhor abordagem a ser feita. Veja no site as cidades que têm reuniões da AADA: www.aada.org.br
No Rio de Janeiro, o Setor de Alergia e Imunologia Dermatológica da Santa Casa da Misericórdia realiza reuniões mensais de apoio aos portadores de dermatite atópica e seus familiares, com a participação de médicos e de uma psicóloga. Obrigado pela visita ao Blog da Alergia.

Talissa Rodrigues Costa disse...

Ola.
Tenho urticadia crônica. Sinto que quando tomo antialérgico,no momento estou tomando loratadina, a urticadia piora. É possível isso acontecer? Obrigada

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Talissa: qualquer medicamentos está sujeito a efeitos adversos indesejáveis. Mas, para avaliar seu caso, é necessário conhecer seus dados clínicos de forma criteriosa e pessoalmente Aconselho que solicite esta informação ao alergista que acompanha seu caso para que seja orientada de forma adequada e segura. Gratos por sua visita.

Eliana Ferreira Da Silva disse...

Sempre que tomo alguma medicação que contém corticóide , seja o tempo que for , sinto muitas cãibras e dores nas pernas, é horrível, somente após algum tempo parar de tomar é que os efeitos passam , mas eu me arrependo muito de tomar esses remédios, mas é necessário.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Eliana Bom dia. O seu relato não sugere que a reação adversa descrita seja causada por uma alergia ao medicamento (corticoide). Aconselho que exponha sua dúvida ao médico que a acompanha para que seja orientada de forma adequada e segura. Gratos pela sua visita ao blog da Alergia.

Postar um comentário

"Os comentários publicados sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste blog reservam-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou sem a devida identificação de seu autor também poderão ser excluídos".

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...