Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2007

Uma notícia curiosa publicada hoje no "Globo On Line" - basta clicar na foto para ampliar

 

Sinusite Alérgica

A palavra sinusite significa inflamação (“ite”) dos seios da face (“sinus”). É uma doença comum, tanto em crianças como em adultos, podendo ser causada por diversos mecanismos: infecciosos, alérgicos, entre outros. Dados estatísticos afirmam que em cada 100 pacientes que sofrem de rinite alérgica, cerca de 70 têm ou virão a ter sinusite.  A sinusite é a complicação mais comum da rinite alérgica. Rinossinusite alérgica  é uma denominação mais adequada pois explica melhor esta íntima relação. A sinusite é chamada de aguda quando é de início recente (cerca de 4 semanas) e de sinusite crônica, quando é antiga e já persiste há mais de 12 semanas. A sinusite pode se repetir em diversas ocasiões e neste caso é chamada de sinusite recorrente. Seios da face (ou seios paranasais) A cavidade nasal é constituída por vários ossos do crânio e da face, dispostos lado a lado. O frontal (na testa), maxilar (na região das bochechas, à direita e à  esquerda) e o osso esfenóide são o

Alergia com saúde

Uma lembrança de outrora

Nas décadas de 40 e 50, os bondes circulavam pelo Rio de Janeiro e estampavam em suas paredes cartazes de propaganda. Alguns ficaram na lembrança, como o reclame do Rhum creosotado, famoso xarope da época: “Veja, ilustre passageiro, O belo tipo faceiro Que o senhor tem ao seu lado. E no entretanto, acredite: Quase morreu de bronquite. Salvou-o Rhum Creosotado.” Mais tarde, serviu de inspiração para uma bela crônica, escrita por Eduardo Festugato, médico de Caxias do Sul: ..Ilustre passageiro deste superlotado e barulhento bonde que é o mundo em que vivemos: ainda há tempo de parar, olhar para o lado e apreciar "o belo tipo faceiro" que é a vida, o amor e o "agora": uma casa alegre, batida de sol, parreiral repleto de uvas e cigarras, e o cheiro bom da comida sendo preparada com carinho - o afeto é o melhor dos temperos! Os minutos de paz vividos com nossos afetos não têm preço: são inavaliáveis. A única coisa boa que se lega, ao morrer, são os afetos.

Asma: quem responde é o especialista

1 . Meu filho tem bronquite alérgica e pesquisando na internet li que é a mesma coisa que asma. Fiquei muito preocupada: significa que é grave? Antigamente, a asma era chamada de bronquite alérgica ou de bronquite asmática, reservando-se a palavra asma apenas para os casos mais graves, originando a idéia de que seriam doenças diferentes. O nome correto é asma, para todas as formas da doença, desde as crises leves e até para os casos mais graves. Não tenha medo da asma do seu filho: leve-o a um médico alergista, para que receba um tratamento especializado e evite que a doença piore. A participação dos pais é fundamental para que se obtenha sucesso no tratamento. 2. Tenho asma e rinite alérgica, pratico natação e me faz muito bem. Porém, de uns tempos prá cá, vou à piscina e espirro sem parar, o nariz fica congestionado. Como devo fazer? A natação é esporte que beneficia a maioria dos asmáticos pois fortalece a musculatura respiratória contribuindo para o controle adequado da asma. Entre

Um Exagero?

07 de maio de 2007

Asma: atitude é tudo!

Por que algumas pessoas têm saúde e outras são doentes? Por que uns são baixos, outros são altos? Por que tenho asma? O elo entre essas diferenças é a condição genética. Asma: doença de origem genética (herdada) que se acompanha de uma inflamação crônica nas vias respiratórias e se manifesta por: falta de ar, chiado no peito, tosse e catarro. Os brônquios comprometidos pela doença se tornam vulneráveis a fatores, como: -Alergia (poeira, ácaros, mofo, etc); -Fatores irritantes ao sistema respiratório (mudanças de tempo, cheiros, poluição, fumaças); -Infecções respiratórias (gripes, resfriados, sinusites); Outros: medicamentos; refluxo gastro esofágico; emoções; etc. Os sintomas de asma podem se manifestar de maneiras variadas, desde crises leves e quase imperceptíveis; até situações ameaçadoras e graves. Por isso, a asma assusta tanto, a ponto de fazer com que sejam usados sinônimos para amenizar o impacto, como “bronquite asmática” ou “bronquite alérgica”. Como você pode agir? Escolh