06 maio 2007

Asma: atitude é tudo!

Por que algumas pessoas têm saúde e outras são doentes?


Por que uns são baixos, outros são altos?
Por que tenho asma?
O elo entre essas diferenças é a condição genética.

Asma:
doença de origem genética (herdada) que se acompanha de uma inflamação crônica nas vias respiratórias e se manifesta por: falta de ar, chiado no peito, tosse e catarro.
Os brônquios comprometidos pela doença se tornam vulneráveis a fatores, como:
-Alergia (poeira, ácaros, mofo, etc);
-Fatores irritantes ao sistema respiratório (mudanças de tempo, cheiros, poluição, fumaças);
-Infecções respiratórias (gripes, resfriados, sinusites);
Outros: medicamentos; refluxo gastro esofágico; emoções; etc.


Os sintomas de asma podem se manifestar de maneiras variadas, desde crises leves e quase imperceptíveis; até situações ameaçadoras e graves. Por isso, a asma assusta tanto, a ponto de fazer com que sejam usados sinônimos para amenizar o impacto, como “bronquite asmática” ou “bronquite alérgica”.

Como você pode agir?


Escolha:
1) Aceitar a doença, como um fardo em sua vida ?



ou
2) Assumir uma atitude positiva ?



Seja positivo!

Para isso, é muito importante conhecer a doença e aprender a combatê-la de forma correta, adquirindo confiança e apoio, fundamentais para uma vida saudável. Mas, para modificar verdadeiramente sua forma de agir, é preciso que acredite na necessidade da mudança e atue com entusiasmo, empenho, persistência e dedicação. Não desista nos momentos de crise e não fique trocando de médico ou de tratamento só porque não teve uma melhora inicial.

Então, mãos à obra:

-Escolha um médico que você confie, vá regularmente às consultas e não tenha medo de expor dúvidas ou temores. Não mude o remédio por conta própria ou repita receitas antigas.

- Assuma responsabilidades: transforme suas queixas em decisões.
- Aprenda sobre a asma: leia, informe-se, busque grupos de educação e troque experiências com médicos, profissionais de saúde e com outras pessoas que têm asma. Procure conhecer os fatores que pioram sua asma.

Quanto mais você conhece a doença, menor a chance de ser surpreendido por uma crise.
- Encare as crises como um desafio, sem medo: aprenda os sintomas iniciais para que possa tratar logo e evitar que cresça. Aprenda os sinais que significam alarme, ou seja, a hora que não adianta insistir com medidas caseiras mas sim buscar um pronto socorro.
- Uma mulher asmática que engravida pode (e deve) tratar sua asma normalmente. É importante que seja acompanhada também por um médico especialista durante a gestação.
- Observe sua casa e principalmente o seu quarto: você acumula objetos desnecessários? É hora de fazer uma boa faxina. Seu travesseiro é velho? Você merece um novo! Lembrou de lavar cobertores e roupas guardadas?Troque cobertores por edredons e lave tudo periodicamente. Jogue fora o excesso, organize o essencial: é uma boa maneira de iniciar o controle ambiental. Não use
produtos de limpeza de cheiro ativo e use: água, sabão e álcool!
- E a decoração da casa? Busque recursos que tornem sua casa bonita e acolhedora, mas sem rebuscados: tire tapetes e carpetes. Prefira pisos lisos e sem frestas. Use cortinas curtas e laváveis ou troque por persianas. Combata focos de mofo e infiltração, ou de baratas. Se possível, não tenha animais em casa, mas se já os tiver, lave-os semanalmente, afaste-os dos quartos e não deixe que subam em estofados e camas.

Como ajudar no tratamento?


1- Aprenda sobre os remédios: quais são os medicamentos de alívio para uso nas crises e quais os preventivos, para uso diário. Não pare os remédios de controle só porque está se sentindo bem. O uso prolongado é necessário para combater a inflamação da asma, que está presente, mesmo quando não se está doente.

2 - Não tenha medo de bombinhas ou remédios inalados: são seguros, eficazes e com menores efeitos colaterais.

3 - Se estiver fazendo imunoterapia (vacinas), siga a orientação médica, mantenha a regularidade e não falhe com as doses.


4 - Cuide de seu nariz: rinite e sinusite podem piorar a asma.


5 - Previna-se contra as gripes e resfriados: participe das campanhas e tome anualmente a vacina antigripal, em qualquer idade.
Confie:

Corticóides inalados: são medicamentos formulados de forma especial e por isso são diferentes dos corticóides para uso em comprimidos, xarops e injeções. A dose é mínima (medida em microgramas) o que faz com que atuem sobre a inflamação dos brônquios e não no resto do organismo. Entretanto, para fazer efeito, devem ser utilizados de forma contínua por um período de tempo prolongado, que varia de pessoa para pessoa. Estes medicamentos estão indicados no tratamento de controle da asma e podem ser usados por para crianças e adultos, com objetivo de prevenir crises.


Atitudes saudáveis:

- Lute por sua melhora, mas dê um passo de cada vez: não fique ansioso, achando que a asma irá se curar milagrosamente:
- Não fume e não permita que fumem junto a você ou ao seu filho.
- Pratique exercícios físicos ou caminhe regularmente.
- Procure ter uma alimentação saudável, com horários regulares.
Coma pouco no jantar e evite deitar após refeições pois o refluxo é causa de piora da asma. Se seu filho ainda mama, nunca dê a mamadeira com a criança deitada e só permita que deite após uma ou duas horas.
- Aprenda a respirar corretamente, controlando a ansiedade.
- Faça algo que gosta todos os dias, busque os amigos, procure relaxar!

Eu não escolhi ter asma, mas tenho o direito de escolher a forma de reagir a ela.


52 Dê sua opinião:

Anônimo disse...

dr.fatima a vacina de imunoterapia tem cura para os pacientes ou qual a chance que o paciente tem e qual a segurantça, estou enteressada e estou enssegura de fazer o tratamento e não ter resultado.
cidilene

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Cidilene: nem toda asma tem indicação de uso da imunoterapia. Por isso, o primeiro passo é confirmar a etiologia alérgica. Nestes casos, a resposta ao tratamento com extratos padronizados é muito boa, auxiliando no controle da asma e muitas vezes diminuindo a necessidade medicamentosa. Obrigado pela visita.

Anônimo disse...

Dr. meu esposo tem asma desde criança,nunca fumou.Esses dias ele tem estado pior,sentindo falta de ar direto,todos os dias.Ele bate RX do pulmões ontem,mas inda nao levou ao médico,lá aparece uns pontinhos brancos e estão interligados(como uma cadeis). O q pode ser isso?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Peço sua compreensão, mas não há como definir a causa da alteração da radiografia do seu esposo baseado apenas em seu relato. Aconselho que leve o exame para que o médico do seu esposo possa avaliá-lo. Agradecemos sua visita.

Anônimo disse...

O blog é muito bom, tirei algumas dúvidas. Obrigada! Gisele Benevides pa

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Gisele: muito obrigado. O seu incentivo é muito importante para nosso trabalho voluntário no Blog da Alergia. Aproveitamos para convidá-la a assinar nosso blog, passando a receber nossos textos diretamente em seu e-mail.

ALICE MATTOS disse...

Parabens pelo blog, já esclareci varias duvidas neste 1o contato, vou me empenhar em acompanhar voces e divulgar para os amigos e afins!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Obrigado, Alice, em nome de toda a equipe PGRJ. O seu depoimento é um grande estímulo ao nosso trabalho voluntário no Blog da Alergia. Aproveitamos para convidá-la a assinar nosso blog, passando a receber nossos textos diretamente em seu e-mail.

Wilma Menezes - Belém-PA disse...

Sou asmática de nascença, tive crises até uns 25 anos e voltei a ter agora aos 56, e estou em crise severa há 6 meses sendo diagnosticada como asma persistente grave, a dificuldade é muito grande para respirar, estou em tratamento por um hospital universitario aqui de Belem, Betina de Ferro, EXCELENTE, mas ainda não sai da crise. Após uma consulta recebi um e-mail da Dra. Fatima Emerson me sugerindo este blog e achei muito interessante e esclarecedor para nós que somos asmaticos. Como sou de familia alergica, já repasse os blogs para que todos acompanhem. Parabens por essa iniciativa que muito ajuda e esclarece aos alergicos. Um forte abraço e continuem assim.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Wilma: suas palavras são um estímulo ao nosso trabalho voluntário neste Blob. Obrigada! Volte sempre.

Wilma Menezes disse...

Olá Dra Fatima olha eu aqui de novo rs. É está sendo cruel, em crise desde set/2009, esse tempo todo em tratamento com 2 pneumologista e 1 alergista e não obtive qualquer resultado positivo. As crises estão cada vez mais forte e nenhuma medicação está resolvendo. Já conversei com os medicos e sempre me dizem que isso é normal. Eu descordo pois estou vendo a hora de ir a obito com parada respiratória. Medicações já usadas nesse periodo SIMBICORT, SERETIDE 500, VANNAIR, FORASEG, MIFLONIDE, FLUIR 12 X OXIMAX 400 e agora ALENIA 12/400, mas ACETILCISTEINA DE 600, SINGULAIR 10 MG, OMNARIS 50 MG E AEROSOL COM CLENIL A 400 OU PULMICORT e PREDINISONA 20 MG e DUOVENT ( um inalador com 300 doses so dura 3 dias). há 1 mes tive pneumonia com a medicação em 7 dias fiquei otima, mas foram muitos antibioticos logo depois a falta de ar voltou. RAIO X pulmao normal. Passo o dia todo com muita falta de ar e de madrugada entre 3 e 4 da manha desperto com asfixia, ai é aerosol a cada 5 minutos por longas 2 horas para reverter ou ir para emergencia de um hospital para ser administrado AMINOFILINA E HIDROCORTIZONA na veia oxigenio mais aerosol e após 3 horas fico otima mas so por um periodo de 6 horas, depois volta tudo novamente. Tenho muita tosse que me leva a falta de ar, muita dor no peito. Como ve Dra não está sendo fácil. Com toda a sua experiência, o que pode ser isso que estou sentindo? Como agir? Me ajude por favor.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Wilma: o seu relato sugere uma asma de difícil controle e que necessita uma especial atenção e reavaliação. Contudo, não tenho condições para emitir um parecer através da internet. Para isso, é essencial a avaliação pessoal, a análise minuciosa não apenas dos sintomas atuais da asma mas também dos dados de sua saúde em geral, história pregressa, outras doenças associadas, etc. Escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com). Tentarei fazer contato com um especialista em sua cidade que possa orientá-la. Agradecemos sua visita.

clivioporciuncula disse...

Boa tard Dra ,estou na mesma situação da Wilma e o pior é que eu tenho 73 anos e ainda outras doenças como diabete,pressão alta. Estou tomando CLENIL A e BROMETO DE IPRATRÓPIO isto no mebulizador,+FORASEQ ,e um XAROPE TORANTE.
O que posso fazer para melhorar .Minha irmão faleceu a 5 anos atraz desta forma mesmo.
PRECISO DE SUA AJUDA,POIS JÁ NÃO AGIENTO MAIS DE TANTA TOSSE.MINHA SITUAÇÃO É A MESMA DA WILMA.

NO AGUARDO,
SONIA PORCIUNCULA DE ARAGAO

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Sonia: compreendo seu sofrimento, mas a ajuda que deseja não pode ser feita através de um aconselhamento na internet. Casos graves de asma necessitam ser analisados de forma criteriosa para que se possa indicar possíveis alternativas terapêuticas. Conto com a sua compreensão. A nossa equipe está ao seu dispor na Policlínica Geral do Rio de Janeiro.

Anônimo disse...

Cara Drª
Me chamo Juarez Carlos, tenho 57 anos e por perder o emprego que era público (político) estou trabalhando num Hospital aqui em Juazeiro-Ba,faz oito dias. A miha profissão é de almoxarife, e para liberar os gêneros alimentícios, tenho que entrar na câmara fria a 10ºC, por enquanto não estou sentindo nada porque uso a bombina como precaução. Será que irá acontecer alguma cois? solicito resposta urgente, se possível, se for positivo terei que abandonar o emprego.
Antecipo os meus agradecimentos pelas confiávis explicação.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Juarez: peço sua compreensão, mas não é possível emitir o parecer que deseja baseado apenas nos poucos dados enviados em seu breve relato e sem examiná-lo pessoalmente. Aconselho que procure seu alergista: o médico que trata de sua asma conhece seus dados clínicos, sendo a pessoa mais indicada para orientá-lo. Gratos pela sua participação em nosso blog.

elzinha sousa disse...

Na minha adolescência tive crises de asma intensas. Faz mais ou menos 15 anos que não as tive mais. Porém sempre que chega o inverno, tenho tosse, pegarro e muita secreção. asma em crise não, jamais. fui tratada por muitos anos com corticóide por excelentes médicos no Recife. Agradeço a Deus e a eles.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Obrigado pelo depoimento, Elzinha. Volte sempre ao nosso blog.

Sandritahe disse...

Gostei muito desse texto. Muito esclarecedor. Obrigada.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Obrigada, Sandritahe. Aproveitamos para convidar que assine nosso blog, passando a receber nossos textos diretamente em seu e-mail.

Anônimo disse...

,










´´´TENHO ESSA BENDITA ASMA ALERGICA DESDE CRIANCA JA SOFRI MUITO INDO ATE DE MADRUGADA NO HOSPITAL POR FALTA DE AR .NA SEMANA CHEGUEI A IR ATE 5 DIAS SEGUIDOS ELES VINHAM COM SHAROPES E NADA ADIANTAVA ATE EU IR NUMA ESPECIALISTA PENAMOLOGISTA QUE ME INDICOU ,,,,,,, ALENIA BOMBINHA TODOS OS DIAS A NOITE INALAR E SINGULAR 10MG UM COMPRIMIDO A NOITE ,PRA VC COMPRAR ALENIA TEM NO AUTO CUSTO E SO VC PEDIR NO POSTO DE SAUDE POIS O GOVERNO DA FALE COM ASISTENCIA SOCIAL TEM DE GRACA . O SINGULAR TEM DESCONTO EM SOROCABA SO PEDIR O TELEFONE E CADASTRA SEU CPF JUNTO COM A RECEITA POIS PEDEM O CRM DO MEDICO E SEGURO E METADE DO PRECO DROGARIA SAO PAULO CENTRO FICA NA ESQUINA MUITO FACIL DE ACHAR ....ESPERO QUE AJUDEM BJU ,,

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

É importante procurar o médico especialista (alergista ou pneumologista) para que seja instituido um tratamento que possa controlar a asma. Cada pessoa é unica e a medicação é escolhida de acordo com as particularidades de cada caso. Gratos por sua visita

paz disse...

Obrigada por enviar o blog pelo email!!!!!
Desde já meu muito obrigada!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Um abraço, Paz. Volte sempre para nos visitar.

Juliana disse...

Sou paciente da Dr Fátima e ela ensina exatamente isso, conhecer a doença ! Hoje eu assumo uma atitude positiva em relação a asma, convivo com ela e ela comigo... Ensinei aos amigos mais próximos a conviver comigo e a me ajudarem caso eu passe mal... Tem como se levar uma vida normal, apesar da asma.
Bjs dr

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Juliana: obrigado por seu depoimento. Suas palavras podem incentivar outras pessoas a manter seu tratamento, controlar a doença e conquistar o direito de viver plenamente.

Anônimo disse...

Tenho asma desde meus 12 anos (hj tenho 37)... E a única maneira que tive para respirar bem foi CONVIVER com a doença... Esquecer que um dia ela teria cura e aceitar respirar com menor capacidade, porém, vivendo normal como qualquer outra pessoa... Se a pessoa não "aceitar" conviver com ela, fica difícil manter uma vida normal...

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

"Conviver" com a asma significa tratar de forma adequada, não só para combater crises mas para controlar a doença. Não há regras fixas, já que cada pessoa tem suas características próprias e que a doença também é diferente em cada um. Mas, controlar a doença significa conquistar o direito a ter uma vida normal, dormir bem, não ter crises, não faltar trabalho (ou escola) fazer suas atividades (ou brincadeiras) e conquistar qualidade de vida. Por isso é tão importante tratar sua asma com médico especialista que conheça bem o tratamento e possa oferecere opções individualizadas para cada paciente. Gratos por sua visita.

Gustavo disse...

Hj eu descobri que tenho "asma "... Na hra fiquei sem saber como era essa doença e depois fiquei mais nervoso ainda .... Comecei a ler tanta coisa na internet que me apavorou ainda mais ... Meu pneumologista disse que apesar do xiasso no pulmao e de um grau leve a asma que eu possuo. .. Ele me receitou aerolin e vannair por 6 meses de tratamento. ... Eu nao tenho falta de ar .Sinplismente a tosse e o xiasso no peito q incomoda muido ... Se alguem poder me dar umas dicas ... To perdido e com medo. .. Vi um relato de uma pessoa nos comentarios acima q ela so falta vir a obito ... Que horrivel ... Eu tive crises de bronquite asmática quando tinha 3 anos e depois nunca mais tive .... Agora isso voltou a me atormentar ....

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Gustavo: o fato de ter um diagnóstico de asma não significa que seja um quadro grave. A asma pode ter diferentes formas de se manifestar, desde quadros leves até situações mais graves. Em alguns casos, a asma pode se manifestar apenas com tosse, sem a sensação de falta de ar. Quanto mais cedo se trata, melhor, Mas é importante tratar de forma contínua e não apenas nas crises. A asma bem controlada não impede uma vida normal. Convido que escreva para nosso e-mail e enviarei para você uma cópia PDF do livro sobre a alergia e sobre a asma. Obrigado por visitar o Blog da Alergia.

Rosana Torezani disse...

Ola.
Por favor ajude me
A dr da minha filha de 8 anos receitou vanniar 2x ao dia e em casos de crise usar aerolin 4 em 4 horas 5 jatos
quero saber se posso usar os 2 medicamentos proximos..
Ja que os 2 aceleram os batimentos

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Rosana: Vannair é uma medicação inalada usada no tratamento de controle da asma. Trata-se da chamada “terapia combinada” pois contém num mesmo inalador, dois medicamentos: um broncodilatador (formoterol) e um corticóide inalado (budesonida). Os remédios em terapia combinada têm objetivo de atuar sobra a inflamação dos brônquios, controlando a doença e prevenindo as crises de asma. Aerolin (salbutamol) é um broncodilatador de ação curta, indicado para tratar as crises de asma. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

Anônimo disse...

Tô com asma há três semanas, a médica trocou o Relvar por vannair, porque não estava sentindo melhoria, usei alguns dias mas deu urticaria e tosse, ela falou então para voltar a relvar. É conveniente fazer isso?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Existem diversos tipos de medicamentos, usados em diferentes dispositivos inalados disponíveis para tratamento da asma. A escolha da medicação a ser usada será feita baseado no quadro clínico de cada paciente, tipo de asma, gravidade do quadro e da aceitação da medicação. Obrigado pela sua participação no Blog da Alergia.

Anônimo disse...

Vannair interfere na menstruação? A menstruação pode atrasar para quem faz o uso desse medicamento?

Anônimo disse...

Uma pessoa que é alérgica ao vannair pode ser alérgica ao oximax? ou são componentes diferentes?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Não. Vannair é uma terapia combinada inalada para tratamento de controle da asma Por ser inalada, é medida em doses mínimas (microgramas) sendo pouco absorvida pelo organismo Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Vannair e Oximax são medicamentos com princípios ativos diferentes. Vannair contém um broncodilatador (formoterol) e um corticóide inalado (budesonida) enquanto Oximax contém apenas um corticóide inalado(mometasona). Gratos por sua participação no Blog da Alergia.

Déborah Duarte disse...

Olá, sou asmática diagnosticada esse ano, tenho 24 anos e uso Alenia 200mcg 2x ao dia.. Estou com resfriado ha uns 3 dias, mas hj tomei o remedio para asma normalmente nos horarios estabelecidos pelo pneumologista e o chiado e tosse nao passaram, o que posso fazer para melhorar? Meu medico nao é daqui.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Déborah: uma crise de asma pode se manifestar de formas variadas. 1) Se você tiver em casa, um medidor de pico de fluxo, pode proporcionar uma avaliação mais ibjetiva da crise. 2) Verifique se houve um motivo para a crise e procure controlar. 3) Faça exercícios de relaxamento. 4) Utilize a medicação de alívio, indicada para crises, de acordo com a orientação prévia do médico. 5) Procure se distrair e observe a evolução de sintomas. Se não houver melhora, procure um local que ofereça um pronto atendimento médico. Agradecemos sua participação no Blog da Alergia.

Anônimo disse...

Por favor me Qual a diferença entre o vanair 6/200 e o clenil hfa 200?

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

São medicações bastante diferentes Vannair possui dois medicamentos em terapia combinada (um broncdiatador de ação lenta - Formoterol e um corticóide inalado - budesonida) para tratamento de controle da asma e Clenil contém apenas o corticóide inalado (beclometasona) Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

Anônimo disse...

olá....Meu nome é Márcia....de Ponta Grossa PR...
Tenho um filho de 4 anos com asma ...Gostaria de saber se pode usar Koide D ,Clenil A e Alenia 6/200...tudo junto....foi prescrito pelo médico!
OBRIGADA!!!

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Marcia Bom dia. As medicações podem ser associadas no tratamento da asma Contudo, crianças pequenas poderão ter dificuldade na inalação correta da cápsula inalada. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

Daniele Martins disse...

Minha filha de 13 usa esses mesmo medicamentos, e tem tetralogia de fallot.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Daniele Boa noite Por favor, escreva para nosso e-mail blogdalergia@gmail.com informando mais detalhes para que possamos orientá-la. Gratos por sua visita.

Jaime Valentin Scariote disse...

Fui diagnosticada com asma. Sou dona de casa e todas as vezes que vou fazer a limpeza me sinto muito cansada e com falta de ar. Não uso produtos fortes e nada. Estou um pouco frustrada com isso. Meu nome é Gisele.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Gisele: Boa noite. Não se sinta assim. A asma pode ser controlada e permitir uma vida normal e saudável com o tratamento adequado. Convido que escreva para nosso e-mail (blogdalergia@gmail.com) e enviaremos para você uma cópia em PDF do livro: “Alergia, doença do século XXI”. Gratos pela sua visita ao Blog da Alergia.

Cristiane Lagw disse...

Correção do anterior.Minha mãe(74 anos, não fuma e super ativa) foi diagnosticada no meio de outubro com sinusite e princípio de bronquite. Todos os sintomas passaram rápido, mas o pigarro que a obriga a tossir para eliminar um pedacinho de muco branco (antes era escuro) leva o dia todo. A pneumologista passou predisona 40 e disse que não pode repetir, para continuar com Relvar, avanys e clarinis que demora mas passa. É normal estou preocupada. Em maio ela teve a mesma coisa, porém usou outros medicamentos e o pigarro só passou em agosto. Foi em alergista, otorrino e gastro e tudo normal. Desde já obrigada.

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Cristiane Boa noite. O pigarro tem a finalidade de expelir uma secreção acumulada aliviando o desconforto. Nem todo pigarro é causado por alergia. Nem sempre exames estão alterados. Vale lembrar que idosos possuem alterações no aparelho respiratório que podem predispor e/ou agravar o problema. Por outro lado, as pessoas idosos tendem a necessitar usar muitos remédios e alguns deles podem exacerbar o pigarro. Agradecemos sua participação no Blog da Alergia.

JAQUELINE2563 disse...

Meu esposo tem sinusite e adquiriu asma bronquica. Faz uso de forasec 400 mas as tosses não tem melhorado. Foi então acrescentado acetilcisteina. Estou preocupada esses medicamentos podem ser usados juntos??

Clínica de Alergia - Policlínica Geral do Rio de Janeiro disse...

Jaqueline Bom dia. Os medicamentos citados podem ser usados em conjunto. Agradecemos sua participação no Blog da Alergia.

Postar um comentário

"Os comentários publicados sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste blog reservam-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou sem a devida identificação de seu autor também poderão ser excluídos".

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...