Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2016

Asma

Quais são os principais sintomas?    Os principais sintomas da asma são a falta de ar, chiado no peito, aperto no peito, tosse seca ou repetida. Muitas vezes, pode ser confundida com gripes mal curadas ou bronquites simples.  O que causa a asma?   A doença não tem uma causa única. Mas pode ter origem alérgica (ácaro, perfume, mofo, poluição pode agravar os sintomas) e familiar (se algum parente for diagnosticado com asma, as chances de alguém da família ter a doença é maior). "Há casos de asmáticos que nasceram com a doença, mas só descobrem na vida adulta", afirma o pneumologista Rafael Stelmach, coordenador do GINA no Brasil.  Asma tem cura?   Assim como diabetes, a asma não tem cura. O mais comum é o paciente ter a doença e não saber. Por isso, é importante fazer o diagnóstico quanto antes para realizar o tratamento adequado. Três pessoas morrem por asma no Brasil todos os dias.   Quais são os tratamentos?   A asma é tratada de acordo com sua gravidade (leve

Apneia do sono

O que é apneia do sono?   Apneia é a interrupção da respiração. É uma pausa transitória e involuntária da respiração que ocorre enquanto o indivíduo está dormindo. Normalmente, o centro respiratório nervoso continua ativo durante o sono, comandando a respiração, e a laringe permanece aberta para dar passagem ao ar respirado. Pode acontecer um mau funcionamento do centro nervoso ou a obstrução da laringe por uma deformação da via aérea, de amígdalas e adenoides grandes, do pescoço ou clavícula largos, língua grande que “cai” durante o sono, etc. Isso faz com que a passagem de ar pela garganta seja dificultada. Em geral, estes episódios de interrupção da respiração ocorrem repetidamente durante o sono e duram cerca de 10 segundos cada um, após o que a respiração normal é retomada. Em uma noite, podem ocorrer 20 a 30 desses episódios. Em cada apneia há um despertar neurofisiológico (e não necessariamente comportamental) ou, no mínimo, a passagem de um estado mais profundo a outro ma

Regra para novos rótulos de alimentos entram em vigor hoje

Por determinação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), entra em vigor hoje (domingo) uma norma que obriga a indústria alimentícia a declarar, nos rótulos dos produtos, a presença dos principais componentes que podem causar alergias alimentares. Apesar de ter sido publicada há um ano, a regra causou grande reação na indústria, que tentou suspendê-la até o último momento — ontem uma associação de empresas de laticínios entrou com uma ação na Justiça Federal em Brasília para suspender a medida. O recurso, porém, foi negado pelo juiz substituto Renato Coelho Borelli, da 20ª Vara Federal/DF.  A Resolução 26/2015, como foi batizada, busca aperfeiçoar os atuais rótulos com a inserção dos ingredientes (ou traços) alergênicos. Médicos denunciam a falta de informações sobre frações de alimentos que estariam contidos no produto e o texto, quanto existe, é considerado pouco acessível ao leigo ou escrito em etiquetas ilegíveis. As indústrias compartilham equipamentos para a

Asma

Quais são os principais sintomas?    Os principais sintomas da asma são a falta de ar, chiado no peito, aperto no peito, tosse seca ou repetida. Muitas vezes, pode ser confundida com gripes mal curadas ou bronquites simples.  O que causa a asma?   A doença não tem uma causa única. Mas pode ter origem alérgica (ácaro, perfume, mofo, poluição pode agravar os sintomas) e familiar (se algum parente for diagnosticado com asma, as chances de alguém da família ter a doença é maior). "Há casos de asmáticos que nasceram com a doença, mas só descobrem na vida adulta", afirma o pneumologista Rafael Stelmach.  Asma tem cura?   Assim como diabetes, a asma não tem cura. O mais comum é o paciente ter a doença e não saber. Por isso, é importante fazer o diagnóstico quanto antes para realizar o tratamento adequado. Três pessoas morrem por asma no Brasil todos os dias.   Quais são os tratamentos?   A asma é tratada de acordo com sua gravidade (leve, moderada e grave). Os casos ma