Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2015

Asma e Rinite - quanto mais cedo o diagnóstico, melhor

Em Portugal, foi realizado um estudo que acompanhou 300 crianças ao longo de 13 anos, com objetivo de avaliar como os sintomas evoluem com o tempo. Foi demonstrado que mais de 10% das crianças portuguesas têm asma. Porém, só 30% dos casos chegam à adolescência já sem sinais da doença.  Foram identificados claramente três conjuntos de crianças:  1) Crianças que terão asma e rinite até à adolescência.  Neste grupo, a alergia é um fator importante e representa metade de todos os casos  2) Crianças que continuam com asma até à adolescência mas de forma branda.  3) Crianças que deixam de ter asma. Os sintomas irão desaparecer na adolescência.   Neste último grupo, em geral os pais não tinham asma e não foram detectadas alergias (rinite ou eczema).  Esta divisão das crianças por grupos permite que os médicos escolham a melhor opção de tratamento para cada uma delas.  Um dado importante: identificar e tratar os sintomas da rinite nas crianças (espirros, coriza, obstrução e co

É alergia ao leite ou intolerância à lactose?

“- Doutor, meu filho tem alergia ao leite de vaca?”  “- Doutor, meu filho tem alergia a lactose?”  ¨- Mas afinal, o que meu filho tem?"  Essas perguntas vêm se tornando cada vez mais freqüentes nos consultórios de alergistas e pediatras. A alergia às proteínas do leite de vaca e intolerância à lactose são coisas completamente diferentes. O que é cada uma?  A alergia às proteínas do leite de vaca é uma reação imunológica do organismo contra proteínas presentes no leite de vaca.  A  intolerância a lactose  é a incapacidade do organismo de digerir/processar o açúcar do leite.  Mas na prática, quais as diferenças?  Na alergia , o organismo reage através da formação de anticorpos específicos às proteínas do leite. Essas reações podem se apresentar de várias formas, como quadros gastrointestinais (diarréia e vômito), manchas na pele, e em casos extremos, com quadros de choque anafilático.  Os mecanismos imunológicos envolvidos podem ser vários, e o mais comum, atr

Vacina para alergia engorda?

A resposta é não. Imunoterapia (vacina para alergia) não causa ganho de peso pois é composta por elementos naturais como ácaros, bactérias, entre outros, dependendo de cada pessoa e da fórmula feita pelo médico. Portanto não causa aumento de apetite ou ganho de peso.  A imunoterapia com alérgenos, também chamada de vacina para alergia, é uma forma de tratamento utilizada há mais de 100 anos , com o objetivo de diminuir a sensibilidade de pessoas que se tornaram alérgicas a determinadas substâncias.  O tratamento consiste na aplicação de alérgeno ao qual o paciente é sensível em doses crescentes por um período de tempo que é variável em cada pessoa.  A imunoterapia induz uma série de alterações na resposta imune que estão associadas à melhora clínica: - Reduz o grau de sensibilização (nível de anticorpos IgE e da reação nos tecidos) impedindo reações alérgicas imediatas graves - como a anafilaxia - Interfere na inflamação característica das condições alérgicas de longa evol

Tratar asma no verão

É comum que as pessoas pensem que estando bem, não precisam tratar sua asma e abandonam a medicação de controle durante o verão, Mas, esta atitude pode aumentar o risco de agravamento dos sintomas da doença no outono e inverno. As razões pelas quais as pessoas param de tomar os medicamentos são: - No verão, há uma tendência para melhora dos sintomas, dando uma falsa sensação de cura da doença."  - A estação, em função do clima e das férias escolares, ocasiona uma sensação de relaxamento, que pode levar os pacientes a relaxar também tratamento prescrito, já que se sentem bem. Mas, a asma não é uma "doença de inverno". A asma se acompanha de uma inflamação dos brônquios que permanece mesmo quando não se sente nada. A medicação inalada protege as vias respiratórias e evita as crises. É verdadeiro que há uma tendência à melhora dos sintomas da asma nesta estação, mas é importante manter o tratamento, conforme orientado pelo especialista. P arar de tratar torna as v